A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ENFERMAGEM NA SAÚDE DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE. CONCEITO Anemia é uma condição caracterizada pela redução da contagem de hemácias e/ou da concentração.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ENFERMAGEM NA SAÚDE DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE. CONCEITO Anemia é uma condição caracterizada pela redução da contagem de hemácias e/ou da concentração."— Transcrição da apresentação:

1 ENFERMAGEM NA SAÚDE DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

2 CONCEITO Anemia é uma condição caracterizada pela redução da contagem de hemácias e/ou da concentração de hemoglobina (Hb) abaixo da faixa normal. Em consequência desta redução, a capacidade de transporte de oxigênio do sangue encontra-se diminuída, provocando uma redução do oxigênio disponível para os tecidos. Anemia é uma condição caracterizada pela redução da contagem de hemácias e/ou da concentração de hemoglobina (Hb) abaixo da faixa normal. Em consequência desta redução, a capacidade de transporte de oxigênio do sangue encontra-se diminuída, provocando uma redução do oxigênio disponível para os tecidos.Wong,2005

3 ANEMIA FERROPRIVA É causada por suprimento inadequado de ferro na dieta. É causada por suprimento inadequado de ferro na dieta. Wimberly, 1991.

4 ANEMIA FERROPRIVA Prematuros : suprimento de ferro fetal reduzido. Prematuros : suprimento de ferro fetal reduzido. Adolescentes: alto risco, devido à rápida taxa de crescimento e hábitos alimentares inadequados. Adolescentes: alto risco, devido à rápida taxa de crescimento e hábitos alimentares inadequados.

5 ANEMIA FERROPRIVA CONSIDERAÇÕES DE ENFERMAGEM Instruir os pais sobre a ingesta de ferro ( doses, refeições, ácido clorídrico, fruta cítrica). Instruir os pais sobre a ingesta de ferro ( doses, refeições, ácido clorídrico, fruta cítrica). Coloração da fezes ( pretas- esverdeadas) Coloração da fezes ( pretas- esverdeadas) Vômitos e diarréia podem ocorrer Vômitos e diarréia podem ocorrer ( diminuir ingesta e aumento gradual). Tingimento dos dentes – uso de canudos e/ou seringas. Tingimento dos dentes – uso de canudos e/ou seringas.

6 ANEMIA FALCIFORME

7 Pertence há um grupo de doenças denominada como hemoglobinopatias, caracterizadas pela substituição parcial ou completa da hemoglobina total adulta normal. Pertence há um grupo de doenças denominada como hemoglobinopatias, caracterizadas pela substituição parcial ou completa da hemoglobina total adulta normal. Hemoglobina normal A = HbA Hemoglobina normal A = HbA Hemoglobina falciforme anormal = HbS Hemoglobina falciforme anormal = HbS

8 ANEMIA FALCIFORME Defeito hereditário. Defeito hereditário. Típico dos afro-descendentes. Típico dos afro-descendentes. Distúrbio autossômico recessivo. Distúrbio autossômico recessivo. Formas menos graves: Formas menos graves: 1. Hemoglobina falciforme C ( HbSC). 2. Hemoglobina falciforme D ( HbSD). 3. Talassemia beta falciforme. TRAÇO FALCÊMICO = portadores para as doenças SC, tipo mais benigno, menos de 50% da hemoglobina dentro do eritrócito é HbS TRAÇO FALCÊMICO = portadores para as doenças SC, tipo mais benigno, menos de 50% da hemoglobina dentro do eritrócito é HbS 1. Aconselhamento genético.

9 ANEMIA FALCIFORME FISIOPATOLOGIA DUAS FASES: 1. OBSTRUÇÃO causada pelos eritrócitos falciformes. 2. DESTRUIÇÃO aumentada dos eritrócitos. Vasoclusão da microcirculação. Vasoclusão da microcirculação. Ausência de fluxo sanguíneo para os tecidos. Ausência de fluxo sanguíneo para os tecidos. Hipóxia local. Hipóxia local. Isquemia tecidual e infarto. Isquemia tecidual e infarto.

10 ANEMIA FALCIFORME FISIOPATOLOGIA Sequência do efeito do afoiçamento: Sequência do efeito do afoiçamento: 1. Estase com aumento de tamanho. 2. Infarto com isquemia e destruição. 3. Substituição por tecido fibroso.

11 ANEMIA FALCIFORME MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS

12 ANEMIA FALCIFORME MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS GERAIS 1. Possível retardo do crescimento. 2. Anemia crônica. 3. Possível maturação sexual tardia. 4. Suscetibilidade acentuada à sepse.

13 ANEMIA FALCIFORME Sequestro esplênico agudo Sequestro esplênico agudo 1. Acúmulo de sangue no fígado e baço. 2. Diminuição do volume de sangue e choque. 3. Hepatoesplenomegalia e colapso circulatório.

14 ANEMIA FALCIFORME Aplásicas Aplásicas 1. Diminuição da produção de hemácias. 2. Anemia profunda.

15 ANEMIA FALCIFORME Síndrome torácica Síndrome torácica 1. Assemelha clinicamente a pneumonia. 2. Dor torácica. 3. Febre. 4. Tosse e anemia. 5. Cardiomegalia e sopros sistólicos.

16 ANEMIA FALCIFORME AVC AVC 1. Grave complicação súbita. 2. Graus variáveis. 3. Recorrentes. 4. Comprometimento neurológico. 5. Hemiparesia e convulsões.

17 ANEMIA FALCIFORME CONDUTA TERAPÊUTICA Não há cura. Não há cura. 1. Evitar condições que aumentem as crises 2. Tratar as emergências clínicas. 3. Repouso no leito para minimizar o consumo de energia e oxigênio. 4. Hidratação oral e IV. 5. Reposição eletrólitica. 6. Analgesia. 7. Hemotransfusão. 8. ATB. 9. Imunização: antipneumocócicas e antimeningocócicas a partir de 2 anos e hepatite B. 10. Penicilina oral profilática. 11. Oxigenoterapia.

18 ANEMIA FALCIFORME COMPLICAÇÃO: PRIAPISMO DOLOROSO.


Carregar ppt "ENFERMAGEM NA SAÚDE DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE. CONCEITO Anemia é uma condição caracterizada pela redução da contagem de hemácias e/ou da concentração."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google