A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Cenário - Mercado Farmacêutico no Brasil. NO MUNDO A sanofi-aventis é o quarto grupo farmacêutico do mundo, a maior empresa do setor na Europa, e está

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Cenário - Mercado Farmacêutico no Brasil. NO MUNDO A sanofi-aventis é o quarto grupo farmacêutico do mundo, a maior empresa do setor na Europa, e está"— Transcrição da apresentação:

1 Cenário - Mercado Farmacêutico no Brasil

2 NO MUNDO A sanofi-aventis é o quarto grupo farmacêutico do mundo, a maior empresa do setor na Europa, e está na liderança dos chamados países emergentes. A sanofi pasteur, divisão de vacinas do Grupo, é líder mundial na produção e comercialização de vacinas de uso humano. Para assegurar o crescimento sustentável da organização, a sanofi-aventis fundamentou sua estratégia sobre três eixos essenciais: Intensificar a inovação em Pesquisa e Desenvolvimento Adaptar as estruturas aos futuros desafios Aproveitar as oportunidades de crescimento externo

3 NO BRASIL A filial brasileira é a maior operação da sanofi-aventis nos mercados emergentes e tem por objetivo estar entre as cinco maiores subsidiárias do Grupo no mundo. No país há mais de cinco décadas, o Grupo sanofi-aventis tem participado ativamente da história da indústria farmacêutica brasileira e reafirmado seus laços com o país por meio de uma plataforma industrial forte e um programa sustentado em investimentos e pesquisa. Com liderança reconhecida nos principais segmentos de atividade: medicamentos de prescrição, marcas OTC, genéricos (Medley) e vacinas (sanofi pasteur), a sanofi- aventis no Brasil se alinha à estratégia do Grupo de se tornar um líder diversificado na área da saúde.

4 CONCORRENTES Medicamentos de prescrição e vacinas Os principais laboratórios multinacionais: Pfizer, GlaxoSmithKline, AstraZeneca, Roche, Novartis e MSD. Medicamentos Genéricos e marcas OTC Laboratórios Nacionais: Eurofarma, EMS, Teuto, Hipermarcas, Biosintética (Aché) e Novartis Genéricos

5 1-) Clientela: Atual: A empresa atua forte no mercado consumidor de medicamentos em geral e também participa de grandes vendas ao setor público, como todos os grandes atores do setor farmacêutico. Contexto: O aumento do poder de consumo das classes C e D abre um mercado que, a princípio, é explorado pelos medicamentos genéricos. As compras governamentais também dão preferência à aquisição desse tipo de medicamento dado seus custos menores. Produtos relacionados à aspectos estéticos (redutores de peso) tendem a ter sua demanda aumentada. A prevenção ganha importância Futuro: Para fazer frente à essa demanda a Empresa irá adquirir empresas de medicamentos genéricos, possuindo duas linhas de produtos, uma com custo mais baixo e outra premium de medicamentos com uma maior qualidade, diversificando sua cadeia de clientes. Nesse sentido, é importante que a empresa lance linha de medicamentos estéticos para as classes mais baixas. A demanda por vacinas e suplementos aumenta.

6 2-) Concorrência: Atual: Ultimamente ela vem sofrendo forte concorrência de produtos genéricos além de produtos piratas chineses, indianos e argentinos, que normalmente são comercializados por farmácias de manipulação. Contexto: A concorrência desleal feita por produtos piratas tende a aumentar, assim como a qualidade desses concorrentes com o aumento da tecnologia dos países em desenvolvimento. Para um melhor resultado operacional as grandes empresas do setor iniciam uma fase de fusão e aquisições. Futuro: Utilizando seu know-how em fusões, a empresa começa a aquisição de empresas do ramo de genéricos e campanhas de conscientização sobre o uso de medicamentos piratas e ajuda no combate por meio de parcerias com órgãos governamentais.

7 3-)Econômico: Atual: A venda de medicamentos é feita por meio de farmácias ou distribuídos gratuitamente pelo governo. Por motivos legais é obrigatório a intermediação de farmacêutico no canal de venda. Contexto: O combate a auto-medicação aumenta e restrições como sistemas eletrônicos de controle de medicamentos são implementados. O crescimento da economia brasileira fará com que aumentem os investimentos no país. Futuro: Por meio das informações de venda de medicamentos a empresa pode utilizar essas informações para melhorar suas operações. O crescimento da economia deve ser utilizado como forma de desenvolver produtos específicos para o mercado brasileiro, explorando esse nicho. Ademais, são adotadas políticas de redução de custos, para que os produtos fiquem competitivos em relação aos genéricos.

8 4-)Tecnológico: Atual: As grandes empresas realizam grandes investimentos no desenvolvimento de novos produtos que, caso não sejam aprovados pelas agencias reguladoras (v.g: FDA, ANVISA) podem gerar prejuízos que comprometam sua condição financeira. Contexto: O aumento da produção de medicamentos genéricos faz com que as empresas diminuam seus investimentos no Brasil, deixando de trazer novos medicamentos, abrindo o mercado para concorrentes chineses e indianos. Futuro: A empresa começa a diversificar sua produção tecnológica junto a centro de pesquisas universitários de países em desenvolvimento. Com isso, visa à buscar uma diminuição de custos, tornando seus produtos mais competitivos e criando linhas de produtos especiais para o mercado brasileiro com investimentos de médio porte.

9 5-)Social: Atual: As pessoas de baixa renda se queixam muito do peso dos medicamentos em suas rendas, realizam muito a auto-medicação e apenas procuram médicos quando estão muito doentes, não realizando exames de rotina, além de pararem tratamentos no meio (ex: tuberculose). Já as mais abastardas consomem bastantes medicamentos estéticos, como para melhoria de pele e redução de peso. Contexto: Com o aumento da educação das classes mais baixas, diminuirá a auto-medicação. A realização de check ups rotineiros fará com que se perceba doenças precocemente. As classes mais baixas também voltarão seu consumo para medicamentos de efeitos estéticos. Futuro: A empresa deverá atender à essas novas demandas com produtos competitivos no mercado estético e com o desenvolvimento de medicamentos que atendam a nova demanda em genéricos, vacinas e suplementos.

10 6-)Político: Atual: Os governo brasileiro estimula a instalação de laboratórios genéricos com o fim de iniciar o desenvolvimento de uma indústria farmacêutica nacional. Há uma grande carga tributária em relação aos medicamentos e o aumento de seus preços são controlados pelo governo, além da aprovação da sua comercialização. Contexto: Os incentivos às empresas de medicamentos genéricos e o controle governamental aumentam e o governo estimula a parceria delas com centros de tecnologia universitários. Além de aumentar os incentivos fiscais dessas empresas. Porém haverá pressões dos países centrais contra o uso de genéricos Futuro: A empresa deverá entrar no mercado de genéricos para aproveitar essas oportunidades. Os países centrais farão pressões para o fim de importação de matéria prima da China e Índia.

11 7-) Jurídico: Atual: Os tratados internacionais de proteção a propriedade intelectual não conseguem ter grandes efeitos dentro do Brasil. Existe grande quantidade de produtos falsificados. Os laboratórios também entendem que os medicamentos genéricos é uma forma institucionalizada da quebra de patentes. A OMC não consegue solucionar esse tipo de problema. Contexto: Países desenvolvidos fazem novos tratados, com sanções mais fortes para que o Brasil respeite mais os direitos de propriedade intelectual, impondo o pagamento de taxas de royalties para os produtores de medicamentos genéricos. Futuro: O Brasil deverá ceder às pressões dos países desenvolvidos, o que garantirá um maior segurança aos investimentos dos grandes laboratórios no país. Deve ser encontrado algum meio de compatibilizar open-innovation com proteção patentária.

12 8-) Físico: Atual: As empresas farmacêuticas não adotam no país políticas explícitas de sustentabilidade e de ajuda comunitária. São conhecidas por obterem grandes lucros sem devolver parte deles à sociedade. Contexto: A sociedade requer das empresas farmacêuticas melhores práticas de governança em relação aos seus stakeholders, o consumo consciente de produtos ganha força. Futuro: A empresa pode adotar algumas políticas de sustentabilidade para a melhora de sua imagem, mas os benefícios advindos da exploração exclusiva de suas patentes obrigam ao consumidor a adquirir aquele produto, por falta de opção, caso não exista genérico. Parcerias com órgãos governamentais pode ser utilizadas como propaganda positiva.

13 Grau de incerteza Impacto 1 Clientela 2 Concorrência 3 Econômico 4 Tecnológico 5 Social 6 Político 7 Jurídico 8 Físico Matriz de Impacto X Grau de Incertezas

14 Análise SOWT Forças Tradição P&D Tecnologia Fraquezas Altos Investimentos - riscos Tabelamento de Preços Despesas por ser muito grande (multinacional) Fraquezas Altos Investimentos - riscos Tabelamento de Preços Despesas por ser muito grande (multinacional) Oportunidades Classes C e D Genéricos Vacinas e Suplementos Ameaças Concorrência de novos entrantes (Genéricos) Produtos Similares Produtos Piratas

15 5 Forças Pulverizados e baixa influência Fornecedores Substitutos Genéricos e Substitutos Regulamentação Auto-Medicação Clientes Laboratórios Locais Viram Globais Entrantes Concorrentes Players Globais Pirataria

16 Importância Estratégica Competência Relativa Alta Média Baixa MédiaAlta Jurídico e Político P&D Ponto de Venda Prod. e Distr.

17

18 Eliminar: Relacionamento com médicos no caso de genéricos Reduzir: Investimentos no desenvolvimento de drogas, por meio de open innovation, com o fim de diminuir os riscos. Criar: Linhas de medicamentos personalizados e novas formas de venda. Manter: Preço e benefícios recebidos, cadeia de produção e distribuição. Aumentar o investimento em genéricos e em produtos substitutos Nova Curva de Valor

19 Tecnologia Open – innovation Deve preparar deu P&D para essa inovação, assim como os meios de proteção jurídicos Gestão Diversificar para o mercado de genéricos e novos nichos como customização de medicamentos e suplementos. Novas unidades de negócio com culturas diferentes serão necessárias. O ramo de medicamento premium deve ser mantido para financiar as novas áreas Pessoas Com a diminuição dos gastos com desenvolvimento de novas drogas, diminuirá o perfil técnico dos funcionários. Além do mais a empresa deve partir do perfil técnico hierárquico para um mais flexível e aberto (interdisciplinar)


Carregar ppt "Cenário - Mercado Farmacêutico no Brasil. NO MUNDO A sanofi-aventis é o quarto grupo farmacêutico do mundo, a maior empresa do setor na Europa, e está"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google