A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Módulo I: Perspectiva histórica da infância. Construção de sua especificidade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Módulo I: Perspectiva histórica da infância. Construção de sua especificidade."— Transcrição da apresentação:

1

2 Módulo I: Perspectiva histórica da infância. Construção de sua especificidade.

3

4 Sentido Etimológico: Derivação do Latim In (sufixo de negação) fans ou fantis (Particípio presente do verbo Falar) Infans ou Infantis: Atribui-se àquele que não fala, que tem pouca idade ou que ainda é criança.

5 Sentido Comum: Entende-se criança por oposição ao adulto: posição estabelecida pela falta de idade ou de maturidade e de adequada integração social.

6 Sentido Histórico: (ARIÈS, 1973) História Social da Criança e da Família O estudo de Ariès possui dois fios condutores 1. A ausência do sentido de infância, tal como um estágio específico do desenvolvimento do ser humano, até o fim da Idade Média, abre as portas para uma interpretação das chamadas sociedades tradicionais ocidentais. 2. Processo de definição da infância como um período distinto da vida adulta também abre as portas para uma análise do novo lugar assumido pela criança e pela família nas sociedades modernas.

7 Duas fases: Antes SEC XVII: Velha Sociedade Tradicional Depois SEC XVII: Sociedade Industrial 1.Criança mal vista pelos adultos; 2.Morbidade Natural; 3.Crianças retratadas como adultos; 4.Sentimento Geral: Coisinha Engraçadinha 1.Posicionamento da igreja e Estado sobre a Educação: Advento da escolarização; 2.Educação como Disciplinamento e transferência de conhecimento técnico; 3.Mão de obra industrial;

8 Jogos Infantis, Pieter Bruegel

9 Sentido Histórico: (KUHLMANN, 1998) Infância e educação infantil: uma abordagem histórica Crítica à Ariès: História da Infância contada por adultos e fontes históricas de famílias abastadas. Ex: diário de Luís XIII.

10 Século XIX e o Surgimento das Legislações Universais: 1. Aperfeiçoamento das Democracias; 2. Concretização dos princípios científicos; 3. Declaração dos Direitos Humanos (1948); 4. Declaração dos Direitos da Criança e Adolescente (1959); 5. Estatuto da Criança e do Adolescente (1990)

11 Irã Execução de menores de idade e a prisão de menores de até seis anos de idade; Desde 2005, 26 crianças com menos de 18 anos foram executadas no Irã, e há 134menores em prisões, esperando para serem executados.

12 Gerações novas, que forem educadas com bondade, ensinadas a ter uma opinião elevada da razão, e que experimentarem os benefícios da civilização numa idade precoce, terão atitude diferente para com ela. Senti-la-ão como posse sua e estarão prontas, em seu benefício, a efetuar os sacrifícios referentes ao trabalho e à satisfação instintual que forem necessários para sua preservação. Estarão aptas a fazê-lo sem coerção e pouco diferirão de seus líderes. Se até agora nenhuma cultura produziu massas humanas de tal qualidade, isso se deve ao fato de nenhuma cultura haver ainda imaginado regulamentos que assim influenciem os homens, particularmente a partir da infância. Futuro de uma Ilusão, Sigmund Freud.


Carregar ppt "Módulo I: Perspectiva histórica da infância. Construção de sua especificidade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google