A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A origem. "Apareceu em seguida um grande sinal no céu: uma Mulher revestida do sol..." Ap 12,1 (CIC, 1172) CIC = Catecismo da Igreja Católica Ao celebrar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A origem. "Apareceu em seguida um grande sinal no céu: uma Mulher revestida do sol..." Ap 12,1 (CIC, 1172) CIC = Catecismo da Igreja Católica Ao celebrar."— Transcrição da apresentação:

1 A origem

2 "Apareceu em seguida um grande sinal no céu: uma Mulher revestida do sol..." Ap 12,1 (CIC, 1172) CIC = Catecismo da Igreja Católica Ao celebrar o ciclo anual dos mistérios de Cristo, a santa Igreja venera com particular amor a bem-aventurada mãe de Deus, Maria, que por um vínculo indissolúvel está unida à obra salvífica de seu Filho; em Maria a Igreja admira e exalta o mais excelente fruto da redenção e a contempla com alegria como puríssima imagem do que ela própria anseia e espera ser em sua totalidade.

3 A origem do Rosário (CIC, 2678) (CIC, 1172) (CIC, 971) Segundo a Sagrada Tradição da Igreja, em meados do ano 800, surgiu o costume de recitar 150 Pai-Nossos (texto bíblico, Mt 6, 9- 13). No início as pessoas usavam uma bolsa de couro com 150 pedrinhas para contar as vezes que repetiam a oração. Mais tarde, começou a ser usado um cordão com 50 pedacinhos de madeira. Em 1072, São Pedro Damião mencionou que já era costume, em sua época, recitar, em forma de diálogo, 50 vezes a saudação angélica (primeira parte da Ave- Maria). Mais tarde, no Século XIII as pessoas recitavam 150 louvores à Santíssima Virgem. Neste mesmo período aparece a palavra rosarium, que significa coroa de rosas...

4 A origem do Rosário Em suas aparições durante a história da Igreja, a Virgem Maria revelou que cada vez que se reza uma Ave-Maria lhe é entregue uma rosa nos Céus, e por cada Rosário completo lhe é entregue uma Coroa de Rosas. Ou seja, ao se recitar um Rosário completo, é oferecido à Maria um culto e homenagem mais dignos e, portanto, mais honrosos Àquela que é, junto a nós, a intercessora das graças junto ao único e supremo Mediador junto ao Pai, Jesus Cristo.

5 Explicação da Oração da Ave-Maria -Ave-Maria (alegra-te, Maria) (Lucas 1,28); - Cheia de graça, o Senhor é convosco. As palavras do Anjo são claras e objetivas. Maria é cheia de graça porque o Senhor é com ela, ou seja, porque do Senhor ela está cheia; - Bendita sois vós entre as mulheres, e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Isabel é a primeira na longa série das gerações que declaram Maria bem- aventurada (Lucas 1,42) ; - Santa Maria, Mãe de Deus... Com Isabel, também nós, compartilhamos da admiração: Donde me vem esta honra de vir a mim a mãe do meu Senhor? (Lucas 1,43). Confiando-nos a Maria, nos abandonamos com Ela à vontade de Deus. Faça-se em mim segundo a tua palavra (Lucas 1,38); - Rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém. Dirigindo-nos a Maria, pedimos a intercessão e auxílio daquela que sabe, como ninguém, como chegar à Jesus Cristo, nosso Rei e Senhor, pois como sua mãe O conhece como ninguém. E este auxílio a pedimos hoje, em nossas vidas, a fim de que Ela nos conduza ao caminho do Cristo, e também na hora de nossas mortes, afim de que Ela esteja também conosco e nos acolha nos braços, da mesma forma como fez até a cruz e depois da cruz com Cristo, seu Filho, e nos conduza por Ele, com Ele, e para Ele, ao Paraíso eterno. (CIC, 2676)

6 A verdadeira e a falsa devoção à Nossa Senhora A verdadeira devoção é: - Interior; - Terna; - Santa; - Constante; - Desinteressada. Tratado nº 105. A falsa devoção é: - Crítica; - Escrupulosa; - Exterior; - Presunçosa; - Inconstante; - Hipócrita; - Interesseira; Tratado nº 92.

7 Guardemo-nos das falsas devoções Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem Maria, nº 104. Evitemos, portanto, pertencer ao número dos devotos críticos, que não acreditam em nada e criticam tudo; dos devotos escrupulosos, que temem ser demasiado devotos da Santíssima Virgem, por respeito para com Jesus Cristo; dos devotos exteriores, que fazem consistir toda a sua devoção em práticas externas; dos devotos presunçosos, que, ao abrigo da sua falsa devoção à Santíssima Virgem, apodrecem nos seus pecados; dos devotos inconstantes que, por leviandade, variam as suas práticas de devoção, ou as deixam completamente à menor tentação; dos devotos hipócritas, que entram em confrarias e usam as insígnias da Virgem a fim de se passar por bons, e finalmente, dos devotos interesseiros, que só recorrem à Santíssima Virgem para ser livres dos males do corpo, ou obter bens temporais.

8 À você, que acompanhou esta vídeo-aula...

9 MUITO OBRIGADO!!! Que a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo e o Amor de Sua Santíssima Mãe, nossa Mãe, estejam contigo!

10 BIBLIOGRAFIA Filmes: Literatura:


Carregar ppt "A origem. "Apareceu em seguida um grande sinal no céu: uma Mulher revestida do sol..." Ap 12,1 (CIC, 1172) CIC = Catecismo da Igreja Católica Ao celebrar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google