A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL ANID/CGPRE O CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS COMO FERRAMENTA POLICIAL (drogas sintéticas)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL ANID/CGPRE O CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS COMO FERRAMENTA POLICIAL (drogas sintéticas)"— Transcrição da apresentação:

1 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL ANID/CGPRE O CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS COMO FERRAMENTA POLICIAL (drogas sintéticas) Arajá A. Araújo Agente Especial

2 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Haveria possibilidade para laboratório clandestino de Ecstasy no Brasil? Por quê?

3 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Ecstasy é o nome fantasia dado usualmente a comprimidos cujo princípio ativo psicoativo principal é: 1) MDMA (3,4-metilenodioximetanfetamina) ou 2) MDA (3,4-metilenodioxianfetamina ) Ambos são normalmente produzidos a partir de um precursor químico conhecido como SAFROL.

4 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS O Safrol é um composto químico natural com larga aplicação nas indústrias de cosméticos (fixador de fragrâncias). É extraído do óleo de sassafrás que, por sua vez, é obtido de espécies vegetais como as do gênero Ocotea. A espécie Ocotea odorifera (canela sassafrás) é nativa do Brasil, localizando-se sobretudo na região de mata atlântica, entre os estados da Bahia e do Rio Grande do Sul, levando o Brasil a conquistar até a década de 80 o posto de maior exportador mundial de Safrol, cuja consequência foi a quase extinção deste vegetal.

5 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS HISTÓRICO 1940 – Em Rio do Sul/SC começa a exploração industrial de Safrol; Torna-se importante fonte de renda no vale do Itajaí com exportações para as indústrias farmacêuticas, agroquímicas e alimentar; O Sassafrás Brasileiro torna-se substituto do sassafrás americano em função de seu grau de pureza mais elevado; 1991 o IBAMA proibe a extração de safrol; Alto índice de produto clandestino desde então

6 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Atualmente a maior concentração da Canela Sassafrás se dá na região sul do Brasil, além disso, as plantas desta espécie nativas daquela região são capazes de produzir o dobro de Safrol do que o das madeiras encontradas nas outras regiões

7 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS OCORRÊNCIA

8 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Tal fato permite que a região sul do Brasil, em especial os estado do Paraná e de Santa Catarina, sejam considerados excelentes locais para obtenção clandestina de Safrol e consequentemente para produção de diversos tipos de Ecstasy. O alto poder aquisitivo da região e o turismo elevado mostram-se como fatores importantes para aceitabilidade desta droga, ainda cara para os padrões brasileiros

9 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS LABORATÓRIO CLANDESTINO DE MDMA CURITIBA/PR JULHO DE 2008

10 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Apreensão

11 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Local

12 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Local

13 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS SAFROL

14 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS ÁCIDO FÓRMICO

15 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS MDMA – Características do laboratório clandestino encontrado 12 Excipiente empregado: mistura de Celulose microcristalina e corante alimentício azul.

16 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Produção dos comprimidos

17 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Jogo de punção característico. Produzido de forma artesanal com corrosão por ácido.

18 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Rendimento do laboratório Para produzir 40g de MDMA quimicamente puro foram empregados cerca de 100mL de safrol, o que dá um rendimento de 40%

19 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Capacidade produtiva do laboratório clandestino Matéria prima para produção: mL de Safrol Rendimento de 40%: 8.000g de MDMA Equivalente a comprimidos de 100mg de MDMA ou comprimidos de 50mg de MDMA

20 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Abordagem de produtos químicos!

21 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Abordagem de produtos químicos!

22 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Abordagem de produtos químicos!

23 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Informações colhidas no local Importância do Ácido fórmico no processo de síntese; Duas caixas de ácido fórmico (total 12 litros) identificadas; 06 litros de ácido fórmico encontrados (04 fechados e 02 já consumidos); Número de lote do produto; Fornecedor; Distribuidor; O local foi descoberto dia 11 de julho de 2008;

24 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Investigação do desvio Análise específica de mapas das empresas (venda e distribuição). Em 24 de junho de 2008 a empresa investigada adquire 11 litros de ácido fórmico da empresa labsynth, revendendo- os para CNPJ suspeito no dia 02 de julho por meio de 05 notas fiscais seguidas. Verificação do número de lote (notas fiscais);

25 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Investigação do desvio

26 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Investigação do desvio

27 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Investigação do desvio

28 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Resultados obtidos com a investigação de desvio Aquisição de 36 litros de ácido fórmico no ano de 2008 (da empresa produtora encontrada no laboratório); Venda de 26 litros de ácido fórmico durante o ano de 2008 atribuídas a CNPJ de laranja – escritório administrativo e sem licença da Polícia Federal para emprego de produtos químicos controlados; Várias notas fiscais fracionadas de diversos produtos químicos controlados (até 02 litros/nota fiscal);

29 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Ações tomadas Recuperação das notas fiscais de interesse da investigação na empresa investigada (fiscalização); Relacionar a distribuição do ácido fórmico com o laboratório de ecstasy encontrado de forma a punir criminalmente a empresa; Verificar vendas casadas (ácido fórmico + ácido sulfúrico + acetona + peróxido de hidrogênio – rota comum para produção de MDP-2P – intermediário de MDMA e MDA); Monitoramento para localizar novos desvios e outros laboratórios.

30 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS RESULTADO OBTIDO

31 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS LABORATÓRIO DE MDA EM CHÁCARA NA REGIÃO DE IMARUÍ/SC (agosto de 2009)

32 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Celeiro onde funcionava o laboratório

33 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Térreo do celeiro

34 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Destilador com capacidade para 50 litros

35 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Estoque de produtos químicos em uso

36 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Rotaevaporadores

37 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Bancada para extrações

38 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Corantes

39 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Graal para misturas – MDA + excipiente + corante

40 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Prensa

41 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS MDA pronto para comprimir – cerca de 30 mil comprimidos

42 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Produtos químicos comprados com desvio

43 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Restos de reações

44 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Restos de reações – 15 mil litros

45 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Cada lote de 1000g de MDA gera cerca de 100 litros de resíduo litros de resíduos 150 lotes 150Kg de MDA (em torno de 1,5 milhão de comprimidos com 100mg cada) PROVÁVEL QUANTIDADE JÁ PRODUZIDA PELO LABORATÓRIO

46 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Estatística da ONU sobre apreensões de ecstasy no Brasil

47 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Dados fornecidos pela ONU

48 DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS Obrigado!


Carregar ppt "DIVISÃO DE CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL ANID/CGPRE O CONTROLE DE PRODUTOS QUÍMICOS COMO FERRAMENTA POLICIAL (drogas sintéticas)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google