A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Universidade de Brasília ADM – Departamento de Administração Administração de Recursos Materiais Turma 14 GRUPO 41 6 de setembro de 2009 Subgrupo X : Adelson.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Universidade de Brasília ADM – Departamento de Administração Administração de Recursos Materiais Turma 14 GRUPO 41 6 de setembro de 2009 Subgrupo X : Adelson."— Transcrição da apresentação:

1 Universidade de Brasília ADM – Departamento de Administração Administração de Recursos Materiais Turma 14 GRUPO 41 6 de setembro de 2009 Subgrupo X : Adelson Júnior – 09/88308 Carolina Torma – 09/91694 Subgrupo Y : Adso Oliveira – 07/43372 Willie Macedo – 07/55451 Camila Wanderley – 09/91163

2 R02 A Organização e os Estoques na Logística Técnicas de Gestão de Estoques – I

3 1. Excluindo o custo de aquisição da mercadoria, os custos associados aos estoques podem ser divididos em três categorias. Escolha uma e explique. Custo total: é definido como a soma dos custos de aquisição e de manter estoque. É importante no modelo do lote econômico, pois o objetivo deste é determinar a quantidade do pedido que os minimiza. Custo total de uma Embarcação - Conforme pode ser observado no gráfico acima, as maiores parcelas de custo são de armamentos e propulsão. A estrutura, ao contrário dos navios convencionais, só corresponde a 10% do custo total. Assim, mesmo que os escantilhões sejam minimizados o custo total não se reduziria muito.

4 2. Explique, brevemente, os objetivos do estoque. Objetivos do estoque: Objetivos de custo: uma questão crítica do controle de estoque é balancear os custos de manter e de pedir estoque, pois esses custos têm comportamentos conflitantes. O objetivo é encontrar um plano de suprimento que minimize o custo total. Objetivos de nível de serviço: deve-se obter o maior equilíbrio possível entre a produção e o custo total de estoque, de um lado, e o nível de serviço prestado aos clientes, de outro. Vídeo: DELL Factory TourDELL Factory Tour

5 3. Ajustar o nível de estoque tem seus riscos associados; prever o produto e a quantidade que os clientes deverão comprar é assunto critico para todo planejamento empresarial. Quais as técnicas utilizadas para se ter essa previsão de demanda? Pesquisas de intenção realizadas por telefone, correio ou contatos pessoais podem ser utilizadas e traduzidas em informações de previsão de vendas, porém essa técnica apresenta algumas limitações. A técnica mais utilizada é a previsão vendas com base no histórico de vendas passadas.

6 4. Há, normalmente, 5 (cinco) tipos de estoque em uma indústria manufatureira. Quais são eles? Tipos de estoque em uma indústria manufatureira: 1. matéria-prima – requer processamento para ser transformada posteriormente em um produto acabado; 2. produtos em processo – todos os materiais em que a empresa executou alguma espécie de processamento ou transformação, mas que ainda não se encontra na forma acabada para venda; O estoque tem diversas funcionalidades dentro de uma empresa; nesse caso, fornecer matéria-prima para o seu funcionamento.

7 Tipos de estoque em uma indústria manufatureira: 3. materiais de embalagem – são as caixas para embalar produtos, recipientes, rótulos etc.; 4. produto acabado – são os produtos finais de fabricação, prontos para a venda; e 5. suprimentos – inclui uma variedade de itens que não os regularmente consumidos na operação fabril (ex.: itens para a manutenção de equipamentos). Pátio para armazenamento de camionetes Ford para venda.

8 5. Qual o objetivo do Just in Time? O JIT visa atender a demanda instantaneamente, com qualidade e sem desperdício. Ele possibilita a produção eficaz em termos de custo, assim como o fornecimento da quantia necessária de componentes, no momento e em locais corretos, utilizando o mínimo de recursos. FUNDAMENTOS DO JUST IN TIME: - A FLEXIBILIDADE NO TRABALHO, que em japonês se denomina SHOJINKA, e que implica adequar o número e funções dos operários ou pessoal às variações da demanda. - O FOMENTO DE IDÉIAS INOVADORAS (SOIFUKU) POR PARTE DO PESSOAL, aos efeitos de conseguir a melhora contínua nos processos produtivos. - O JIDOKA, que implica O AUTOCONTROLE DOS DEFEITOS POR PARTE DOS PRÓPRIOS PROCESSOS PRODUTIVOS, para impedir a entrada de unidades defeituosas nos fluxos de produção.

9 6. O JIT requer alguns princípios. Cite-os e explique. Princípios do JIT: Confiabilidade: pré-requisito para se ter um fluxo rápido de produção; Velocidade: essencial em caso de se pretender atender à demanda dos clientes diretamente conectados com a produção; Possuir uma boa capacidade de transporte e efetuar monitoramento eletrônico pode levar a uma maior velocidade e confiabilidade em logística empresarial.

10 Princípios do JIT: Qualidade: deve ser alta porque distúrbios na produção por erros de qualidade reduzirão o fluxo de materiais; Flexibilidade: necessário para que se consiga produzir em lotes pequenos, atingir o fluxo rápido e lead time curtos; Compromisso: essencial comprometimento entre fornecedor e consumidor de modo que o cliente receba sua mercadoria no prazo e local determinado.

11 7. Explique o que é e para que serve o ponto de reposição? O ponto de reposição, ou método do estoque mínimo, objetiva otimizar os investimentos em estoque. Cuida de balancear a relação entre estoque elevado (maior custo de manutenção) e estoque baixo (risco de perda de vendas e/ou paradas na produção). A sua finalidade é dar início ao processo de ressuprimento com tempo suficiente para não ocorrer falta de material. É necessário um nível mínimo de estoque para o funcionamento da empresa.

12 Bibliografia CHING, Hong Yuh. Gestão de Estoques na Cadeia de Logística Integrada. 3ª ed. São Paulo: Atlas, GOOGLE Imagens. Disponível em:. Acesso em: 4 set


Carregar ppt "Universidade de Brasília ADM – Departamento de Administração Administração de Recursos Materiais Turma 14 GRUPO 41 6 de setembro de 2009 Subgrupo X : Adelson."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google