A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

08-11-2013Economia I Lic Contabilidade 1. A teoria do consumidor – 1:. As preferências do consumidor. Conceito de utilidade. A restrição orçamental. A.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "08-11-2013Economia I Lic Contabilidade 1. A teoria do consumidor – 1:. As preferências do consumidor. Conceito de utilidade. A restrição orçamental. A."— Transcrição da apresentação:

1 Economia I Lic Contabilidade 1. A teoria do consumidor – 1:. As preferências do consumidor. Conceito de utilidade. A restrição orçamental. A taxa marginal de substituição. O excedente do consumidor

2 Economia I Lic Contabilidade 2 CONCEITOS DA UNIDADE 01:. Como se representam as preferências do consumidor?. O que é utilidade de um bem e como se representa?. O que é restrição orçamental?. O que é taxa marginal de substituição?. O que é excedente do consumidor?

3 Economia I Lic Contabilidade 3 Algumas aplicações práticas: Serve de guia para a elaboração e interpretação de pesquisas de mercado, sobretudo, aquelas relacionadas com o lançamento de um novo produto cuja procura potencial é desconhecida; TEORIA DO CONSUMIDOR

4 Fornece métodos para se comparar a eficácia de diferentes políticas de incentivos ao consumidor; Fornece alguns elementos necessários à avaliação da eficiência dos sistemas económicos Economia I Lic Contabilidade 4

5 Economia I Lic Contabilidade 5 Cada indivíduo possui características que o diferenciam dos outros e que definem a sua forma de se comportar. Vemos anúncios publicitários que salientam certos traços de personalidade como a independência, a liderança, a sociabilidade, a ambição, a sofisticação e outros que projectam a personalidade de pessoas com êxito. Em muitos casos, o consumidor sente-se reflectido nesse tipo de personalidade, no entanto, o que se pretende é que o consumidor projecte no produto ou serviço anunciado o traço de personalidade desejado. COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR A PERSONALIDADE

6 Economia I Lic Contabilidade 6 COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR Muitos estudos puseram em evidência a relação que existe entre a imagem que um consumidor tem de si mesmo e os produtos que compra. Por exemplo, as marcas de tabaco, de cerveja, de carros ou de roupa que se preferem, são aquelas em que o perfil se parece com a nossa própria imagem. Existe uma relação entre a compra e a percepção, possivelmente idealizada, que o indivíduo sustenta a sua personalidade. Existem muitos conceitos de si mesmo: o que se acredita ser, o que se queria ser, o que se pode ser aos olhos dos outros, e o que queríamos ser para os outros.

7 Economia I Lic Contabilidade 7 COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR A diferença entre o ser real e o ideal pode gerar uma compra compensável. Os indivíduos tentam conseguir a sua personalidade ideal mediante o uso ou consumo de certos produtos ou serviços que se aproximam da imagem de si mesmos que pretendem projectar. Alguns objectos vêm a ser como que uma extensão do próprio ser, ou seja, para uma pessoa, adquirir certos bens incita-os a dar aos objectos um valor superior ao que realmente têm. Como consequência, este valor faz com que haja grandes diferenças de preço entre certos produtos de distintas marcas.

8 COMPORTAMENTO CONSUMIDOR Não obstante as características diferentes de cada indivíduo e que se traduz em diferentes satisfações, existe uma base racional na decisão que é objecto de estudo da economia no que respeita ao comportamento do consumidor Economia I Lic Contabilidade 8

9 Economia I Lic Contabilidade 9 VALOR-UTILIDADE As pessoas procuram mercadorias porque seu consumo lhes traz algum tipo de prazer ou satisfação, que podem ser medidos em utilidade.

10 More is Better Bread Wine Point, A, in Bread-Wine space is a bundle A These points have more bread or wine or both. Every consumer prefers them to A Worse than A for all. ? ?

11 Economia I Lic Contabilidade 11 VARIAÇÃO DA UTILIDADE TOTAL DE ACORDO COM O CONSUMO

12 Economia I Lic Contabilidade 12 VARIAÇÃO DA UTILIDADE MARGINAL CONFORME A QUANTIDADE CONSUMIDA

13 Economia I Lic Contabilidade 13 Cálculo da utilidade marginal QuantidadeUtilidade

14 Qual a utilidade marginal da primeira unidade consumida do bem? A utilidade marginal é a Utilidade de consumir uma unidade Utilidade de consumir nenhuma unidade 0 Utilidade marginal Economia I Lic Contabilidade 14

15 Qual a utilidade marginal da sexta unidade consumida do bem? Utilidade de consumir seis unidades 12 Utilidade de consumir cinco unidades 10 Utilidade marginal Economia I Lic Contabilidade 15

16 Neste exemplo A utilidade marginal de qualquer unidade de bem é sempre 2. Isto significa que independentemente da quantidade já consumida a utilidade adicional de mais uma unidade é constante Economia I Lic Contabilidade 16

17 Mas… Pensemos no caso de quando tem sede O primeiro copo de água traz um grande aumento de satisfação O segundo copo de água traz um aumento menor … Economia I Lic Contabilidade 17

18 Utilidade marginal decrescente QuantidadeUtilidade ,5 34,5 45, ,5 76, Economia I Lic Contabilidade 18

19 Utilidade marginal decrescente Unidade consumida Utilidade Marginal 12 21, ,8 50,7 60,5 70, Economia I Lic Contabilidade 19

20 Economia I Lic Contabilidade 20 LEI DA UTILIDADE DECRESCENTE Na medida em que aumenta o consumo de uma mercadoria, a Utilidade Marginal dessa mercadoria diminui. TEORIA DO CONSUMIDOR

21 Economia I Lic Contabilidade 21 TEORIA DO CONSUMIDOR

22 Economia I Lic Contabilidade 22 TEORIA DO CONSUMIDOR

23 Consumo mais do que um bem A pessoa consome um cabaz de bens Um cabaz é por exemplo – 3 laranjas, 2 maçãs, 4 bananas, … Como é que o consumidor escolhe a quantidade de cada bem? Economia I Lic Contabilidade 23

24 Façamos uma análise custo benefício – ex. mais uma unidade de laranja Benefício Mais uma unidade de laranja Utilidade Marginal laranja Custo Para comprar mais uma unidade de laranja despende o preço da laranja. Logo terá que consumir menos de outro bem, por ex. maçãs Economia I Lic Contabilidade 24

25 No equilíbrio U marginal laranja = P laranja/ P maçã x U marginal maçã ou U marginal laranja/ P laranja = U marginal maçã/ P maçã Economia I Lic Contabilidade 25

26 Demonstração Alternativa – gasto de uma unidade monetária em laranjas Benefício Compra 1/ P laranja UM laranja/ P laranja Custo Deixa de comprar 1/ P maçã UM maçã/ P maçã Economia I Lic Contabilidade 26

27 No equilíbrio UM laranja/ P laranja = UM maçã/ P maçã O consumidor atinge a utilidade máxima ou satisfação máxima quando se verifica a igualdade acima para qualquer conjunto de bens consumidos. UM bem 1/ P bem 1 = UM bem 2/ P bem 2 = UM bem 3/ P bem 3 = … Economia I Lic Contabilidade 27

28 Economia I Lic Contabilidade 28 RESTRIÇÃO ORÇAMENTAL Gasto Total < Rendimento Px Px Q x + Py Py Qy Qy < R

29 A pessoa não pode despender mais do que o seu rendimento A despesa não pode ultrapassar o rendimento Despesa = P bem1 X Q bem 1 + P bem2 X Q bem 2 + P bem3 X Q bem 3 + … Economia I Lic Contabilidade 29

30 Economia I Lic Contabilidade 30 LINHA DE RESTRIÇÃO ORÇAMENTAL A B C D E F.X Y q a P a + q v P v = R

31 Economia I Lic Contabilidade 31 RESTRIÇÃO ORÇAMENTAL Factores que causam o deslocamento da Restrição Orçamental: Preço de x Preço de y Rendimento

32 Economia I Lic Contabilidade 32 RESTRIÇÃO ORÇAMENTAL

33 Economia I Lic Contabilidade 33 CURVAS DE INDIFERENÇA Representação gráfica de um cabaz de consumo indiferentes para o consumidor, ou seja, cabazes que trazem a mesma satisfação.

34 Economia I Lic Contabilidade 34 A Z B C D E.X.Y CURVAS INDIFERENÇA

35 Propriedades. As curvas de indiferença têm inclinação descendente. Quanto mais elevadas melhor Não se cruzam em relação a um mesmo bem.

36 A Demonstração B W a b c Qualquer ponto acima da curva de indiferença é melhor. Logo, b é preferìvel a a e c a a pois este ponto esta na mesma curva de indiferença de b.

37 Curvas de indiferença não se podem intersectar B W a b c Use more is better and transitivity to construct the proof

38 Bens inferiores e normais When income increases the quantity purchased of a normal good also increases. When income increases, the quantity purchased of an inferior good decreases B W

39 Economia I Lic Contabilidade 39 TAXA MARGINAL DE SUBSTITUIÇÃO A taxa marginal de substituição de uma mercadoria I indica o máximo que o consumidor estaria disposto a ceder da mercadoria I em troca da mercadoria II.

40 Economia I Lic Contabilidade 40 TAXA MARGINAL DE SUBSTITUIÇÃO

41 Economia I Lic Contabilidade 41 CURVAS DE INDIFERENÇA Propriedades Quanto mais distantes da origem, representam cestas mais desejadas e vice- versa; Tem sempre inclinação negativa; Duas curvas de indiferença nunca se cruzam.

42 Economia I Lic Contabilidade 42 EQUILÍBRIO DO CONSUMIDOR Alimentação Vestuário.A.B.E.C oIooIo 1I11I1 2I22I2 3I33I3

43 Economia I Lic Contabilidade 43 Excedente do consumo p = $ 1,50 No equilíbrio EXCEDENTE DO CONSUMIDOR

44 Economia I Lic Contabilidade 44 popo 0 q o quantidade consumida Preço marginal de reserva EXCEDENTE DO CONSUMIDOR

45 Economia I Lic Contabilidade 45 EQUILÍBRIO DO CONSUMIDOR Quantidade consumida para a qual Preço Mg de Reserva = Preço de Mercado EXCEDENTE DO CONSUMIDOR

46 Economia I Lic Contabilidade 46 EXCEDENTE DO CONSUMIDOR

47 CONCLUSÃO As prefererências do consumidor traduzem-se numa ordem de preferências e numa utilidade associada ao consumo de cada bem. A teoria do consumidor procura observar as condições de equilíbrio, onde o preço tem importância determinante. Direitos e deveres do consumidor são realidades com sentido nos nossos dias, em que os consumidores passaram a ganhar protecção contra os abusos sofridos, tornando-se uma preocupação social, principalmente nos países da América e da Europa Ocidental, que se destacaram por serem pioneiros na criação de Órgãos de defesa do consumidor Economia I Lic Contabilidade 47


Carregar ppt "08-11-2013Economia I Lic Contabilidade 1. A teoria do consumidor – 1:. As preferências do consumidor. Conceito de utilidade. A restrição orçamental. A."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google