A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Acerca dos dons espirituais, não quero, irmãos, que sejais ignorantes (I Co 12:1) A Importância dos Dons Espirituais Texto Áureo VERDADE PRÁTICA Os dons.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Acerca dos dons espirituais, não quero, irmãos, que sejais ignorantes (I Co 12:1) A Importância dos Dons Espirituais Texto Áureo VERDADE PRÁTICA Os dons."— Transcrição da apresentação:

1 Acerca dos dons espirituais, não quero, irmãos, que sejais ignorantes (I Co 12:1) A Importância dos Dons Espirituais Texto Áureo VERDADE PRÁTICA Os dons espirituais são concessões do Espírito Santo, objetivando expandir, edificar, consolar e exortar a igreja de Cristo, para que ela cumpra, eficaz e plenamente, a missão que Deus lhe confiou.

2 COMENTÁRIO DO TEXTO ÁUREO O apóstolo Paulo exorta para não sermos ignorantes quanto aos dons espirituais....não quero que sejais ignorantes - indica para duas situações, que o assunto merece nossa cuidadosa atenção, e ou ainda pode simplesmente estar apontando falta de conhecimento sobre o assunto, no caso da Igreja de Corinto, embora ela tivesse vários dons espirituais, continuavam ignorante quanto a esse assunto.

3 INTRODUÇÃO A ignorância sempre causa prejuízos… Por isso vamos estudar acerca dos dons espirituais, que, parece assunto desconhecido para muitos crentes. O assunto não se esgota, porém lança luz sobre uma necessidade de todos nós. Vamos lá?

4 ESBOÇO DA LIÇÃO 3 – OS PROPÓSITOS DOS DONS ESPIRITUAIS 2 – OS DONS DO ESPÍRITO SANTO E A ATUALIDADE 1 – OS DONS ESPIRITUAIS

5 1.1 – O significado da palavra dom e o crescimento da igreja: DOM DOM: Capacidade ou talento que o Espírito Santo concede aos servos de Deus para uso em favor dos outros (Hb 2.4; 1Pe 4.10). O termo tem mais de um sentido.Não confunda:

6 O termo grego comum para indicar os dons espirituais é charismata, no singular, charisma, que deriva da palavra charis, que significa graça. Por conseguinte, há uma relação bem próxima entre os dons espirituais e a graça de Deus. A charis divina é a origem de todo carisma. Literalmente carisma significa presente. Os dons espirituais são diakoníai (presteza em servir) Quando um cristão exerce seu carisma, age como membro do corpo de Cristo, isto é, o próprio Jesus faz alguma coisa por meio de um homem. 1.1 – O significado da palavra dom e o crescimento da igreja:

7 1.2 – A concessão dos dons espirituais: David Lim faz uma contribuição interessante neste ponto, dizendo que: os dons são encarnacionais. Isto é, Deus opera através dos seres humanos. Os crentes submetem a Deus sua mente, coração, alma e forças. Consciente e deliberadamente, entregam tudo a Ele. O Espírito, então, os capacita de modo sobrenatural a ministrar acima de suas capacidades humanas e, ao mesmo tempo, a expressar cada dom através de sua experiência de vida, caráter, personalidade e vocabulário (Horton, 1996, p. 470).

8 1.2 – A concessão dos dons espirituais: Suponhamos uma pessoa com todos os seus órgãos internos e externos perfeitos, mas imersa no mais profundo sono; seus sentidos não funcionam: não vê, não ouve, não percebe cheiro nem o gosto, não sente. Esta pessoa está viva e, certamente, tem de ser considerada pessoa humana, embora não esteja em contato com seu ambiente. Os sentidos com os quais pode estabelecer esse contato estão fora de ação. Assim como o corpo humano excuta determinadas funções por meio dos cinco sentidos, assim também os dons espirituais são necessários para que o Corpo de Cristo possa executar determinadas funções.

9 1.2 – A concessão dos dons espirituais: Os dons espirituais acham-se disponíveis à Igreja de Cristo (At 2.39). Nenhum carisma pode ser obtido pelo esforço próprio. Sua concessão não depende de méritos pessoais; depende única e exclusivamente da vontade soberana do Espírito Santo (1 Co 12.7). Ele quer que os utilizemos para a edificação, exortação e consolação da Igreja de Cristo, a fim de que esta cumpra a missão redentora que lhe confiou o Senhor (Mt 28.19,20). Consequentemente, o exercício dos dons espirituais é, pois, um ato que contribui para restaurar a criação, para curar o mundo enfermo.

10 1.3 – A manifestação do dom: Os dons do Espírito são de suma importância para a igreja de nosso Senhor Jesus, pois os mesmos tem como objetivo equipar a igreja para a obra que lhe foi confiada. Não é para o nosso deleite. Não é demonstração de superioridade ou grau de maturidade. É para o fortalecimento e santificação da igreja (I Co 12:7 e 14:12).

11 2.1 – A espiritualidade e os dons:

12 2.2 – Os dons espirituais sem o fruto do Espírito: Não confunda os dons espirituais com o fruto do Espírito: Dons: Definem o que um crente faz. Capacita-nos a realizar o ministério. São temporais. Meta: Desenvolver um ou mais dons na vida dos crentes. Dons: Definem o que um crente faz. Capacita-nos a realizar o ministério. São temporais. Meta: Desenvolver um ou mais dons na vida dos crentes. Fruto: Define o que um crente é. Maneira de nos relacionarmos com outras pessoas. É eterno. Meta: Desenvolver todas as características do fruto na vida dos crentes. Fruto: Define o que um crente é. Maneira de nos relacionarmos com outras pessoas. É eterno. Meta: Desenvolver todas as características do fruto na vida dos crentes.

13

14 2.3 – Imaturidade espiritual e os dons: Há, na igreja, pelo menos duas classes de imaturos:

15 3.1 – Edificar a Igreja: O que dizer dos que utilizam os dons para fortalecer o seu marketing pessoal? Os dons do Espírito Santo são concedidos para a realização da obra de Deus, expansão de seu Reino e edificação da Igreja de Cristo. A comercialização de coisas santas constitui-se num gravíssimo pecado (At ). Devemos ter muito cuidado, pois, com o dom que Deus nos concedeu. Não pode ser utilizado para a promoção pessoal nem para enriquecimento. Lembre-se: nada podemos fazer sem a graça de Deus em nossa vida.

16 3.2 – Promover a pregação do evangelho: Os dons tornam a pregação do Evangelho mais eficaz, pois confirmam a Palavra de Deus que está sendo proclamada. Infelizmente, muitos utilizam os dons, principalmente os de curar, para atrair multidões. Enquanto isto, a mensagem que leva o pecador ao arrependimento é deixada de lado. De que adianta ser curado no corpo e ter a alma lançada no inferno? A pregação verdadeiramente bíblica é centrada em Cristo e na sua morte na cruz. Cremos na cura divina e na operação de maravilhas. No entanto, este é o maior milagre: o novo nascimento que Deus opera no coração do pecador mediante a ação do Espírito Santo.

17 3.3 – O aperfeiçoamento dos santos (Ef 4:11,12):

18 18 A igreja necessita desesperadamente da manifestação de dons e da demonstração do fruto do Espírito Santo para não perder a sua característica como agente do Reino de Deus. Cuidemos para não nos tornarmos um bonsai...

19 Cada dom espiritual que nos foi dado é um recurso que precisamos usar, e acerca do qual seremos considerados responsáveis, por ocasião do julgamento do Tribunal de Cristo. Alguns recebem um dom, outros dois e outros cinco. Não importa com quantos dons um crente comece. Os mordomos são responsáveis somente por aquilo que o Senhor tiver preferido conferir-lhes. Mas os recursos que temos devem ser usados para cumprir o propósito do Senhor. Não há tempo que se compare com o presente para começarmos a nos preparar para responder àquela pergunta que cada um de nós haverá de ouvir, afinal, dos lábios de nosso Senhor: Que fizeste com o dom espiritual que te dei?.


Carregar ppt "Acerca dos dons espirituais, não quero, irmãos, que sejais ignorantes (I Co 12:1) A Importância dos Dons Espirituais Texto Áureo VERDADE PRÁTICA Os dons."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google