A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

METODOLOGIA Resultados e Análise dos dados. 3 METODOLOGIA 3.1 As escolhas metodológicas 3.2 A seleção da empresa para a pesquisa 3.3 A empresa selecionada.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "METODOLOGIA Resultados e Análise dos dados. 3 METODOLOGIA 3.1 As escolhas metodológicas 3.2 A seleção da empresa para a pesquisa 3.3 A empresa selecionada."— Transcrição da apresentação:

1 METODOLOGIA Resultados e Análise dos dados

2 3 METODOLOGIA 3.1 As escolhas metodológicas 3.2 A seleção da empresa para a pesquisa 3.3 A empresa selecionada 3.4 Universo e amostra 3.5 A coleta de dados 3.6 Tabulação e análise dos dados

3

4

5

6

7 Como organizar os dados obtidos? Recursos: índices, cálculos estatísticos, tabelas, quadros e gráficos. Tratar os dados significa aplicar procedimentos estatísticos para segmentar/agrupar dados (por variável independente) TABULAÇÃO DOS DADOS

8

9 Representação gráfica dos resultados Por meio da representação gráfica é possível estabelecer uma correspondência entre os números e uma figura geométrica. Os gráficos mais utilizados são os de pizza (torta) e o histograma. Gráfico de Pizza ou Torta Pergunta: O Sr.(a) tem filhos? Não 32,6% Sim 67,4% Não 32,6% Sim 67,4%

10 Representação gráfica dos resultados Histograma O histograma é muito parecido com um gráfico de barras, no entanto, não leva em consideração o valor do missing value, portanto, torna-se a representação gráfica mais indicada

11

12

13

14 ESTRATÉGIA DE ANÁLISE DE DADOS Que variáveis serão apenas descritas? Quais as associações entre variáveis (relação de causa-efeito) serão investigadas? TABULAÇÃO DOS DADOS ANÁLISE ESTATÍSTICA Qual(is) o(s) programas estatístico(s) utilizado(s)? Quais os principais tipos de testes estatísticos utilizados? Em trabalhos qualitativos não há esse tópico

15 VARIÁVEIS Categorias que exprimem variação Na prática correspondem aos elementos presentes no instrumento de coleta de dados (questionário, planilha, ficha) Deve haver definição conceitual criteriosa (escrever um documento) TABULAÇÃO DOS DADOS

16 Figura x: Quadro com os objetivos específicos e as variáveis de análise dos dados relacionadas a eles. Fonte: Elaborado pela autora da dissertação. Objetivos do Levantamento de dados Variáveis de Pesquisa 1 Caracterização do Modelo de UC 1.1 Estrutura da UC: princípios e bases conceituais, práticas adotadas, programas, projetos educacionais, tecnologias, parcerias, usuários, situação organizacional, outros. 1.2 Direcionamentos estratégicos da UC. 1.3 Financiamento da universidade corporativa: implantação, atualmente, perspectivas futuras, fonte de recursos financeiros 2 Criação e Implementação da UC 2.1 Motivos para a criação e implementação da UC. 2.2 Implantação e desenvolvimento: processo, dificuldades, facilidades 3 Resultados da UC3.1 Sistema de avaliação dos resultados e dos investimentos adotado pela UC. 3.2 Resultados alcançados pela UC.

17 É a tentativa de evidenciar as relações existentes entre o fenômeno estudado e outros fatores. (TRUJILLO, 1974 ). Na análise, o pesquisador procura estabelecer as relações necessárias entre os dados obtidos e as hipóteses formuladas. (LAKATOS, 2003.) ANÁLISE DE DADOS

18

19

20

21

22 É a padronização e codificação das respostas de uma pesquisa. É a maneira ordenada de dispor os resultados para que a leitura e a análise sejam facilitadas.

23 TABULAÇÃO DE DADOS Tabulação simples Tabulação simples Tabulação com respostas múltiplas Tabulação com respostas múltiplas Tabulação de perguntas encadeadas Tabulação de perguntas encadeadas Tabulação de perguntas abertas Tabulação de perguntas abertas Tabulação de perguntas cruzadas Tabulação de perguntas cruzadas

24 O entrevistado só pode dar uma resposta. Normalmente, o número de respostas é igual ao número de entrevistas, no entanto, podem ocorrer os casos ditos missing. Tabulação simples freqüência% 15 a 19 anos 3412,3 20 a 29 anos 7627,5 30 a 39 anos 6222,5 40 a 49 anos 3613,0 50 a 59 anos 4817,4 acima de 60 anos 207,2 Total Missing1 A análise dos resultados demonstra que a maioria dos entrevistados está na faixa etária de 20 a 29 anos (27,5%), seguida dos que têm 30 a 39 anos (22,5%). Ex.: Amostra: 277 questionários Pergunta: Qual a sua idade? MISSING VALUE: valores em falta, ou seja, perguntas que não foram respondidas. Valor alto do missing Problema!!

25 O entrevistado pode indicar mais que uma alternativa como resposta. Tabulação com respostas múltiplas Ex.: Amostra: 319 questionários Pergunta: Indique três pessoas públicas freqüência% PrimeiraLula4714,7 SegundaPedro Malan299,1 TerceiraArmínio Fraga257,8 Nesse caso, são geradas três tabelas, que devem ser condensadas em uma só.

26 Nesse caso, a segunda pergunta é respondida em função da primeira. Tabulação de perguntas encadeadas freqüência% Sim 18667,1 Não 9132,9 Total Ex.: Amostra: 277 questionários Pergunta 1: Tem filhos? freqüência% Até 2 filhos 9752,2 De 3 a 4 filhos 6132,8 De 5 a 6 filhos 2010,8 De 7 a 8 filhos 52,7 A partir de 9 filhos 31,6 Total ,0 Pergunta 2: Se sim, quantos? A análise dos resultados deve ser feita em função das duas perguntas. Dos respondentes que são pais (67,1%), a maioria tem até dois filhos (52,2%).

27 Padronizam-se as respostas por categoria e procede-se à tabulação como tabulação de pergunta simples. Tabulação de perguntas abertas Ex.: Amostra: 277 questionários Pergunta: O que o Sr. (a) acha que falta em Cajueiro Seco, quando o assunto é lazer? Respostas: praça praças praças boas dança cantor na praça pagode quadra de futebol quadra quadra de basquete praça festas quadra

28 Tabulação de perguntas abertas freqüência% biblioteca 10,4 cinema, teatro 103,6 clube 72,5 festas 51,8 igreja 51,8 limpeza 31,1 nada 82,9 não sei 6222,4 parque 114,0 praça 10136,5 quadra 165,8 segurança 176,1 tudo 3111,2 Total ,0 A análise dos resultados demonstra que a maioria dos respondentes acha que faltam praças (36,5%) quando o assunto é lazer em Cajueiro Seco. 22,4% dos entrevistados não souberam responder à questão, ao passo que 11,2% dos respondentes acreditam que falta tudo quando a questão é o lazer na comunidade.

29 Tabulação de perguntas cruzadas É a tabulação e análise de duas perguntas simultaneamente. Ex.: Perguntas que serão cruzadas: Gênero e Estado Civil SolteiroCasadoSeparadoViúvoOutrosTotal Masculino Feminino Total É possível dizer que, em relação ao gênero x estado civil, a maioria das mulheres são solteiras (66), ao passo que, na mesma proporção, os homens são casados (66). No entanto, verifica-se que a maior parte dos respondentes que são separados e viúvos são mulheres.

30

31

32 Interpretação dos resultados tabulados. A análise deve ser feita para atender aos objetivos da pesquisa e para comparar e confrontar dados e provas com o intuito de confirmar ou rejeitar os pressupostos da pesquisa. Visa a compreensão dos dados Busca a confirmação ou não dos pressupostos Procura responder às questões do estudo ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DOS DADOS

33 Esta etapa exige CRIATIVIDADE, para que o trabalho monográfico não torne uma simples compilação de dados e opiniões sobre um determinado tema. O que deve ser feito na análise dos dados: classificar e organizar as informações; estabelecer as relações existentes entre os dados coletados; comentar os pontos de convergência e divergência, etc. Inicia-se após a coleta dos dados Objetivo: analisar, classificar e interpretar os dados coletados ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DOS DADOS

34 OBJETIVOS: Responder à pergunta de partida. Interpretar fatos inesperados e rever ou afinar as hipóteses para que, nas conclusões, o investigador esteja em condições de sugerir aperfeiçoamentos do seu modelo de análise ou de propor pistas de reflexão e de investigação para o futuro. ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DOS DADOS

35 OPERAÇÕES DA ANÁLISE DE DADOS A análise das relações entre variáveis Trata-se de revelar a independência, a associação (correlação) ou a relação lógica que pode existir entre as variáveis ou combinações de variáveis. Procede-se primeiro ao exame das ligações entre as variáveis das hipóteses principais, passando depois às hipóteses complementares.

36 Através dos dados, evidencia-se a relação causal entre as variáveis dependentes e independentes para atender as hipóteses Interpretar/Percepção –o que se entende pelos dados obtidos? Explicar/Proposição –porque essa relação ocorreu ? Especificar/Delimitar alcance –até onde esta relação ocorre ? O que se quer saber das variáveis ? Prevê-las !!!

37 Análise dos Dados Estatísticos 70% das escolas públicas de ensino médio não têm acesso à web ! Que isso significa ?

38 Omissões A) Das 150 mil escolas públicas de EM do país, 80 mil estão em áreas rurais onde só 1% dispõem de Telefone/Web. B) As escolas rurais têm menos alunos por sala e menos salas que as urbanas, de forma que dos 30 milhões de alunos do EM, 80% estão nas áreas urbanas

39 Então A) desprezando o 1% para facilitar os cálculos, tem- se que mil, correspondentes a 53,3%, de escolas sem web são da zona rural e os outros 17,7% (para completar os 70%) são da zona urbana. B) tem-se 24 milhões de alunos na zona urbana e 6 milhões na rural sendo – 6,0 mi na rural não tem acesso a web e – 17,7 % dos 24 mi, ou seja, 4,25 mi na urbana não tem acesso a web

40 Concluindo (4,25 + 6,0) milhões de alunos não tem acesso a web e os demais 19,75 têm! Resumindo, 66% de alunos das escolas públicas de EM têm acesso a web 70% das escolas públicas de EM não têm acesso à web

41 Comparação dos resultados observados com os resultados esperados e a interpretação das diferenças Se houver divergência entre os resultados observados e os resultados esperados, o que é freqüente, teremos de buscar a origem da diferença e procurar as diferenças entre a realidade e o que era presumido à partida ou de elaborar novas hipóteses e, a partir de uma nova análise dos dados disponíveis, examinar em que medida são confirmadas. Em certos casos será mesmo necessário completar a observação. Construir uma tipologia a partir do modelo de análise ou das informações recolhidas pela observação. Uma tipologia consiste num sistema de classificação construído a partir de vários critérios que, em conjunto, formam um esquema de pensamento graças ao qual os fenômenos podem ser comparados e melhor compreendidos. OPERAÇÕES DA ANÁLISE DE DADOS

42 VantagensDesvantagens Análise estatística dos dados Precisão e rigor Possibilidade de manipular rapidamente um grande número de variáveis Clareza dos resultados Nem todos os fatos são quantitativamente mensuráveis. Pode descrever relações, mas não revela seu significado Análise de conteúdo Adequado ao estudo do que está implícito Possibilita distância em relação a interpretações espontâneas Construída de uma forma metódica e sistemática sem prejuízo a profundidade do trabalho e a criatividade do investigador. Alguns métodos de análise de conteúdo baseiam-se em pressupostos simplistas Alguns métodos como a análise avaliativa são muito pesados e laboriosos. PRINCIPAIS MÉTODOS DE ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DE DADOS

43 Aspectos que podem comprometer a Análise dos Dados

44 (BEST, 1972) Aspectos que podem comprometer a Análise dos Dados

45 ANÁLISE DE DADOS

46 O que é? É o processo pelo qual se dá ordem, estrutura e significado aos dados. Consiste na transformação dos dados coletados em conclusões e/ou lições, úteis e credíveis. A partir dos tópicos estabelecidos processam-se os dados, procurando tendências, diferenças e variações na informação obtida. Os processos, técnicas e ferramentas usadas são baseadas em certos pressupostos e como tal tem limitações. ANÁLISE DE DADOS

47 É importante explorar e sobretudo cruzar de todas as formas possíveis dados quantitativos e qualitativos para a geração de idéias, a verificação de hipóteses, a elaboração de conclusões ou indicação de planos de ação, etc. O uso de técnicas qualitativas x quantitativas, tanto para coleta quanto análise de dados, permitem, quando combinadas, estabelecer conclusões mais significativas a partir dos dados coletados, conclusões estas que balizariam condutas e formas de atuação em diferentes contextos ANÁLISE DE DADOS

48

49 Análise Descritiva O tratamento de dados quantitativos (ou qualitativos quantificáveis) requer que se realizem análises descritivas (estatísticas descritivas) que nos permitem conhecer as características da distribuição de dados. Comportamento gráfico (para série temporais); Histograma; Cálculos dos momentos - medidas de posição e dispersão: média, moda, mediana, etc. ANÁLISE DE DADOS

50 Propósito da Análise de Dados Descrever e Resumir dados Identificar relações e diferenças entre variáveis Comparar variáveis Fazer previsões ANÁLISE DE DADOS

51 Variáveis Tipos –Dependentes –Independentes –Intervenientes Formas –Quantitativas –Qualitativas

52 Tipos de Variáveis Independentes (X) –Causa ou fator determinante –Não podem ser controlados Dependentes (Y) –Fatores a serem observados/coletados –São afetadas pela var. independentes –Resultam da manipulação das v.ind. Intervenientes (w) –Modificam a v.d. sem que tenha havido modificação na v.i.

53 Exemplo –Alunos da escola pública e de particulares (X) têm notas (y) diferentes no vestibular pelo nervosismo de uns ou de outros (w)

54 Variáveis Independentes É preciso avaliar a real importância de... –Gênero (M/F) (influencia mesmo ?) –Idade (Faixa etária) –Ambiente do Experimento (Univ., Casa, Trab.) –Estado Emocional/Atenção (horário) –Escolaridade –Familiaridade ou Conhecimento Específico Em RV/RA Em Dengue Com Jogos 3D

55 Formas das Variáveis Quantitativas –Cardinais Numéricas Tempo de Serviço, Altura,... Qualitativas –Ordinais Quando há uma relação de ordem entre elas Ex: básico|médio|avançado; –Categóricas Sem relação de ordem Ex: regiões do país, estado civil

56

57 Variáveis Dependentes Quantitativas/Objetivas –Tempo, Altura –Acertos/Erros –Repetições/Re-começos –Paradas/Retornos Qualitativas/Subjetivas –Conhecimento –Fadiga/stress –Preferência/gosto

58 Qual usar ?

59 Selecionando as variáveis Em termos do trabalho que você exerce na empresa, você se sente: – Muito satisfeito, – Pouco satisfeito – Insatisfeito Dê uma nota de 0 a 10, relativa ao seu nível de satisfação com o trabalho que você exerce na empresa. Nota: ____

60 Dados qualitativos são indicativos da satisfação do usuário e devem ser confrontados com dados quantitativos de performance Idealmente, um sistema deve ser bom para o usuário e promover boa performance

61 ESTATÍSTICA Organização, descrição, análise e interpretação dos dados experimentais. Estatística Descritiva Estatística Indutiva Organização e descrição dos dados experimentais Análise e interpretação

62 Variáveis Estatísticas a-) Qualitativa Tipos de variáveis b-) Quantitativa Resulta de uma classificação por tipos ou atributos Valores numéricos pertencentes a um conjunto enumerável Qualquer valor numérico dentro de um intervalo de variação Discreta Contínua

63 Fases de um Trabalho Estatístico Definição do problema Planejamento Coleta dos dados Apuração dos dados Apresentação dos dados Análise e interpretação Tratamento prévio dos dados coletados, resumindo-os através de sua contagem e agrupamento.

64 Fases de um Trabalho Estatístico Definição do problema Planejamento Coleta dos dados Apuração dos dados Apresentação dos dados Análise e interpretação Apresentação Tabular: apresentação numérica em tabelas. Apresentação gráfica: apresentação geométrica que permite uma visualização rápida do fenômeno estudado.

65 Fases de um Trabalho Estatístico Definição do problema Planejamento Coleta dos dados Apuração dos dados Apresentação dos dados Análise e interpretação Consiste em tirar conclusões que auxiliam o entendimento do problema em estudo e fazer generalizações (inferências) e previsões.

66 Estatística Descritiva Apresentação Tabular Apresentação Gráfica Apresentação Tabular Elementos principais de uma tabela, exemplo:

67 Tabela 1.1 População brasileira presente, com 15 anos e mais, segundo a alfabetização, de acordo com o censo demográfico de Alfabetização N o de Pessoas Percentual Sabem ler e escrever Não sabem ler e escrever Sem declaração ,3 % 50,5 % 0,2 % Total % Fonte Fonte: IBGE (1977) Nota: excluídos pessoas recenseadas nos estados de São Paulo e Paraná, cujas declarações não foram apuradas por extravio do material coletado Nota: informações de natureza geral Numeração Título: descrição do tipo de dado que a tabela contém Cabeçalho Corpo da tabela: formado pelos dados, distribuidos em linhas e colunas

68 SÉRIES ESTATÍSTICAS Tabela que apresenta a distribuição de um conjunto de dados estatísticos em função da época, do local ou da espécie.

69 Séries temporais, históricas, cronológicas, ou marchas. Vendas da Companhia Ano Vendas (R$) , , , , , ,00 Tabela que apresenta a distribuição de um conjunto de dados estatísticos em função da época, do local ou da espécie. Séries Estatísticas

70 Séries geográficas, espaciais, territoriais, ou de localização. Exportações de Produtos do Setor Eletro- Eletrônico por Blocos Bloco U$$ milhões Estados Unidos Aladi União Européia Sudoeste da Ásia Resto do Mundo Tabela que apresenta a distribuição de um conjunto de dados estatísticos em função da época, do local ou da espécie. Fonte: ABINEE Aladi : Associação Latino-Americana de Integração Séries Estatísticas

71 Séries específicas ou categóricas. Produção Média de cada Operário por Setor Brasil Setor Industrial Quantidade Produzida (ton) Aço Papel Açúcar Chocolate Tabela que apresenta a distribuição de um conjunto de dados estatísticos em função da época, do local ou da espécie. Fonte: Revista Veja Séries Estatísticas

72 Séries mistas ou conjugadas Produção Brasileira de Aço Bruto Oxigênio Forno Elétrico EOF Tabela que apresenta a distribuição de um conjunto de dados estatísticos em função da época, do local ou da espécie. Fonte: Instituto Brasileiro de Siderurgia Quantidade (1.000 ton) Processo Séries Estatísticas

73 Apresentação Gráfica Rápida visualização de fenômenos e tendências Rápida visualização de fenômenos e tendências Exemplo: PRODUÇÃO MÉDIA MENSAL DE CARVÃO BETUMINOSO NO PAÍS A 1972 (t) Quantidade Dados Fictícios (mil toneladas) Anos

74 Gráfico em Linhas Apresentação Gráfica PRODUÇÃO MÉDIA MENSAL DE CARVÃO BETUMINOSO NO PAÍS A 1972 (t)

75 Gráfico em Colunas PRODUÇÃO MÉDIA MENSAL DE CARVÃO BETUMINOSO NO PAÍS A 1972 (t) Apresentação Gráfica

76 Gráfico em Barras Apresentação Gráfica PRODUÇÃO MÉDIA MENSAL DE CARVÃO BETUMINOSO NO PAÍS A 1972 (t)

77 Vendas de Equipamentos Norte Sul Sudeste 20,4 30,6 43,9 Dados Fictícios Quantidade (mil ton) 27,4 38,6 46,9 90,0 34,6 45,0 Região Apresentação Gráfica 20,4 31,6 43,9 Gráfico em Colunas Compostas

78 Vendas de Equipamentos (mil ton.) Gráfico em Colunas Compostas Apresentação Gráfica

79 Vendas de Equipamentos (mil ton.) Gráfico em Barras Compostas Apresentação Gráfica

80 Gráfico em Colunas Sobrepostas Produção de Televisores - Empresa Y Apresentação Gráfica Mais de 20 polegadas Portáteis

81 Gráfico de Porcentagens Complementares Produção de Televisores - Empresa Y Apresentação Gráfica Mais de 20 polegadas Portáteis %

82 Gráfico em Setores Apresentação Gráfica Registros de Problemas com as Colheitadeiras Ocorrências Ruptura de correia Quebra do Eixo Vazamento de Óleo Oxidação Outros Dados Fictícios Defeito

83 46% 28% 15% 8% 3% Ruptura de Correia Quebra do Eixo Vazamento de Óleo Oxidação Outros Gráfico em Setores Apresentação Gráfica

84

85

86 Análise de Dados Quantitativos

87

88

89

90

91

92 MÉDIA Soma do conjunto de valores observados, dividida pelo Número de observações; é também chamada MÉDIA ARITMÉTICA. MEDIANA Valor da variável que separa o conjunto de observações em Duas partes iguais. MODA Valor da variável que reaparece mais seguidamente nas observações. A DISTRIBUIÇÃO de uma variável é constituída pelo conjunto dos valores Que esta variável pode tomar, vendo-se cada um desses valores associados à freqüência de suas ocorrências no conjunto dos dados. MEDIDAS DE TENDÊNCIA CENTRAL Permitem situar os dados em torno de um valor particular.

93 EXTENSÃO Dá a distância entre os valores extremos observados. DESVIO É a diferença entre cada dado e a média dos dados. VARIÂNCIA Soma dos quadrados dos desvios divididos pelo número de dados. DESVIO PADRÃO É a raiz quadrada da variância. MEDIDAS DE DISPERSÃO

94 Medidas de Posição Média – MA = Mediana (Md) – valor central de uma distribuição. 1. Ordenar os valores hierarquicamente 2. Se o número for ímpar, a mediana é o valor central. 3. Se o número for par, a mediana é o valor médio entre os dois valores centrais.

95 Medidas de Posição Moda (M o ) – valor mais freqüente. – Pode ser encontrado por inspeção – M o = 3 M d – 2MA – Esta fórmula só deve ser utilizada quando só houver uma moda.

96 Medidas de Posição Média Aritmética de uma Distribuição X1 = pontos médios das classes N1 = freqüências

97 Medidas de Posição Mediana Md = li + Li = limite inferior da classe mediana Fa = frequencia acumulada H = amplitude de classe Quartis – dividem a distribuição em quatro.

98 Medidas de Posição Percentis

99 Medidas de Variação Desvio de uma classe... – X1 – MA Desvio Médio Desvio Padrão

100 Medidas de Variabilidade Amplitude Total – At = ls –li Amplitude Semiquartil – Q = (Q 3 – Q 1 )/2 Desvio Padrão

101 Comparação de Freqüências Razão Proporção Percentagem

102 O que os dados significam para a pesquisa? – o que é típico no grupo (média, mediana e moda)? – até que ponto variam os indivíduos no grupo (amplitude, desvio médio e desvio padrão)? – como os indivíduos se distribuem com relação à variável que está sendo medida (distribuição é normal ou não)? – qual a relação entre as diversas variáveis (na estatística há vários métodos, mas nenhum deles garante a existência de um nexo causal)? DESCRIÇÃO E ANÁLISE DOS DADOS

103 Etapas na Análise de Dados Quantitativos Análise e Interpretação dos dados Geralmente na análise e interpretação de dados envolve comparações de grandezas estatísticas das varáveis de interesse. As conclusões destas comparações baseiam-se na rejeição ou aceitação de hipóteses formuladas durante As questões avaliativas. A aceitação ou rejeição de hipóteses baseia-se nos resultados obtidos nos chamados testes estatísticos

104


Carregar ppt "METODOLOGIA Resultados e Análise dos dados. 3 METODOLOGIA 3.1 As escolhas metodológicas 3.2 A seleção da empresa para a pesquisa 3.3 A empresa selecionada."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google