A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Hemostasia e coagulação do sangue. 2 Hemostasia Prevenção da perda de sangue –Lesão tecidual –Espasmo vascular –Formação do tampão plaquetário –Formação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Hemostasia e coagulação do sangue. 2 Hemostasia Prevenção da perda de sangue –Lesão tecidual –Espasmo vascular –Formação do tampão plaquetário –Formação."— Transcrição da apresentação:

1 1 Hemostasia e coagulação do sangue

2 2 Hemostasia Prevenção da perda de sangue –Lesão tecidual –Espasmo vascular –Formação do tampão plaquetário –Formação do coágulo sanguíneo –Crescimento de tecido fibroso

3 3 Lesão tecidual

4 4 Espasmo vascular Reflexos nervosos –Espasmos miogênicos locais Substâncias liberadas pelos tecidos lesados –Tromboxano A2

5 5 Tampão plaquetário Preenche pequenos orifícios nos vasos –Tecido danificado –Contato das plaquetas –Aumento de volume –Assumem formas irregulares –Liberação de fatores de aderência –Liberação de tromboxano A2 –Ativação de outras plaquetas

6 6 Coágulo sanguíneo Trauma grave => início em 15 a 20 s Trauma leve => início em 1 a 2 min Completa-se => entre 3 e 6 min Retrai-se => entre 20 min e 1 h É invadido por fibroblastos Forma-se o tecido fibroso

7 7 Mecanismo A coagulação ocorre em 3 etapas Todas as Etapas levam a formação do ativador de protrombina Protrombina => Trombina Fibrinogênio => Fibrina Coágulo

8 8 Protrombina Proteína instável Formada continuamente no fígado –Se o fígado não produz diminui em 24 h A síntese requer vitamina K –Na falta de vitamina K diminui a produção

9 9 Fibrinogênio Proteína de alto peso molecular Produzida no fígado Extravasa pouco para o espaço intersticial pelos poros capilares Sob ação da trombina forma fibrina Em seguida a fibrina polimeriza Forma-se o retículo do coágulo

10 10 Fibrina

11 11

12 12 Cirrose

13 13 Ascite

14 14 Mecanismos de formação do coágulo

15 15 Mecanismo extrínseco para início de formação do coágulo Trauma tecidual Liberação de tromboplastina tecidual (Composta de fosfolipídios e lipoproteínas) Fator VII Ca++ Ativação do fator X

16 16 Mecanismo extrínseco Fator X ativado (Fosfolipídios teciduais) (Fator V) Forma o ativador da protrombina Protrombina => Trombina

17 17 Mecanismo intrínseco para início de formação do coágulo Trauma do sangue e vasos Ativa o fator XII + Ativa as plaquetas Fator XII ativado Libera fosfolipídios Fator XI (cininogênio) Fator XI ativado

18 18 Mecanismo intrínseco Fator XI ativado Fator IX => Fator IX ativado (Fator VIII+Fator III) (Fosfolipídios plaquetários) Fator X => Fator X ativado Observação: Fator VIII => hemofilia

19 19 Mecanismo intrínseco Fator X ativado (Fosfolipídios teciduais) (Fator V) Forma o ativador da protrombina Protrombina => Trombina

20 20 Íons cálcio Não agem nas duas primeiras etapas da via intrínseca Participa de todas as outras fases Na ausência de cálcio o sangue não coagula O citrato desioniza e o oxalato precipita o cálcio, evitando a coagulação

21 21 Prevenção da coagulação sanguínea nos vasos normais Superfície lisa do endotélio (evita trauma do sangue) O glicocálice do endotélio –Repele os fatores de coagulação e plaquetas Uma proteína ligada ao endotélio –A trombomodulina, se liga à trombina –Ativam a proteína C –Inativa os fatores V e VIII

22 22 Prevenção da coagulação progressiva (Agentes que removem a trombina do sangue) A formação da fibrina –A trombina é adsorvida pelas fibras de fibrina o que impede o crescimento excessivo do coágulo, no local da ruptura Alfa-globulina chamada anti-trombina III –Inativa a trombina e evita a disseminação da mesma para o restante do sangue Heparina (mastócitos e basófilos) –Aumenta a eficiência da anti-trombina III

23 23 Lise do coágulo Lesão tecidual Libera lentamente um fator ativador do plasminogênio tecidual Plasminogênio => Plasmina Digestão do coágulo

24 24 Condições que causam hemorragia Deficiência de vitamina K –Pró-trombina, VII, IX, X, proteína C Hemofilia –Deficiência do fator VIII (85%) ou IX (15%) –Quase exclusivamente em homens Trombocitopenia –Púrpura trombocitopênica

25 25 Púrpura trombocitopênica

26 26 Condições tromboembólicas Trombo –Coágulo anormal dentro de um vaso Êmbolo –Trombo que flui livremente pelo vaso Causas –Superfície áspera do endotélio –Fluxo sanguíneo lento

27 27

28 28

29 29 Uso de anticoagulantes Heparina –Extraída de vários tecidos animais –Aumenta a eficiência da antitrombina III –0,5 a 1 mg/kg de peso (>TempCoag = 6 vezes) –Antídoto: protamina Cumarínicos –Diminuem a protrombina, VIII, IX, X –Compete com a vitamina K

30 30 CÓDIGO DE ÉTICA MÉDICA Capítulo I - Princípios Fundamentais Art. 7° - O médico deve exercer a profissão com ampla autonomia, não sendo obrigado a prestar serviços profissionais a quem ele não deseje, salvo na ausência de outro médico, em casos de urgência, ou quando sua negativa possa trazer danos irreversíveis ao paciente. Art. 8° - O médico não pode, em qualquer circunstância, ou sob qualquer pretexto, renunciar à sua liberdade profissional, devendo evitar que quaisquer restrições ou imposições possam prejudicar a eficácia e correção de seu trabalho.


Carregar ppt "1 Hemostasia e coagulação do sangue. 2 Hemostasia Prevenção da perda de sangue –Lesão tecidual –Espasmo vascular –Formação do tampão plaquetário –Formação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google