A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Oficina de Elaboração de Projetos Profº. Dr. Medson Janer da Silva Profª. Ms.Adriana Venturoso.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Oficina de Elaboração de Projetos Profº. Dr. Medson Janer da Silva Profª. Ms.Adriana Venturoso."— Transcrição da apresentação:

1 Oficina de Elaboração de Projetos Profº. Dr. Medson Janer da Silva Profª. Ms.Adriana Venturoso

2 PROJETO Projeto – do latin pro-jicere: literalmente é colocar adiante. Projeto – é a formatação de uma idéia ou evento num arranjo seqüencial e coerente dos elementos que o compões, num lapso temporal, resultando num produto final que colabore de forma organizada, ágil e prática na solução de problemas.

3 Projeto Existem dois fatores fundamentais: Capacidade construir uma imagem mental de uma situação futura; Capacidade de conceber um plano de ação a ser executado em um tempo determinado que vai permitir sua realização.

4 Identificação de Projetos Quanto a Natureza Projeto de pesquisa: é o meio básico para a elaboração teórica, metodológica, instrumental da proposição de agentes humanos para o desenvolvimento e a avaliação da pesquisa. Projeto de Extensão - é qualquer atividade de caráter educativo, cultural, artístico, científico e tecnológico, desenvolvida junto à comunidade mediante ações processuais contínuas e sistematizadas. Projeto de Ensino – destinada à transferência de conhecimento e executado sob a forma de cursos em nível superior nas modalidades de graduação e pós-graduação. Projeto de Desenvolvimento Institucional, Científico e Tecnológico – destinado a implementação de infra-estrutura e interação das unidade administrativas que possibilitem o fortalecimento das políticas de ensino, pesquisa e extensão da Universidade. Projeto de Prestação de Serviço - destinado a atender demandas de organizações governamentais e não- governamentais ou de pessoas físicas para execução de serviços cujos resultados atendem a interesse individuais.

5 Identificação de Projetos Quanto a tipologia: Projetos Públicos – são os projetos cujos recursos para financiamento de seu objeto são provenientes de fontes públicas e que requerem execução vinculada às leis destinadas a administração pública, especialmente à lei de licitação. A execução desses projetos é regulada através de convênios celebrados entre a Instituição proponente e o órgão público com a obrigatoriedade de prestação de contas dos recursos executados. Projetos Privados – projetos cujos recursos são provenientes de fontes públicas e privadas e cuja execução não está vinculada às leis destinadas à administração pública. É regulado através de contratos em que a instituição proponente tem interesse remuneratório e a entidade contratante tem interesse no produto final gerado pelo projeto.

6 Identificação de Projetos Quanto ao instrumento jurídico: Contrato – acordo entre duas ou mais pessoas e/ou instituições que transferem entre si algum direito ou que se sujeitam a alguma obrigação É o ajuste que a instituição firma com uma entidade pública ou privada para a realização de um objeto em que os interesses das partes são antagônicos. O interesse da instituição contratada numa contraprestação pela execução do projeto e o interesse do contratante resume-se no produto final executado pela contratada.

7 Convênio - Convênio - É o ajuste que a instituição proponente firma com órgãos públicos para a realização de objetivos de interesse comum, mediante mútua colaboração. ConvênioContrato Interesse comunsInteresses opostos e contraditórios Objetivos institucionais comunsObjetivos institucionais antagônicos Os participes objetivam resultados comuns As partes objetivam resultados antagônicos Mútua colaboraçãoUma parte está interessada na remuneração e a outra no produto final Os recursos previstos vinculam-se à utilização prevista no convênio Os recursos recebidos vinculam-se ao patrimônio da entidade executora.

8 Termos Técnicos: Concedente – órgão da administração pública federal direta, autárquica ou fundacional, empresa pública ou sociedade de economia mista, responsável pela transferência dos recursos financeiros ou pela descentralização dos créditos orçamentários destinados à execução do objeto do convênio. Convenente – órgão da administração pública direta, autárquica ou fundacional, empresa pública ou sociedade de economia mista, de qualquer esfera de governo, ou organização particular com a qual a administração federal pactua a execução de programa, projeto/atividade ou evento mediante a celebração de convênio Interveniente - órgão da administração pública direta, autárquica ou fundacional, empresa pública ou sociedade de economia mista, de qualquer esfera de governo, ou organização particular que participa do convênio para manifestar consentimento ou assumir obrigações em nome próprio. Assume a responsabilidade do convênio

9 Beneficiária – pessoas ou organizações aos quais são dirigidos os benefícios. Contratante – É a instituição que, estabelece e determina os serviços e/ou produtos a serem criados, transformados, produzidos, executados e efetiva a contratação do executor-contratado Contratada – è a instituição que, mediante contraprestação da contratante, cria, transforma, produz e executa os serviços e/ou produtos exigidos no instrumento de contrato Executor - órgão da administração pública federal direta, autárquica ou fundacional, empresa pública ou sociedade de economia mista, de qualquer esfera de governo, ou organização particular, responsável direta pela execução do objeto do convênio; executa o objeto do convênio. Programa – Conjunto de ações estratégicas gerais que expressam os objetivos de uma determinada política, usualmente estruturados em um conjunto de projetos específicos. Projeto – uma ação planejada, estruturada em objetivos, resultados, atividades e desenvolvida num determinado local, com público alvo, tempo de duração e recursos limitados.

10 Ciclos do Projeto Identificação Replanejamento AvaliaçãoImplementação Aprovação Elaboração

11 1.1-Fase de Identificação Certificar-se de que a idéia do projeto é coerente com a missão e o planejamento institucionais; Formular hipóteses explicativas básicas sobre a situação problemática; Promover a sensibilização dos atores sociais relevantes sobre a questão e a mobilização de órgãos e instituições potencialmente aliados; Diagnóstico.

12 1.2-Diagnóstico O levantamento detalhado de dados e informações que possam caracterizar as condições de vida dos potenciais beneficiários da intervenção, obtendo-se, assim, uma visão da situação inicial dos potenciais beneficiários. É a partir dela que os progressos do projeto serão avaliados no futuro. A identificação das percepções, das experiências e das expectativas dos potenciais beneficiários em relação à problemática.

13 1.2.1-Diagnóstico O diagnóstico pode ser realizado através de um conjunto diverso de atividades: Reuniões com grupo de beneficiários; Entrevistas qualitativas com informantes- chaves; Oficinas de análise da problemática a partir dos dados e informações levantados.

14 1.3- Análise da Problemática Problema Causas diretas Definir linhas de ações Sintetizar um problema central, que deve ser a chave para mudar a situação problemática; Identificar as principais causas do problema central (nós-críticos, porquê da situação problema); Definir linhas de ação estratégicas relacionadas àquelas causas principais que estejam ao alcance da ação diretas do grupo em questão. Tais linhas de ações podem vir a se tornar objetivos específicos.

15 2.1 – Fase de Elaboração Formulação do Objetivo do Projeto; Proposição de Resultados Imediatos; Definição de Procedimentos de Monitoramento & Avaliação (registro de informação, cronograma de reunião, formas de participação dos atores envolvidos, etc); Montagem do Plano Operacional (metodologia –definem- se os Resultados, com suas atividades e ações e seus respectivos prazos); Montagem do Plano Financeiro (deve-se identificar os custos segundo o cronograma de atividades (plano operacional).

16 3.1 – Fase de Aprovação A fase de aprovação é marcada pela liberação de recursos para implantação do projeto.

17 4.1 Fase de Implantação A fase de implementação do projeto, de todas a de maior complexidade, envolve o desenrolar das atividades e a utilização dos recursos com vistas à produção dos resultados e ao alcance dos objetivos estipulados. Durante a implementação, ocorrem também atividades de monitoramento e avaliação.

18 5.1- Fase de Avaliação A avaliação deverá ser realizada após um certo período de tempo (no final de cada ano, triênio, ou quando se encerra). Essa avaliação distingue-se da avaliação contínua que ocorre durante a execução do projeto(M&A) por ser um evento que ocorre a espaços maiores de tempo.

19 6.1- Fase de Replanejamento Com base na avaliação, entra-se na fase de replanejamento, buscando rever objetivos, resultados, premissas/fatores de risco e atividades em função das lições do período de implementação e das conclusões da avaliação. E a hora de planejar novamente, só que desta vez tendo a vantagem da experiência transcorrida.


Carregar ppt "Oficina de Elaboração de Projetos Profº. Dr. Medson Janer da Silva Profª. Ms.Adriana Venturoso."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google