A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Excreção de urina diluída Raciocínio Fisiológico Aplicado Paula Metzker Fernandes.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Excreção de urina diluída Raciocínio Fisiológico Aplicado Paula Metzker Fernandes."— Transcrição da apresentação:

1 Excreção de urina diluída Raciocínio Fisiológico Aplicado Paula Metzker Fernandes

2 Osmolaridade Concentração total de soluto no LEC Osmolaridade = quantidade de soluto = 300 mOsm/L volume do LEC

3 Urina diluída x Urina concentrada Osmolaridade 50 mOsm/L Osmolaridade a mOsm/L IMPORTANTE: O rim controla a excreção de água independente da excreção de soluto.

4 O ADH controla a concentração urinária osmolaridade no LEC ADH reabsorção de água vol. urinário osmolariade no LEC ADH reabsorção de água vol. urinário

5 Diurese em um ser humano após ingestão de 1 litro de água

6 Mecanismos renais de eliminação do excesso de água por meio da excreção de uma urina diluída

7 Diabetes Insípido Central Produção insuficiente de ADH Os segmentos tubulares distais não reabsorvem água na ausência de ADH Conseqüência: Urina diluída, com volumes urinários de 15L/dia TTO: desmopressina

8 Diabetes Insípido Nefrogênico Há produção de ADH, mas os segmentos tubulares renais não respondem a este hormônio

9 Álcool

10 Referência Bibliográfica Gyuton, Tratado de Fisiologia Médica. 11ª edição


Carregar ppt "Excreção de urina diluída Raciocínio Fisiológico Aplicado Paula Metzker Fernandes."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google