A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

II Marcha contra o abuso sexual da criança e do adolescente Organização.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "II Marcha contra o abuso sexual da criança e do adolescente Organização."— Transcrição da apresentação:

1 II Marcha contra o abuso sexual da criança e do adolescente Organização

2 Uma realização das ONGs Makanudos de Javeh e Comunidade do Estudante Universitário (CEU) de Campinas. Conta com a participação de escolas públicas, particulares, ONGs, igrejas e instituições de bem no combate ao abuso sexual da criança e do adolescente...

3 Mobilização para que milhares de pessoas estejam na II Marcha contra o Abuso Sexual da criança e do adolescente; Conscientização social sobre os males do abuso sexual da criança e do adolescente; Incitar ao debate, à denuncia e à articulação de projetos que minimizem as mazelas sociais oriundas dessa problemática. =... Objetivos:

4 I Marcha contra o abuso sexual da criança e do adolescente – 2009 – São Paulo 600 participantes Repercussão em : o 5 canais de TV, 2 em rede Nacional o 5 canais de rádio o 23 Blogs na internet Capa dos jornais: Diário do Grande ABC, Gazeta do Povo e Metropoint o Capa dos sites: Uol, Portal G1 da globo. Metropoint, Jovempan e Folha Online. Assista o vídeo aqui:

5 Abuso e Exploração Sexual O abuso envolve qualquer conotação ou relação sexual entre uma criança ou adolescente e um adulto; A exploração sexual impulsiona atividades sexuais em troca de dinheiro e favores, envolvendo clientes, agenciadores, gerando, consequentemente, redes de exploração; Ambos são classificados como violência sexual contra a infância e adolescência.

6 Estatisticamente, a maioria dos casos de abuso sexual se dá no ambiente intra-familiar (quando existe algum laço familiar) ou no ambiente extra familiar muito próximo à vítima (vizinhos, colegas, etc.); Geralmente, o abusador é, ou se faz, alguém de confiança. Abuso e Exploração Sexual

7 Hoje no Brasil existem 65 milhões de crianças e adolescentes. Destas, ou seja 15% são afetadas pela violência sexual; De acordo com o Ministério da Justiça, somente 2% dos casos de abuso sexual intra-familiar são denunciados à polícia; Uma em cada cinco meninas já sofreu ou sofre abuso sexual.. 75% das agressões sexuais são contra o sexo feminino. Isso demonstra o não cumprimento do Brasil referente a 3ªMeta do Milênio, instituída pela ONU. Abuso e Exploração Sexual

8 Existiam pontos de exploração sexual nas rodovias federais em 2007; 17% das cidades brasileiras possuem pontos de exploração sexual infanto- juvenil, segundo estudo da UNICEF; 93 cidades estão no Estado de São Paulo, seguido pelo Estado de Minas Gerais, com 92 cidades. No País, existem 241 rotas de tráfico interno e internacional de crianças e adolescentes; Abuso e Exploração Sexual Fonte: Pesquisa sobre o Tráfico de Mulheres, Crianças e Adolescentes para fins de Exploração sexual.

9 Fatores de riscos FamíliaEscola Violência doméstica, ocorrência dos casos de abusos e de acidentes domésticos. Ausência de ações preventivas com os alunos, negligência, falta de preparo dos professores para identificarem possíveis casos de abuso. Associações, clubes, etc. Falta de movimentos da sociedade civil, pouca mobilização das organizações sociais e de defesa de direitos. Rua, bairro, cidade Ausência de políticas públicas, exposição a violência urbana, a exploração sexual, a pedofilia, ao tráfico de drogas e de pessoas.

10 A denúncia de abuso sexual pode ser feita: - A Promotoria de Justiça da Vara da Infância e Juventude. - Ao Conselho Tutelar. - Ao Disque 100 – Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República (SEDH/PR) – ligação anônima. Pela Internet: - - combate a pornografia infantil na Internet no Brasil (denúncia anônima). - Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos (denúncia anônima). Dados da Safer Net Brasil sobre denúncias de pornografia infantil na internet: 57,6 mil denúncias em 2008; 73,8 mil denúncias em 2009; denúncias só em janeiro de Outros links: Denuncie!

11 Apoio São Paulo - SP Vereador Carlos Alberto Bezerra Júnior - Relator da CPI da Pedofilia e do Enfrentamento à Violência Sexual Infanto-juvenil; Campinas - SP Vereadora Leonice da Paz - Presidente da Comissão Especial de Estudos da Pedofilia; Juiz de Fora - MG Prefeito Custódio Mattos.

12 Quebre o silêncio A responsabilidade também é sua. Não fique de fora! Participe e Divulgue


Carregar ppt "II Marcha contra o abuso sexual da criança e do adolescente Organização."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google