A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ecologia Denomina-se ecossistema o conjunto das comunidades de uma área específica, levando em consideração os fatores ambientais que constituem os fatores.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ecologia Denomina-se ecossistema o conjunto das comunidades de uma área específica, levando em consideração os fatores ambientais que constituem os fatores."— Transcrição da apresentação:

1 Ecologia Denomina-se ecossistema o conjunto das comunidades de uma área específica, levando em consideração os fatores ambientais que constituem os fatores abióticos(local onde vive uma comunidade), como: tipo de solo, intensidade luminosa (temperatura), índice pluviométrico (quantidade de chuva), umidade, salinidade, acidez, turbidez, bem como todas as características próprias de uma localidade.

2 Conceitos ecológicos importantes Indivíduo: é a unidade de vida que se manifesta. É um representante de uma espécie.Indivíduo espécie Espécie: é o conjunto de indivíduos altamente semelhantes, que na natureza são capazes de intercruzarem, produzindo descendentes férteis.Espécie

3 Conceitos ecológicos importantes População: grupo de indivíduos de mesma espécie Genericamente, uma população é o conjunto de pessoas ou organismos de uma mesma espécie que habitam uma determinada área, num espaço de tempo definidoPopulação espécie Comunidade ou biocenose: conjunto de espécies diferentes que sofrem interferência umas nas outras.Comunidadebiocenose

4 Conceitos ecológicos importantes Ecossistema é o conjunto formado por todas as comunidades que vivem e interagem em determinada região e pelos fatores abióticos que atuam sobre essas comunidadesEcossistemacomunidades fatores abióticos

5 Funcionamento A base de um ecossistema são os produtores que são os organismos capazes de fazer fotossíntese ou quimiossíntese. Produzem e acumulam energia através de processos bioquímicos utilizando como matéria prima a água, gás carbônico e luz. Em ambientes afóticos (sem luz), também existem produtores, mas neste caso a fonte utilizada para a síntese de matéria orgânica não é luz mas a energia liberada nas reações químicas de oxidação efetuadas nas células

6 Consumidores primários São os animais que se alimentam dos produtores, ou seja, são as espécies herbívoras. Milhares de espécies presentes em terra ou na água, se adaptaram para consumir vegetais, sem dúvida a maior fonte de alimento do planeta. Os consumidores primários podem ser desde microscópicas larvas planctônicas, ou invertebrados bentônicos (de fundo) pastadores, até grandes mamíferos terrestres como a girafa e o elefante.

7 Consumidores secundários São os animais que se alimentam dos herbívoros, a primeira categoria de animais carnívoros

8 Consumidores terciários São os grandes predadores como os tubarões, orcas e leões, os quais capturam grandes presas, sendo considerados os predadores de topo de cadeia. Tem como característica, normalmente, o grande tamanho e menores densidades populacionais.

9 Decompositores ou biorredutores São os organismos responsáveis pela decomposição da matéria orgânica, transformando-a em nutrientes minerais que se tornam novamente disponíveis no ambiente. Os decompositores, representados pelas bactérias e fungos, são o último elo da cadeia trófica, fechando o ciclo.

10 Nicho Ecológico é o modo de vida de cada espécie no seu habitat. representa o conjunto de atividades que a espécie desempenha, incluindo relações alimentares, obtenção de abrigos e locais de reprodução, ou seja, como, onde e à custa de quem a espécie se alimenta, para quem serve de alimento, quando, como e onde busca abrigo, como e onde se reproduz. Numa comparação clássica, o habitat representa o "endereço" da espécie, e o nicho ecológico equivale à "participação, ativa ou passiva, no ambiente".

11 Relações Ecológicas Nas comunidades bióticas dentro de um ecossistema encontram-se várias formas de interações entre os seres vivos que as formam, denominadas relações ecológicas ou intera(c)ções biológicas. Essas relações se diferenciam pelos tipos de dependência que os organismos vivos mantêm entre si. Algumas dessas interações se caracterizam pelo benefício mútuo de ambos os seres vivos, ou de apenas um deles, sem o prejuízo do outro. Essas relações são denominadas harmônicas ou positivas.

12 Ecótono é a região de transição entre duas comunidades ou entre dois ecossistemas. Na área de transição (ecótono) vamos encontrar grande número de espécies e, por conseguinte, grande número de nichos ecológicos.

13 Ecótono "Transição entre duas ou mais comunidades diferentes é uma zona de união ou um cinturão de tensão que poderá ter extensão linear considerável, porém mais estreita que as áreas das próprias comunidades adjacentes. A comunidade do ecótono pode conter organismos de cada uma das comunidades que se entrecortam, além dos organismos característicos"

14 Biotópo ou ecótopo é uma região que apresenta regularidade nas condições ambientais e nas populações animais e vegetais, das quais é o habitat.Biotópo

15 Biomas é uma comunidade biológica, ou seja, fauna e flora e suas interações entre si e com o ambiente físico: solo, água e ar.Biomas

16 Biosfera é o conjunto de todos os ecossistemas da Terra.Biosfera É um conceito da Ecologia, relacionado com os conceitos de litosfera, hidrosfera e atmosfera. Incluem-se na biosfera todos os organismos vivos que vivem no planeta, embora o conceito seja geralmente alargado para incluir também os seus habitats.

17

18 Ecossistemas Aquáticos

19 Rios

20 Oceano

21 Ecossistemas Terrestres A Floresta Amazônica situada na região norte do país, considerada a maior floresta do planeta. Possui clima equatorial úmido e uma variedade de fisionomias vegetais.

22 Floresta Amazônica

23

24

25

26 Caatinga Característica da região nordeste do território brasileiro. Possui biodiversidade característica decorrente do clima semi-árido muito severo com elevado período de seca.

27 Caatinga A Caatinga é uma formação vegetal característica do Nordeste brasileiro que ocupa mais de 70% de sua área. É também chamado de sertão, ou semi- árido. Há grandes processos de desertificação. No inverno vegetação da Caatinga torna-se ressequida, pois a plantas perdem suas folhas para eliminar a superfície de evaporação quando falta água. Algumas plantas armazenam água como os cactos barrigudos. Os poucos rios ou riachos da região da Caatinga são temporários secando na maior parte do ano

28 Caatinga

29

30 Cerrado Típico da região central do país, apresenta estações climáticas bem definidas (verão chuvoso e inverno seco). Devido a sua localidade, zona de transição (mescla) de outros ecossistemas, o cerrado é considerado um ecótono, principalmente pelos variados tipos fisionômicos: cerradão, campos limpos, campos sujos, veredas

31 Cerrado O cerrado é formado pelo conjunto de formações vegetais de aspectos e fisionomia variáveis, principalmente de árvores baixas e retorcidas que se misturam a um exuberante estrato herbáceo rasteiro

32 Cerrado

33

34

35 Mata Atlântica Chamada de floresta estacionária semi- decidual devido à alta de amplitude térmica (mínima e máxima) do clima, influencia a abscisão foliar (queda das folhas). Atualmente é um ecossistema muito devastado pela ação humana, restando aproximadamente 2% da cobertura original.

36 Mata Atlântica

37

38

39 Pantanal A maior planície de inundação do planeta, abrigo de uma vasta diversidade biológica, comunica-se com o cerrado e a floresta amazônica.

40 Pantanal Na verdade não é um grande pântano como sugere seu nome, mas sim uma enorme depressão que fica no extremo norte da planície platina, onde há formação de inúmeros lagos e lagoas devido as enchentes dos seus rios como o rio Paraguai, o Taquari, Cuiabá, o Miranda e o rio Negro.

41 Pantanal

42 Possui uma riqueza imensurável, tais são a diversidade de seus produtos. Muitas formas de aproveitamento podem ser desenvolvidas, mas todas, sem exceção, devem ser muito bem planejadas para que sejam feitas da maneira que causem o menor impacto ambiental. Duas das principais são: - exploração do ecoturismo; - piscicultura

43 Pantanal

44

45 Mata de Araucárias Canela, erva-doce e pinheiro-do-paraná

46 Mata de Araucárias

47 Manguezais os manguezais existem em praticamente todos os continentes que estão nas regiões tropicais e subtropicais, alcançando maiores extensões nos estuários ou locais de geografia plana onde a maré tem maior fluxo

48 Manguezais O fato dos manguezais serem o aparador do mar e o elo de ligação entre este e a terra firme, faz com que recebam riquíssimos compostos orgânicos como restos de folhas, excrementos de animais e sais minerais da própria terra pela força da maré, o que lhes dá uma destacada função no condicionamento biológico, favorecendo a alta produção

49 Manguezais A alta salinidade a que está exposto e a pouca oxigenação de seu solo, tornam este ecossistema muito particular com demanda de muito esforço de adaptação de seus componentes vegetais, o que exige por sua vez um alto grau de especialização de sua flora, reduzindo a diversidade vegetal a algumas espécies altamente adaptadas às suas condições especiais, e conseqüentemente também reduz a diversidade animal

50 Manguezais

51

52 Campos Sulinos (Pampas)

53

54

55 Mata dos Cocais É classificada como uma formação florestal, mas, na realidade, constitui uma formação vegetal secundária, por seu acentuado desmatamento. Nesse ecossistema predominam dois tipos de palmeira muito importantes para a economia local: babaçu (de cuja amêndoa se extrai o óleo; as folhas são usadas para a cobertura de casas e o palmito como alimento para o gado) e carnaúba (cujo produto mais conhecido é a cera,como tudo dessa palmeira pode ser aproveitado (folhas, caule, fibras)

56 Mata dos Cocais


Carregar ppt "Ecologia Denomina-se ecossistema o conjunto das comunidades de uma área específica, levando em consideração os fatores ambientais que constituem os fatores."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google