A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Informativo da E/SUBE/CED - EXTENSIVIDADE Ano X – Agosto de 2012 Coordena ç ão: Denise Palha Reda ç ão: Cl á udia Dantas e Waleria de Carvalho Colaboração:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Informativo da E/SUBE/CED - EXTENSIVIDADE Ano X – Agosto de 2012 Coordena ç ão: Denise Palha Reda ç ão: Cl á udia Dantas e Waleria de Carvalho Colaboração:"— Transcrição da apresentação:

1 Informativo da E/SUBE/CED - EXTENSIVIDADE Ano X – Agosto de 2012 Coordena ç ão: Denise Palha Reda ç ão: Cl á udia Dantas e Waleria de Carvalho Colaboração: Natália Valéria Farinha E chegou agosto, início do segundo semestre escolar, volta às aulas, muitas atividades e novidades. Enquanto o mês de julho passava e o recesso escolar acontecia em nossa Rede... a E/SUBE/CED - Extensividade estava atenta a tudo... Nesta edição, vale a pena acompanhar um pouco do que foi destaque neste período. Boa leitura! Equipe da E/SUBE/CED - Extensividade Alunos do PET Presidente Médici participaram da Rio + 20, no Armazém 4

2 Estudantes da Rede Municipal de Ensino participaram das atividades da Conferência Rio Cerca de 200 escolas estiveram no Píer Mauá, no Armazém 4, para assistir a exposições sobre sustentabilidade e aprender um pouco mais sobre a fauna e flora brasileira. Além disso, os alunos puderam entender como funciona o meio ambiente e qual é a importância dele para o futuro. Num dos estandes, alunos da 4ª série da Escola Municipal Cornélio Pena, em Irajá, se divertiam ao colocarem o pé no chão, já que com oito pessoas em círculos diferentes aparecia o ambiente degradado e depois como ele fica em bom estado. A diretora adjunta Marise Cícero Barros Pereira contou que a escola está bem envolvida com o tema, tendo inclusive participado da exposição da 6ª CRE. Essa mobilização é muito interessante para eles, completou ela. Outra escola preocupada com o meio ambiente é a Pará. De acordo com a coordenadora pedagógica Claudia Breves, desde o início do ano a unidade trabalha o projeto Para Ser Sustentável. Indagadas sobre o que é sustentabilidade, algumas alunas responderam: Um jeito de ajudar o mundo a ficar melhor, disse Beatriz Lourenço, de 13 anos, da 8ª série. São ações que fazemos para tornar o mundo melhor, completou Natalia Neves, da mesma idade. Alunos do Polo de Educação Pelo Trabalho Presidente Médici também marcaram presença no evento e não paravam um só minuto de prestar atenção a todas as explicações e atividades que aconteciam no Pavilhão. A professora Gisele Valéria contou que o tema desse ano é sustentabilidade e que eles vêm trabalhando com material reciclável. Alunas da Escola Municipal Pernambuco gostaram do que viram e queriam ter ficado mais. Achei bom. Foi bem legal, ainda mais a exposição sobre energia, disse Dayara de Lima, da 8ª série, ao lado das colegas Inara Cristina, Mariana Duarte e Lara Gonçalves. Um dos desejos de Lara é o da maioria dos cariocas: Para o futuro quero que a Baía de Guanabara seja mais limpa. Palavras de quem já sabe das coisas. Secretaria Municipal de Educação integrada à Rio + 20 Estudantes querem um futuro melhor

3 No último dia da Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável, a Rio + 20, as estrelas da noite foram os estudantes da Rede Municipal de Ensino. Em evento no Espaço Tom Jobim, no Jardim Botânico, a secretária municipal de Educação, Claudia Costin, e a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, acompanharam o concerto Quero o Meu Futuro, apresentado pela Orquestra de Vozes Meninos do Rio e regido pelo maestro João Carlos Martins. Durante a apresentação, a ministra do Meio Ambiente recebeu a Carta para um Mundo Sustentável, escrita pelos alunos da Rede Municipal. Participaram da apresentação alunos, estudantes do 6° ao 9° ano, e também professores. A Orquestra de Vozes Meninos do Rio é uma das ações de grande destaque da Extensividade e chega a reunir cerca de mil crianças. A Carta para um Mundo Sustentável conhecida como Carta da Terrinha foi elaborada por alunos do grêmio da Escola Municipal Portugal, em São Cristóvão, que tinha como finalidade mobilizar e despertar os alunos para a consciência ambiental. Na carta vencedora do concurso, os alunos focaram no uso moderado dos recursos naturais e escreveram sobre seus anseios para um futuro melhor para o planeta. Orquestra de Vozes deu um grande show no Jardim Botânico ACONTECEU NA EXTENSIVIDADE

4 Pelo quarto ano consecutivo, o Viradão Esportivo-Artístico-Cultural é garantia de sucesso entre os estudantes. Desta vez a atividade aconteceu no América Futebol Clube, na Tijuca, no dia 13 de julho, das 8h às 16h. Foram contemplados 400 alunos, sendo oriundos das etapas regionais das 10 CREs, que aconteceram de 10 a 12 de julho. No Viradão o circuito de oficinas, teve como fio condutor o Ano Internacional das Cooperativas, Energia Sustentável e o centenário de Mario Lago, Luiz Gonzaga e Nelson Rodrigues. O objetivo do evento foi integrar as diversas linguagens e áreas do conhecimento por meio da realização de atividades de cunho esportivo- artístico e cultural junto aos alunos dos Espaços de Extensão Escolar. Houve oficinas de Jogos Cooperativos (professor Abner Coelho), Teatro Ambiental (professor André Munhoz), Revezamento Recreativo, Forró, Atividades Aquáticas (Tio Peter), Fantoches com Material Reciclável (Grupo Bonecos e Companhia), Harmônica Brasilis (gaita- José Stanec), Palavra e Movimento (professora Stela Guz), Criatividade Interativa (Carina Casuscelli). No espetáculo de encerramento um teatro de roda – O Belo Rei, com Mariozinho Telles da Fonseca.

5 O cooperativismo teve origem na Inglaterra por iniciativa de operários da cidade de Rochdale, que, prejudicados pelo novo modelo industrial – em que as máquinas substituíram o trabalho artesanal e algumas atividades - procuraram outras formas de garantir o sustento de suas famílias. A decisão de criar uma sociedade de consumo baseada no cooperativismo puro partiu desse grupo de trabalhadores, e, em 1844, originou a Sociedade dos Probos Pioneiros de Rochdale Limitada, um armazém comunitário. Onze anos após a fundação, a organização já contava com 400 sócios. Desde então, o cooperativismo cresceu pelo mundo, e as normas definidas por aqueles tecelões passaram a nortear as ações das cooperativas em todo o mundo. Atualmente o cooperativismo está presente em mais de 100 países e soma mais de 1 bilhão de cooperados em todo o mundo, sendo responsável por cerca de 100 milhões de postos de trabalho em todo o mundo. No Brasil já são mais de cooperativas, com mais de 9 milhões de cooperados, sendo o crédito o ramo com maior representação no cooperativismo nacional. A importância do Cooperativismo

6 Julho foi um mês de muitas alegrias para o Rio de Janeiro. A cidade foi reconhecida pela UNESCO como Patrimônio Mundial, na categoria paisagem cultural urbana. A candidatura, apresentada em 2009 pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), foi aprovada durante a 37ª Sessão do Comitê do Patrimônio Mundial, realizada em São Petersburgo, na Rússia. Os inúmeros cartões postais que são conhecidos no mundo inteiro muito contribuíram para a escolha. Além disso, a total integração dos cariocas com sua natureza e as intervenções urbanas foram um ponto a mais nesta vitória de todos. Para o secretário municipal de Turismo, Pedro Guimarães, a vitória foi merecida. A cidade que é um orgulho para seu povo e uma paixão para todo turista que a visita recebe, de forma merecida, o reconhecimento oficial de seu carinhoso apelido de Cidade Maravilhosa, comemora o secretário de Turismo, Pedro Guimarães. O Rio de Janeiro foi a primeira cidade localizada em área urbana a receber esse título da Unesco, geralmente concedido a regiões rurais, sistemas agrícolas tradicionais e jardins históricos. Segundo o Iphan, os locais valorizados com o título receberão ações de preservação de sua paisagem cultural, entre eles o Corcovado, o Pão de Açúcar e o Jardim Botânico. Fonte: Prefeitura do Rio de Janeiro Rio de Janeiro, teu cenário é uma beleza Corcovado e Pão de Açúcar

7 ... É Uma Questão de Escolha? Ter ou não ter filhas/os? E quando? As respostas para estas questões fazem parte do projeto de vida de muitas mulheres e homens adultos e jovens. Mas, na maioria das vezes, ao engravidarem, as mulheres acabam assumindo sozinhas todas as responsabilidades, muitas vezes vendo-se obrigadas a parar de estudar ou trabalhar. Gravidez é responsabilidade compartilhada, uma alegria que envolve toda a família, especialmente os novos pais que passam a assumir essa nova realidade que deve ser pensada e planejada. Para tanto o Comitê de Gênero da Educação, da Secretaria Municipal de Educação, propôs, este ano, como uma de suas iniciativas, a discussão junto às unidades educacionais, da temática: gravidez não planejada. Por meio do projeto Gravidez... É uma questão de escolha?, o Comitê Gênero apresenta nesse mês a seleção de 10 trabalhos elaborados por professores/as, das 10 Coordenadorias Regionais de Educação, acerca do tema gravidez na adolescência. Estes professores apresentarão a síntese do seu projeto no seminário a ser realizado no final do mês de agosto e, na ocasião, receberão uma homenagem do Comitê de Gênero. O QUE ACONTECE NA EXTENSIVIDADE

8 XXIX MOSTRA REGIONAL DE DANÇA O QUE ACONTECE NA EXTENSIVIDADE Durante os meses de agosto e setembro, acontecem as apresentações da XXIX Mostra Regional de Dança com os alunos da Rede Municipal. Professores e alunos ensaiam coreografias ligadas a temas que vão desde a sustentabilidade, como a conscientização do não desperdício da água, a reciclagem até o baião de Luiz Gonzaga e as mulheres de Jorge Amado. Criatividade é o que não falta nessa seleção para a Mostra Final que acontecerá em outubro. Os alunos da 6ª CRE se apresentaram na Arena Jovelina Pérola Negra, na Pavuna

9 Lançamento do Projeto Escola de Bamba - Carnaval 2013 O QUE ACONTECE NA EXTENSIVIDADE Na dialética do amor, um traço de Shakespeare na Sapucaí O Projeto Escola de Bamba apresenta o enredo que será apresentado no Carnaval de 2013: Na dialética do amor, um traço de Shakespeare na Sapucaí Professores e alunos das unidades escolares e dos espaços de extensão escolar já estão cheios de energia, empenhados nos trabalhos sobre o tema. Com muita criatividade, os trabalhos de equipe este mês aconteceram no Núcleo de Arte Leblon com as oficinas de figurinos e alegorias, ministradas pelo dinamizador Paulo Cavalcante, e a oficina de samba enredo, com o dinamizador Rui Carvalho. E no Clube dos Servidores Municipais, a oficina de Dança. No final do mês, na busca constante de aprimoramento e aprendizado, as obras de Shakespeare serão apresentadas e discutidas no Espaço Sérgio Porto, no Humaitá. Logo que o carnaval de um ano termina, começam as atividades para o ano seguinte. Já é hora de pensar, pesquisar, planejar, desenhar para o próximo o desfile. A primeira foto é de Rui Carvalho na oficina de samba enredo. Abaixo alguns trabalhos produzidos na oficina de figurinos e alegorias e a seguir a equipe com Paulo Cavalcante.

10 O QUE ACONTECE NA EXTENSIVIDADE Projeto Conhecer para Preservar Mais uma escola participou do Projeto Conhecer para Preservar. Essa turma animada são os alunos da Escola Municipal Baptista Teixeira Lott, que acompanhados de três professores, visitaram o Monumento dos Pracinhas e outros espaços do Aterro do Flamengo, e tiveram a oportunidade de saber sobre a criação do Parque, conhecer o Teatro de Marionetes, o Museu de Artes Modernas, o paisagismo de Burle Max, a Marina da Glória e outros atrativos em seu entorno. Também puderam apreciar a privilegiada vista do Corcovado, do Pão de Açúcar e da Baía da Guanabara. O projeto continuará até outubro com visitas de outras escolas.

11 O Brasil dará início à produção em larga escala de mosquito transgênico que será utilizado para o combate à dengue. A produção será realizada na fábrica com maior capacidade de produção mundial do mosquito transmissor da doença, localizada em Juazeiro, na Bahia, na sede da empresa pública Moscamed, especializada na produção de insetos transgênicos para controle biológico de pragas. Com 720 m² de área, a unidade fabril vai confeccionar em larga escala o macho do Aedes aegypti geneticamente modificado. A produção do mosquito transgênico será supervisionada pelo Ministério da Saúde. A intenção do governo federal é utilizar tecnologia inovadora criada nacionalmente como opção de controle da dengue em todo o Brasil. Estes mosquitos, liberados no ambiente em quantidade duas vezes maior do que os mosquitos não estéreis, vão atrair as fêmeas para cópula, mas sua prole não será capaz de atingir a fase adulta, o que deve reduzir a população de Aedes e, consequentemente, ajudar no controle da transmissão da dengue. Mosquito transgênico no combate à dengue


Carregar ppt "Informativo da E/SUBE/CED - EXTENSIVIDADE Ano X – Agosto de 2012 Coordena ç ão: Denise Palha Reda ç ão: Cl á udia Dantas e Waleria de Carvalho Colaboração:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google