A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Programa de Pós-Graduação em Física Aplicada UFV Avaliação Trienal 2007-2009.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Programa de Pós-Graduação em Física Aplicada UFV Avaliação Trienal 2007-2009."— Transcrição da apresentação:

1 Programa de Pós-Graduação em Física Aplicada UFV Avaliação Trienal

2 1 – Proposta do Programa 1.1 – Áreas de concentração e linhas de pesquisa Preparação e caracterização de materiais Sensores e dispositivos Física teórica e computacional Áreas de concentração Linhas de Pesquisa Dinâmica de populações, oncologia matemática, processos epidêmicos em redes complexas, moléculas e células isoladas (pinças ópticas, AFM e videomicroscopia). Física biológica – Teórica e Experimental Equipe: Docentes Pós-Doc. Doutorandos Mestrandos Ini. Cient. Teor Exp

3 Sistemas magnéticos – Teórica Excitações topológicas em matéria condensada, nanomagnetismo, sistemas de spins em baixas dimensões, teoria de campos. Equipe: Docentes Doutorandos Mestrandos Ini. Cient. Teor Exp Sistemas complexos – Teórica e Experimental Redes complexas, transições de fase fora do equilíbrio, vidros de spins, dinâmica orbital, microfluídica, formação de padrões em meios granulares, fraturas em materiais fibrosos. Equipe: Docentes Doutorandos Mestrandos Ini. Cient. Teor Exp Crescimento de cristais e dinâmica de interfaces – Teórica e Experimental Crescimento epitaxial, simulação computacional do crescimento epitaxial, eletrodeposição, medidas de rugosidade em filmes finos, cinética de agregação e dinâmica de interfaces. Equipe: Docentes Pós-Doc. Doutorandos Mestrandos Ini. Cient. Teor Exp

4 Materiais nanoestruturados - Experimental Pontos quânticos coloidais e eletrodeposição de nanopartículas em nanotubos de carbono. Equipe: Docentes Doutorandos Mestrandos Ini. Cient. Teor Exp – Principais projetos em andamento 1- Caracterização termodinâmica, reológica e estrutural de agregados moleculares e fluidos complexos (CAPES). 2- Microfluidica – preparação e aplicação de emulsões complexas (FAPEMIG). 3-Análise fractal e proteômica de células normais e tumorais em cultura (FAPEMIG e UFV). 4-Aplicações de técnicas ópticas em problemas biologicamente motivados (FAPEMIG e UFV). Investimento em área estratégica: Microfluidica Implantação do Laboratório de Física Biológica 5- Eletrodeposição de nanopartículas metálicas em nanotubos de carbono (FAPEMIG). 6- Estrutura e energia de formação de pontos quânticos e sistemas micelares (CNPq). 7- Síntese e caracterização de nanoestruturas (CAPES) Investimento em área estratégica: Nanociências

5 8- Configurações topológicas e dinâmica de superfícies em sistemas magnéticos bidimensionais (FAPEMIG). 9- Teoria sobre efeitos magnéticos em materiais estruturados: sistemas de baixas dimensões e sistemas nanométricos (FAPEMIG). 10- Caracterização de filmes finos de CdTe por meio da teoria de escala anômala (FAPEMIG). 11- Cinética, transições de fase e formação de padrões em sistemas longe do equilíbrio (CNPq) 12- Núcleo de Física Biológica (PRONEX/FACAPE) – UFPE, UFMG, UFV 13- Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Nanomateriais de Carbono (CNPq) 14- Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Sistemas Complexos (CNPq) Integração às redes de pesquisa Equipamentos/infra-estrutura principais: AFM, Perfilômetro, Espalhamento estático e dinâmico de Luz, Sistema de crescimento MBE, Sistema de medidas elétricas (dedo frio, eletroímã de 1T e impedancímetro), Pinça óptica, difração de raios-X com SAXS, Laboratório de microfabricação, Reômetro, Microcalorímetros de titulação e de varredura.

6 1.3 – Proposta curricular Diretrizes: Formação sólida tanto em física básica quanto aplicada em uma grade curricular flexível, curta e sem cadeias de pré-requisitos. Estrutura:

7 Processo seletivo: Seleção semestral. Prova oral. Análise de currículo e cartas de recomendação. Entrevista. Prova de proficiência Inglês (institucional). Planejamento para o desenvolvimento futuro: Investimento em áreas estratégicas: nanobiotecnologia, novos materiais para aplicações na geração de energia, na indústria de alimentos etc. Formação de redes de pesquisa: intra-institucionais, nacionais e internacionais. Expansão controlada do corpo docente: diversificação de linhas de pesquisa, produção científica consistente e aplicações/inovação. Programa de pós-doutoramento e professores visitantes.

8 1.4 – Infra-estrutura para o ensino, a pesquisa e a extensão Edifício do CCE – Física, Matemática, Ciência da Computação e Eng. Civil. Laboratórios de ensino: física computa- cional e labo- ratórios de pesquisa Sala de aula pós- graduação Auditório Teses, seminários e eventos

9 Gabinetes para os estudantes de pós- graduação (6) e pós-doutores (1) Secretaria de Pós- graduação Laboratórios de pesquisa 1.Microfabricação e Dispositivos Semicondutores 2. Crescimento de Cristais e Ciências dos Materiais 3. Epitaxia 4. Caracterização Elétrica e Óptica 5. Difração e Fluorescência de Raios-X 6. Sistemas Complexos 7. Computação Científica I e II 8. Nanoscopia 9. Microfluídica e Fluidos Complexos 10. Deposição eletroforética e interfaces 11. Física Biológica 12. Núcleo de Microscopia e Microanálise

10 2 – Corpo Docente carga horária média semanal= 9,27 h Pós-doutores/pesquisadores visitantes: 3/1 em 2007; 3/1 em 2008; 2/0 em 2009 Perspectiva de expansão: 5 professores efetivados e 3 concursados.(2010: 13P e 6C)

11 3 – Corpo Discente, Teses e Dissertações Graduados oriundos de MG (UFMG, UFOP, UFSJ, UFJF, PUC), RJ (UFRRJ), RS (UFPel), PE (UFPE), ES (UFES), AC (UNIR) e professores de IFETs da BA e ES. Fração dos discentes que não se graduaram na UFV = 1/3 (2010). Evolução das matrículas Evolução da titulação

12 Tempo médio de titulação: 25,55 meses Publicações associadas a dissertações: 9 (1 A1, 3 A2, 4 B1 e 1 B2) Fração das dissertações com publicações: 29,6% efeito REUNI

13 4 – Produção intelectual Produção discente e qualificação da produção científica do Programa Efeito PLoS One Evolução das publicações

14 5 – Inserção social Impacto do Programa Integração e cooperação Visibilidade Doutorado Associado UFJF/UFV: início Integração às redes nacionais de pesquisa: Pronex/Fapemig; Pronex/Facepe, INCTs Sistemas Complexos e Nanomateriais de Carbono, Instituto de Nanotecnologia, LNLS etc. Formação de pessoal para IES : 33% dos titulados. Nucleação de grupos de pesquisa em Nanociências na UFV. Artigos e trabalhos de destaque internacional : Virtual Journal of Nanoscale Science and Technology (set., vol. 19) e CCP2008, convite para artigo de revisão no COCIS.

15 Membro de comissão de programa de conferências nacionais: BWSP, XXXIII e XXXIV ENFMC, BMSP 14. Grande participação em conferências nacionais e internacionais. Home page contendo todas as informações sobre o programa (áreas de con- centração e linhas de pesquisa, disciplinas, processo seletivo, todas as disser- tações acessíveis on line etc.) Arbitragem para vários periódicos importantes: PRL, PRB, PRE, JAP etc. Extensão: atuação no Centro de Referência do Professor parque da ciência e treinamento continuado de professores do ensino fundamental e médio.


Carregar ppt "Programa de Pós-Graduação em Física Aplicada UFV Avaliação Trienal 2007-2009."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google