A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DIREITO DAS COISAS: VIZINHANÇA E CONDOMÍNIO Prof. Diogo de Calasans Melo Andrade 1.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DIREITO DAS COISAS: VIZINHANÇA E CONDOMÍNIO Prof. Diogo de Calasans Melo Andrade 1."— Transcrição da apresentação:

1 DIREITO DAS COISAS: VIZINHANÇA E CONDOMÍNIO Prof. Diogo de Calasans Melo Andrade 1

2 DIREITO DE VIZINHANÇA DO USO ANORMAL DA PROPRIEDADE: Art O proprietário ou o possuidor de um prédio tem o direito de fazer cessar as interferências prejudiciais à segurança, ao sossego e à saúde dos que o habitam, provocadas pela utilização de propriedade vizinha. Parágrafo único. Proíbem-se as interferências considerando-se a natureza da utilização, a localização do prédio, atendidas as normas que distribuem as edificações em zonas, e os limites ordinários de tolerância dos moradores da vizinhança. 2

3 DIREITO DE VIZINHANÇA Natureza jurídica: Conteúdo: Uso nocivo da propriedade: Teoria da Pré-ocupação: Teoria do abuso de direito (Art. 187 do CC) Interesse público Art O direito a que se refere o artigo antecedente não prevalece quando as interferências forem justificadas por interesse público, caso em que o proprietário ou o possuidor, causador delas, pagará ao vizinho indenização cabal. 3

4 DIREITO DE VIZINHANÇA Coisa julgada: Art Ainda que por decisão judicial devam ser toleradas as interferências, poderá o vizinho exigir a sua redução, ou eliminação, quando estas se tornarem possíveis. Demolição, indenização e caução: Art O proprietário ou o possuidor tem direito a exigir do dono do prédio vizinho a demolição, ou a reparação deste, quando ameace ruína, bem como que lhe preste caução pelo dano iminente. 4

5 DIREITO DE VIZINHANÇA Dano iminente: Art O proprietário ou o possuidor de um prédio, em que alguém tenha direito de fazer obras, pode, no caso de dano iminente, exigir do autor delas as necessárias garantias contra o prejuízo eventual. Ação Indenizatória de material e moral: Ação de Obrigação de Fazer ou Não Fazer (1277 do CC): Ação de Nunciação de Obra Nova (934 do CPC): 5

6 DO CONDOMÍNIO EM GERAL Origem: a) do acordo de vontades, b) de ato de última vontade, ex: testamento, c) em decorrência de lei (Art. 10, § 4º do Estatuto da Cidade), d) da usucapião, quando ocorre composse continuada. Objeto: bem móveis e imóveis. Tipos: a) Pro diviso b) Pro indiviso Parte Ideal: 6

7 CONDOMÍNIO EM GERAL Modalidade: a) origem voluntário ou convencional: b) origem eventual: c) legal ou necessário: Maioria Absoluta e Simples: Comunhão hereditária: Composse: 7

8 CONDOMÍNIO DO CONDOMÍNIO EM GERAL (1314 A 1330) DO CONDOMÍNIO VOLUNTÁRIO (1314 A 1326) DOS DIREITOS E DEVERES DOS CONDÔMINOS (ART A 1322) DA ADMINISTRAÇÃO DO CONDOMÍNIO (1323 A 1326) DO CONDOMÍNIO NECESSÁRIO (1327 A 1330) DO CONDOMÍNIO DE EDILÍCIO (1331 A 1358) DISPOSIÇÕES GERAIS (1331 A 1346) DA ADMINISTRAÇÃO DO CONDOMÍNIO (1347 A 1356) DA EXTINÇÃO DO CONDOMÍNIO (1357 A 1358) 8


Carregar ppt "DIREITO DAS COISAS: VIZINHANÇA E CONDOMÍNIO Prof. Diogo de Calasans Melo Andrade 1."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google