A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

BOTTLEFLOW Produção de modelos misturados sincronizada com a procura BOTTLEFLOW Projecto DAVIS (JMF+ISQ) Rui Assis 2008Produção de modelos misturados sincronizada.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "BOTTLEFLOW Produção de modelos misturados sincronizada com a procura BOTTLEFLOW Projecto DAVIS (JMF+ISQ) Rui Assis 2008Produção de modelos misturados sincronizada."— Transcrição da apresentação:

1 BOTTLEFLOW Produção de modelos misturados sincronizada com a procura BOTTLEFLOW Projecto DAVIS (JMF+ISQ) Rui Assis 2008Produção de modelos misturados sincronizada com a procura Uma aplicação de apoio à decisão. Este software, designado por BOTTLEFLOW, simula deterministicamente o funcionamento de uma linha de enchimento segundo os princípios da produção lean.. O BOTTLEFLOW permite determinar qual a dimensão mais adequada dos lotes de fabricação para cumprir com dois objectivos: 1) Responder rapidamente a alterações do mercado sem romper stocks; 2) Manter os stocks globalmente baixos.. O BOTTLEFLOW permite determinar a sequência previsional de produtos mais adequada de modo a cumprir com aqueles objectivos.. O BOTTLEFLOW está orientado por pool de operadores que se podem deslocar entre quaisquer linhas de produção.

2 Jan/08Rui Assis_ISQ2 Fluxos Merca do Distribuidor Retalhista Níveis de stock Saídas caixas Níveis de stock Retalhista Distribuidor Retalhista Distribuidor Níveis de stock próprios Stock em trânsito Garrafas Informação

3 Jan/08Rui Assis_ISQ3 Organização tradicional: Produção push O Planeamento determina o que os Postos de Trabalho têm de fazer e estes empurram a produção para jusante PT 1 PT 2 PT 3 PT 4 Planeamento

4 Jan/08Rui Assis_ISQ4 Nova organização: Produção pull As Encomendas são transmitidas directamente ao último Posto de Trabalho que puxa a produção de montante PT 1 PT 2 PT 3 PT 4 Procura do mercado

5 Jan/08Rui Assis_ISQ5 Regras básicas do Balanceamento 1ª regra: A soma dos tempos de setup e dos tempos de produção de um conjunto n de produtos, num certo intervalo de tempo (1 ano por exemplo), deve ser igual ou inferior ao tempo total disponível da instalação que os processa T, no mesmo intervalo. 2ª regra: Num conjunto n de produtos, o tempo de produção de qualquer sub- conjunto (h... m), deve ser, em qualquer momento, igual ou inferior ao tempo mínimo previsto de atingimento do nível de reposição nesse momento de qualquer dos outros produtos. P1; P2; P3;...; Pn são produtos genéricos; D1; D2; D3;...; Dn representam o consumo anual previsto de cada produto; Ts1; Ts2; Ts3;...; Tsn representam o tempo de setup de cada produto; L1; L2; L3;...; Ln representam a dimensão do lote de cada produto; Tp1; Tp2; Tp3;...; Tpn representam o tempo de produção de uma unidade de cada produto; Q1; Q2; Q3;...; Qi representam a quantidade existente em stock em qualquer momento de cada produto; T representa o tempo total anual disponível da linha.

6 Jan/08Rui Assis_ISQ6 Comportamento dos stocks intermédios nos sistemas push e pull Método de empurrar push Fluxo de produção PT 1 PT 2 PT 3 PT n-1 PT n Método de puxar pull Fluxo de produção PT 1 PT 2 PT 3 PT n-1 PT n

7 Jan/08Rui Assis_ISQ7 1. Introduzem-se os dados genéricos identificativos da análise. 2. Introduzem-se os produtos constantes no planeamento (até 20), dentro de um horizonte temporal de uma a duas semanas, seleccionando-os a partir da BD. 3. Os dados pertinentes de produção correspondentes a cada produto são importados da BD. 4. Os stocks iniciais devem ser o resultado da consolidação periódica dos stocks existentes na empresa, dos stocks existentes nos armazéns de uma percentagem elevada de clientes (ou de distribuidores) e dos stocks em curso de transporte. Esta informação deve ser refrescada com uma frequência de poucas horas. 5. Introduz-se a referência do produto que se encontra em fase de produção na linha no momento da análise, bem como o tempo em falta (já decidido) até à paragem da linha para mudança de produto.

8 Jan/08Rui Assis_ISQ8 1. Os tempos de setup serão automaticamente importados da BD. 2. Quando se muda para um produto que vai ser produzido noutra linha, o tempo de setup será considerado nulo, por defeito, já que se pressupõe que cada linha é preparada com antecedência.

9 Jan/08Rui Assis_ISQ9 1. A previsão da procura para as próximas horas será determinada pelo modelo de Holt a partir dos dados históricos existentes na BD. 2. Introduz-se o produto cuja previsão se pretende analisar a partir da BD. 4. Importam-se os dados históricos correspondentes a um número de períodos que se considere ser suficientemente significativo para, a partir destes, projectar as previsões para os restantes períodos até 20. Estes períodos poderão ser meses ou semanas. Neste exemplo, considerou-se o mês. 3. Introduz-se o número de horas de trabalho normal (já ajustado da disponibilidade) da linha por período. 5. A procura prevista nas próximas horas é automaticamente calculada e mostrada (coluna a amarelo). 7. Cada vez que se obtém as previsões de um produto, estas serão depois exportadas para o próximo ecrã, clicando no botão correspondente. 6. Os valores dos coeficientes de alisamento da componente aleatória (alfa) e da componente tendência (beta) são automaticamente calculados de modo a que o desvio médio absoluto (DMA) resulte mínimo. Contudo, o utilizador poderá introduzir outros valores manualmente.

10 Jan/08Rui Assis_ISQ10 1. Neste ecrã, o utilizador pode visualizar as previsões realizadas de cada produto e alterar manualmente se achar conveniente (alisamento no caso de promoções, saturação no caso de tendências continuadas e julgadas irrealistas, etc.). O utilizador poderá ainda introduzir todos os dados manualmente correspondentes a um produto novo, logo sem histórico, ou a um produto antigo mas cujo histórico não mereça confiança.

11 Jan/08Rui Assis_ISQ11 1. A evolução histórica bem como as previsões da procura do produto sob análise podem ser visualizadas graficamente. Neste caso, a tendência é de crescimento.

12 Jan/08Rui Assis_ISQ12 1. A evolução histórica bem como as previsões da procura do produto sob análise podem ser visualizadas graficamente. Neste caso, a tendência é de decrescimento.

13 Jan/08Rui Assis_ISQ13 1. Neste ecrã realizam-se os ensaios de dimensionamento dos lotes de produção e fixam-se os níveis de reposição. Se o stock existente de um qualquer produto for superior ao nível preestabelecido, o produto não será sequenciado. 2. Importam-se as médias da procura prevista de cada produto correspondente a todo o período projectado ou somente os valores correspondentes ao primeiro período de previsão. 4. O lote de produção poderá ser igual (ou aproximadamente igual) a um mesmo múltiplo da procura. Na eventualidade de existir um lote mínimo necessário de fabrico (lote técnico), o lote de produção será igual a um múltiplo do lote técnico. No caso do exemplo mostrado, optou-se por lotes de igual tamanho. 5. O nível de reposição poderá ser uma fracção do lote de produção. Pode começar-se com 1/2 e aumentar-se ou diminuir-se progressivamente depois. 3. Surge um aviso se a capacidade média for inferior à carga média. Isto acontece se se alocam demasiados produtos para produção ou se as previsões da procura de alguns dos produtos são demasiado elevadas.

14 Jan/08Rui Assis_ISQ14 1. A evolução previsional do stock global (soma de todos os produtos produzidos existentes em stock), se a produção for realizada com os lotes e os níveis de reposição fixados anteriormente, pode ser vista graficamente.

15 Jan/08Rui Assis_ISQ15 1. A evolução previsional do stock de cada produto, se a produção for realizada com a dimensão do lote e o nível de reposição fixados anteriormente, pode ser vista graficamente. Nota-se que apenas 4 dos 6 produtos considerados foram sequenciados dentro de um horizonte de 185 horas.

16 Jan/08Rui Assis_ISQ16 2. Todos os resultados (tempos simulados e respectiva repartição percentual, sequenciamento, frequência com que o stock de um qualquer produto terá rompido durante o horizonte temporal simulado, se algum produto foi ou não sequenciado durante este mesmo horizonte) podem ser vistos neste ecrã. Nota-se que apenas 4 dos 6 produtos considerados foram sequenciados dentro de um horizonte de 185 horas. Notam-se também muitas pausas propositadas da linha (\) pois os stocks encontrar-se-ão muitas vezes acima dos níveis de reposição. 1. Os produtos são sequenciados automaticamente por um algoritmo que calcula o tempo de esgotamento de cada um deles e selecciona para ser produzido em primeiro lugar aquele que irá esgotar primeiro. Após a produção de um lote, o cálculo repete-se para decidir qual produzir seguidamente.

17 Jan/08Rui Assis_ISQ17 1. Pode voltar-se a ensaiar novos valores dos lotes de produção e/ou dos níveis de reposição. Neste caso, ensaiam-se lotes com metade do tamanho dos anteriores e ajustam-se os níveis de reposição em conformidade.

18 Jan/08Rui Assis_ISQ18 1. A evolução previsional do stock global (soma de todos os produtos produzidos existentes em stock), se a produção for realizada com os lotes e os níveis de reposição fixados anteriormente, pode ser vista graficamente. Nota-se que o stock global é inferior ao do ensaio anterior.

19 Jan/08Rui Assis_ISQ19 1. A evolução previsional do stock de cada produto, se a produção for realizada com a dimensão do lote e o nível de reposição fixados anteriormente, pode ser vista graficamente. Nota-se que apenas 3 dos 6 produtos considerados foram sequenciados dentro de um horizonte de 113 horas.

20 Jan/08Rui Assis_ISQ20 1. Todos os resultados (tempos simulados e respectiva repartição percentual, sequenciamento, frequência com que o stock de um qualquer produto terá rompido durante o horizonte temporal simulado, se algum produto foi ou não sequenciado durante este mesmo horizonte) podem ser vistos neste ecrã. Nota-se que apenas 3 dos 6 produtos considerados foram sequenciados dentro de um horizonte de 113 horas. Notam-se também muitas pausas propositadas da linha (\) pois os stocks encontrar-se-ão muitas vezes acima dos níveis de reposição.

21 Jan/08Rui Assis_ISQ21 1. Pode voltar-se a ensaiar novos valores dos lotes de produção e/ou dos níveis de reposição. Neste caso, ensaiam-se lotes com 1/3 do tamanho dos do 1º ensaio e ajustam-se os níveis de reposição em conformidade.

22 Jan/08Rui Assis_ISQ22 1. A evolução previsional do stock global (soma de todos os produtos produzidos existentes em stock), se a produção for realizada com os lotes e os níveis de reposição fixados anteriormente, pode ser vista graficamente. Nota-se que o stock global é pouco diferente do do ensaio anterior.

23 Jan/08Rui Assis_ISQ23 1. A evolução previsional do stock de cada produto, se a produção for realizada com a dimensão do lote e o nível de reposição fixados anteriormente, pode ser vista graficamente. Nota-se que apenas 1 dos 6 produtos considerados foram sequenciados dentro de um horizonte de 88 horas.

24 Jan/08Rui Assis_ISQ24 1. Todos os resultados (tempos simulados e respectiva repartição percentual, sequenciamento, frequência com que o stock de um qualquer produto terá rompido durante o horizonte temporal simulado, se algum produto foi ou não sequenciado durante este mesmo horizonte) podem ser vistos neste ecrã. Nota-se que apenas 1 dos 6 produtos considerados foram sequenciados dentro de um horizonte de 88 horas. Notam-se também muitas pausas propositadas da linha (\) pois os stocks encontrar-se-ão muitas vezes acima dos níveis de reposição.

25 Jan/08Rui Assis_ISQ25 1. Supondo que se aceitam: 1) Lotes de dimensão unidades; 2) Níveis de reposição de unidades e supondo que se fixam: 1) O nº de unidades/Kanban igual a unidades (normalmente um nº inteiro de caixas ou um múltiplo do nº de garrafas por caixa); 2) os tempos de segurança nos valores mostrados na coluna 3, então, os parâmetros Kanban deverão ser os mostrados nas colunas 4, 5 e Estes Kanbans irão funcionar como encomendas do Armazém de produto acabado para as linhas e como guias de remessa entre estas e aquele.


Carregar ppt "BOTTLEFLOW Produção de modelos misturados sincronizada com a procura BOTTLEFLOW Projecto DAVIS (JMF+ISQ) Rui Assis 2008Produção de modelos misturados sincronizada."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google