A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Universidade de Brasília ADM – Departamento de Administração Administração de Recursos Materiais Turma 14 GRUPO 41 4 de outubro de 2009 Subgrupo X: Adelson.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Universidade de Brasília ADM – Departamento de Administração Administração de Recursos Materiais Turma 14 GRUPO 41 4 de outubro de 2009 Subgrupo X: Adelson."— Transcrição da apresentação:

1 Universidade de Brasília ADM – Departamento de Administração Administração de Recursos Materiais Turma 14 GRUPO 41 4 de outubro de 2009 Subgrupo X: Adelson Júnior – 09/88308 Carolina Torma – 09/91694 Subgrupo Y: Adso Oliveira – 07/43372 Willie Macedo – 07/55451 Camila Wanderley – 09/91163 Responsável: Camila Wanderley

2 R05 Adição de Valor ao Cliente na Logística de Suprimentos Níveis de Integração Total

3 1. O que é valor agregado ao cliente? Valor agregado ao cliente pode ser entendido como proporcionar ao cliente produtos e serviços que têm um valor maior do que os oferecidos por clientes em mercados semelhantes.

4 2. De que forma a flexibilidade da logística de produção pode adicionar valor para o cliente? Devido a logística de produção precisar sincronizar à produção as demandas e necessidades dos clientes, a flexibilidade vem a dar rápidas respostas as mudanças no comportamento de compra do consumidor. Essas respostas rápidas podem ser dadas através da flexibilização dos processos de produção para a confecção de lotes pequenos e customizados a essas novas necessidades.

5 3. Time-to-market, ou ciclo de reprodução, é o tempo de projeto e concepção de um produto ou serviço até a disposição deste produto para o consumidor final. Quais as vantagens da redução desse tempo? Reduzir o time-to-market, significa reduzir tempo e custos de chegada ou reposição do produto, como forma de manter vantagem competitiva perante os concorrentes. Se uma fábrica de celulares japonesa lança um modelo altamente avançado, a concorrente norte- americana deve estar preparada para idealizar e rapidamente colocar um modelo melhor no mercado.

6 4. A cadeia de logística integrada pode ser estruturada em três grandes blocos. Quais são eles? Logística de suprimento – envolve as relações fornecedor-empresa; Logística de produção – uma parte totalmente desenvolvida pela empresa, que envolve todas as áreas na conversão de materiais em produto acabado; e Logística de distribuição – envolve as relações empresa-cliente-consumidor.

7 5. Em quantos níveis acontece a integração total da cadeia logística? Acontece em 3 níveis: 1. O nível 1, onde ocorrem as transações da cadeia e busca-se a eficiência dessas transações; 2. O nível 2, onde ocorrem os processos da cadeia e busca-se a integração dos processos; e 3. O nível 3, onde ocorrem as estratégias da cadeia logística e busca-se elos estratégicos.

8 6. Cite alguns desafios apresentados às mudanças por meio da cadeia logística. Alinhar diferentes objetivos de negócio; Equalizar tamanho e importância diferentes das empresas; Definir escopo dos diversos processos; Destruir a relutância em partilhar informações; Reconhecer a necessidade intensa e permanente de cooperação e coordenação; Lidar com os conflitos com outras relações de negócios; Ter conhecimento de que percepções diferentes de ganho podem gerar invejas.

9

10 7. Qual o modelo apresentado para valor percebido pelo cliente e o que pode ser inferido do mesmo? Valor = Qualidade x Serviço ao Cliente Preço x Prazo de entrega Pode ser visto que há 4 formas básicas de aumentar o valor percebido pelo cliente: 1. Melhorar qualidade; 2. Melhorar o serviço ao cliente; 3. Reduzir os preços; e 4. Reduzir o prazo de entrega. Todas as formas apresentadas são alcançáveis, dentre outras formas, com uma política de logística integrada aplicada a organização.

11 8. Como a aliança com os parceiros podem atender as necessidades dos clientes na logística de distribuição? As alianças com os parceiros podem minimizar os custos de distribuição dos produtos aos clientes e fazer com que essas mercadorias cheguem antes mesmo do prazo de entrega estipulado, repassando essa diminuição de custos para os clientes finais e surpreendendo- os com as entregas antes do tempo determinado, agregando valor ao cliente final.

12 Bibliografia CHING, Hong Yuh. Gestão de Estoques na Cadeia de Logística Integrada. 3ª ed. São Paulo: Atlas, GOOGLE Imagens. Disponível em:. Acesso em: 2 out


Carregar ppt "Universidade de Brasília ADM – Departamento de Administração Administração de Recursos Materiais Turma 14 GRUPO 41 4 de outubro de 2009 Subgrupo X: Adelson."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google