A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga E-Commerce x E-Business CONCEITOS - Comércio Negócios; - Aumento do uso da internet.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga E-Commerce x E-Business CONCEITOS - Comércio Negócios; - Aumento do uso da internet."— Transcrição da apresentação:

1

2 UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga E-Commerce x E-Business CONCEITOS - Comércio Negócios; - Aumento do uso da internet (1990); - Internet mudou a forma de comercialização (acompanhamento, pagamento, visualização); - Alteração nos perfis dos usuários e cada vez mais exigentes;

3 E-Commerce x E-Business E-COMMERCE - Origem do Inglês, das palavras: eletronic (eletrônico) e commerce (comércio) E + Commerce = E-commerce - O comércio eletrônico (e-commerce) é a compra e venda de produtos e serviços por meio eletrônico, atualmente o mais conhecido é a Internet. UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

4 E-Commerce x E-Business E-COMMERCE Objetivos - Promover a apresentação eletrônica de bens e serviços; - Aumentar a proporção de vendas dos produtos através de uma maior divulgação e marketing; - Fornecer um ambiente de comércio que seja atrativo ao cliente e de fácil navegação; UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

5 E-Commerce x E-Business E-COMMERCE Objetivos - Oferecer formas de pagamento e transporte acessíveis ao público alvo, melhorando o tempo e a qualidade dos serviços prestados; - Automatizar transações, minimizar custos e agilizar processos. UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

6 E-Commerce x E-Business E-COMMERCE Comercializar pela Internet tem 5 requisitos específicos: Loja on-line: Ter um site habilitado para comércio, onde suas ofertas podem ser apresentadas e descritas, selecionadas e adquiridas; Processamento de pagamentos: Aceitar o pagamento por cartão de crédito on-line é essencial. UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

7 E-Commerce x E-Business E-COMMERCE Atendimento ao cliente: Satisfazer os clientes e atende-los bem para que voltem regularmente; Preenchimento e expedição de pedidos: O envio dos produtos é importante, especialmente quando seus pedidos são entregues no mundo; Publicidade: Mesmo o mais fascinante site da Web é inútil se ninguém for incentivado a acessá- lo! Sem uma boa publicidade, seu negócio on- line fracassará. UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

8 E-Commerce x E-Business E-COMMERCE UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

9 E-Commerce x E-Business E-COMMERCE UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

10 E-COMMERCE O e-commerce brasileiro cresceu 40% no 1º semestre se comparado ao mesmo período de 2009, atingindo faturamento de R$ 6,7 bilhões e tíquete médio de R$ 379. Para o fechamento de 2010, a expectativa é que o faturamento deva chegar a R$ 14,3 bilhões. Até o primeiro semestre de 2010, foram 20 milhões de pessoas que compraram pela internet ao menos uma vez. Até o final do ano, esse número deverá alcançar 23 milhões. As categorias de produtos mais vendidas no 1º semestre do e-commerce em 2010 foram: Livros e Assinaturas de Revistas e Jornais, Eletrodomésticos, Saúde, Beleza e Medicamentos, Informática e Eletrônicos. A Copa do Mundo alavancou o faturamento no 1º semestre de 2010 com a venda de TV s de tela plana e Artigos Esportivos. Cerca de 55% dos e-consumidores que fizeram uma compra pela internet proveniente de uma rede social são mulheres. Quando se diz respeito à idade, os compradores provenientes de redes sociais são, em média, 7 anos mais jovens que os compradores do mercado: 34 contra 41 anos. FONTE: ebit

11 E-Commerce x E-Business E-COMMERCE A Gol Linhas Aéreas Inteligentes terminou 2006 entre as maiores empresas de e-commerce do Brasil. A Companhia comercializou, aproximadamente, 3,7 bilhões de reais em vendas brutas de passagens ao longo do ano por meio de seu website Esse montante corresponde a 82% de suas vendas brutas (passagens vendidas) em totalizadas em 4,6 bilhões de reais.www.voegol.com.br UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

12 E-Commerce x E-Business E-COMMERCE UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

13 E-Commerce x E-Business E-COMMERCE UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

14 E-Commerce x E-Business E-BUSINESS - Origem do Inglês, das palavras: eletronic (eletrônico) e business (negócios) E + Business = E-business - O E-business é o comércio eletrônico estabelecido com fornecedores e parceiros para automatizar, acelerar e simplificar os processos de negócios, como controle de estoque e pagamentos. UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

15 E-Commerce x E-Business E-BUSINESS E-Business E-commerce UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

16 E-Commerce x E-Business E-BUSINESS Qualquer forma de transação de negócios na qual as partes interagem eletronicamente, em vez de por meio de compras físicas ou contato físico direto. É o maior exemplo de integração dos negócios da organização com a tecnologia. UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

17 E-Commerce x E-Business E-BUSINESS A Internet está redefinindo o modelo do comércio eletrônico de modo a abranger a relação completa vendedor-comprador. Este modelo implica em: - Promover informações sobre a empresa e o produto para uma clientela mundial de usuários; - Aceitar pedidos e pagamentos para bens e serviços online; - Entregar bens e prestar os serviços aos clientes; - Fornecer suporte constante ao cliente/usuário; - Praticar a colaboração online para o desenvolvimento de novos produtos. UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

18 E-Commerce x E-Business Modalidades de E-Business 1 - B2B – Business To Business –Entre empresas 2 - B2C – Business To Consumer –Empresa e consumidor 3 - C2C – Consumer To Consumer –Consumidor e consumidor 4 - B2E – Business To Employee –Empresa e funcionários 5 - B2M – Business To Management (E-Gov) –Pessoa jurídica e governo 6 - C2M – Consumer To Management (E-Gov) –Pessoa física e governo UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

19 E-Commerce x E-Business Modalidades de E-Business 1 - B2B – Business To Business Esta categoria de comércio eletrônico envolve mercados comerciais eletrônicos e ligações diretas entre as empresas. Utilizado para troca de informações apenas entre empresas (fornecedores); Processos empresariais básicos e centenário, como a compra e a venda, serão drásticamente alterados. Tanto compradores como vendedores estarão demandando mais e melhores informações e as exigirão mais depressa do que nunca. UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

20 E-Commerce x E-Business E-BUSINESS (B2B) UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

21 E-Commerce x E-Business E-BUSINESS (B2B) UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

22 E-Commerce x E-Business Modalidades de E-Business 2 - B2C – Business To Consumer As empresas desenvolvem praças de comércio eletrônico atraentes para seduzir e vender produtos e serviços aos consumidores, oferecendo: - Sites em multimídia com fachadas de lojas virtuais - Processamento interativo de pedidos - Sistemas seguros de pagamento eletrônico Fator chave do sucesso, para muitas empresas, é a maximização do Valor do Cliente. UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

23 E-Commerce x E-Business E-BUSINESS (B2C) No ponto de vista administrativo: –Ele permite que as organizações sejam mais eficientes e flexíveis em suas operações internas, trabalhando mais próximo de seus fornecedores e, ao mesmo tempo, permite que ela seja mais ágil às necessidades e expectativas de seus clientes. No ponto de vista do consumidor: –Define uma imagem de empresa atualizada, demonstrando uma organização de caráter evolutivo, moderna e apta a oferecer um produto ou serviço de qualidade. UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

24 E-Commerce x E-Business E-BUSINESS (B2C) UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

25 E-Commerce x E-Business E-BUSINESS (B2C) UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

26 E-Commerce x E-Business Modalidades de E-Business 3 - C2C – Consumer To Consumer Modalidade de E-Business de negociação e interações apenas entre pessoas físicas. Exemplos: –Leilão; –Mercado Livre; –E-Bay Envolve empresas que intermediam as negociações; Responsabilidade é apenas dos participantes; UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

27 E-Commerce x E-Business Modalidades de E-Business 3 - C2C – Consumer To Consumer Facilita a negociação e preço dos produtos; As empresas que facilitam essa transação geralmente ganham uma comissão em cima de cada leilão ou uma taxa única de transação. Lembrando que esses sites são apenas intermediários e não se envolvem na qualidade do produto ou não influenciam nos valores dos produtos. UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

28 E-Commerce x E-Business E-BUSINESS (C2C) UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

29 E-Commerce x E-Business Modalidades de E-Business 4 – B2E – Business To Employee Modalidade de e-business para desenvolver interações entre a empresa e seus funcionários. As empresas são movidas pelos clientes e mercado. Elas monitoram e avaliam constantemente as informações online sobre seus clientes, fornecedores e concorrentes a partir de seus sites, mensagens, correio eletrônico e grupos de discussão na Internet. UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

30 E-Commerce x E-Business E-BUSINESS (B2E) Essas informações são disponibilizadas internamente na empresa via internet, para todos os níveis organizacionais e utilizadas para moldar o desenvolvimento de novos produtos, programas de marketing, atendimento ao cliente e estratégias competitivas da empresa. Exemplos: - Comunicação interna; - Treinamento corporativo; - Intranet, e ramal; Uso de páginas web ou VPN; UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

31 E-Commerce x E-Business E-BUSINESS (B2E) UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

32 E-Commerce x E-Business Modalidades de E-Business 5 – B2M – Business To Management (E-Gov) Modalidade de E-Business que acontece entre governo e as empresas para o desenvolvimento de serviços variados. Novamente o Brasil possui posição de destaque nesta modalidade. Exemplos: - DARF; - IRPJ e outros. UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

33 E-Commerce x E-Business E-BUSINESS (B2M) UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

34 E-Commerce x E-Business E-BUSINESS (B2M) Objetivos Garantir integridade das informações, gerando confiabilidade e segurança; Diminuir fraudes e/ou sonegação; Minimizar tempo e automatizar processo; Facilitar fiscalização e apuração de resultados; Propor modelo simples e rápido às empresas; UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

35 E-Commerce x E-Business Modalidades de E-Business 6 – C2M –Consumer To Management (E-Gov) Modalidade de e-business que acontece entre o governo e seus cidadãos, no desenvolvimento de serviços que antes eram considerados de grande burocracia. O Brasil possui uma posição de destaque nesta modalidade. Exemplos: –Receita Federal; –Eleições eletrônicas. UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

36 E-Commerce x E-Business E-BUSINESS (C2M) UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

37 E-Commerce x E-Business E-BUSINESS (C2M) UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

38 E-Commerce x E-Business E-BUSINESS (C2M) Objetivos Massificar a utilização dos serviços on-line; Diminuir fraudes e/ou sonegação e despesas; Minimizar tempo e automatizar processo; Aumentar a comodidade dos usuários; Garantir integridade das informações, gerando confiabilidade e segurança; Facilitar fiscalização e apuração de resultados; UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

39 E-Commerce x E-Business E-BUSINESS (C2M) Urna Eletrônica Biométrica UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

40 E-Commerce x E-Business E-BUSINESS (C2M) UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

41 E-Commerce x E-Business Vantagens do E-Business - Integração: Sistemas conectados facilitam a troca de informações; - Agilidade: Informações em tempo real sobre o seu negócio, facilitam a tomada de decisão; - Transparência: Todas as etapas envolvidas estão disponíveis para o nível gerencial; - Confiabilidade: Etapas do processo mostra a realidade; - Lucratividade: Ganho de tempo nos processos; UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

42 E-Commerce x E-Business RESUMO EMPRESA Governo Colaborador Parceiro A Parceiro N B2C B2M B2B B2E B2B C2C C2M UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga

43 E-Commerce x E-Business REFERÊNCIAS commerce.mspx https://www.ebitempresa.com.br/ UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga


Carregar ppt "UNAMA – Administração de Sistemas de Informação - Profª Lena Veiga E-Commerce x E-Business CONCEITOS - Comércio Negócios; - Aumento do uso da internet."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google