A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PLANEJAMENTO E DIMENSIONAMENTO DO REBANHO. A estimativa dos custos de produção permite avaliar a viabilidade do negócio. –Custo Operacional (CO) Despesas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PLANEJAMENTO E DIMENSIONAMENTO DO REBANHO. A estimativa dos custos de produção permite avaliar a viabilidade do negócio. –Custo Operacional (CO) Despesas."— Transcrição da apresentação:

1 PLANEJAMENTO E DIMENSIONAMENTO DO REBANHO

2 A estimativa dos custos de produção permite avaliar a viabilidade do negócio. –Custo Operacional (CO) Despesas de custeio / produção de leite. –Custo Operacional Total (COT) Despesas de custeio + depreciação + MDO própria / produçãode leite. –Custo Total (CT) Despesas de custeio + depreciação + MDO própria + juros sobre capital investido / produçao de leite.

3 DESPESAS OPERACIONAISVALOR Adubaçao de pastagens (50 ha)18.000,00 Volumoso secas (25kg/UA.d x 180d)19.440,00 Concentrados vacas18.900,00 Concentrado novilhas5.400,00 Suplementos minerais5.913,00 MDO contratada21.630,0 Energia elétrica1.200,00 Mat. manut. e consumo2.000,00 Vacinas/medicamentos2.000,00 TOTAL94.483,00 Produção de 500 litros por dia x 365 dias = l/ano ,00 / litros = 0,51 R$/litro

4 DESPESASVALOR DESPESAS CUSTEIO Adubaçao de pastagens (50 ha)18.000,00 Volumoso secas (25kg/UA.d x 180d)19.440,00 Concentrados vacas18.900,00 Concentrado novilhas5.400,00 Suplementos minerais5.913,00 MDO contratada21.630,0 Energia elétrica1.200,00 Mat. manut. e consumo2.000,00 Vacinas/medicamentos2.000, ,00 DESPESAS MDO PROPRIA (pro labore)24.000,00 DESPESAS DEPRECIAÇÃO10.000,00 DESPESAS OPERACIONAIS TOTAIS ,00 Produção de 500 litros por dia x 365 dias = l/ano ,00 / litros = 0,70 R$/litro

5 DESPESASVALOR DESPESAS CUSTEIO Adubaçao de pastagens (50 ha)18.000,00 Volumoso secas (25kg/UA.d x 180d)19.440,00 Concentrados vacas18.900,00 Concentrado novilhas5.400,00 Suplementos minerais5.913,00 MDO contratada21.630,0 Energia elétrica1.200,00 Mat. manut. e consumo2.000,00 Vacinas/medicamentos2.000, ,00 DESPESAS MDO PROPRIA (pro labore)24.000,00 DESPESAS DEPRECIAÇÃO10.000,00 128,483,00 DESPESAS JUROS SOBRE CAPITAL INVESTIDO (6% a.a)30.000,00 DESPESAS TOTAIS ,00 Produção de 500 litros por dia x 365 dias = l/ano ,00 / litros = 0,86 R$/litro

6 PLANEJAMENTO E DIMENSIONAMENTO DO REBANHO Objetiva explorar com a maior eficiência possível o sistema de produção de leite, buscando alcançar a máxima lucratividade. Requisito necessário para a solicitação de empréstimo bancário para financiamento da produção leiteira.

7 PLANEJAMENTO E DIMENSIONAMENTO DO REBANHO O tamanho do rebanho a ser explorado em uma determinada propriedade leiteira pode ser definido em função de: Volume de produção diária de leite que o produtor deseja (litros de leite/dia). Capacidade suporte animal da propriedade (Unidades Animal/ano)

8 PLANEJAMENTO E DIMENSIONAMENTO DO REBANHO Índices de desempenho zootécnico a serem alcançados: Potencial genético leiteiro das vacas (litros de leite/lactação) Desempenho reprodutivo (taxa de natalidade anual ou intervalo de partos) Porcentagem de vacas em lactação do rebanho = período de lactação / intervalo de partos.

9 PLANEJAMENTO E DIMENSIONAMENTO DO REBANHO Índices de desempenho zootécnico a serem alcançados. Idade ao primeiro parto Categorias Animal a serem mantidas na propriedade. Taxa de mortalidade anual ou taxa de sobrevivência anual. Criação de todas as fêmeas com eliminação de machos, criação de machos e fêmeas, Criação só das fêmeas de reposição...)

10 Os índices de desempenho devem ser planejados de forma que haja uma melhoria gradativa ano após ano de execução do planejamento.. PLANEJAMENTO E DIMENSIONAMENTO DO REBANHO Além do planejamento zootécnico, deve haver um planejamento financeiro, onde são apresentados as previsão de receitas, despesas e do lucro esperado.

11 PLANEJAMENTO E DIMENSIONAMENTO DO REBANHO Exemplo: Produção esperada de 500 litros de leite/dia. Potencial genético das vacas: kg de leite por lactação, que corresponde à produção de 10 litros por dia com período de lactação de 10 meses. Desempenho reprodutivo: taxa de natalidade anual (85%) que corresponde ao intervalo de parto de 14 meses. Porcentagem de vacas em lactação igual a 71% (%VL=PL/IDP) Número de vacas em lactação a serem mantidas: 50 (500 litros / 10 litros/vaca) Numero total de vacas a serem mantidas na propriedade: 70. (100 vacas totais 71 vacas em lactação) (X= vacas em lactação)

12 PLANEJAMENTO E DIMENSIONAMENTO DO REBANHO Considerando que todas as fêmeas serão criadas na fazenda e os machos descartados ao nascer, a idade ao primeiro parto de 3 anos, e a taxa de natalidade de 5% (taxa de sobrevivência de 95%) teremos o seguinte rebanho estabilizado. ANIMAIS DE RECRIA Bezerras de 0 a 1 ano de idade = vacas x 85% tx natalidade x 95% tx sobrevivência / 2 Novilhas de 1 a 2 anos de idade = bezerras x 95% tx sobrevivência Novilhas em reprodução 2 a 3 anos de idade = novilhas em reprodução x 95% tx sobrevivência

13 PLANEJAMENTO E DIMENSIONAMENTO DO REBANHO CATEGORIACABEÇASUNIDADE ANIMAL VACA70 BEZERRAS (0 A 1 ANO)2807 NOVILHAS (1 A 2 ANOS)2613 NOVILHAS EM REPRODUÇÃO (2 A 3 ANOS) 2418 REBANHO TOTAL Vaca (1,0 UA), Bezerra ( 0,25 UA), Novilha 1 A 2 anos (0,5 UA), Novilha em Reprodução (0,75 UA). REBANHO ESTABILIZADO

14 PLANEJAMENTO E DIMENSIONAMENTO DO REBANHO Considerando o rebanho estabilizado, em cada ano haveria 24 vacas para venda, em função da disponibilidade de 24 primíparas (vacas de primeira cria) de reposição (substituição). As vacas a serem substituídas constituirão dois grupos: Vacas descarte (compulsório) por problemas produtivos (mastite, acidentes...) e reprodutivos (metrites, retenção de placenta, prolapso uterino...) que deverão representar menos de 10% do total de vacas a serem substituídas. Vacas descarte (voluntário), que ainda apresentam boas condições de reprodução (prenhes) e boa produção de leite (deve-se vender as vacas de produção inferior à média do rebanho)

15 PLANEJAMENTO E DIMENSIONAMENTO DO REBANHO Estabelecido o rebanho que vai ser criado na propriedade é preciso planejar também a alimentação do rebanho, e conseqüentemente, prever as despesas decorrentes. Período das chuvas (novembro a abril): 54 hectares de pastagem Utilização de pastagem com taxa de lotação de 2 UA por hectare (108 UA/ 2 UA por ha). Período das secas (maio a outubro): 6,0 hectares de canavial Utilização de cana de açúcar corrigida com 1% de uréia. Considerando um consumo médio de 30 kg de cana picada por UA por dia, e uma produção de 100 toneladas de cana/hectare por ano (108 UA x 30 kg/UA x 180 dias) / 100 ton/ha).

16 PLANEJAMENTO E DIMENSIONAMENTO DO REBANHO Alternativamente, a busca de uma manejo mais intensivo da pastagem e do canavial, com utilização de calagem, adubação e pastejo rotacionado seria possível reduzir a área de pastagem para manter o rebanho. Período das chuvas (novembro abril): 27 hectares de pastagem Utilização de pastagem com taxa de lotação de 4 UA por hectare (108 UA/ 4 UA por ha). Período das secas (maio a outubro): 4,8 hectares de canavial Utilização de cana de açúcar corrigida com 1% de uréia. Considerando um consumo médio de 30 kg de cana picada por UA por dia, e uma produção de 120 toneladas de cana/hectare por ano (108 UA x 30 kg/UA x 180 dias) / 120 ton/ha).


Carregar ppt "PLANEJAMENTO E DIMENSIONAMENTO DO REBANHO. A estimativa dos custos de produção permite avaliar a viabilidade do negócio. –Custo Operacional (CO) Despesas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google