A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

15/12/2010Tolerância e Respeito1 (Org. por Sérgio Biagi Gregório) Título da Palestra.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "15/12/2010Tolerância e Respeito1 (Org. por Sérgio Biagi Gregório) Título da Palestra."— Transcrição da apresentação:

1 15/12/2010Tolerância e Respeito1 (Org. por Sérgio Biagi Gregório) Título da Palestra

2 15/12/2010Tolerância e Respeito2 Introdução Tratamos o próximo da mesma forma que gostaríamos de ser tratados? Somos severos para com os outros e indulgentes para conosco ou severos para conosco e indulgentes para com os outros? Que tipo de subsídio o Espiritismo nos oferece para uma melhor interpretação do tema?

3 15/12/2010Tolerância e Respeito3 Conceito Tolerância – É uma atitude de respeito aos pontos de vista dos outros e de compreensão para com suas eventuais fraquezas. Respeito – Sentimento de consideração àquelas pessoas ou coisas dignas de nossa veneração e gratidão, como aos pais, aos mais velhos, às coisas sagradas, aos sentimentos alheios etc.

4 15/12/2010Tolerância e Respeito4 A intolerância religiosa foi, no processo histórico, a maior causadora das guerras entre nações. A Reforma e a Contra-Reforma deram início à Tolerância (não de forma absoluta). O homem, quando se associa, entra em contato com mentes que pensam de forma diferente da sua contradição. Na contradição, deve se praticar a tolerância respeito para com o pensamento alheio. Tolerância e Respeito Considerações Iniciais

5 15/12/2010Tolerância e Respeito5 Vícios e Virtudes A virtude é a potência de um ato. É a atualização do que já existe no âmago do ser. Segundo Aristóteles, a virtude deve ficar no meio, ou seja, nem se exceder para cima e nem para baixo. O excesso de humildade pode transformar-se em orgulho e o excesso de orgulho pode transformar-se em humildade. Exemplo: Paulo, depois da queda em Damasco, de orgulhoso combatente de Cristo tornou-se o seu mais humilde servidor.

6 15/12/2010Tolerância e Respeito6 Falsa o ceticismo subestima todas as divergências doutrinais, porque parte do princípio de que é impossível aproximar-se da verdade. A verdadeira tolerância é humilde, mas convicta. Respeita as idéias e condutas dos demais, sem desprezá-las, mas também sem minimizar as diferenças, porque sabe que é a contradição que leva ao bem comum. Tolerância e Respeito Falsa e Verdadeira Tolerância

7 15/12/2010Tolerância e Respeito7 O dilema dos limites da virtude da tolerância pode resumir-se em dois princípios: Não faças aos outros o que não queres que te façam a ti e Não deixes que te façam o que não farias a outrem. O comodismo que norteia os nossos passos é o grande obstáculo para o não cumprimento desta virtude. Pergunta: até que ponto devemos suportar as injúrias e violências, os agravos e os desatinos do nosso próximo? Qual é o limite? Tolerância e Respeito Tolerância é uma Virtude Difícil

8 15/12/2010Tolerância e Respeito8 Em Kant, o respeito é o único sentimento comparável com o dever moral. Ele procede da vontade. Em sua Fundamentação da Metafísica dos Costumes, define-o como a consciência da imediata determinação da vontade pela lei, ou seja, como a apreensão subjetiva da lei. Tolerância e Respeito O Respeito em Kant

9 15/12/2010Tolerância e Respeito9 A lei áurea já existia antes de Jesus. Os gregos, os persas, os chineses, os egípcios, os hebreus e os romanos mudavam as palavras, mas o sentido era: não fazer ao próximo o que não desejar receber dele. Com Jesus, porém, a regra áurea solidificou-se plenamente, pois o mestre não só a ensinou como a exemplificou em plenitude de trabalho, abnegação e amor. (Xavier, 1973, cap. 41) Tolerância e Respeito A Lei Áurea

10 15/12/2010Tolerância e Respeito10 Devemos não somente respeitar como também suportar: Deus, o próximo e a nós mesmos. Suportar a nós mesmos deve vir em primeiro lugar, porque não há peso mais pesado do que o nosso próprio peso. A tolerância obriga-nos a respeitar a regra de ouro: Não fazer aos outros o que não gostaríamos que nos fizessem. Evitar fazer mal aos outros é uma atitude meramente passiva. O respeito, ao contrário, carrega uma polaridade ativa: Amar ao próximo como a nós mesmos. Tolerância e Respeito Tolerância é Passiva e o Respeito Ativo

11 15/12/2010Tolerância e Respeito11 Justiça, Amor e Caridade ajudam a compreender a tolerância. A justiça, que é cega e fria, deve ser complementada pelo amor e pela caridade, no sentido de o ser humano conviver pacificamente com o seu próximo. Observe alguém, sem recursos financeiros, jogado ao sofrimento. Há justiça divina, porque nada ocorre por acaso. Mas o amor e a caridade dos semelhantes podem mitigar a sua sede e a sua fome. Tolerância e Respeito Lei de Justiça, Amor e Caridade

12 15/12/2010Tolerância e Respeito12 A base da tolerância está calcada em Jesus Cristo. Ele nos ensinou como amar ao próximo Deu-nos o exemplo, renunciando a si mesmo em favor da humanidade. Em suas prédicas, dizia que deveríamos ser severos para conosco mesmos e indulgentes para com o próximo, e não o contrário. Tolerância e Respeito Cristo é a Chave da Tolerância

13 15/12/2010Tolerância e Respeito13 Respeitar o próximo é não lhe ser indiferente. O sábio pode se colocar no lugar do ignorante; falta algo ao ignorante para se colocar no lugar do sábio. No Espiritismo, não há trabalho mais ou menos importante, porque todos concorrem para a divulgação dos seus princípios doutrinários. Respeitar aquele que escolheu se dedicar aos animais, aquele que escolheu se dedicar ao trabalho de assistência social, aquele que escolheu transmitir os ensinamentos doutrinários. Tolerância e Respeito O Respeito ao Próximo

14 15/12/2010Tolerância e Respeito14 O Espiritismo, entendido como ciência, filosofia e religião, é o que mais subsídios nos dá para respeitar as crenças e os comportamentos do nosso próximo. Quanto mais o ser humano sabe, melhor compreende os comportamentos humanos, desarmando-se de idéias preconcebidas, da censura sistemática, dos prejuízos das raças, de castas, de crenças e de grupos. Tolerância e Respeito Conclusão

15 15/12/2010Tolerância e Respeito15 ÁVILA, F. B. de S.J. Pequena Enciclopédia de Moral e Civismo. Rio de Janeiro: M.E.C., DUROZOI, G. e ROUSSEL, A. Dicionário de Filosofia. Tradução de Marina Appenzeller. Campinas, SP: Papirus, 1993 GRANDE ENCICLOPÉDIA PORTUGUESA E BRASILEIRA. Lisboa/Rio de Janeiro: Editorial Enciclopédia, [s.d. p.] MARQUES, Ramiro. O Livro das Virtudes de Sempre: Ética para Professores. Portugal: Landy, XAVIER, F. C. Caminho, Verdade e Vida, pelo Espírito Emmanuel. 6. ed. Rio de Janeiro: FEB, Texto em HTML:HTML respeito.htm Tolerância e Respeito Bibliografia Consultada


Carregar ppt "15/12/2010Tolerância e Respeito1 (Org. por Sérgio Biagi Gregório) Título da Palestra."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google