A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

RX TÓRAX Lorena Xavier Costa Brzezinski. RX TÓRAX Incidências: PA mais usada, distância 1,80m, não magnifica coração, escápula fica fora do filme AP cç

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "RX TÓRAX Lorena Xavier Costa Brzezinski. RX TÓRAX Incidências: PA mais usada, distância 1,80m, não magnifica coração, escápula fica fora do filme AP cç"— Transcrição da apresentação:

1 RX TÓRAX Lorena Xavier Costa Brzezinski

2 RX TÓRAX Incidências: PA mais usada, distância 1,80m, não magnifica coração, escápula fica fora do filme AP cç acamadas Perfil esquerdo, localização lesões Radiação: sombra da coluna vertebral apenas nas porções superiores (digital-toda coluna)

3 RX TÓRAX Inspiração: apnéia inspiratória máxima – 9 a 11 costelas bordas mediais das clavículas eqüidistantes do centro da coluna escápulas devem estar fora do campo sistematização

4 RX TÓRAX Partes moles: avalia ç ão das mamas, região cervical, supra- escapular, tecido subcutâneo, abdome superior. Ossos: coluna, clav í culas, costelas, ombros, esterno. Cora ç ão: morfologia e dimensões. Aorta e art é rias pulmonares: verifica ç ão de anomalias congênitas e aneurismas. Mediastino: alargamentos, pneumomediastino, massas. Hilos: estudo comparativo da morfologia e dimensões. Parênquima pulmonar: n ó dulos, massas, consolida ç ões, cavidades. Pleura: espessamentos, pneumot ó rax, derrame pleural. Diafragma: altura, morfologia, estudo comparativo. Seios costofrênicos: verificar se estão livres; em casos duvidosos realizar dec ú bito lateral

5

6

7

8

9

10

11 SINAL DA SILHUETA imagens compostas por densidades diferentes (ex: partes moles e ar), localizadas lado a lado, têm seus contornos facilmente diferenciados. Por exemplo, o cora ç ão est á ao lado do lobo m é dio e da l í ngula, mas é f á cil diferenciar os contornos card í acos. Imagens com densidades iguais, lado a lado, perdem os seus contornos. Por exemplo, a pneumonia do lobo m é dio tem densidade de partes moles e borra os contornos card í acos direitos, pois o cora ç ão tamb é m tem densidade de partes moles.

12 SINAL DA SILHUETA Imagens com densidades iguais, em n í veis diferentes (ex: anterior e posterior), têm os contornos mantidos. Por exemplo, a pneumonia do lobo inferior direito tem densidade de partes moles, mas não borra os contornos card í acos direitos, pois o cora ç ão, apesar de tamb é m ter densidade de partes moles, é anterior, e o lobo inferior direito é posterior.

13

14

15

16

17 TERMINOLOGIA Alterações comprometendo o ácino (conjunto de alvéolos, sacos alveolares, ductos alveolares, bronquíolos respiratórios), o termo para descrição radiológica deve ser opacidade, padrão acinar ou consolidação do espaço aéreo. Devem ser evitados os termos infiltrado, padrão alveolar, densificação e condensação. Esta é a terminologia padronizada proposta pelo consenso brasileiro.

18

19 TERMINOLOGIA O interstício é uma rede de tecido conectivo que dá suporte aos pulmões e normalmente não é visível na radiografia. Várias doenças causam alterações intersticiais, que podem se manifestar como micronódulos, opacidades reticulares ou alterações retículo-nodulares (forma mais comum de apresentação). Na descrição das alterações deve-se sempre evitar os termos infiltrado e acentuação da trama broncovascular, por se tratarem de termos inespecíficos, sem muito significado prático. Utilizar como descritivo a palavra opacidades, caracterizada quanto ao seu tipo (reticular, nodular ou reticulo-nodular).

20 PADRÃO MICRONODULAR Nódulos de 1-5mm Doenças infecciosas

21 PADRÃO RETICULAR Espessamentos septais e opacidades lineares Pneumopatias intersticiais, infecções virais

22 PADRÃO RETÍCULO-NODULAR Micronódulos e opacidades reticulares Várias afecções pulmonares

23 ATELECTASIA Redução de volume de uma parte do pulmão Deslocamento das fissuras Perda da aeração pulmonar Aproximação dos vasos pulmonares e dos brônquios no local da atelectasia. Elevação da cúpula diafragmática ipsilateral: atelectasia dos lobos inferiores. Desvio das estruturas mediastinais para o lado da atelectasia. Aproximação das costelas do lado da atelectasia. Hiperinsuflação compensatória de outros lobos pulmonares. Deslocamento hilar para a região da atelectasia

24 DERRAME PLEURAL Alteração do equilíbrio entre formação e reabsorção do líquido contido no espaço pleural sinal do menisco opacidade homogênea com borda superior côncava Pseudo elevação de cúpula diafragmática Rx em decúbito lateral com raios horizontais Deslocamento de estruturas

25 OBRIGADA!!! Imagem- curso radiologia torácica


Carregar ppt "RX TÓRAX Lorena Xavier Costa Brzezinski. RX TÓRAX Incidências: PA mais usada, distância 1,80m, não magnifica coração, escápula fica fora do filme AP cç"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google