A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PARÂMETROS DE MATEMÁTICA PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA DE PERNAMBUCO OS DOIS PARADIGMAS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA: PARADIGMA ANTERIOR: PARADIGMA ATUAL: O aluno.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PARÂMETROS DE MATEMÁTICA PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA DE PERNAMBUCO OS DOIS PARADIGMAS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA: PARADIGMA ANTERIOR: PARADIGMA ATUAL: O aluno."— Transcrição da apresentação:

1 PARÂMETROS DE MATEMÁTICA PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA DE PERNAMBUCO OS DOIS PARADIGMAS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA: PARADIGMA ANTERIOR: PARADIGMA ATUAL: O aluno escuta matemática O professor define os conceitos O professor apresenta modelos O aluno faz centenas de exercícios O aluno faz matemática O professor propõe problemas O aluno elabora os conceitos O professor sistematiza os conceitos Adotado nos parâmetros

2 QUE DOCUMENTOS SERVEM DE REFERÊNCIA PARA OS PARÂMETROS DE MATEMÁTICA: BASE CURRICULAR COMUM (BCC-PE) ORIENTAÇÕES TEÓRICO-METODOLÓGICAS (OTM) PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS (PCN) ORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA O ENSINO MÉDIO (OCEM) PROGRAMAS CURRICULARES DE OUTROS PAÍSES

3 COMO ESTÁ ESTRUTURADO O DOCUMENTO DE MATEMÁTICA Anos iniciais do ensino fundamental (1° ao 5°) Anos finais do ensino fundamental (6° ao 9°) Ensino médio (10° ao 12°) O documento é composto de três blocos, cada um correspondendo a uma etapa de escolarização: É importante que professores das três etapas se apropriem de todo o documento. Isso ajuda a compreender a forma como os conteúdos matemáticos estão estruturados.

4 Números e operações Álgebra e funções Geometria Grandezas e medidas Estatística e probabilidade 1° 12° 1° 12° COMO ESTÁ ESTRUTURADO O DOCUMENTO DE MATEMÁTICA Cada uma das etapas de escolarização contempla cinco áreas de conteúdos: Em cada uma das cinco áreas, os conteúdos estão distribuídos por ano de escolaridade. Essa distribuição segue o formato em espiral, ou seja, os conteúdos são retomados e aprofundados em cada ano escolar. Por isso, é importante compreender a totalidade do documento.

5 A PREMISSA BÁSICA É QUE, NO DESENVOLVIMENTO DE SUA ESCOLARIZAÇÃO, O ALUNO INICIE FAZENDO MATEMÁTICA, DE FORMA MAIS INTUITIVA PARA, POSTERIORMENTE, APRENDER MATEMÁTICA. FAZER MATEMÁTICA APRENDER MATEMÁTICA Em outras palavras, no início da escolarização o aluno deve utilizar conceitos espontâneos como ferramentas para resolver problemas. Posteriormente, esses conceitos serão vistos como objetos de estudo em si mesmos. Isso implica em que os conceitos matemáticos, ao invés de serem APRESENTADOS aos alunos, deverão ser CONSTRUÍDOS por eles.

6 Fundamental - I Fundamental - II Ensino médio Primeiros contatos com a matemática Ampliação das aprendizagens Consolidação das aprendizagens A proposta está elaborada de forma que, em cada etapa, o aluno assuma posições específicas, em relação ao conhecimento matemático: O processo de sistematização e formalização dos conceitos se amplia em função da escolarização do aluno. Por exemplo, regras, procedimentos e algoritmos automatizados são deixados para etapas mais avançadas.

7 UM EXEMPLO: Números e operações: 1º ano 1º ano: contar elementos de uma coleção de até 30 objetos, apresentados de forma ordenada e desordenada. 2º ano 2º ano: contar elementos de uma coleção de até 100 objetos apresentados de forma ordenada e desordenada. 3º ano 3º ano: contar elementos de uma coleção de diferentes maneiras (1 em 1, 10 em 10, 25 em 25, 50 em 50, 100 em 100). 4º ano 4º ano: realizar contagens de diferentes maneiras (10 em 10, 25 em 25, 50 em 50; 75 em 75; 100 em 100; 150 em 150; etc.) Amplia Aprofunda Amplia Aprofunda

8 5º ano 5º ano: Ler, escrever e comparar números de diferentes magnitudes. 6º ano 6º ano: reconhecer as principais características do sistema decimal: contagem, base e valor posicional. 7º ano 7º ano: compreender o conceito de fração associado à representação da parte de um todo, da divisão entre números inteiros, de razão e operador. 8º ano 8º ano: relacionar números racionais a pontos na reta numérica. Amplia Aprofunda Amplia Aprofunda Amplia

9 9º ano 9º ano: comparar e ordenar números racionais em diferentes representações 10º ano: 10º ano: reconhecer as características dos diferentes números e sua organização em conjuntos numéricos. 11º ano: 11º ano: compreender os algoritmos formais das operações aritméticas e realizar cálculos com esses algoritmos. 12º ano: 12º ano: reconhecer números em sua notação científica; Amplia Aprofunda

10 Estrutura do documento, para cada etapa de escolaridade: Caracterização da etapa Números e operações Orientações gerais Expectativas de aprendizagem Álgebra e funções Orientações gerais Expectativas de aprendizagem Geometria Orientações gerais Expectativas de aprendizagem Grandezas e medidas Orientações gerais Expectativas de aprendizagem Estatística e probabilidade Orientações gerais Expectativas de aprendizagem BCC-PEBCC-PE

11 NOSSA TAREFA: Esse questionário irá fornecer maiores subsídios para a elaboração da versão final dos Parâmetros. RESPONDER O QUESTIONÁRIO 1 É importante compreender os princípios apresentados e cada uma das expectativas de aprendizagem. LER ATENTAMENTE O DOCUMENTO 2 Seu monitor poderá ajudá-lo nessa etapa.

12 A discussão entre pares permite confrontar diferentes ideias e valores. Lembre sempre das concepções contidas no documento e nessa apresentação. DISCUTIR COM OS COLEGAS 3 As informações apresentadas nessa ficha servirão de base para a elaboração dos Parâmetros. PREENCHER A FICHA SÍNTESE 4 BOM TRABALHO!


Carregar ppt "PARÂMETROS DE MATEMÁTICA PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA DE PERNAMBUCO OS DOIS PARADIGMAS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA: PARADIGMA ANTERIOR: PARADIGMA ATUAL: O aluno."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google