A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A LEITURA DOS JORNAIS NA SALA DE AULA Desvendando o Jornal Profa. Karla Faria 9° ano.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A LEITURA DOS JORNAIS NA SALA DE AULA Desvendando o Jornal Profa. Karla Faria 9° ano."— Transcrição da apresentação:

1 A LEITURA DOS JORNAIS NA SALA DE AULA Desvendando o Jornal Profa. Karla Faria 9° ano

2 On line, On time, Full time. A divulgação da informação nos dias de hoje. Informação e Sociedade. É possível dizer um monte de mentiras, dizendo a verdade:

3 Eu não leio Clipping. Leio os próprios jornais. Gosto de sentir os jornais. Leio também a maioria das revistas semanais. Não vejo muita TV, confesso. E raramente leio blogs. Barack Obama- Presidente dos EUA.

4 Lula afirma que se dispensa de ler jornais, revistas, sites e blogs. "Porque eu tenho problema de azia", alegou, tentando exercitar o sarcasmo, numa entrevista publicada na edição deste mês da revista Piauí. (A crer nas suas palavras, ele tampouco assiste a telejornais, nem sequer aos da TV Brasil, nesse caso "por falta de tempo".)

5 O Jornal é uma versão da realidade que precisa ser desmontada, analisada, criticada, superada em sua aparência, articulada ao todo sócio-econômico-político, de forma a permitir que venha à tona uma outra realidade, aquela que foi pensada e que foi construída por quem a conheceu com a sua crítica.

6 O Jornal é um meio de comunicação social que informa e opina, possibilitando aos leitores um tipo de conhecimento acerca dos acontecimentos mundiais, ao mesmo tempo em que, por representar, de um modo geral, os interesses das elites dirigentes, forma a opinião do público em direção aos interesses desta camada social privilegiada. O Jornal é uma mercadoria, produzida para ser vendida ao público e que precisa possuir determinada forma e determinado conteúdo para que encontre quem o compre, na competição com os demais jornais. Nessa perspectiva, o Jornal, para se vender, é estruturado de acordo com algumas técnicas que o tornem atraente diante do possível comprador. Numa tentativa de sintetizar o caráter contraditório do jornal, temos que há uma relação dialética entre os seguintes aspectos: informação e opinião: ao mesmo tempo que informa, o jornal dá a sua opinião sobre os fatos; O que é o Jornal?

7 interesse ideológico e interesse mercadológico: nem a linha editorial submete completamente o interesse do jornal em vender seu produto nem o contrário. Há uma relação entre ambos os aspectos. jornalistas funcionários da empresa e seus proprietários: o jornal não se resume aos seus proprietários. Cada empresa jornalística vive da credibilidade que tem diante de seus leitores. O pluralismo, então, faz parte de sua própria natureza. Desse modo, nem mau nem bom: o jornal é uma interpretação da realidade a ser interpretada pelo leitor, por mais que nele seja predominante uma análise linear dos fatos, por expressar a forma de pensar que é mais marcante na sociedade em que se situa.

8 Como funciona uma redação de jornal? funciona-uma-redacao-de-jornal funciona-uma-redacao-de-jornal

9 Constituição do Jornal 1-1ª página 2- Cadernos secundários: 2.1- Esporte 2.2- Classificados 2.3- Entretenimento 2.4- Economia 3- Cadernos semanais: 3.1- Informática; 3.2- Educação; 3.3- Viagem 3.4- Carros

10 Manchete Chamadas Legenda de fotos Chamadas dos cadernos Charge

11 1º Caderno 1ª página Notícias mais importantes do país ou da cidade; Artigos de opinião; Editorial; Cartas do Leitor;

12 Outros elementos importantes do Jornal Público-alvo Propagandas Promoções Versão digital Efeitos de imparcialidade Edição da notícia: o que é dito e o que é silenciado Fotos Charges

13 Reportagem Objetivo: noticiar um fato com isenção de opinião, criando um efeito de imparcialidade. Como criar efeito de imparcialidade? Ouvir várias fontes, discurso direto, fotos, informar dados concretos, data, hora. Evitar adjetivos que demonstrem opinião.

14 Editorial Diferentemente do gênero reportagem, o editorial é a OPINIÃO direta da instituição jornal, formulada pelo editor. Neste caso, o texto é parcial, deixa clara a opinião e o posição ideológica desta instituição.

15 + informações! Veja como era o trabalho dos jornalistas e gráficos no jornal O Estado de S. Paulo em estadao-em / estadao-em / Jornal impresso hoje: Parte 1: Parte 2: ext=C4ea5c7eVDvjVQa1PpcFM7JmzfkhSEpDw6- YSfODb7wg64tApR4k4%3D ext=C4ea5c7eVDvjVQa1PpcFM7JmzfkhSEpDw6- YSfODb7wg64tApR4k4%3D

16 GLOSSÁRIO DE TERMOS JORNALÍSTICOS

17 Glossário Chamada – Pequeno texto usado na primeira página para chamar a atenção do leitor para determinado material. Clipping - Serviço de levantamento, coleção e fornecimento de recortes de jornais e revistas ou cópias de emissões de televisão ou rádio. O clipping pode ser restrito aos interesses imediatos da empresa ou mais amplo. Em geral, é feito por empresas especializadas.

18 Glossário Coluna - Seção de jornal ou revista, assinada ou não, tratando de temas ligados à editoria ou seção. Podemos encontrar colunas nas seções ou editoriais de política, economia, artes, agricultura, esportes, etc. Muitas vezes, uma nota numa coluna de prestígio repercute mais do que uma reportagem no mesmo veículo. Deadline – Último prazo para que uma edição seja fechada ou que uma reportagem seja concluída. Declaração – Texto ou opinião oficial expressa verbalmente por entrevistado.

19 Glossário Diagramação – Adequação dos textos, desenhos, gráficos e fotos numa página, de acordo com os padrões visuais da publicação Editar - Preparar matéria para ser impressa ou emitida, nos padrões do veículo. Editor – É o jornalista que chefia um grupo de jornalistas que compõem uma Editoria. Editor-chefe - É o jornalista que chefia a Redação do jornal. Editoria – Seção especializada em determinado setor (esporte, polícia, arte, meio ambiente etc.) Editorial – Texto com a opinião da publicação. Não vem assinado e geralmente, localiza-se diariamente na 2ª ou 3ª página do jornal.

20 Glossário Enquete – Pequenas entrevistas para levantar a opinião da comunidade. Enxugar - Resumir um texto. Cada vez mais as publicações exigem que os textos sejam mais concisos, que não desencoraje a leitura. Às vezes também é preciso enxugar para caber na página diagramada. Espelho - É a previsão do que vai ser publicado em uma página com a inclusão dos anúncios. Não confundir com diagrama. O espelho é feito pelo departamento comercial da editora conforme a previsão do número de páginas pela redação. Estouro - Ocorre quando um texto é maior que o espaço reservado. O editor normalmente suprime dos textos as últimas linhas ou últimos parágrafos quando ocorre um estouro. Expediente – Quadro com os dados gerais da publicação. Consta obrigatoriamente a relação de diretores e editores-chefes e endereços.

21 Glossário Fotografia - Recurso essencial do jornalismo contemporâneo. Uma boa foto pode ser mais expressiva e memorável que uma excelente reportagem. No jornalismo, o valor informativo é mais importante que a qualidade técnica de uma foto. São qualidades essenciais do fotojornalismo o ineditismo, o impacto, a originalidade e a plasticidade. Foto-jornalismo - A fotografia jornalística fixa um acontecimento e as suas impressões. O fotógrafo é o relator, o documentador visual entre a notícia e o público. A imagem nesse caso é o certificado de presença é a prova ao leitor que o jornal estava presente na notícia. Foto-legenda – Pequena matéria, de no máximo 20 linhas, usada para explicar ou destacar foto. Furo – Matéria jornalística exclusiva de grande repercussão.

22 Glossário Iceberg - Texto que começa na primeira página e prossegue em páginas internas. Ilustração - Desenho ou composição gráfica feita à mão para ilustrar determinadas notícias, crônicas ou charges, na ausência de fotografias. Indicadores – Lista de dados do mercado financeiro em forma de tabela. Intertítulo - Pequenos títulos colocados no meio do texto. Esse artifício é usado para tornar o texto menos denso. Há publicações que preferem destacar frases retiradas do texto para colocar nos intertítulos. Infográfico – Artifício gráfico que envolve imagem e pequenas informações de texto que se complementam. Informe publicitário - Anúncio pago com aspecto jornalístico ou reprodução paga de artigo ou reportagem.

23 destacar detalhes. Um exemplo é quando se coloca uma grande foto de um incêndio e no detalhe (janela) aparece uma foto do aparelho que causou o incêndio. Esse recurso está em desuso nas publicações modernas. Jornalismo analítico/opinativo - Os fatos contemporâneos cada vez mais exigem a análise do noticiário. A análise dá ao leitor a oportunidade de se aprofundar nos eventos, questões ou tendências. A análise do noticiário não deve ser confundida com a opinião ou o comentário, que devem estar circunscritos às colunas e aos artigos. Jornalismo crítico - O jornal não existe para adoçar a realidade, mas para mostrá-la de um ponto de vista crítico. Mesmo sem opinar, sempre é possível noticiar de forma crítica. Compare fatos, estabeleça analogias, identifique atitudes contraditórias e veicule diferentes versões sobre o mesmo acontecimento. Jornalismo de serviço - Explora temas que tenham utilidade concreta e imediata para a vida do leitor. O jornalismo de serviço torna o jornal um artigo de primeira necessidade e garante seu lugar no mercado. Jornalismo especializado - A função do jornal impresso mudou com o crescimento dos meios eletrônicos de comunicação (rádio, TV). O leitor busca no jornal impresso, abordagens mais profundas e informações mais sofisticadas, o que requer do jornalista domínio cada vez maior dos assuntos sobre os quais escreve. Só assim o jornalista pode tornar a informação técnica acessível ao leitor comum.

24 Glossário Lead ou Lide – Abertura de matéria tradicional. Precisa responder às seguintes perguntas: Quem, quando, onde, porque e de que maneira. Legenda – Linha de texto colocada sob a foto. Artifício adicional para destacar o tema da matéria. Logotipo - É o nome do jornal com as letras em corpo, forma e desenho escolhido pela empresa jornalística.

25 Glossário Manchete - É o título principal que indica a notícia mais importante do jornal. Existe a manchete principal do jornal (na primeira página) assim como a manchete de cada caderno, seção ou página. Onde encontrar: a manchete é sempre aquela que vier graficamente com maior destaque, ou que tiver letras mais carregadas na tinta. Matéria – Texto preparado jornalisticamente. Matéria de gaveta - Aquela matéria que espera a ocasião oportuna para ser publicada. Matéria Fria – Matéria que independe de sua atualidade para ser publicada. Memória - Texto preparado jornalisticamente lembrando antecedentes do fato. Mídia eletrônica - Rádio, TV e Internet. Mídia impressa - Jornal e revista.

26 Glossário Notícia - Registro dos fatos, de informações de interesse jornalístico, sem comentários. Fatores objetivos determinam a publicação de uma notícia: o caráter inédito; o impacto que exerce sobre as pessoas e sobre sua vida; a curiosidade que desperta; a imprevisibilidade e improbalidade do fato. Nota oficial – Documento impresso com a opinião de uma determinada fonte. Nota ou balaio – Texto curto usado em colunas. Pequeno texto referente a um assunto que irá acontecer e responde a três questões básicas para compreensão: que, quem, quando. Numeralha – Box que destaca dados numéricos em uma matéria determinada.

27 Glossário Pauta - É uma ordem de serviço transmitida pelos chefes de reportagem. A pauta normalmente indica a pessoa que deve ser entrevistada, local, horário e até mesmo o tamanho da reportagem que deve ser produzida. A pauta também deve indicar os temas principais que devem ser abordados no texto. Nos jornais, a pauta é feita através de reuniões de pauta, onde editor, redator-chefe e repórter sugerem pautas para que matérias sejam produzidas. Pauta furada – Informação falsa. Pé da matéria - É o final do texto. Todo repórter deve ter em mente que se o texto for reduzido, as últimas linhas serão eliminadas. Cortar pelo pé significa retirar os últimos parágrafos sem se preocupar com a qualidade da informação contida no texto. Perna – Sinônimo de coluna. Descer em duas pernas, matéria em duas colunas.

28 Glossário Press release - Informação preparada pela assessoria de imprensa e encaminhada aos veículos. Propaganda - Todo jornal sobrevive graças à propaganda. Inerente aos diferentes cadernos do jornal ou em encartes, ilustrada ou fotografada, ela também constitui um elemento de leitura do nosso cotidiano imprescindível para o leitor se localizar e informar a respeito das ofertas do mercado. Projeto Gráfico – Padronização usada pela publicação para dispor uniformemente matérias, fotografias e adereços gráficos.

29 Glossário Redator – Jornalista especializado em rever o texto do repórter e em preparar títulos e legendas. Na nova concepção de jornalismo, o profissional não se especializa mais em uma determinada área da produção de texto e edição. Release – Matéria preparada por assessoria de Imprensa. Repercutir – Prosseguir num assunto do próprio jornal ou de outro. Veja suíte. Reportagem – Matéria com grande centimetragem, cobrindo integralmente determinado assunto.

30 Glossário Tablóide – Formato de jornal igual à metade da página do jornal standard. Template – Modelo de página, dentro do projeto gráfico, que serve para iniciar o processo de diagramação. Texto final - É o que vai ser publicado. Com a extinção do cargo do copidesque nos jornais, todo repórter deve ter um texto final. O que ele escreve é o que vai ser publicado.


Carregar ppt "A LEITURA DOS JORNAIS NA SALA DE AULA Desvendando o Jornal Profa. Karla Faria 9° ano."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google