A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MICRORGANISMOS PRESENTES NO AR Fungos alergênicos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MICRORGANISMOS PRESENTES NO AR Fungos alergênicos."— Transcrição da apresentação:

1 MICRORGANISMOS PRESENTES NO AR Fungos alergênicos

2 INTRODUÇÃO Partículas carregadas pelo ar são a causa principal de problemas respiratórios. - Alergias, Otites, dentre outras doenças infecciosas do trato respiratório. No geral são encontrados no ar: algas, protozoários, leveduras, bolores e bactérias.

3 ORIGEM DOS MICRORGANISMOS DO AR Podem ser encontrados em suspensão, em material particulado vindo do solo e em gotas de água. Exemplo: oceanos, lagos, baías, irrigação com efluentes de esgoto, colheita de vegetais, etc. As células vegetativas são carreadas em Bioaerossóis (partículas biológicas finas: gotículas de água e poeira) através de ventos e massas de ar.

4 FATORES QUE AFETAM A MICROBIOTA DO AR Umidade Temperatura Radiação Pressão Densidade Populacional Os microrganismos que tem os esporos como meio de propagação, são mais resistentes.

5 PRINCIPAIS TIPOS DE MICRORGANISMOS: Fungos predominantes: -Cladosporium sp, Alternaria sp,Penicillium sp, Aspergillus sp, Pullularia sp e Agaricus sp ; -esporos de bolores constituem a maior parte da microbiota aérea. Bactérias: - Bacilos gram-positivos esporulados (Bacillus sp) e não-esporulados (Kurthia sp), bacilos gram- negativos (Alcaligenes sp) e cocos gram-positivos (Micrococcus sp e Sarcina sp).

6 Imagem 2- Meio de cultura com formação de colonias de Cladosporium sp. Cladosporium sp Imagem 1 Cladosporium cladosporioides é encontrado em banheiros e locais úmidos (com coloração marrom escura). Produz um grande número de esporos que podem ser transportados pelo ar, em seguida, podendo ser inalados causando problemas pulmonares.

7 Foto 3- Bacillus megaterium, Gram-positiva 6.000nm em forma de bastonete, formando esporos. São capazes de sobreviver em algumas condições extremas, como desertos (aéreo transportadas) devido a forma esporulada. Esta bactéria em particular pode ser encontrada em superfícies que são frequentemente tocadas, causando desordem da homeostase do Ferro (Fe). Bacillus sp

8 DOENÇAS CAUSADAS POR MICRORGANISMOS PRESENTES NO AR Seres humanos podem expelir patógenos por gotículas de água pela conversação, tosse e espirros..

9 Em um espirro milhões de gotículas de água e muco são expelidas a cerca de 100 m/s -1 Mas também podem ser contraídas por partículas de pó, água, etc.

10 Aumenta durante o outono e inverno (aumento do número de pessoas em ambientes confinados).

11 PRINCIPAIS DOENÇAS CAUSADAS POR MICRORGANISMOS PRESENTES NO AR

12 FUNGOS ALERGÊNICOS PRINCIPAIS DOENÇAS Leveduras e fungos filamentosos estão presentes no ar Além de alergênicos, são, em sua maioria, organismo oportunistas, que se aproveitam do estado de debilidade das defesas do organismo para causar dano, o que talvez não aconteceria em indivíduos em estado normal.

13 HISTOPLASMOSE Causada pelo fungo: Histoplasma capsulatum - Levedura Epidemiologia - Ao redor do Rio Mississipe nos EUA, na América do Sul; na Indonésia e na África. São raros na Europa. Esporos do fungo oriundos de excrementos de morcegos ou de pássaros.

14 Fonte: Rev. Soc. Bras. Med. Trop. vol.42 no.2 Uberaba Mar./Apr. 2009

15 Progressão e Sintomas: - Os esporos são absorvidos para os Pulmões. - São fagocitadas pelos neutrófilos e no seu interior multiplicam-se. - 9 dentre 10 casos das infecções são assintomáticas e não causam problemas. - Sintomas da infecção pulmonar são típicos de Pneumonia, com febre, tosse com expectoração e tremores. - Em individuos imunodeprimidos as leveduras disseminam-se dentro dos neutrófilos, ocasionando complicações (Adenopatias e infecções do fígado e baço).

16 Diagnóstico e Tratamento - Observação de leveduras dentro dos fagócitos. - Sorologia e radiografia do tórax são também úteis para o estabelecimento do diagnóstico. - O tratamento é realizado com antifúngicos. Ex. Anfotericina B, ceroconazol, fluconazol ou i traconazol.

17 BLASTOMICOSE (Blastomicose Norte-Americana, Doença de Chicago ou Doença de Gilchrist) Causada pelo fungo: Blastomyces dermatitidis. Epidemiologia: - Zonas rurais da América do Norte, e pradarias do Canadá e na África. - Os agricultores são os mais prejudicados (solo contendo esporos), e afeta da mesma forma os cães.

18 Progressão e Sintomas: - Identica a Histoplasmose. - Individuos com imunidade baixa podem contrair: infecção de órgãos como a pele, baço, fígado e outros. Diagnóstico e Tratamento - A expectoração é observada ao microscópio. Cultura do fungo pode ser necessária para a identificação. - O tratamento: Anfotericina B ou itraconazol.

19 CRIPTOCOCOSE / MENINGITE FÚNGICA Causada pelo fungo: - Cryptococcus neoformans. - Levedura encapsulada. Epidemiologia: Ocorre no mundo todo. Haverá um caso de meningite em um milhão de pessoas por ano.

20 Progressão e Sintomas: - I nalação; multiplicação das leveduras no pulmão. - Imunidade baixa leva a uma disseminação pelo sangue, especialmente para o cérebro. - O sistema imunológico destrói as que estão no sangue, mas não detecta aqueles já presentes no líquido cefalo-raquidiano, pois é muito pobre em linfócitos. - Elas se multiplicam no liquido (rico em glicose) que envolve o cérebro (inflamação nas meninges).

21 - Dor de cabeça, náuseas, vómitos e fotofobia (sensibilidade exagerada à luz), que podem durar várias semanas (ao contrário da meningite bacteriana que é fatal em apenas algumas horas) - Indivíduos com imunidade baixa muitas vezes morrem. Pode ainda causar lesões na pele e ossos.

22 FUNGOS PODEM PIORAR DOENÇAS RESPIRATÓRIAS E ATÉ CAUSAR PNEUMONIA GRAVE, ALERTAM MÉDICOS Pneumonia: histoplasmose, blastomicose, coccidioidomicose. E complicações: asma, rinite, bronquite e sinusite. Causando alergia.

23 ASMA A asma é uma Doença inflamatória crônica das vias aéreas que ataca o sistema respiratório, que resulta na redução ou até mesmo obstrução no fluxo de ar. Um ambiente com presença de fungos pode piorar o estado do individuo. Sintomas: Espirros, olhos vermelhos e lacrimejantes. Em sintomas mais avançados pode apresentar prurido nasal, coriza e obstrução nasal crônica.

24 RINITE ALÉRGICA - A rinite sazonal é conhecida fora do Brasil como febre do feno. Essa alergia caracteriza-se em aparecer em certas épocas do ano. Está associada aos grãos de pólen e esporos de fungos presentes no ar.

25 OUTRAS DOENÇAS ADQUIRIDAS: DoençaFonte Psitacose (Chlamydia psittaci)Gotículas de poeira oriundas de pássaros infectados (papagaios, pombos) Doença do Legionário(LegionellaGotículas de sistemas de ar condicionado, pneumophila) tanques de armazenamento de água etc. onde a bactéria cresce Alveolite alérgica aguda (váriosEsporos de fungos ou de actinomicetos fungos e actinomicetos) de matéria orgânica em decomposição (compostos, armazenamento de grãos, feno etc.) Aspergilose (Aspergillus fumigatus, Esporos de fungos inalados de matéria orgânica em A. flavus, A. niger) decomposição. Coccidioidomicose (Coccidioides Esporos em poeira de regiões desertas immitis) (América Central, do Sul e do Norte), onde o fungo cresce no solo.

26 Aspergillus fumigatus. (A) Esporóforo do fungo em cultura. Os esporos são produzidos em fiálides que emanam de um hifa vertical com forma de bastão. (B) Seção de tecido do pulmão contendo hifas de Aspergillus. O crescimento intenso de hifas no pulmão é chamdo um aspergiloma.

27 O SISTEMA RESPIRATÓRIO DOS SERES HUMANOS E AS REGIÕES ONDE OS MICRORGANISMOS PATOGÊNICOS SELECIONADOS GERALMENTE INICIAM AS INFECÇÕES. (Madigan et al., 2004: Microbiologia de Brock)

28 LIMITES ACEITÁVEIS DE MICRORGANISMOS NO AR Bioaerossóismenos de UFC/m 3 (OSHA*: Field Technical Manual) Amostras de superfície menos de 100 UFC/in 2 ** em dutos de ventilação (NADCA***) Ar interno 750 UFC/m 3 (fungos) (ANVISA****, Resolução (RE) Nº 9 de Padrões Referenciais de Qualidade do Ar Interior, em ambientes climatiza dos artificialmente de uso público e coletivo. Ambientes hospitalares CP 109, 2003 ANVISA *OSHA = Occupational Safety & Health Administration, U.S. Department of Labor ** UFC = U nidades formadoras de colônia por metro cúbico *** NADCA = National Air Duct Cleaners Association, USA ****ANVISA = Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Brasil Fonte:

29 PARÂMETROS REFERENCIAIS MICROBIOLÓGICOS DE QAI (QUALIDADE DE AR INTERNO) EM AMBIENTES HOSPITALARES (ANVISA, CP N º 109 DE 2003) Nível 0 Nível 1Nível 2Nível 3 Partículas microbiológicas totais no ar 750 UFC/m UFC/m UFC/m 3 50 UFC/m 3 Nível 0: corresponde à área onde o risco não excede aquele de ambientes de uso público e coletivo. Nível 2: UTI neonatal e a área coletiva de uma UTI e salas de cirurgia Nível 3: Quartos de internação de imunodeprimidos e salas de cirurgia especializada (ortopedia, neurologia, cardiologia, transplante)

30 QUESTÕES 1) Quais são as origens dos microrganismos do ar? Cite 3 exemplos. 2) Qualquer tipo de microrganismo é apto para viver no ar? Qual a característica dos mais resistentes? 3)Caracterize os fungos presentes no ar.

31 4)Na Criptococose (Meningite fúngica), depois de se multiplicarem em pacientes com a imunidade baixa, eles podem migrar para que lugar do cor humano? E por que este meio é bom pra sua multiplicação? 5) Cite 2 tipos de tratamento para combater os fungos citados.

32 REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS FERREIRA, M. S. ; BORGES, A. S. HISTOPLASMOSE. Artigo de Revisão. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. vol.42 no.2 Uberaba Mar./Apr INFORMATIVO ( INFOSAU INF) DO MINISTÉRIO DA DEFESA,EXÉRCITO BRASILEIRO, DEPARTAMENTO-GERAL DO PESSOAL E DIRETORIA DE SAÚDE(Repartição do Cirurgião do Exército/1808) Ano IV - nº março de 2005.Disponível em: MENINGITE, ASMA. Disponível em: ANVISA- Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Consulta Pública nº 109, de 11 de dezembro de Disponível em: e ANVISA- Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Consulta Pública nº 109, de 11 de dezembro de Disponível em: CONTROLE DA POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA. Disponível em:


Carregar ppt "MICRORGANISMOS PRESENTES NO AR Fungos alergênicos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google