A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UNIJUI – Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul Ciência Política e Teoria do Estado Professor: Dejalma Cremonese Aluno: Jonas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UNIJUI – Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul Ciência Política e Teoria do Estado Professor: Dejalma Cremonese Aluno: Jonas."— Transcrição da apresentação:

1 UNIJUI – Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul Ciência Política e Teoria do Estado Professor: Dejalma Cremonese Aluno: Jonas Eduardo Dillmann Revolução Farroupilha - Os Farrapos - Santa Rosa, 26 de Junho de 2008

2 Revolução Farroupilha -Guerra do Farrapos- 1)Dados Históricos: Maior guerra civil da história do Brasil; A guerra aconteceu no período que vai de 1835 a 1845; Liberais defendiam a Proclamação da República, Conservadores a manutenção do Império A Revolução ocorreu no Rio Grande do Sul e em parte de Santa Catarina.

3 Revolução Farroupilha -Guerra do Farrapos- 2)Principais Causas da Revolução: Econômicas: Impostos abusivos sobre o charque gaúcho e o gado em pé, principais produtos da economia gaúcha; Charque Uruguaio que entrava no Brasil não era taxado de impostos; Aboletamento e requisições;

4 Revolução Farroupilha -Guerra do Farrapos- Sociais: Não havia escolas públicas na província gaúcha a qual alcançava na época 150 mil habitantes; Estradas ruins e a ausência de pontes que pudessem facilitar os percursos;

5 Revolução Farroupilha -Guerra do Farrapos- Políticas: Revolução Francesa e seus ideais igualitários; Surgimento do Iluminismo e Liberalismo; Surgimento do partido Liberal (farrapo); Crescimento do acirramento político entre Liberais e Conservadores;

6 Revolução Farroupilha -Guerra do Farrapos- Militares: As indenizações de guerras não eram pagas ao povo gaúcho; Fardas novas, armas e munições, só em tempo de guerra; Militares gaúchos nunca receberam terras ou títulos de nobreza ;

7 Revolução Farroupilha -Guerra do Farrapos- Causas Secretas: Principais líderes farrapos tinham ligações com a maçonaria; Constantes acusações de conspiração à membros do partido liberal, vindas do império; Símbolos Maçons

8 Revolução Farroupilha -Guerra do Farrapos- 3)A Revolução e Seus Líderes: Do Lado farroupilha destacam-se: Bento Gonçalves da Silva - foto ao lado – líder farrapo; Antonio de Souza Netto; David Canabarro, Giuseppe Garibaldi, Gomes Jardim e Onofre Pires.

9 Revolução Farroupilha -Guerra do Farrapos- Do lado do Império destacam-se: Barão de Caxias; - foto ao lado - líder do exército imperial; Marques de Souza, Silva Tavares, Chico Moringue; Bento Manuel Ribeiro.

10 Revolução Farroupilha -Guerra do Farrapos- 4)A Revolução: Principais acontecimentos O exército Farrapo invade e toma Porto Alegre, capital da província. 19 de setembro de Começa a Revolução Farroupilha; Em 09 de setembro de 1836, ocorre a primeira batalha: A Batalha do Seival. Os farrapos comandados por Antônio de Souza Netto vencem a mesma.

11 Revolução Farroupilha -Guerra do Farrapos- Vista de Porto Alegre na Época Da Guerra do Farrapos

12 Revolução Farroupilha -Guerra do Farrapos- Antônio de Souza Netto proclama a República Rio Grandense no dia 09 de setembro de O que antes era uma Revolução, torna-se uma guerra entre uma república e um Império; Batalha do Fanfa. Os farrapos são derrotados e Bento Gonçalves e outros oficiais são presos e levados para o Rio de Janeiro; Mesmo preso, Bento Gonçalves da Silva é proclamado Presidente da nova República;

13 Revolução Farroupilha -Guerra do Farrapos- Bento Gonçalves em 1837 foge da prisão, assume a presidência da república e nomeia José Gomes Jardim como seu vice; Em 1839 Giuseppe Garibaldi e David Canabarro proclamam a República Catarinense; Com soldados, sob o comando de Duque de Caxias, o exército imperial invade a República Rio Grandense para por fim ao conflito.

14 Revolução Farroupilha -Guerra do Farrapos- Em 01 de março de 1845, Imperialistas e Republicanos assinam o Tratado de Poncho Verde, pondo fim a mais longa guerra que já existiu no Brasil. Obelisco Comemorativo ao Tratado de Poncho Verde

15 Revolução Farroupilha -Guerra do Farrapos- 5)O Tratado De Poncho Verde: Versava o tratado que: O império assumiria as dívidas farroupilhas; Os escravos que lutaram na guerra seriam livres; Prisioneiros de guerras seriam devolvidos; Oficiais rio-grandenses seriam incorporados ao exército imperial; Os farroupilhas escolheriam o novo presidente da província.

16 Revolução Farroupilha -Guerra do Farrapos- 6)Principais Combates Da Revolução: Batalha do Seival: 10 setembro de 1836 Farrapos saíram vitoriosos. Ao término desta foi proclamada a República Rio Grandense;

17 Revolução Farroupilha -Guerra do Farrapos- Guerra dos Farrapos, José W. Rodrigues, óleo sobre tela, Prefeitura Municipal de São Paulo

18 Revolução Farroupilha -Guerra do Farrapos- Batalha Do Fanfa: 190 mortes, mais de 200 feridos, Bento Gonçalves da Silva preso. Vitória Imperial. 04 de outubro de 1836.

19 Revolução Farroupilha -Guerra do Farrapos- Batalha de Laguna: David Canabarro e Garibaldi tomam a cidade de Laguna; Proclamação da República Catarinense; 22 de julho de 1839; Vitória dos Farrapos.

20 Revolução Farroupilha -Guerra do Farrapos- Batalha de Porongos: cerca de 100 lanceiros–negros do exército farrapo morreram nesta batalha, estavam dormindo e desarmados. David Canabarro era o comandante farrapo nesta batalha; Vitória imperial;

21 Revolução Farroupilha -Guerra do Farrapos- 7)Pós Guerra: Bento Gonçalves da Silva, maior líder da Guerra dos Farrapos, morre dois anos depois do término da mesma; Antônio de Souza Netto muda-se para o Uruguai; David Canabarro luta ao lado do Império na Guerra do Paraguai; Garibaldi retorna para a Itália.

22 Revolução Farroupilha -Guerra do Farrapos- Escolhido pelos gaúchos, Duque de Caxias é nomeado Presidente da Província; O povo gaúcho recebeu todas suas exigências: econômicas, militares, sociais e políticas.

23

24 Revolução Farroupilha -Guerra do Farrapos- Referencias Bibliográicas: FAGUNDES, Antonio Augusto. História do Rio Grande do Sul. 3ª Ed. Martins Livreiro Editora, Porto Alegre, URBIM, Carlos. Os Farrapos. RBS Publicações, 4ª Ed URBIM, Carlos. Rio Grande do Sul, Um Século de História. Porto Alegre. Ed. Mercado Aberto, 1999, v Acesso em 20 de Junho de Acesso em 18 de Junho de Acesso em 20 de Junho de 2008.


Carregar ppt "UNIJUI – Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul Ciência Política e Teoria do Estado Professor: Dejalma Cremonese Aluno: Jonas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google