A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Cenário de Competitividade para a Indústria Moveleira Curitiba - 26/09/2013.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Cenário de Competitividade para a Indústria Moveleira Curitiba - 26/09/2013."— Transcrição da apresentação:

1 Cenário de Competitividade para a Indústria Moveleira Curitiba - 26/09/2013

2 Os Números do Setor Numero de Indústrias17,5 mil empresas Pessoal Ocupado (direto e Indireto)322,8 mil funcionários Produção494,2 milhões de peças Valor da ProduçãoR$ 38,6 bilhões InvestimentosR$ 1,397 bilhões ExportaçõesUS$ 708,7 milhões ImportaçõesUS$ 653,4 milhões IEMI – Brasil Móveis 2013

3 Indicadores representativos Crescimento de 19,6% de indústrias no período de Região Sul e Sudeste concentra 78,6% das empresas 84% fabrica móveis de madeira 9,2% móveis de metal 4,8% outros móveis 2,3% colchões Crescimento de 32,6% de empregos entre % trabalham 1 turno 11,6% trabalham 2 turnos 9,4 horas trabalhadas IEMI – Brasil Móveis 2013

4 Crescimento de 29,9% em peças de madeira De 19,0% no setor de colchões De 34,4% no setor de dormitórios De 14,7% no setor de escritório De 12,0% no setor de cozinhas De 10,6% no setor de estofados e sala de jantar De 5,0% setor de sala de estar De 12,7% em outros móveis Evolução da Produção Nacional Período de IEMI – Brasil Móveis 2013

5 Setores contribuintes com maior nº de empregos no Estado do Paraná Alimentos Construção Civil Vestuário & Acessórios Móveis Madeira Construção Civil Alimentos Celulose & Papel Construção Civil Veículos & Carrocerias Alimentos Produtos de Metal Alimentos Vestuário & Acessórios Construção Civil Madeira Alimentos Construção Civil Vestuário & Acessórios Móveis Alimentos Vestuário & Acessórios Construção Civil Móveis Fonte : Elaborado pelos Observatórios SESI/SENAI/IEL do PR, a partir de dados do Ministério do Trabalho e Emprego. Relação Anual de Informações Sociais, 2010

6 Tecnologias emergentes Tecnologias maduras Commodities primárias bebidas, fumo, cereais, óleos vegetais, pasta de celulose, carnes e minérios Manufaturados intensivos em trabalho e recursos naturais têxteis, móveis e calçados Manufaturados de baixa intensidade tecnológica produtos de ferro e aço Manufaturados de média intensidade tecnológica máquinas, automóveis e motores Manufaturados de alta intensidade tecnológica computadores, equipamentos de comunicação, aviões, instrumentos, cosméticos e produtos farmacêuticos Novo Contexto: Ampliar a capacidade de Inovação das indústrias

7 Seminários Regionais Rio Negro Pato Branco Francisco Beltrão Cascavel Umuarama Arapongas Ponta Grossa Curitiba Guarapuava

8 Cenário Competitivo 3 Dimensões Gestão (Informação/ Pessoas/ Conhecimento Plataforma Tecnológica Cultura da Organização

9 Mercado Aumento da concorrência Usuário mais exigente e mais atento Relação do custo e do valor agregado Agilidade de atendimento Customização de produto Variabilidade de produto no varejo (moda) Agregação de serviços ao produto Modelo de negócios

10 Impacto da mudança de gerações Qualificação básica X qualificação técnica Indecisão do jovem na escolha da profissão Legislação trabalhista complexa, dificultadora e com alto custo Rotatividade de pessoal pela escolha profissional Politicas de retenção de capital humano Profissionalização dos postos de trabalho Mão-de-Obra

11 Globalização da tecnologia Automação e a integração de tecnologias via máquinas-sistemas-processos Variação de materiais para desenvolvimento de produto. Desenvolvimento Integrado de produto em função das necessidades do usuário Inovação incremental e radical Tecnologia

12 Capacidade de inovar da empresa para atender ao perfil do novo consumidor Soluções em serviço para o processo produtivo Logística de entrega e montagem Custos operacionais X desperdícios Regulamentações normativas de produto Planejamento e tempo para lançamento de produto Processos

13 Plataforma Tecnológica Gestão Cultura da Organização FORMAÇÃO DE EXPERTISE CONCEITO/ POSICIONAMENTO RECURSOS

14 Obrigado! Nilson Carlos Stefani Violato Gerente da Unidade do SENAI em Arapongas Instituto SENAI de Tecnologia da Madeira e do Mobiliário Fone:


Carregar ppt "Cenário de Competitividade para a Indústria Moveleira Curitiba - 26/09/2013."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google