A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ANBIMA. Dicas da avaliação 1.Entender alguns conceitos 2.Decorar regras.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ANBIMA. Dicas da avaliação 1.Entender alguns conceitos 2.Decorar regras."— Transcrição da apresentação:

1 ANBIMA

2 Dicas da avaliação 1.Entender alguns conceitos 2.Decorar regras

3 Surgimento da ANBIMA 1.999

4 Surgimento da ANBIMA A crise do Brasil!

5 Surgimento da ANBIMA

6

7

8

9 Dólar

10 Surgimento da ANBIMA

11

12 Perdeu, lamento!

13 Surgimento da ANBIMA

14 Objetivos da ANBIMA Evitar perdas dos investidores por falta de conhecimento. Garantir que os bancos não escondam informação. Não permitir que clientes corram riscos se não estiverem dispostos a correr riscos. Combater lavagem de dinheiro. Resposta mais completa, mas não radical. Se os juros sobem, o valor do preço do ativo prefixado cai.

15 Sistema Financeiro Instituição Financeira Tomador de empréstimo Aplicador Órgão regulador Liquidez

16 Sistema Financeiro Banco Comercial Tomador de empréstimo Aplicador BACEN CDI

17 Sistema Financeiro Banco Investimento Tomador de empréstimo Aplicador CVM Fundos

18 Sistema Financeiro Corretoras e Distribuidoras Tomador de empréstimo Aplicador CVM BOVESPA

19 Sistema Financeiro CMN BACENCVM

20 Sistema Financeiro CMNCVMCorretorasDistribuidorasBACEN Bancos Investimentos Bancos Comerciais Ministro Economia Ministro Planejamento Presidente BACEN Meta de inflação Meta da SELIC BolsasSegurosFundos SUSEPSeguradoras CDBs

21 Sistema Financeiro TJLP – para corrigir PIS – pouco usado, é basicamente a meta de inflação do governo. Trata-se de uma previsão de inflação para indexar antes a inflação que irá ocorrer. Antiga correção monetária. TBF – Pouco usada – média de CDBs pré fixados para 30 a 35 dias dos 30 maiores bancos. TR – TBF menos um redutor Selic – média das taxas negociadas em leilões de títulos públicos. O Bacen decide apenas a meta da taxa SELIC, não a taxa efetiva. DI – média dos empréstimos entre bancos durante um dia. Ibovespa – procura refletir a variação de 80% dos negócios da BOVESPA. IBrX 50 – Reflete a variação das 50 ações de maior liquidez da BOVESPA. PTax – Taxa de câmbio, calculada com a variação do dólar de D-1

22 Sistema Financeiro Câmara de compensação. SELIC – registra títulos públicos federais CETIP – registra títulos públicos estaduais, municipais e privados.

23 Sistema Financeiro Câmara de liquidação. CBLC – é o comprador de todos os vendedores e o vendedor de todos os compradores. CBLC $ Investidor Vendedor Ação

24 Sistema Financeiro De quais ferramentas dispõe o Banco Central para fazer política monetária? a) Emissão de moeda, compra e venda de títulos públicos, controle de câmbio. b) Compra e venda de títulos públicos, controle de taxa de juros e dos depósitos compulsórios dos bancos. c) Emissão de moeda, controle da taxa de juros e compra e venda de títulos públicos. d) Controle da taxa de juros, dos depósitos compulsórios dos bancos e da taxa de câmbio.

25 Sistema Financeiro De quais ferramentas dispõe o Banco Central para fazer política monetária? a) Emissão de moeda, compra e venda de títulos públicos, controle de câmbio. Cambio é política cambial b) Compra e venda de títulos públicos, controle de taxa de juros e dos depósitos compulsórios dos bancos. c) Emissão de moeda, controle da taxa de juros e compra e venda de títulos públicos. Não é função do banco central emitir moeda. Isso cabe ao conselho monetário nacional d) Controle da taxa de juros, dos depósitos compulsórios dos bancos e da taxa de câmbio. Câmbio é política cambial Política monetária – aumentar o reduzir o dinheiro circulando. O Banco Central facilita ou reduz este dinheiro aumentando ou reduzindo os empréstimos bancários. Política Fiscal – aumento ou redução de impostos e gastos públicos. Política Cambial – Valorização ou desvalorização do valor do Real frente ao Dólar.

26 Sistema Financeiro O Conselho Monetário Nacional, ao traçar as diretrizes econômicas, define a meta de inflação que deve ser perseguida pelo Banco Central do Brasil, que é medida pelo: a) IGPM; b) IGP-DI; c) IPCA d) IPC.

27 Sistema Financeiro O Conselho Monetário Nacional, ao traçar as diretrizes econômicas, define a meta de inflação que deve ser perseguida pelo Banco Central do Brasil, que é medida pelo: a) IGPM; FGV b) IGP-DI; FGV c) IPCA IBGE d) IPC. FIPE

28 Sistema Financeiro A cada seis semanas, o Copom se reúne para decidir sobre : a) aumento da alíquota do depósito compulsório; b) desenvolvimento econômico; c) taxa de câmbio; d) taxa Selic meta.

29 Sistema Financeiro A cada seis semanas, o Copom se reúne para decidir sobre : a) aumento da alíquota do depósito compulsório; b) desenvolvimento econômico; c) taxa de câmbio; d) taxa Selic meta. O Copom é o conselho de Política Monetária, composto por diretores do Bacen.

30 Sistema Financeiro Assinale a alternativa INCORRETA: a) O Conselho Monetário Nacional é o órgão máximo do Sistema Financeiro Nacional. b) A Superintendência de Seguros Privados fiscaliza as seguradoras e as empresas de previdência privada fechada. c) O Ministro da Fazenda preside o Conselho Monetário Nacional. d) O Conselho Nacional de Seguros Privados normatiza as atividades de previdência privada aberta.

31 Sistema Financeiro Assinale a alternativa INCORRETA: a) O Conselho Monetário Nacional é o órgão máximo do Sistema Financeiro Nacional. Correto, é a maior entidade b) A Superintendência de Seguros Privados fiscaliza as seguradoras e as empresas de previdência privada fechada. Atenção, fiscaliza previdência privada aberta, como do Itaú, BB Prev, etc. c) O Ministro da Fazenda preside o Conselho Monetário Nacional. Correto, é a pessoa mais importante da economia, interferindo em todos os órgãos fiscalizadores d) O Conselho Nacional de Seguros Privados normatiza as atividades de previdência privada aberta. Correto, o CNSP é o par de seguros do CMN O CMN é composto pelo ministro fazendo, presidente Bacen – Estão abaixo o Bacen e a CVM O CSNP é composto pelo ministro fazenda, ministro justiça, da previdência, Superindentente Susep, Bacen e CMN – Estão abaixo a Susep, Previc Previdência aberta – vendida a qualquer um. Itau prev, BB prev Previdência Fechada – vendida a uma classe. Petros, Aeros, sócios de sindicatos, entidades de classe.

32 Sistema Financeiro Assinale a alternativa INCORRETA: a) As sociedades Corretoras são instituições componentes do mercado de ações. b) As DTVM podem efetuar operações de underwriting. c) As CVTM e as DVTM são instituições que atum diretamente nas Bolsas de Valores. d) Somente as corretoras podem atuar diretamente nas Bolsas de Valores.

33 Sistema Financeiro Assinale a alternativa INCORRETA: a) As sociedades Corretoras são instituições componentes do mercado de ações. b) As DTVM podem efetuar operações de underwriting. c) As CVTM e as DVTM são instituições que atum diretamente nas Bolsas de Valores. d) Somente as corretoras podem atuar diretamente nas Bolsas de Valores. DTVM são as distribuidoras, que não podem operar diretamente no mercado.

34 Ética e Auto-regularão Proteger o cliente Garantir qualidade Prever tudo de errado que possa acontecer Analisar cliente idade, horizonte do investimento, conhecimento, tolerância ao risco

35 Ética e Auto-regularão Quanto mais tempo a pessoa tem para investir, mais expostas ao risco ela pode estar, pois terá tempo para recuperar. Idade – Mais novo, mais risco Horizonte do investimento – mais longo, mais risco Conhecimento – mais conhecimento, mais risco Tolerância ao risco – mais tolerância, mais risco

36 Ética e Auto-regularão Integridade – cliente pode confiar

37 Ética e Auto-regularão Objetividade – imparcial, vender o que é bom para o cliente. Acho que a melhor aplicação é a capitalização! A meta é capitalização! Então aplica R$ 10 mil

38 Ética e Auto-regularão Competência – conhece o que está vendendo. A poupança rende mais de 2% a.m.!

39 Ética e Auto-regularão Confidencialidade – informações do cliente são confidenciais Não posso informar o saldo da conta do seu marido!

40 Ética e Auto-regularão Probidade – Não permite que aconteça conflito de interesses. A ANBIMA também não aceita venda casada. Não pagar cheque na compensação Vou pagar o cheque de quem fizer um seguro

41 Ética e Auto-regularão Profissionalismo – Ajudar os outros, trabalhar o melhor possível. Ser digno e Cortes com clientes. Transfere a conta para cá que eu aprovo o crédito

42 Ética e Auto-regularão Diligência – cumprir prazos razoáveis Daqui há um ano realizo o estorno.

43 Ética e Auto-regularão Conhecimento do cliente – conhecer o cliente Sou o novo gerente da conta de vocês

44 Ética e Auto-regularão Termo de adesão – deve constar Regulamento – todo regulamento do fundo em linguagem jurídica. Prospecto - partes mais relevantes do regulamento em linguagem clara e amigável. Ciência de Risco - apenas para fundos que operam menos de 50% da carteira em títulos de empresas de direito privado (capital fechado) ou pessoas físicas. Não é aceita a assinatura eletrônica. Todos os fundos da ANBIMA tem que seguir estes critérios e colocar o selo ANBIMA.

45 Ética e Auto-regularão Marcação a Mercado -O valor da cota do fundo tem que refletir o valor atual dos títulos. -Todo dia, o administrador do fundo avalia quanto vale cada título em carteira, soma tudo e divide pelo número de cotas

46 Ética e Auto-regularão Marcação a Mercado -O objetivo é que o investidor não tenha surpresa, ele sabe todo dia quanto tem aplicado!

47 Ética e Auto-regularão Lavagem de Dinheiro Colocação – Depósitos pequenos, de R$ Negócios que movimentam dinheiro – supermercado. HojeAmanhã

48 Ética e Auto-regularão Lavagem de Dinheiro Colocação – Depósitos pequenos, de R$ Negócios que movimentam dinheiro – supermercado.

49 Ética e Auto-regularão Lavagem de Dinheiro Ocultação – Transferir dinheiro de uma conta para outra em bancos diferente, por meio de cheques, doc, transferências. Restaurante Distribuidor de Alimentos Transportadora Posto de Gasolina

50 Ética e Auto-regularão Lavagem de Dinheiro Integração – Simulação de compra e venda de empresas fantasmas de atividades regulares. Restaurante Distribuidor de Alimentos Transportadora Posto de Gasolina

51 Ética e Auto-regularão Lavagem de Dinheiro Integração – Simulação de compra e venda de empresas fantasmas de atividades regulares. Restaurante Distribuidor de Alimentos Transportadora Posto de Gasolina

52 Ética e Auto-regularão Na mudança de legislação, qual medida deve ser tomada para a incorporação das novas regras ao Código de Auto-Regulação da ANBIMA? a) Comunicação formal às instituições participantes. b) Comunicação formal a todas as instituições não participantes, porém que aderiram ao Código via Termo de Adesão. c) Comunicação formal a ambas as instituições, participantes e não participantes. d) Nenhuma. Quaisquer alterações na legislação vigente que disponham sobre qualquer matéria constante no Código serão automaticamente incorporadas, não sendo necessária nenhuma formalidade específica.

53 Ética e Auto-regularão Na mudança de legislação, qual medida deve ser tomada para a incorporação das novas regras ao Código de Auto-Regulação da ANBIMA? a) Comunicação formal às instituições participantes. A ANBIMA quer melhorar o mercado e não dar melhores condições as participantes b) Comunicação formal a todas as instituições não participantes, porém que aderiram ao Código via Termo de Adesão. Mas é necessário avisar as participantes também c) Comunicação formal a ambas as instituições, participantes e não participantes. d) Nenhuma. Quaisquer alterações na legislação vigente que disponham sobre qualquer matéria constante no Código serão automaticamente incorporadas, não sendo necessária nenhuma formalidade específica. Faz parte do papel da ANBIMA explicar a Lei ao mercado Analise o que é mais correto fazer. Várias questões podem ser respondidas assim. A ANBIMA quer melhorar o mercado e não separar participantes e não participantes

54 Ética e Auto-regularão Um gerente de banco, preocupado em bater suas metas de vendas de seguro de vida, trata de oferecer o produto indiscriminadamente a todos os clientes de sua carteira. Quais são os princípios, segundo o Código de Ética do IBCPF, que está ferindo? a) Profissionalismo e confidencialidade. b) Competência e profissionalismo. c) Integridade e objetividade. d) Integridade e profissionalismo.

55 Ética e Auto-regularão Um gerente de banco, preocupado em bater suas metas de vendas de seguro de vida, trata de oferecer o produto indiscriminadamente a todos os clientes de sua carteira. Quais são os princípios, segundo o Código de Ética do IBCPF, que está ferindo? a) Profissionalismo e confidencialidade Nada a ver b) Competência e profissionalismo. Ele conhece os produtos, mas não usa para o bem e nada diz que ele não foi profissional c) Integridade e objetividade. d) Integridade e profissionalismo. Em nenhum momento ele não foi profissional. Integridade – cliente pode confiar. Objetividade – imparcial, vender o que é bom para o cliente. Competência – conhece o que está vendendo. Probidade – Não permite que aconteça conflito de interesses. Confidencialidade – informações do cliente são confidenciais Profissionalismo – Ajudar os outros, trabalhar o melhor possível. Ser digno e Cortes com clientes. Diligência – cumprir prazos razoáveis Conhecimento do cliente – conhecer o cliente

56 Ética e Auto-regularão Segundo a Resolução nº 2078 do Banco Central e a Circular nº do Banco do Central, caso o cadastro de um cliente esteja desatualizado, algumas das medidas abaixo devem ser negadas. Qual das alternativas abaixo é FALSA? a) Aumento de limite do cheque especial e acolhimento de depósito em espécie. b) Fornecimento de talões de cheque e aumento de cheque especial. c) Atendimento de solicitação de nova aplicação financeira e fornecimento de cartão magnético. d) Nenhuma das anteriores. Todas estão previstas pelo Banco Central na Resolução e Circular citadas.

57 Ética e Auto-regularão Segundo a Resolução nº 2078 do Banco Central e a Circular nº do Banco do Central, caso o cadastro de um cliente esteja desatualizado, algumas das medidas abaixo devem ser negadas. Qual das alternativas abaixo é FALSA? a) Aumento de limite do cheque especial e acolhimento de depósito em espécie. Banco Central não analisa política de crédito do banco, nem impede depósitos. b) Fornecimento de talões de cheque e aumento de cheque especial. Banco Central não analisa política de crédito do banco c) Atendimento de solicitação de nova aplicação financeira e fornecimento de cartão magnético. d) Nenhuma das anteriores. Todas estão previstas pelo Banco Central na Resolução e Circular citadas. Ninguém precisa conhecer a resolução, mas precisa analisar com bom senso. Como obrigar o cliente a atualizar cadastro sem o trazer grande prejuízo.

58 Ética e Auto-regularão Um cliente seu faz um depósito, que você considera suspeito, em outra agência do banco em que você trabalha, às 14h15, Você comunica a sua suspeita à área de Compliance às 14h56. A área de Compliance, por sua vez, comunica ao COAF sua suspeita sobre tal cliente no dia seguinte, às 10h50. O COAF, após investigação, conclui que todas operações do cliente são absolutamente legais, não cabendo, portanto, suspeita sobre o cliente. Qual das alternativas está correta? a) Você é chamado junto ao COAF para prestar esclarecimentos, uma vez que foi o primeiro a desconfiar e a denunciar a suspeita de irregularidade, bem como o responsável pelo Compliance também é chamado, visto que seu departamento foi o responsável pela denúncia da suposta irregularidade. b) Ninguém é chamado, afinal a denúncia ao COAF deveria ter sido feita até 12 horas após o depósito considerado suspeito e sendo assim, perdeu-se o prazo para a denúncia, não importando se ela era realmente suspeita ou não. c) Ninguém é chamado. A comunicação foi de boa-fé, dentro dos parâmetros legais e, assim, não cabem medidas administrativas nem de responsabilidade civil a ninguém, no caso. d) Um dos diretores estatutários do banco e a quem a área em que você trabalha esteja subordinada, é chamado, uma vez que a denúncia foi feita e ele é juridicamente responsável pelo banco.

59 Ética e Auto-regularão Um cliente seu faz um depósito, que você considera suspeito, em outra agência do banco em que você trabalha, às 14h15, Você comunica a sua suspeita à área de Compliance às 14h56. A área de Compliance, por sua vez, comunica ao COAF sua suspeita sobre tal cliente no dia seguinte, às 10h50. O COAF, após investigação, conclui que todas operações do cliente são absolutamente legais, não cabendo, portanto, suspeita sobre o cliente. Qual das alternativas está correta? a) Você é chamado junto ao COAF para prestar esclarecimentos, uma vez que foi o primeiro a desconfiar e a denunciar a suspeita de irregularidade, bem como o responsável pelo Compliance também é chamado, visto que seu departamento foi o responsável pela denúncia da suposta irregularidade. b) Ninguém é chamado, afinal a denúncia ao COAF deveria ter sido feita até 12 horas após o depósito considerado suspeito e sendo assim, perdeu-se o prazo para a denúncia, não importando se ela era realmente suspeita ou não. c) Ninguém é chamado. A comunicação foi de boa-fé, dentro dos parâmetros legais e, assim, não cabem medidas administrativas nem de responsabilidade civil a ninguém, no caso. d) Um dos diretores estatutários do banco e a quem a área em que você trabalha esteja subordinada, é chamado, uma vez que a denúncia foi feita e ele é juridicamente responsável pelo banco. Usar bom senso, o Coaf é para ajudar, não para coibir denuncias.

60 Ética e Auto-regularão Assinale a alternativa correta: a) O mercado primário compreende somente o lançamento de novos títulos na Bolsa, gerando corretagem para o corretor. b) A metodologia de marcação a mercado é a precificação de um ativo pelo seu último preço de negociação no mercado. c) A metodologia de marcação a mercado é a precificação de um ativo pelo seu preço a valor de mercado. d) Os índices de mercado são traduções dos objetivos de retorno e tolerância ao risco, facilmente obtidos e, por isso, sendo determinados pelo Governo.

61 Ética e Auto-regularão Assinale a alternativa correta: a) O mercado primário compreende somente o lançamento de novos títulos na Bolsa, gerando corretagem para o corretor. Não, podem haver revendas de títulos em poder da tesouraria da empresa b) A metodologia de marcação a mercado é a precificação de um ativo pelo seu último preço de negociação no mercado. Não correto, não é no seu último preço e sim por quanto seria possível vender. c) A metodologia de marcação a mercado é a precificação de um ativo pelo seu preço a valor de mercado. d) Os índices de mercado são traduções dos objetivos de retorno e tolerância ao risco, facilmente obtidos e, por isso, sendo determinados pelo Governo. Não é o governo que determina índices de mercado, é o próprio mercado A marcação a mercado garante que se o fundo tiver que vender o título, ele vai conseguir vender queimar o título pelo valor de mercado, porque já contabilizou baixas no valor do título A marcação a mercado quantifica o risco de liquidez

62 Ética e Auto-regularão A Lei nº 9.613/1998 define como crimes antecedentes: a) tráfico de drogas e afins, terrorismo e furto; b) tráfico de drogas, tráfico de armas, terrorismo e crimes contra o Sistema Financeiro Nacional; c) contrabando de armas, terrorismo e seqüestro político; d) terrorismo, crimes contra administração pública e crimes contra a lei de imprensa.

63 Ética e Auto-regularão A Lei nº 9.613/1998 define como crimes antecedentes: a) tráfico de drogas e afins, terrorismo e furto; b) tráfico de drogas, tráfico de armas, terrorismo e crimes contra o Sistema Financeiro Nacional; c) contrabando de armas, terrorismo e seqüestro político; d) terrorismo, crimes contra administração pública e crimes contra a lei de imprensa. Usar bom senso, a avaliação é da ANBIMA, o crime tem que ser contra o SFN

64 Ética e Auto-regularão Ao abrir a conta de um cliente no banco, você descobre que ele é muito rico, mas que não entende nada de investimento. De acordo com o princípio da integridade do Código de Ética do IBCPF, você direciona os recursos do cliente para os produtos que: a) dão maior receita para a sua carteira; b) estão em campanha no banco; c) têm a melhor rentabilidade, não tirando nenhuma vantagem pessoal sobre isso; d) melhor se adéqüem às necessidades do cliente, não tirando nenhuma vantagem individual sobre isso.

65 Ética e Auto-regularão Ao abrir a conta de um cliente no banco, você descobre que ele é muito rico, mas que não entende nada de investimento. De acordo com o princípio da integridade do Código de Ética do IBCPF, você direciona os recursos do cliente para os produtos que: a) dão maior receita para a sua carteira; b) estão em campanha no banco; c) têm a melhor rentabilidade, não tirando nenhuma vantagem pessoal sobre isso; Produtos de melhor rentabilidade tem maior risco, e não necessariamente o cliente precisa disso. d) melhor se adéqüem às necessidades do cliente, não tirando nenhuma vantagem individual sobre isso.

66 Ética e Auto-regularão A lavagem de dinheiro consiste fundamentalmente em: a) processo onde clientes estabelecem alternativas financeiras para reduzir a carga tributária em sua operações; b) conjunto de operações financeiras realizadas exclusivamente em paraísos fiscais, visando inibis a ação e controle fiscal; c) operações ilícitas que buscam otimizar seus rendimentos; d) processo pelo qual o criminoso transforma recursos ganhos de forma ilícita em ativos com origem aparentemente legal.

67 Ética e Auto-regularão A lavagem de dinheiro consiste fundamentalmente em: a) processo onde clientes estabelecem alternativas financeiras para reduzir a carga tributária em sua operações; Isso é problema da receita b) conjunto de operações financeiras realizadas exclusivamente em paraísos fiscais, visando inibis a ação e controle fiscal; Não acontece apenas em paraísos fiscais, mas estes existem para lavar dinheiro. c) operações ilícitas que buscam otimizar seus rendimentos; Não faz sentido d) processo pelo qual o criminoso transforma recursos ganhos de forma ilícita em ativos com origem aparentemente legal.

68 Ética e Auto-regularão Qual o principal órgão de combate à lavagem de dinheiro, criado a partir da aprovação de Lei nº 9.613/1998? a) COAF. b) Secretaria da Receita Federal. c) GAFI. d) Banco Central.

69 Ética e Auto-regularão Qual o principal órgão de combate à lavagem de dinheiro, criado a partir da aprovação de Lei nº 9.613/1998? a) COAF. b) Secretaria da Receita Federal. c) GAFI. d) Banco Central.

70 Ética e Auto-regularão Considera-se como prática obrigatória na prevenção de crimes de lavagem de dinheiro, a implantação nas instituições financeiras da política Know Your Customer (KYC), que consiste em: a) conhecimento de informações cadastrais e financeiras, das atividades dos clientes; b) sistema de controle e movimentação financeira; c) processo de acompanhamento dos balanços patrimoniais; d) controle de documentos societários dos clientes.

71 Ética e Auto-regularão Considera-se como prática obrigatória na prevenção de crimes de lavagem de dinheiro, a implantação nas instituições financeiras da política Know Your Customer (KYC), que consiste em: a) conhecimento de informações cadastrais e financeiras, das atividades dos clientes; b) sistema de controle e movimentação financeira; c) processo de acompanhamento dos balanços patrimoniais; d) controle de documentos societários dos clientes. É isso que a mesa KYC faz.

72 Ética e Auto-regularão Está cumprindo o principio ético de integridade o profissional financeiro que a) Indicar somente os produtos que o ajudarão a cumprir sua meta b) Atender somente pessoa física c) Abster-se de vantagens pessoais no exercício da função d) Aprimorar seus conhecimentos sobre os produtos oferecidos pela instituição em que trabalha

73 Ética e Auto-regularão Está cumprindo o principio ético de integridade o profissional financeiro que a) Indicar somente os produtos que o ajudarão a cumprir sua meta – fere a objetividade b) Atender somente pessoa física – fere o principio do profissionalismo c) Abster-se de vantagens pessoais no exercício da função d) Aprimorar seus conhecimentos sobre os produtos oferecidos pela instituição em que trabalha - este é o principio da competência.

74 Ética e Auto-regularão A adesão aos códigos de auto-regulação da ANBIMA é: I.Obrigatória para todos os fundos de investimento. II.Obrigatória para todas as instituições filiadas. III.Facultativa para todas as intuições filiadas. Está correto o que se afirma apenas em: a)I b)II c)III d)I e III

75 Ética e Auto-regularão A adesão aos códigos de auto-regulação da ANBIMA é: I.Obrigatória para todos os fundos de investimento. Tem fundos de investimento que não são filiados. A ANBIMA não é órgão regulamentador oficial. II.Obrigatória para todas as instituições filiadas. III.Facultativa para todas as intuições filiadas. Quem quer fazer parte da ANBIMA, tem que seguir suas regulações. Está correto o que se afirma apenas em: a)I b)II c)III d)I e III

76 Ética e Auto-regularão O código de auto-regulação determina que o Selo ANBIMA seja impresso na capa do: a)Regulamento do fundo de investimento b)Termo de ciência do risco c)Prospecto do fundo de investimento d)Termo de adesão ao fundo de investimento

77 Ética e Auto-regularão O código de auto-regulação determina que o Selo ANBIMA seja impresso na capa do: a)Regulamento do fundo de investimento – linguagem jurídica, a ANBIMA acredita que tenha menos leitores. b)Termo de ciência do risco – não é assinado em todos os fundos c)Prospecto do fundo de investimento d)Termo de adesão ao fundo de investimento – pode ser até eletrônico, é um termo muito simples. A ANBIMA acredita que o prospecto será lido por todos, por isso, o selo terá que estar no prospecto.

78 Ética e Auto-regularão Manter os necessários conhecimentos e habilidades para prestar bons serviços aos seus clientes e ainda firmar um compromisso de continua aprendizagem e aperfeiçoamento pessoal é o que diz o principio ético de a)liderança b)competência c)objetividade d)integridade

79 Ética e Auto-regularão Manter os necessários conhecimentos e habilidades para prestar bons serviços aos seus clientes e ainda firmar um compromisso de continua aprendizagem e aperfeiçoamento pessoal é o que diz o principio ético de a)Liderança – não é principio ético b)competência c)Objetividade – vender o que é bom para o cliente. d)Integridade – confiança

80 Ética e Auto-regularão Os objetivos do código de auto regulação para o programa de certificação continuada são: I.Estabelecer regras e conduta para os profissionais que atuam com investimento. II.Promover a concorrência leal entre os participantes do mercado III.Adotar práticas equitativas e uniformes entre os profissionais. IV.Introduzir pequenos investidores no mercado de capitais. Está correto o que se afirma apenas em a)I e II b)III e IV c)I, II e IV d)I, II e III

81 Ética e Auto-regularão Os objetivos do código de auto regulação para o programa de certificação continuada são: I.Estabelecer regras e conduta para os profissionais que atuam com investimento. II.Promover a concorrência leal entre os participantes do mercado III.Adotar práticas equitativas e uniformes entre os profissionais. IV.Introduzir pequenos investidores no mercado de capitais. Está correto o que se afirma apenas em a)I e II b)III e IV c)I, II e IV d)I, II e III

82 Ética e Auto-regularão Um profissional que introduz seu cliente a adquirir um produto que não é de seu interesse, com o intuito de bater sua meta de venda, deixa de observar o principio a)integridade b)competência c)confidencialidade d)profissionalismo

83 Ética e Auto-regularão Um profissional que introduz seu cliente a adquirir um produto que não é de seu interesse, com o intuito de bater sua meta de venda, deixa de observar o principio a)integridade b)Competência – gerente sabe o que está vendendo c)Confidencialidade – sigilo bancário d)Profissionalismo – respeita clientes e colegas. Não critica os colegas. Integridade trata de o cliente confiar nas recomendações do gerente

84 Ética e Auto-regularão Um cliente questiona sobre a possibilidade de montar sua própria carteira de ações. Você, gerente, considera que o investimento em ações é perigoso e não aplica seus recursos pessoais neste mercado. Você oferece, então, um fundo de renda fixa. Você infringiu o principio ético de a)objetividade b)Integridade c)profissionalismo d)competência

85 Ética e Auto-regularão Um cliente questiona sobre a possibilidade de montar sua própria carteira de ações. Você, gerente, considera que o investimento em ações é perigoso e não aplica seus recursos pessoais neste mercado. Você oferece, então, um fundo de renda fixa. Você infringiu o principio ético de a)Objetividade b)Integridade – cliente deve confiar na boa fé do gerente. c)Profissionalismo – tratar os clientes e colegas de forma respeitosa d)Competência – conhecer o que está vendendo O gerente deve fazer o que é bom para o cliente na visão do cliente, não na sua visão pessoal.

86 Ética e Auto-regularão A fase colocação do crime de lavagem de dinheiro caracteriza-se por a)Ser a última fase do processo b)Dificultar o rastreamento da origem dos recursos c)Fazer o dinheiro passar pelo caixa ou balcão dos bancos d)Trazer o dinheiro de volta para a economia com aparência de origem lícita

87 Ética e Auto-regularão A fase colocação do crime de lavagem de dinheiro caracteriza-se por a)Ser a última fase do processo – a última fase é a integração b)Dificultar o rastreamento da origem dos recursos – isso é ocultação, quando o cliente transfere recursos para várias contas. c)Fazer o dinheiro passar pelo caixa ou balcão dos bancos d)Trazer o dinheiro de volta para a economia com aparência de origem lícita - esta é a fase da integração, onde o cliente simula uma operação licita para trazer de volta o dinheiro para a economia (supermercado comprando açúcar de uma fábrica de açúcar. A colocação é a primeira fase, que é quando o cliente faz pequenos depósitos em dinheiro no caixa (valores menores a R$ 10 mil).

88 Ética e Auto-regularão São operações suspeitas de lavagem de dinheiro, relacionadas à manutenção de conta corrente: I.Abertura de conta em agência bancária de aeroporto, por um cliente residente distante dessa agência. II.Abertura de conta corrente por menor de idade. III.Abertura de conta corrente por procurador. IV.Cliente mantém volume elevado de recursos em conta corrente, e dispensa qualquer tipo de remuneração. Está correto o que se afirma em a)I e II b)III e IV c)I, III e IV d)I, II, III e IV

89 Ética e Auto-regularão São operações suspeitas de lavagem de dinheiro, relacionadas à manutenção de conta corrente: I.Abertura de conta em agência bancária de aeroporto, por um cliente residente distante dessa agência. II.Abertura de conta corrente por menor de idade. – essa não tem problema III.Abertura de conta corrente por procurador. IV.Cliente mantém volume elevado de recursos em conta corrente, e dispensa qualquer tipo de remuneração. Está correto o que se afirma em a)I e II b)III e IV c)I, III e IV d)I, II, III e IV

90 Ética e Auto-regularão Ao atuar com ética nos negócios o gerente de relacionamento deverá indicar o investimento: a)Adequado ao objetivo, horizonte de tempo e tolerância ao risco. b)Com maior rentabilidade nos últimos 36 meses c)Com tendência de maior rendimento conforme cenário econômico. d)Conforme rendimento solicitado pelo cliente

91 Ética e Auto-regularão Ao atuar com ética nos negócios o gerente de relacionamento deverá indicar o investimento: a)Adequado ao objetivo, horizonte de tempo e tolerância ao risco. b)Com maior rentabilidade nos últimos 36 meses c)Com tendência de maior rendimento conforme cenário econômico. d)Conforme rendimento solicitado pelo cliente O investimento deve estar alinhado ao objetivo, horizonte de tempo e tolerância ao risco do cliente, não apenas rentabilidade.

92 Ética e Auto-regularão A NBID é uma entidade de classe que, além de representar os interesses de seus associados, auto-regula suas atividades com a adoção de normas geralmente mais rígidas do que as impostas pela legislação. Os principais Códigos de auto regulação da ANBIMA são: I.Auto-Regulação das ofertas públicas de Títulos e Valores Mobiliários. II.Auto-Regulação de fundos de investimento III.Auto-Regulação para serviços qualificados ao mercado de capitais. IV.Auto-Regulação do Programa de Certificação Continuada V.Auto-Regulação do Mercado de Private Bank Doméstico Esta correto ao se afirmar a) I, II e III apenas b) III, IV e V apenas c) II e IV apenas d) I, II, III, IV e V

93 Ética e Auto-regularão A ANBIMA é uma entidade de classe que, além de representar os interesses de seus associados, auto-regula suas atividades com a adoção de normas geralmente mais rígidas do que as impostas pela legislação. Os principais Códigos de auto regulação da ANBIMA são: I.Auto-Regulação das ofertas públicas de Títulos e Valores Mobiliários. II.Auto-Regulação de fundos de investimento III.Auto-Regulação para serviços qualificados ao mercado de capitais. IV.Auto-Regulação do Programa de Certificação Continuada V.Auto-Regulação do Mercado de Private Bank Doméstico Esta correto ao se afirmar a) I, II e III apenas b) III, IV e V apenas c) II e IV apenas d) I, II, III, IV e V Todos os itens fazem parte do universo de aplicações financeiras possíveis, portanto, reguladas pela ANBIMA.

94 Noções de Economia e Finanças PIB – soma dos valores agregados R$ 0,20 R$ 1,00 R$ 4,00 Cada um agregou um valor para o produto. A soma de todos os valores agregados de todos os produtos é o PIB.

95 Noções de Economia e Finanças PIB – pela ótica do consumo - Se pegarmos tudo que é consumido no país de produtos nacionais também teremos o PIB. FamíliasEmpresasGoverno Exportação Importação Consumo (C) +Investimento (I) + Gastos (G) + Exportação - Importação

96 Noções de Economia e Finanças Inflação -IGPM – oficial, medido pelo IBGE. Apenas consumo das famílias. (Medido entre o dia 1 e 30 de cada mês) -IGP-M – medido pela FGV. Leva em conta também a inflação para empresas e construção civil. IGP-M = IPA (60%) + IPC (30%) + INCC (10%) Atacado Consumo Construção Civil. -Medido entre o dia 21 e 20 de cada mês.

97 Noções de Economia e Finanças Meta IGPM Reunião COPOM Meta SELIC Leilão de títulos Pagar contas públicas Taxa Selic

98 Noções de Economia e Finanças Taxa Selic – média das operações de 1 dia de títulos públicos federais DI CETIP: Média das negociações CDI de 1 dia entre bancos. TR: TBF (média da taxa do CDBs e RDBs de 30 dias a 35 dias) menos um redutor TJLP: Definida pelo CMN. É a antiga correção monetária

99 Noções de Economia e Finanças Juros SimplesJuros Compostos Rende mais por menos de 1 periodo Rende mais por mais de 1 periodo Cheque especial, descontos Investimentos, parcelados M = (1+i)M = (1+i) x n n

100 Noções de Economia e Finanças Títulos, ações. $ Mercado Primário

101 Noções de Economia e Finanças Títulos, ações. $ $ Mercado Secundário

102 Noções de Economia e Finanças De quais ferramentas dispõe o Banco Central para fazer política monetária? a) Emissão de moeda, compra e venda de títulos públicos, controle de câmbio. b) Compra e venda de títulos públicos, controle de taxa de juros e dos depósitos compulsórios dos bancos. c) Emissão de moeda, controle da taxa de juros e compra e venda de títulos públicos. d) Controle da taxa de juros, dos depósitos compulsórios dos bancos e da taxa de câmbio.

103 Noções de Economia e Finanças De quais ferramentas dispõe o Banco Central para fazer política monetária? a) Emissão de moeda, compra e venda de títulos públicos, controle de câmbio. Cambio é política cambial b) Compra e venda de títulos públicos, controle de taxa de juros e dos depósitos compulsórios dos bancos. c) Emissão de moeda, controle da taxa de juros e compra e venda de títulos públicos. Não é função do banco central emitir moeda. Isso cabe ao conselho monetário nacional d) Controle da taxa de juros, dos depósitos compulsórios dos bancos e da taxa de câmbio. Câmbio é política cambial Política monetária – aumentar o reduzir o dinheiro circulando. O Banco Central facilita ou reduz este dinheiro aumentando ou reduzindo os empréstimos bancários. Política Fiscal – aumento ou redução de impostos e gastos públicos. Política Cambial – Valorização ou desvalorização do valor do Real frente ao Dólar.

104 Noções de Economia e Finanças O mercado secundário é importante para o mercado primário porque: a) dá liquidez ao mercado e fornece parâmetros de valor de mercado; b) fornece liquidez e prazo de pagamento; c) diminui o risco de créditos dos títulos; d) é um indicativo da política econômica do Banco Central.

105 Noções de Economia e Finanças O mercado secundário é importante para o mercado primário porque: a) dá liquidez ao mercado e fornece parâmetros de valor de mercado; b) fornece liquidez e prazo de pagamento; Dar prazo de pagamento é função do mercado secundário, mas não ajuda o mercado primário c) diminui o risco de créditos dos títulos; O mercado secundário diminui o risco de liquidez d) é um indicativo da política econômica do Banco Central. Totalmente errada O mercado secundário é onde investidores negociam ações e títulos. O mercado primário é onde as empresas vendem ações e títulos para investidores

106 Noções de Economia e Finanças Qual a rentabilidade média mensal do CDI, sabendo-se que a sua rentabilidade acumulado em 12 meses foi de 15,00%? a) 15/12 b) 151/12 c) ((1,15)1/12 – 1) x 100 d) (15 – 1)1/12 x 100

107 Noções de Economia e Finanças Qual a rentabilidade média mensal do CDI, sabendo-se que a sua rentabilidade acumulado em 12 meses foi de 15,00%? a) 15/12 b) 151/12 c) ((1,15)1/12 – 1) x 100 d) (15 – 1)1/12 x 100 Fórmula de matemática financeira. A ANBIMA autoriza levar HP, mas não é necessário.

108 Noções de Economia e Finanças Assinale a alternativa INCORRETA: a) O Conselho Monetário Nacional é o órgão máximo do Sistema Financeiro Nacional. b) A Superintendência de Seguros Privados fiscaliza as seguradoras e as empresas de previdência privada fechada. c) O Ministro da Fazenda preside o Conselho Monetário Nacional. d) O Conselho Nacional de Seguros Privados normatiza as atividades de previdência privada aberta.

109 Noções de Economia e Finanças Assinale a alternativa INCORRETA: a) O Conselho Monetário Nacional é o órgão máximo do Sistema Financeiro Nacional. Correto, é a maior entidade b) A Superintendência de Seguros Privados fiscaliza as seguradoras e as empresas de previdência privada fechada. Atenção, fiscaliza previdência privada aberta, como do Itaú, BB Prev, etc. c) O Ministro da Fazenda preside o Conselho Monetário Nacional. Correto, é a pessoa mais importante da economia, interferindo em todos os órgãos fiscalizadores d) O Conselho Nacional de Seguros Privados normatiza as atividades de previdência privada aberta. Correto, o CNSP é o par de seguros do CMN O CMN é composto pelo ministro fazendo, presidente Bacen – Estão abaixo o Bacen e a CVM O CSNP é composto pelo ministro fazenda, ministro justiça, da previdência, Superindentente Susep, Bacen e CMN – Estão abaixo a Susep, Previc Previdência aberta – vendida a qualquer um. Itau prev, BB prev Previdência Fechada – vendida a uma classe. Petros, Aeros, sócios de sindicatos, entidades de classe.

110 Noções de Economia e Finanças Assinale a alternativa INCORRETA: a) A PTAX é divulgada diariamente pelo Banco Central do Brasil. b) A análise fundamentalista pode ser usada para precificar ações, mas tem por base os fundamentos macro e microeconômicos. c) A metodologia do IBrX-50 é idêntica a do Ibovespa, diferenciando-se apenas pela quantidade de ações. d) A taxa de DI é calculada diariamente pelo CETIP.

111 Noções de Economia e Finanças Assinale a alternativa INCORRETA: a) A PTAX é divulgada diariamente pelo Banco Central do Brasil Correto, o banco central controla o câmbio no Brasil b) A análise fundamentalista pode ser usada para precificar ações, mas tem por base os fundamentos macro e microeconômicos. Correto, a analise fundamentalista especula preços de ações que podem estar baratos ou caros. Normalmente, a análise fundamentalista precifica o preço das ações c) A metodologia do IBrX-50 é idêntica a do Ibovespa, diferenciando- se apenas pela quantidade de ações. d) A taxa de DI é calculada diariamente pelo CETIP. Correto, a CETIP registra todos os títulos de CDI e divulga taxa de juros a média pela qual os títulos foram negociados. Esta é a Taxa DI, calculada todo dia A metodologia do Ibovespa analisa valor negociado e liquidez, já o IBRx-50 analisa apenas o valor negociado. A CETIP registra todos os títulos privados e títulos públicos de governos estaduais e municipais

112 Noções de Economia e Finanças A cada seis semanas, o Copom se reúne para decidir sobre : a) aumento da alíquota do depósito compulsório; b) desenvolvimento econômico; c) taxa de câmbio; d) taxa Selic meta.

113 Noções de Economia e Finanças A cada seis semanas, o Copom se reúne para decidir sobre : a) aumento da alíquota do depósito compulsório; b) desenvolvimento econômico; c) taxa de câmbio; d) taxa Selic meta. O Copom é o conselho de Política Monetária, composto por diretores do Bacen.

114 É no mercado de capitais que: a) o Governo negocia os títulos públicos; b) as empresas buscam financiamento de médio e longo prazo através da emissão de títulos; c) o Banco Central e a CVM atuam como fiscalizadores; d) são negociadas as Letras Hipotecárias.

115 Noções de Economia e Finanças É no mercado de capitais que: a) o Governo negocia os títulos públicos; Na Selic e no tesouro b) as empresas buscam financiamento de médio e longo prazo através da emissão de títulos; são as debêntures c) o Banco Central e a CVM atuam como fiscalizadores; Só a CVM d) são negociadas as Letras Hipotecárias. Negociadas pelos bancos e sociedades de poupança nas agências

116 Noções de Economia e Finanças O Conselho Monetário Nacional, ao traçar as diretrizes econômicas, define a meta de inflação que deve ser perseguida pelo Banco Central do Brasil, que é medida pelo: a) IGPM; b) IGP-DI; c) IGPM d) IPC.

117 Noções de Economia e Finanças O Conselho Monetário Nacional, ao traçar as diretrizes econômicas, define a meta de inflação que deve ser perseguida pelo Banco Central do Brasil, que é medida pelo: a) IGPM; FGV b) IGP-DI; FGV c) IGPM IBGE d) IPC. FIPE

118 Noções de Economia e Finanças A metodologia de cálculo do Produto Interno ruto – PIB considera o valor a) adicionado ou agregado b) economico puro c) economico composto d) subordinado.

119 Noções de Economia e Finanças A metodologia de cálculo do Produto Interno ruto – PIB considera o valor a) adicionado ou agregado b) economico puro c) economico composto d) subordinado.

120 Noções de Economia e Finanças São atribuições do COPOM – Comitê de Política Monetária a) definir a taxa SELIC meta e a meta do PIB para os próximos anos b) Definir a taxa SElix meta e seu envetual viés e implementar a política monetária c) Definir a meta de inflação e a meta do PIB para s próximos anos d) Implementar a política cambial, definindo a taxa de câmbio

121 Noções de Economia e Finanças São atribuições do COPOM – Comitê de Política Monetária a) definir a taxa SELIC meta e a meta do PIB para os próximos anos Não existe meta de PIB e se tivesse, não seria o COPOM b) Definir a taxa SElix meta e seu envetual viés e implementar a política monetária c) Definir a meta de inflação (Conselho Montério Nacional) e a meta do PIB para s próximos anos d) Implementar a política cambial, definindo a taxa de câmbio O Bacen implementa política cambial, mas não o COPOM.. A taxa de câmbio é definida pelo mercado, até 1999 tinhamos apenas uma meta de taxa de câmbio O COPOM é um orgão do sistema financeiro. O Banco Central é subordinado a este orgão. O COPOM define a meta da taxa SELIC. A Taxa SELIC é definida pelo mercado

122 Noções de Economia e Finanças A taxa SELIC over expressa a) meta da taxa de juros básica da economia b) média ponderada das oerações interfinenanceiras, por um dia, lastreadas em títulos públicos federais c) média ponderada das oerações interfinenanceiras, por um dia, lastreadas em CDI d) meta de inflação definida para o ano

123 Noções de Economia e Finanças A taxa SELIC over expressa a) meta da taxa de juros básica da economia – Definida pelo COPOM. O BACEN irá perseguir esta meta e fazer com que a Taxa SELIC over atinja o valor da meta b) média ponderada das oerações interfinenanceiras, por um dia, lastreadas em títulos públicos federais c) média ponderada das oerações interfinenanceiras, por um dia, lastreadas em CDI. Isto é o DI CETIP ou Taxa DI d) meta de inflação definida para o ano Definida pelo CMN

124 Noções de Economia e Finanças A taxa equivalente de 12 meses, da taxa de 1% ao mês, na capitalização composta é obtida pela formula: a) 0,01 x 12 b) 1,01 x 12 c) (1,01 – 1) x 100 d) (0,01 – 1) x

125 Noções de Economia e Finanças A taxa equivalente de 12 meses, da taxa de 1% ao mês, na capitalização composta é obtida pela formula: a) 0,01 x 12 b) 1,01 x 12 c) (1,01 – 1) x 100 d) (0,01 – 1) x

126 Noções de Economia e Finanças A Taxa Referenciada – TR é calculada com base nas operações de a) nota promissória b) letra de câmbio c) debenture d) CDB

127 Noções de Economia e Finanças A Taxa Referenciada – TR é calculada com base nas operações de a) nota promissória b) letra de câmbio c) debenture d) CDB Bom senso. É a única resposta que tem um título altamente negociável e comum do mercado. A TR = TBF – Redutor TBF = média da taxa de juros paga de negociação de CDBs pré fixados de 30 a 35 dias dos bancos.

128 Noções de Economia e Finanças A Taxa DI é a) divulgada diariamente pela SELIC b) calculada com base em 360 dias corridos c) base de cálculo para a TR – Taxa Referencial d) calculada com base nas operações do mercado interfinanceiro, de um dia, com lastro em CDI

129 Noções de Economia e Finanças A Taxa DI é a) divulgada diariamente pela SELIC – Esta é a Taxa SELIC b) calculada com base em 360 dias corridos – Calculada com base em operações de 1 dia e não de 360 dias. c) base de cálculo para a TR – Taxa Referencial – Quem serve de base é o CDB e a TBF, não o CDI d) calculada com base nas operações do mercado interfinanceiro, de um dia, com lastro em CDI Taxa DI CETIP, operações de um dia do mercado de CDI (mercado interbancário)

130 Noções de Economia e Finanças O IGP-M é o índice calcuilado mensalmente pela FGV apurado com preços coletados no periodo de a) 21 a 20 de cada mês, sendo divulgado no final do mês de referência b) 01 a 30 de cada mês, sendo divulgado no final do mês de referência c) 21 a 20 de cada mês, sendo divulgado no final do mês subsequente d) 01 a 30 de cada mês, sendo divulgado no final do mês subsequente

131 Noções de Economia e Finanças O IGP-M é o índice calcuilado mensalmente pela FGV apurado com preços coletados no periodo de a) 21 a 20 de cada mês, sendo divulgado no final do mês de referência b) 01 a 30 de cada mês, sendo divulgado no final do mês de referência c) 21 a 20 de cada mês, sendo divulgado no final do mês subsequente d) 01 a 30 de cada mês, sendo divulgado no final do mês subsequente – Este é o IGPM A idéia do IGP-M é divulgar o índice dentro do mesmo mês de apuração, por isso ele fecha no dia 20

132 Noções de Economia e Finanças O IPA (índice de preços no atacado), tece forte alta no mês passado. Esta alta influencia diretamente o: a) IGPM, índice composto pelo IPA, IPC, e INCC b) IPC, índice composto pelo IPA, IGPM, e INCC c) IGP-M, índice composto pelo IPA, IGPM, e INCC d) IGP-M, índice composto pelo IPA, IPC, e INCC

133 Noções de Economia e Finanças O IPA (índice de preços no atacado), tece forte alta no mês passado. Esta alta influencia diretamente o: a) IGPM, índice composto pelo IPA, IPC, e INCC b) IPC, índice composto pelo IPA, IGPM, e INCC c) IGP-M, índice composto pelo IPA, IGPM, e INCC d) IGP-M, índice composto pelo IPA, IPC, e INCC O IGP-M é composto pelo índice para as empresas, para as famílias e para a construção civil. O IGPM considera apenas a inflação para o cumsumo.

134 Noções de Economia e Finanças O mercado secundário se caracteriza por a) possibilitar negociações de ativos entre investidores b) gerar recursos para o emissor c) negociar ações de segunda linha d) lançamento de títulos pela empresa emissora

135 Noções de Economia e Finanças O mercado secundário se caracteriza por a) possibilitar negociações de ativos entre investidores b) gerar recursos para o emissor – Este é o mercado primário c) negociar ações de segunda linha – não importa o mercado d) lançamento de títulos pela empresa emissora – mercado primário O mercado secundário serve para dar liquidez ao mercado de títulos. Permite a troca de títulos entre investidores. Não gera caixa para as empresas.

136 Noções de Economia e Finanças A taxa SELIC-meta I.É determinada pelo COPOM em reuniões periodicas II.Reflete a média das operações interbancárias pelo prazo de 1 dsia, com lastro em títulos públicos III.É determinada pelo Coinselho Monetário Nacional Está correto o que se afirma em a) I e II apenas b) III apenas c) I, II e III d) I apenas

137 Noções de Economia e Finanças A taxa SELIC-meta I.É determinada pelo COPOM em reuniões periodicas II.Reflete a média das operações interbancárias pelo prazo de 1 dsia, com lastro em títulos públicos III.É determinada pelo Coinselho Monetário Nacional – Não, é pelo Copom Está correto o que se afirma em a) I e II apenas b) III apenas c) I, II e III d) I apenas Note que a I e a III não podem estar certo ao mesmo tempo.

138 Noções de Economia e Finanças Uma taxa de juros quadrimestral em percentual, na capitalização composta, possui taxa equivalente de 3% ao bimestre, obtida pela formula a) (1,03 - 1) x 100 b) (0,03 - 1) x 100 c) 1,03 x 2 d) 0,03 x 2 2 2

139 Noções de Economia e Finanças Uma taxa de juros quadrimestral em percentual, na capitalização composta, possui taxa equivalente de 3% ao bimestre, obtida pela formula a) (1,03 - 1) x 100 b) (0,03 - 1) x 100 c) 1,03 x 2 d) 0,03 x 2 2 2

140 Noções de Economia e Finanças Em um cenário de elevação da inflação o COPOM deverá adotar a estratégia de a) Reduzir a taxa de juros b) Elevar a taxa de juros c) Reduzir a taxa de câmbio d) Elevar a taxa de câmbio

141 Noções de Economia e Finanças Em um cenário de elevação da inflação o COPOM deverá adotar a estratégia de a) Reduzir a taxa de juros b) Elevar a taxa de juros c) Reduzir a taxa de câmbio d) Elevar a taxa de câmbio Política monetário, o COPOM deve aumentar a meta para reduzir o consumo e reduzir a inflação.

142 Noções de Economia e Finanças Foi observado na economia o crescimento do nível de consumo representado por bens e serviços comprados pelas fam´[ilias brasileiras. Odemos afirmar que este fato a) Provocará aumento do PIB b) Provocará redução do PIB c) Não provocará qualquer efeito no PIB d) Provavelmente reduzirá o nível de inflação

143 Noções de Economia e Finanças Foi observado na economia o crescimento do nível de consumo representado por bens e serviços comprados pelas fam´[ilias brasileiras. Odemos afirmar que este fato a) Provocará aumento do PIB b) Provocará redução do PIB c) Não provocará qualquer efeito no PIB d) Provavelmente reduzirá o nível de inflação PIB = aumento do valor agregado PIB = Consumo Nacional PIB = C + I + G + E - M

144 Princípios de investimento Rentabilidade observadaRentabilidade esperada Hoje Este CDB renderá 98% do CDI Este CDB rendeu 0,8% a.m. FuturoPassado Rentabilidade absolutaRentabilidade relativa

145 Princípios de Investimento Liquidez = Vender um título rapidamente pelo valor justo

146 Princípios de Investimento Risco de Liquidez – Baixo Risco de Liquidez Preço Justo Preço se eu quiser vender agora

147 Princípios de Investimento Risco de Liquidez – Baixo Risco de Liquidez

148 Princípios de Investimento Risco de Liquidez – Alto Risco de Liquidez Preço Justo Preço se eu quiser vender agora

149 Princípios de Investimento Risco de Crédito – Inadimplência Ações não tem risco de crédito, afinal, o acionista é dono

150 Princípios de Investimento Risco de Crédito – Inadimplência Por conceito, o menor risco de crédito é o risco do governo federal. Este é o risco soberano. Taxa SELIC = Menor taxa de juros da economia!

151 Princípios de Investimento Risco de Crédito – Inadimplência Por conceito, o menor risco de crédito do mundo é o risco do governo americano. A taxa de Juros do FED é a menor do mundo.

152 Princípios de Investimento Risco de Mercado (ou sistemático) – Não diversificável Taxa de JurosCâmbio Inflação Crises Externas

153 Princípios de Investimento Risco da Empresa (ou não sistemático) – só da empresa - diversificável

154 Princípios de Investimento Risco da Empresa (ou não sistemático)

155 Princípios de Investimento Risco Investidor ganhou menos que o esperado = risco

156 Princípios de Investimento Risco A bolsa vai subir! Será? Incerteza

157 Princípios de Investimento Risco Incerteza

158 Princípios de Investimento ObjetivoNecessidadeProdutos Adequados Reserva para emergência Alta Liquidez e baixo risco Produtos de alta liquidez e baixo risco = CDB Renda de aposentadoria Evitar riscos de mercado, principalmente inflação Risco médio, mas indexados a índices de inflação Investimento para aposentadoria Buscar maior retorno Risco alto = Ações

159 Princípios de Investimento Enquanto a rentabilidade observada se refere à rentabilidade obtida no passado, a rentabilidade esperada representa: a) uma expectativa com relação à rentabilidade futura de um ativo; b) o quanto um investidor deseja receber pelo investimento; c) um valor que é enviado à Comissão de Valores Mobiliários e divulgado pelos bancos; d) a média entre o que o investidor deseja receber e o que o gestor imagina como rentabilidade futura.

160 Princípios de Investimento Enquanto a rentabilidade observada se refere à rentabilidade obtida no passado, a rentabilidade esperada representa: a) uma expectativa com relação à rentabilidade futura de um ativo; b) o quanto um investidor deseja receber pelo investimento; O desejo do investidor deve coincidir com a rentabilidade esperada da aplicação. c) um valor que é enviado à Comissão de Valores Mobiliários e divulgado pelos bancos; Banco não garante rentabilidade esperada nem estima, muito menos estima e publica d) a média entre o que o investidor deseja receber e o que o gestor imagina como rentabilidade futura. Não faz sentido. O gestor não fala com o investidor Rentabilidade esperada é calculada com base em princípios estatísticos com base na rentabilidade observada.

161 Princípios de Investimento 1.Dadas as carteiras abaixo, compostas 100% por títulos públicos, qual delas tem o maior risco? CARTEIRA ALFA CARTEIRA BETA Prazo Fluxo Prazo Fluxo a) A carteira ALFA, pois seu prazo médio é maior. b) A carteira BETA, pois o seu prazo médio é maior. c) O risco é igual, pois o prazo médio de ambas é idêntico. d) Apesar de o prazo médio ser idêntico, a carteira ALGA apresenta um risco maior, pois o vencimento do último fluxo é mais longo.

162 Princípios de Investimento 1.Dadas as carteiras abaixo, compostas 100% por títulos públicos, qual delas tem o maior risco? CARTEIRA ALFA CARTEIRA BETA Prazo Fluxo Prazo Fluxo a) A carteira ALFA, pois seu prazo médio é maior. b) A carteira BETA, pois o seu prazo médio é maior. Beta tem mais títulos concentrados em 30 dias, enquanto Alfa tem mais títulos em 180 dias c) O risco é igual, pois o prazo médio de ambas é idêntico. Não, alfa tem prazo maior d) Apesar de o prazo médio ser idêntico, a carteira ALGA apresenta um risco maior, pois o vencimento do último fluxo é mais longo. Não existe esta informação Dá para fazer a conta, sem HP é difícil, mas visualmente dá para ver qual carteira tem prazo maior, é a Alfa, portanto, Beta, com prazo menor, tem menos risco.

163 Princípios de Investimento O princípio básico de controle de risco de mercado de uma carteira de ativos é: a) medir e controlar a exposição da carteira, uma vez que a volatilidade do mercado não é controlável; b) medir e controlar o risco sistêmico da carteira, uma vez que a exposição do mercado não é controlável; c) manter constante o valor da carteira, uma vez que o objetivo é ganhar no longo prazo. d) Aumentar o número de operações da carteira, através de operações de Bolsa, câmbio e juros, pois a correlação diminui pela diversificação.

164 Princípios de Investimento O princípio básico de controle de risco de mercado de uma carteira de ativos é: a) medir e controlar a exposição da carteira, uma vez que a volatilidade do mercado não é controlável; b) medir e controlar o risco sistêmico da carteira, uma vez que a exposição do mercado não é controlável; c) manter constante o valor da carteira, uma vez que o objetivo é ganhar no longo prazo. d) Aumentar o número de operações da carteira, através de operações de Bolsa, câmbio e juros, pois a correlação diminui pela diversificação. Risco de Mercado –Sistemático – risco do mercado todo – aumento da taxa de juros. Não tem jeito - Específico (intrínseco) – risco do investimento ou da empresa ou do negócio – entrada de um concorrente. Reduz com diversificação

165 Princípios de Investimento Estando frente a duas possibilidades de investimento, um investidor racional sempre preferirá: a) um ativo que ofereça menos risco, independente do retorno esperado; b) um ativo que ofereça menos risco, apesar de poder obter mais retorno; c) um ativo que ofereça mais retorno, mesmo que tenha mais risco; d) um ativo que ofereça menos risco, dado que ambos têm a mesma rentabilidade.

166 Princípios de Investimento Estando frente a duas possibilidades de investimento, um investidor racional sempre preferirá: a) um ativo que ofereça menos risco, independente do retorno esperado; b) um ativo que ofereça menos risco, apesar de poder obter mais retorno; c) um ativo que ofereça mais retorno, mesmo que tenha mais risco; d) um ativo que ofereça menos risco, dado que ambos têm a mesma rentabilidade.

167 Princípios de Investimento Indique a afirmação correta: a) Títulos prefixados são indicados para proteger o investidor contra a alta da taxa de juros. b) Não há risco em operações prefixadas. c) Títulos pós-fixados são indicados para se proteger contra a queda na taxa de juros. d) Títulos prefixados podem trazer perdas ao investidor, se vendidos antes do vencimento.

168 Princípios de Investimento Indique a afirmação correta: a) Títulos prefixados são indicados para proteger o investidor contra a alta da taxa de juros. Títulos pré fixados tem elevado risco de mercado por causa de taxa de juros. Uma alta nos juros desvaloriza o título. b) Não há risco em operações prefixadas. Há risco de mercado e de crédito c) Títulos pós-fixados são indicados para se proteger contra a queda na taxa de juros. Não, títulos pós fixados protegem contra alta nos juros. d) Títulos prefixados podem trazer perdas ao investidor, se vendidos antes do vencimento. Um título pré fixado só não tem risco de mercado se o investidor ficar até o final do período do título. Se for para ficar até o fim, tem risco de liquidez.

169 Princípios de Investimento A volatilidade é uma medida: a) de risco; b) de retorno esperado; c) de retorno médio estatístico; d) de retorno futuro implícito

170 Princípios de Investimento A volatilidade é uma medida: a) de risco; b) de retorno esperado; c) de retorno médio estatístico; d) de retorno futuro implícito A volatilidade não indica se um ativo está valorizando ou desvalorizando, mas sim se ele está variando seus preços em posições diferentes. A bolsa pode estar caindo e estar com baixa volatilidade, pois sempre cai. Se ela cai um dia, sobe no outro e cai no outro, aí sim temos volatilidade

171 Princípios de Investimento Um prospecto descreve o seguinte fator de risco: Este fundo corre risco de subida de taxa de juros, fazendo com que os preços dos títulos prefixados caiam, prejudicando a rentabilidade do fundo. O prospecto refere-se ao: a) risco de crédito; b) risco de mercado; c) risco com derivativos; d) risco com liquidez.

172 Princípios de Investimento Um prospecto descreve o seguinte fator de risco: Este fundo corre risco de subida de taxa de juros, fazendo com que os preços dos títulos prefixados caiam, prejudicando a rentabilidade do fundo. O prospecto refere-se ao: a) risco de crédito inadimplência b) risco de mercado; c) risco com derivativos; Não existe este risco d) risco com liquidez. Venda pelo preço justo Juros, comoditties, inflação, desemprego, crises macro econômicas são riscos de mercado sistêmicos.

173 Princípios de Investimento Entende-se como risco um ativo: a) possibilidade de perda acima do benchmark; b) possibilidade de ganho acima do mercado; c) expectativa de perda ou ganho com o ativo; d) possibilidade de não receber a remuneração esperada

174 Princípios de Investimento Entende-se como risco um ativo: a) possibilidade de perda acima do benchmark; b) possibilidade de ganho acima do mercado; c) expectativa de perda ou ganho com o ativo; d) possibilidade de não receber a remuneração esperada Não ganhar também é perder, pois o dinheiro poderia ter sido investido em outro ativo.

175 Princípios de Investimento Indique a afirmação INCORRETA: a) As notas promissórias têm prazo máximo de 180 dias para as empresas de capital fechado. b) LTN são títulos prefixados zero cupom. c) Nos leilões formais de títulos públicos, somente os bancos dealers podem participar. d) Nas NTN-D há risco de variação cambial e de variação do cupom.

176 Princípios de Investimento Indique a afirmação INCORRETA: a) As notas promissórias têm prazo máximo de 180 dias para as empresas de capital fechado. b) LTN são títulos prefixados zero cupom. c) Nos leilões formais de títulos públicos, somente os bancos dealers podem participar. d) Nas NTN-D há risco de variação cambial e de variação do cupom. NTN-D visa justamente prevenir contra o risco de variação cambial.

177 Princípios de Investimento Você recebeu uma meta de captação de CDB e se banco está, inclusive, premiando os gerentes que mais captarem CDB. Seu cliente chega com novos recursos no banco e deseja diversificar sua carteira de investimentos que está, atualmente 100% posicionada em CDB. Você: a) aconselha-o a investir em Bolsa, que tem se mostrado um excelente investimento, atendendo o desejo do cliente de diversificar os investimentos; b) segue suas convicções pessoais sobre investimentos; c) segue a campanha do bando; d) analisa o perfil do cliente e suas necessidades de liquidez primeiro,

178 Princípios de Investimento Você recebeu uma meta de captação de CDB e se banco está, inclusive, premiando os gerentes que mais captarem CDB. Seu cliente chega com novos recursos no banco e deseja diversificar sua carteira de investimentos que está, atualmente 100% posicionada em CDB. Você: a) aconselha-o a investir em Bolsa, que tem se mostrado um excelente investimento, atendendo o desejo do cliente de diversificar os investimentos; b) segue suas convicções pessoais sobre investimentos; c) segue a campanha do bando; d) analisa o perfil do cliente e suas necessidades de liquidez primeiro,

179 Princípios de Investimento Ao dar consultoria sobre investimentos, um bom executivo e contas deve orientar um cliente quanto a que variáveis? a) Rentabilidade passada, liquidez e volatilidade. b) Rentabilidade passada e esperada, liquidez, riscos envolvidos nos produtos e volatilidade. c) Rentabilidade esperada, risco de mercado e volatilidade. d) Rentabilidade passada e esperada, comparação com benchmark e operacionalidade do produto

180 Princípios de Investimento Ao dar consultoria sobre investimentos, um bom executivo e contas deve orientar um cliente quanto a que variáveis? a) Rentabilidade passada, liquidez e volatilidade. b) Rentabilidade passada e esperada, liquidez, riscos envolvidos nos produtos e volatilidade. c) Rentabilidade esperada, risco de mercado e volatilidade. d) Rentabilidade passada e esperada, comparação com benchmark e operacionalidade do produto Quanto mais completo melhor

181 Princípios de Investimento O prazo médio de uma carteira de renda fixa é útil para determinar seu a) perfil de liquidez e prazo final b) perfil de risco de crédito c) nível de sensibilidade à inadimplência sistêmica. d) nível de sensibilidade à oscilação da taxa de juros

182 Princípios de Investimento O prazo médio de uma carteira de renda fixa é útil para determinar seu a) perfil de liquidez e prazo final – perfil de liquidez está correto, mas não dá para saber o prazo final, vencimento do último título, somente o prazo médio. b) perfil de risco de crédito – não dá para afirmar c) nível de sensibilidade à inadimplência sistêmica. – trata-se de risco de mercado, prazo está relacionado com risco de liquidez. d) nível de sensibilidade à oscilação da taxa de juros Prazo mais curto reduz o efeito da oscilação da taxa de juros. Um aumento na taxa de juros baixa mais o valor de um título de 2 anos do que um título de 1 ano

183 Princípios de Investimento Com base na volatilidade dos investimentos listados abaixo, podemos afirmar que o mais arriscado foi o investimento a) W – volatilidade de 1,0% b) X – volatilidade de 0,5% c) Y – volatilidade de 4,0% d) Z – volatilidade de 1,5%

184 Princípios de Investimento Com base na volatilidade dos investimentos listados abaixo, podemos afirmar que o mais arriscado foi o investimento a) W – volatilidade de 1,0% b) X – volatilidade de 0,5% c) Y – volatilidade de 4,0% d) Z – volatilidade de 1,5% Quando maior a volatilidade, maior a incerteza, maior o risco

185 Princípios de Investimento Em relação a marcação a mercado de um título de renda fixa prefixado é correto afirmar que quando a taxa de juros a) sobe, o valor do título sobe b) sobe, o valor do título cai c) cai, o valor do título não se altera d) cai, o valor do título também cai

186 Princípios de Investimento Em relação a marcação a mercado de um título de renda fixa prefixado é correto afirmar que quando a taxa de juros a) sobe, o valor do título sobe b) sobe, o valor do título cai c) cai, o valor do título não se altera d) cai, o valor do título também cai Renda fixa prefixada é inversamente proporcional aos juros. Vamos ver mais para frente quando falarmos de fundo.

187 Princípios de Investimento A carteira de renda fixa X tem prazo médio de 180 dias e a carteira Y tem prazo médio de 360 dias. A sensibilidade à oscilação das taxas de juros de mercado será: a) menor na carteira X b) maior na carteira X c) menor na carteira Y d) idêntica nas duas carteiras

188 Princípios de Investimento A carteira de renda fixa X tem prazo médio de 180 dias e a carteira Y tem prazo médio de 360 dias. A sensibilidade à oscilação das taxas de juros de mercado será: a) menor na carteira X b) maior na carteira X c) menor na carteira Y d) idêntica nas duas carteiras Quanto menor o prazo, menor o efeito da oscilação na taxa de juros.

189 Princípios de Investimento Um fundo de investimento que apresenta alta volatilidade indica a) menor risco de mercado b) maior concentração em títulos atrelados a índice de preços c) maior risco de mercado d) maior concentração em títulos com taxa prefixada

190 Princípios de Investimento Um fundo de investimento que apresenta alta volatilidade indica a) menor risco de mercado – se a volatilidade é alta, o risco é maior. b) maior concentração em títulos atrelados a índice de preços – essa ação reduz o risco, pois anula um possível risco de mercado, portanto, abaixa a volatilidade c) maior risco de mercado d) maior concentração em títulos com taxa prefixada – está parcialmente correto, maior concentração em títulos prefixados aumenta a volatilidade, pois aumenta a influência da taxa de juros, ligada ao risco de mercado. A alternativa D está errada pois não está totalmente correta, pois alta volatilidade significa maior risco de mercado (maior exposição a taxa de juros, câmbio, inflação, mercado externo), não só taxa de juros.

191 Princípios de Investimento Observe a rentabilidade de algumas aplicações no último semestre Poupança: 3,85% Fundo DI: 4,20% Fundo Multimercado: 5% Sabendo que o IGPM do período foi de 4%, podemos afirmar que o retorno real da poupança, do fundo DI e do fundo multimercado foi, respectivamente: a) negativo – positivo - positivo b) negativo – negativo - positivo c) positivo – positivo – positivo d) negativo – negativo - negativo

192 Princípios de Investimento Observe a rentabilidade de algumas aplicações no último semestre Poupança: 3,85% Fundo DI: 4,20% Fundo Multimercado: 5% Sabendo que o IGPM do período foi de 4%, podemos afirmar que o retorno real da poupança, do fundo DI e do fundo multimercado foi, respectivamente: a) negativo – positivo - positivo b) negativo – negativo - positivo c) positivo – positivo – positivo d) negativo – negativo – negativo Rentabilidade Real = Rentabilidade Observada - Inflação

193 Princípios de Investimento Em uma carteira de títulos de renda fixa, o risco de mercado está diretamente associado a) quantidade de crédito dos emissores dos títulos b) ao prazo médio dos títulos, somente. c) à oscilação na taxa de juros somente d) ao prazo médio da carteira e à oscilação da taxa de juros

194 Princípios de Investimento Em uma carteira de títulos de renda fixa, o risco de mercado está diretamente associado a) quantidade de crédito dos emissores dos títulos – esta ação abaixa o risco de crédito, não o do mercado. b) ao prazo médio dos títulos, somente. – resposta radical, parcialmente correta c) à oscilação na taxa de juros somente– resposta radical, parcialmente correta d) ao prazo médio da carteira e à oscilação da taxa de juros

195 Princípios de Investimento Os produtos de investimento normalmente adotam um índice de referência, também conhecido como benchmark, com a finalidade de a) oferecer ao investidor um parâmetro para efeito de analisar a rentabilidade de seu investimento b) permitir que o investidor possa calcular o nível de risco de seu investimento c) demonstrar a competência do gestor de um fundo de investimento na gestão da carteira. d) oferecer ao investidor a garantia de uma rentabilidade mínima em seu investimento

196 Princípios de Investimento Os produtos de investimento normalmente adotam um índice de referência, também conhecido como benchmark, com a finalidade de a) oferecer ao investidor um parâmetro para efeito de analisar a rentabilidade de seu investimento b) permitir que o investidor possa calcular o nível de risco de seu investimento – ele pode ter uma idéia do risco, mas não calculá-lo. c) demonstrar a competência do gestor de um fundo de investimento na gestão da carteira – existem fundos que se propõem a acompanhar o benchmark e fundos que se propõe a superá-lo. Nada tem a ver com a competência do gestor. d) oferecer ao investidor a garantia de uma rentabilidade mínima em seu investimento – não há garantias em fundos. Rentabilidade esperada é calculada sempre comparando com o benchmark (CDI, SELIC, PTAX, IBOVESPA)

197 Princípios de Investimento Quanto menor o prazo de um título de renda fixa a) maior o risco de crédito b) maior o risco de mercado c) maior a rentabilidade esperada d) menor a sua liquidez

198 Princípios de Investimento Quanto menor o prazo de um título de renda fixa a) maior o risco de crédito – prazo não está ligado com risco de crédito (calote) b) maior o risco de mercado – ao contrário, terá menor risco de mercado. c) maior a rentabilidade esperada d) menor a sua liquidez – ao contrário, quanto menor o prazo, melhor a liquidez do título e menor seu risco de liquidez. Se os riscos de mercado e de liquidez são menores e o de crédito é igual, então a rentabilidade esperada será maior (diferença entre retorno e risco).

199 Princípios de Investimento A rentabilidade observada está associada a um conceito de taxa de juros a) real e futura b) líquida e futura c) nominal e passada d) líquida e passada

200 Princípios de Investimento A rentabilidade observada está associada a um conceito de taxa de juros a) real (observada – inflação) e futura (esperada) b) líquida (bruta – impostos, não cai na ANBIMA) e futura (esperada) c) nominal e passada d) líquida (bruta – impostos, não cai na ANBIMA) e passada (correta) Rentabilidade observada é uma rentabilidade expressa em valores nominais (1% a.m.) de um período que já passou.

201 Princípios de Investimento A rentabilidade relativa de um investimento a) deve ser maior que a rentabilidade nominal b) é sempre conhecida no início do investimento c) é conhecida no início do investimento de taxa prefixada d) refere-se a um benchmark

202 Princípios de Investimento A rentabilidade relativa de um investimento a) deve ser maior que a rentabilidade nominal – Não pode ser uma rentabilidade nominal (1% a.m.) b) é sempre conhecida no início do investimento – não, pode ser pós fixada, portanto, vai variar. c) é conhecida no início do investimento de taxa prefixada – apenas se o investidor ficar todo o período do título, se ele vender antes do vencimento, não será conhecida. d) refere-se a um benchmark Rentabilidade relativa deve sempre se basear no benchmark (90% do CDI, 100% do Ibovespa).

203 Princípios de Investimento Dois fundos de investimento ABC e XYZ apresentaram as seguintes rentabilidades Fundo ABC Benchmark = CDI Rentabilidade Benchmark = 1,50% Rentabilidade Fundo = 1,52% Fundo XYZ Benchmark = IBOVESPA Rentabilidade Benchmark = 4,00% Rentabilidade Fundo = 3,90% Podemos afirmar que a) a rentabilidade absoluta do fundo ABC é maior que a rentabilidade absoluta do fundo XYZ, mas a relativa não b) a rentabilidade absoluta e relativa do fundo ABC são maiores que a rentabilidades do fundo XYZ c) a rentabilidade absoluta do fundo XYZ é maior que a rentabilidade absoluta do fundo ABC, mas a relativa não d) a rentabilidade absoluta e relativa do fundo XYZ são maiores que a rentabilidades do fundo ABC

204 Princípios de Investimento Dois fundos de investimento ABC e XYZ apresentaram as seguintes rentabilidades Fundo ABC Benchmark = CDI Rentabilidade Benchmark = 1,50% Rentabilidade Fundo (rentabilidade absoluta) = 1,52% - rentabilidade relativa foi de 0,02% Fundo XYZ Benchmark = IBOVESPA Rentabilidade Benchmark = 4,00% Rentabilidade Fundo (rentabilidade absoluta) = 3,90% - rentabilidade relativa foi de -0,10% Podemos afirmar que a) a rentabilidade absoluta do fundo ABC é maior que a rentabilidade absoluta do fundo XYZ, mas a relativa não b) a rentabilidade absoluta e relativa do fundo ABC são maiores que a rentabilidades do fundo XYZ c) a rentabilidade absoluta do fundo XYZ é maior que a rentabilidade absoluta do fundo ABC, mas a relativa não d) a rentabilidade absoluta e relativa do fundo XYZ são maiores que a rentabilidades do fundo ABC

205 Princípios de Investimento A rentabilidade média mensal dos últimos 12 meses de um investimento foi de 1,54%. Em relação à rentabilidade do próximo mês podemos afirmar que a) não é possível determiná-la, pois o passado não garante o futuro b) será maior pois o gestor sempre busca melhorar sua performance c) ser[a menor porque os rendimentos vêm caindo d) será superior à rentabilidade do benchmark

206 A rentabilidade média mensal dos últimos 12 meses de um investimento foi de 1,54%. Em relação à rentabilidade do próximo mês podemos afirmar que a) não é possível determiná-la, pois o passado não garante o futuro b) será maior pois o gestor sempre busca melhorar sua performance – e que Deus ajude c) será menor porque os rendimentos vêm caindo – está jogando praga. d) será superior à rentabilidade do benchmark – ou o gestor está demitido Rentabilidade passada não garante rentabilidade futura

207 Princípios de Investimento Determinado investimento compensou o risco que o investidor correu. Esta afirmação está relacionado ao conceito de a) risco de crédito b) risco de mercado c) risco e retorno d) risco de liquidez

208 Princípios de Investimento Determinado investimento compensou o risco que o investidor correu. Esta afirmação está relacionado ao conceito de a) risco de crédito b) risco de mercado c) risco e retorno d) risco de liquidez

209 Princípios de Investimento A possibilidade de perda mediante movimento desfavorável no preço de ativos é risco a) de mercado b) operacional c) de liquidez d) de crédito

210 Princípios de Investimento A possibilidade de perda mediante movimento desfavorável no preço de ativos é risco a) de mercado b) operacional – erros, não cai na ANBIMA c) de liquidez – preço justo, não é o caso, continua havendo compradores d) de crédito – calote Se afetou todos os ativos, é risco de mercado

211 Princípios de Investimento Considerando o risco de crédito, o maior retorno tende a ser representado a) um CDB de banco de grande porte b) uma nota promissória sem garantia c) uma debênture com garantia real d) um título público de curto prazo

212 Princípios de Investimento Considerando o risco de crédito, o maior retorno tende a ser representado a) um CDB de banco de grande porte – banco é bom pagador b) uma nota promissória sem garantia c) uma debênture com garantia real – A garantia real deixa o negócio mais seguro. O prazo mais longo da debênture em relação a nota promissória aumenta o risco de mercado e de liquidez, não o de crédito. d) um título público de curto prazo – melhor pagador é o governo Nota promissória sem garantia real é um empréstimo no Aval, portanto, o mais arriscado. Se a debênture não tivesse garantia real teria maior risco de mercado e de liquidez por causa do prazo mais longo, mas o risco de crédito seria igual ao da nota promissória. Prazo não afeta o risco de crédito.

213 Princípios de Investimento A carteira de ações X é composta por ações de bancos. A carteira de ações Y é composta por ações de bancos e empresas alimentícias. O risco inerente a empresas (ou não sistemático) da carteira X será a) maior que o da carteira Y b) menor que o da carteira Y c) equivalente ao risco da carteira Y d) menor que o risco de mercado

214 Princípios de Investimento A carteira de ações X é composta por ações de bancos. A carteira de ações Y é composta por ações de bancos e empresas alimentícias. O risco inerente a empresas (ou não sistemático) da carteira X será a) maior que o da carteira Y b) menor que o da carteira Y – A diversificação reduz o risco das empresas. c) equivalente ao risco da carteira Y – A diversificação reduz o risco das empresas. d) menor que o risco de mercado – não tem comparação de qual risco é maior. Atuar com ações de mais de um setor é a diversificação, muito usada para reduzir o risco. O risco reduzido é o risco não sistemático, ou de empresas. Veja que a carteira Y pode ter maior risco de liquidez, mas a pergunta é sobre risco de empresas e diversificação.

215 Princípios de Investimento A rentabilidade esperada está associada a um conceito de taxa de juros a) real e futura b) relativa a um benchmark e futura c) nominal e passada d) líquida e passada

216 Princípios de Investimento A rentabilidade esperada está associada a um conceito de taxa de juros a) real (é uma rentabilidade absoluta - inflação, não se pode expressar rentabilidade esperada de forma absoluta) e futura (correto) b) relativa a um benchmark e futura c) nominal (rentabilidade absoluta) e passada (futura) d) líquida (rentabilidade bruta – impostos, não tratada na ANBIMA) e passada (futura) Rentabilidade observada – passado, expressa de forma relativa (a um benchmark) ou absoluta (nominal ou real (nominal – inflação) Rentabilidade esperada – futuro, expressa de forma relativa

217 Princípios de Investimento O risco de mercado de uma carteira de ações se caracteriza por I. Decorrer de fatores externos às empresas II. Não ser diversificável III. Gerenciável mediante diversificação Está correto o que se afirma apenas em a) I e II b) II e III c) I e III d) III

218 Princípios de Investimento O risco de mercado de uma carteira de ações se caracteriza por I. Decorrer de fatores externos às empresas II. Não ser diversificável III. Gerenciável mediante diversificação – risco de mercado não dá para diversificar. Está correto o que se afirma apenas em a) I e II b) II e III c) I e III d) III Para reduzir o risco de mercado, apenas trabalhando com papéis pós fixados (atrelados a variação da taxa de juros, inflação, PTAX). Não existe uma aplicação que proteja contra todos os riscos de mercado ao mesmo tempo.

219 Princípios de Investimento A diversificação é uma estratégia que permite ao investidor reduzir o risco total de mercado de uma carteira de ações. Entretanto ela não funciona quando se trata de a) risco de inflação b) risco de empresa c) risco não-sistemático d) risco sistemático

220 Princípios de Investimento A diversificação é uma estratégia que permite ao investidor reduzir o risco total de mercado de uma carteira de ações. Entretanto ela não funciona quando se trata de a) risco de inflação – não existe, inflação é um risco de mercado b) risco de empresa - = risco não sistemático. A diversificação serve para reduzir este risco c) risco não-sistemático d) risco sistemático Risco sistemático = risco de mercado.

221 Princípios de Investimento Para gerenciar o risco das empresas (ou não sistemático) que compõem um fundo de ações o gestor deverá comprar ações a) do mesmo setor econômico b) de diversos setores econômicos c) de alta liquidez d) de baixa liquidez

222 Princípios de Investimento Para gerenciar o risco das empresas (ou não sistemático) que compõem um fundo de ações o gestor deverá comprar ações a) do mesmo setor econômico b) de diversos setores econômicos c) de alta liquidez d) de baixa liquidez Diversificação reduz o risco das empresas. Normalmente é um risco atrelado a operações com ações.

223 Produtos Financeiros Produtos financeiros são títulos. A mistura destes títulos compõem um fundo. Dependendo do tipo do título, o fundo é referenciado, renda fixa, ações, com alavancagem, fechado, com carência.

224 Produtos Financeiros LTN

225 Produtos Financeiros NTN

226 Produtos Financeiros NTN

227 Produtos Financeiros Debenture

228 Produtos Financeiros Nota Promissória

229 Produtos Financeiros Todos valem R$ As LFT valem R$ SELIC atual 11%

230 Produtos Financeiros Nota Promissória = Debenture = CDB =

231 Produtos Financeiros LFT ou CDBs R$ R$ SELIC

232 Produtos Financeiros LTN (10% a.a.) ou Nota Promissória R$ 910,00 (Vendida com deságio de 10%) R$ 1.000

233 Produtos Financeiros NTN B (5% a.a.) ou Debenture R$ R$ IPCA IPCA IPCA IPCA

234 Produtos Financeiros NTN C (5% a.a.) ou Debenture R$ R$ IGPM IGPM IGPM IGPM

235 Produtos Financeiros NTN F (5% a.a.) ou Debenture R$ R$

236 Produtos Financeiros Ações

237 Produtos Financeiros Ações

238 Produtos Financeiros Opções

239 Produtos Financeiros Opções - alavancagem

240 Produtos Financeiros Opções - Hedge R$ 61,00 Cotação da Ação R$ 23,00 R$ 22,00 Ações no bolso do investidor Investidor ganhou R$ 61 hoje! Garantiu lucro! 05/12/11 23/01/12

241 Produtos Financeiros Opções - Hedge R$ 61,00 Cotação da Ação R$ 23,00 R$ 25,00 Ações no bolso do investidor 1000 Investidor entregou suas ações perdendo R$ 100,00 (já tinha ganho R$ 61) Deixou de ganhar R$ 39,00 05/12/11 23/01/12

242 Produtos Financeiros Opções – Operações em aberto R$ 61,00 Cotação da Ação R$ 23,00 R$ 25,00 Ações no bolso do investidor 00 Investidor entregou suas ações perdendo R$ 100,00 (já tinha ganho R$ 61) Teve que tirar do bolso R$ 39,00 R$ 100,00 05/12/11 23/01/12

243 Produtos Financeiros Qual dos tipos de garantia abaixo NÃO se aplica às debêntures? a) Subordinada, ou seja, os credores só têm preferências sobre os acionistas. b) Quirográfica, ou seja, sem nenhum tipo de garantia ou preferências. c) Flutuante, ou seja, os credores têm privilégios sobre o ativo total da empresa. d) Carta fiança bancária, ou seja, o banco emissor da carta garante o pagamento dos títulos.

244 Produtos Financeiros Qual dos tipos de garantia abaixo NÃO se aplica às debêntures? a) Subordinada, ou seja, os credores só têm preferências sobre os acionistas. b) Quirográfica, ou seja, sem nenhum tipo de garantia ou preferências. c) Flutuante, ou seja, os credores têm privilégios sobre o ativo total da empresa. d) Carta fiança bancária, ou seja, o banco emissor da carta garante o pagamento dos títulos. Não existe segundo a lei das S.As nem é reconhecido pelas autoridades financeiras. Entretanto, é possível com relação ao direito civil. - Além dos três tipos, temos também a Debênture com garantia real, onde um bem da empresa é alienado - Qualquer debênture pode ter uma carta de fiança bancária anexa, mas isso não é usual. O banco não tem nenhuma obrigação junto ao Bacen ou CVM de pagar a carta fiança, que terá que ser cobrada via justiça.

245 Produtos Financeiros Do ponto de vista de risco de mercado, a NTN-F se assemelha mais à: a) NTN-C; b) LFT; c) NTN-B; d) LTN.

246 Produtos Financeiros Do ponto de vista de risco de mercado, a NTN-F se assemelha mais à: a) NTN-C; Não tem risco de alta de inflação, indexada ao IGPM b) LFT; Não tem risco de taxa de juros, é um título pós fixado c) NTN-B; Não tem risco de alta de inflação, indexada ao IPCA d) LTN. A NTN F e a LTN são os únicos papéis do governo que não tem nenhum indexador de mercado, portanto, não tem proteção. Se a inflação aumentar, o investidor ganhará a mesma coisa e não terá correção do valor pela inflação. Na LFT os juros são pós fixados, ou seja, o investidor está bem protegido. É o título com menor risco de mercado de todos.

247 Produtos Financeiros Estando frente a duas possibilidades de investimento, um investidor racional sempre preferirá: a) um ativo que ofereça menos risco, independente do retorno esperado; b) um ativo que ofereça menos risco, apesar de poder obter mais retorno; c) um ativo que ofereça mais retorno, mesmo que tenha mais risco; d) um ativo que ofereça menos risco, dado que ambos têm a mesma rentabilidade.

248 Produtos Financeiros Estando frente a duas possibilidades de investimento, um investidor racional sempre preferirá: a) um ativo que ofereça menos risco, independente do retorno esperado; investidores agressivos investem com alto risco para ter melhor retorno b) um ativo que ofereça menos risco, apesar de poder obter mais retorno; Esta tática é apenas para investidores conservadores c) um ativo que ofereça mais retorno, mesmo que tenha mais risco; Esta tática é apenas para investidores agressivos d) um ativo que ofereça menos risco, dado que ambos têm a mesma rentabilidade. Inserir aqui

249 Produtos Financeiros Indique a afirmação correta: a) Títulos prefixados são indicados para proteger o investidor contra a alta da taxa de juros. b) Não há risco em operações prefixadas. c) Títulos pós-fixados são indicados para se proteger contra a queda na taxa de juros. d) Títulos prefixados podem trazer perdas ao investidor, se vendidos antes do vencimento.

250 Produtos Financeiros Indique a afirmação correta: a) Títulos prefixados são indicados para proteger o investidor contra a alta da taxa de juros. Títulos pré fixados tem elevado risco de mercado por causa de taxa de juros. Uma alta nos juros desvaloriza o título. b) Não há risco em operações prefixadas. Há risco de mercado e de crédito c) Títulos pós-fixados são indicados para se proteger contra a queda na taxa de juros. Não, títulos pós fixados protegem contra alta nos juros. d) Títulos prefixados podem trazer perdas ao investidor, se vendidos antes do vencimento. Um título pré fixado só não tem risco de mercado se o investidor ficar até o final do período do título. Se for para ficar até o fim, tem risco de liquidez.

251 Produtos Financeiros A movimentação financeira de um swap ocorre: a) somente se existir exercício de direito da parte compradora; b) no início da operação; c) na liquidação da operação; d) sempre que existe desbalanceamento da operação.

252 Produtos Financeiros A movimentação financeira de um swap ocorre: a) somente se existir exercício de direito da parte compradora; É uma troca b) no início da operação; É uma troca c) na liquidação da operação; Não é na liquidação, mas normalmente ao final da operação existe um desbalanceamento que deve ser acertado. d) sempre que existe desbalanceamento da operação. Swap é uma troca de riscos, por conceito, não tem movimentação financeira. Como sempre existe algum desequilíbrio, são feitas movimentações para compensar este desequilíbrio. Swap: Troca taxa de juros Selic por câmbio. Troca de taxa de juros de 10% por dólar futuro a R$ 1,75

253 Produtos Financeiros Durante muitos anos, o mercado entendia que um fundo de renda fixa deveria sempre ter variação positiva. Entretanto, devido à metodologia de marcação de um título a mercado, este entendimento finalmente ficou mais claro. Hoje, o mercado compreende que o rendimento de um título de renda fixa nem sempre é positivo. Isso é reflexo do seguinte fato: a) Quando a taxa de juros de mercado cai, o rendimento do título também cai. b) A correlação entre a taxa de juros e rendimento de um título é sempre negativa. c) Se a taxa de juros de mercado sobe, o preço de mercado de um ativo de renda fixa deve cair e vice-versa. d) Se a taxa de juros de mercado cai, o preço de mercado de um ativo de renda fixa deve cair e vice-versa.

254 Produtos Financeiros Durante muitos anos, o mercado entendia que um fundo de renda fixa deveria sempre ter variação positiva. Entretanto, devido à metodologia de marcação de um título a mercado, este entendimento finalmente ficou mais claro. Hoje, o mercado compreende que o rendimento de um título de renda fixa nem sempre é positivo. Isso é reflexo do seguinte fato: a) Quando a taxa de juros de mercado cai, o rendimento do título também cai. b) A correlação entre a taxa de juros e rendimento de um título é sempre negativa. c) Se a taxa de juros de mercado sobe, o preço de mercado de um ativo de renda fixa deve cair e vice-versa. d) Se a taxa de juros de mercado cai, o preço de mercado de um ativo de renda fixa deve cair e vice-versa. Se a taxa de juros sobe de 10% para 11%, um título que paga 15% de juros vale menos, pois agora eu quero receber 11% e não mais 10% e para este título de renda fixa render 11%, ele tem que ser mais barato que para render 10%.

255 Produtos Financeiros Assinale a alternativa INCORRETA: a) Os direitos e proventos dos acionistas podem ser: dividendos, direitos de subscrição, juros sobre o capital próprio, bonificação, entre outros. b) Dividendos são pagamentos em dinheiro, que representam uma parte dos lucros da empresa. c) As ações podem ser classificadas quanto a sua espécie, isto é, podem ser preferenciais ou ordinárias. d) O valor patrimonial de uma ação é obtido dividindo-se o patrimônio líquido de uma empresa pela quantidade total de dividendos distribuídos.

256 Produtos Financeiros Assinale a alternativa INCORRETA: a) Os direitos e proventos dos acionistas podem ser: dividendos, direitos de subscrição, juros sobre o capital próprio, bonificação, entre outros. b) Dividendos são pagamentos em dinheiro, que representam uma parte dos lucros da empresa. c) As ações podem ser classificadas quanto a sua espécie, isto é, podem ser preferenciais ou ordinárias. d) O valor patrimonial de uma ação é obtido dividindo-se o patrimônio líquido de uma empresa pela quantidade total de dividendos distribuídos. Valor patrimonial = Patrimônio Líquido / Total de Ações Emitidas

257 Produtos Financeiros Qual das alternativas abaixo caracteriza um instrumento de renda fica prefixada a) O conhecimento do valor de resgate do ativo em qualquer data. b) O preço de resgate fixo, qualquer que seja o prazo de vencimento do ativo. c) A taxa de juros de remuneração do ativo, recebida no vencimento da aplicação. d) O conhecimento do valor do cupom de juros em qualquer data.

258 Produtos Financeiros Qual das alternativas abaixo caracteriza um instrumento de renda fica prefixada a) O conhecimento do valor de resgate do ativo em qualquer data. Pode variar., só se sabe quanto será o resgate no vencimento b) O preço de resgate fixo, qualquer que seja o prazo de vencimento do ativo. Pode variar, depende se tem algum indexador, como IPCA c) A taxa de juros de remuneração do ativo, recebida no vencimento da aplicação. d) O conhecimento do valor do cupom de juros em qualquer data. Pode variar, depende do indexador. Cupom de juros é o valor que será recebido, por exemplo R$ 100,00 todo em dezembro 2010

259 Produtos Financeiros Você está analisando junto com o um cliente duas opções de investimento: um CDB que rende 90% do CDI e um fundo DI cujo rendimento passado e o esperado é também de 90% de CDI. Baseado apenas na rentabilidade, qual deles deve ter a melhor rentabilidade acumulada, líquida de Imposto de Renda? a) As rentabilidades são iguais, pois a tabela de Imposto de Renda é a mesma. b) O CDB deve render mais, pois não tem come-cotas semestral. c) O fundo, pois tem gestão profissional e é mais diversificado. d) O CDB deve render mais, pois o risco é maior

260 Produtos Financeiros Você está analisando junto com o um cliente duas opções de investimento: um CDB que rende 90% do CDI e um fundo DI cujo rendimento passado e o esperado é também de 90% de CDI. Baseado apenas na rentabilidade, qual deles deve ter a melhor rentabilidade acumulada, líquida de Imposto de Renda? a) As rentabilidades são iguais, pois a tabela de Imposto de Renda é a mesma. b) O CDB deve render mais, pois não tem come-cotas semestral. c) O fundo, pois tem gestão profissional e é mais diversificado. d) O CDB deve render mais, pois o risco é maior O imposto pago antecipado deixa de render para o aplicador

261 Produtos Financeiros Assinale a alternativa correta: a) O Home Broker é um mecanismo que permite ao investidor negociar ações pela Internet diretamente com a empresa emissora. b) Ações são títulos de renda variável e representam a menor fração do capital de uma empresa de sociedade anônima de capital aberto. c) Ações são títulos de renda mista e representam a menor fração do capital de uma empresa de sociedade anônima de capital fechado. d) As sociedades anônimas podem ter o capital fechado ou aberto. Uma empresa é de capital fechado se suas ações são negociadas na Bolsa de Valores.

262 Produtos Financeiros Assinale a alternativa correta: a) O Home Broker é um mecanismo que permite ao investidor negociar ações pela Internet diretamente com a empresa emissora. b) Ações são títulos de renda variável e representam a menor fração do capital de uma empresa de sociedade anônima de capital aberto. c) Ações são títulos de renda mista e representam a menor fração do capital de uma empresa de sociedade anônima de capital fechado. d) As sociedades anônimas podem ter o capital fechado ou aberto. Uma empresa é de capital fechado se suas ações são negociadas na Bolsa de Valores.

263 Produtos Financeiros Indique a afirmação INCORRETA: a) As notas promissórias têm prazo máximo de 180 dias para as empresas de capital fechado. b) LTN são títulos prefixados zero cupom. c) Nos leilões formais de títulos públicos, somente os bancos dealers podem participar. d) Nas NTN-D há risco de variação cambial e de variação do cupom.

264 Produtos Financeiros Indique a afirmação INCORRETA: a) As notas promissórias têm prazo máximo de 180 dias para as empresas de capital fechado. b) LTN são títulos prefixados zero cupom. c) Nos leilões formais de títulos públicos, somente os bancos dealers podem participar. d) Nas NTN-D há risco de variação cambial e de variação do cupom. NTN-D visa justamente prevenir contra o risco de variação cambial.

265 Produtos Financeiros Você recebeu uma meta de captação de CDB e se banco está, inclusive, premiando os gerentes que mais captarem CDB. Seu cliente chega com novos recursos no banco e deseja diversificar sua carteira de investimentos que está, atualmente 100% posicionada em CDB. Você: a) aconselha-o a investir em Bolsa, que tem se mostrado um excelente investimento, atendendo o desejo do cliente de diversificar os investimentos; b) segue suas convicções pessoais sobre investimentos; c) segue a campanha do bando; d) analisa o perfil do cliente e suas necessidades de liquidez primeiro,

266 Produtos Financeiros Você recebeu uma meta de captação de CDB e se banco está, inclusive, premiando os gerentes que mais captarem CDB. Seu cliente chega com novos recursos no banco e deseja diversificar sua carteira de investimentos que está, atualmente 100% posicionada em CDB. Você: a) aconselha-o a investir em Bolsa, que tem se mostrado um excelente investimento, atendendo o desejo do cliente de diversificar os investimentos; b) segue suas convicções pessoais sobre investimentos; c) segue a campanha do bando; d) analisa o perfil do cliente e suas necessidades de liquidez primeiro,

267 Fundos de Investimento É muito difícil para um aplicador gerenciar uma carteira diversificada. As ações da Petrobrás estão caindo A NTN B está vencendo O dólar está em tendência de alta O COPOM vai reduzir os juros A Vale está na máxima histórica Preciso bater meta! Não dá para ver isso agora!

268 Fundos de Investimento Para isso existem os fundos de investimento! São especialistas que vão acompanhar o mercado enquanto o cliente se ocupa com outras coisas!

269 Fundos de Investimento FIC (Fundo de Investimento em cotas de FI) FI (Fundo de Investimento) Título Públicos Debêntures Ações Derivativos Dólar O cliente aplica num FIC, o FIC aplica num FI, o FI aplica no mercado.

270 Fundos de Investimento Os donos do fundo de investimento são os investidores. Isso tudo é nosso

271 Fundos de Investimento Se der lucro, eles ganham mais Agora temos mais dinheiro

272 Fundos de Investimento Se o fundo perder, eles também perdem Cadê nosso dinheiro

273 Fundos de Investimento Se o fundo estiver devendo dinheiro, os investidores tem que pagar. Cadê nosso dinheiro? Vocês estão me devendo dinheiro!

274 Fundos de Investimento O banco ganha tarifa (taxa de administração) Isso tudo é nosso É mesmo, mas me paga a taxinha!

275 Fundos de Investimento Chinese Wall – separação do gerenciamento do dinheiro do banco e do dinheiro dos investidores. Não posso! Aplica o dinheiro do banco Gestor do Fundo

276 Fundos de Investimento PETR4 Gestor Entrou dinheiro no fundo de ações. Gestor, aplica. Administrador Tenho um fundo de ações para o Sr. Aplicar Distribuidor Deixa que eu guardo Esta ação existe. O gestor comprou Custodiante A cota do fundo vale R$ 7,00 Auditor Independente

277 Fundos de Investimento As pessoas aplicam com objetivos diferentes, para isso, existem fundos diferentes. Preciso aplicar minha indenização. Vou viver de renda Nois tem essa grana e qué apricá Com R$ por mês eu quero me aposentar. Vou abrir um negócio com este dinheiro! Bolsa é cassino!

278 Fundos de Investimento Preciso aplicar minha indenização. Vou viver de renda Nois tem essa grana e qué aplicá Com R$ por mês eu quero me aposentar. Vou abrir um negócio com este dinheiro! Bolsa é cassino! Moderado Precisa de rentabilidade com baixo risco Conservador Tem baixo conhecimento. Super Conservador Precisa do dinheiro a curto prazo Agressivo Tem longo prazo e precisa de rentabilidade Conservador Não quer perder. Objetivo Conhecimento Rentabilidade PrazoRisco Multimercado ou Renda Fixa Referenciado DI AçõesCurto PrazoReferenciado DI

279 Fundos de Investimento Referenciado Título Públicos Debêntures e NP Ações Dólar O cliente aplica num FIC, o FIC aplica num FI, o FI aplica no mercado. Renda Fixa Ações Cambial Multimercado Todos podem aplicar em derivativos (alavancagem) para fins de proteção

280 Fundos de Investimento Renda Fixa tem risco, aumento na taxa de juros traz rentabilidade negativa para o fundo

281 Fundos de Investimento Exemplo: Você comprou um título ontem por R$ 900,00 e daqui a 1 ano vai pagar R$ Este título rende aproximadamente 11% a.a.? Mas o governo está pagando 12% a.a. Por quanto você deve comprar este título, no mínimo?

282 Fundos de Investimento -A renda fixa garante o valor na data do resgate, não no meio do caminho. Se os juros subirem, o valor do título de renda fica cai como no exemplo. -Além disso, fundos de renda fixa podem ter risco de crédito elevado desde que mencione crédito privado ou CP no nome do fundo.

283 Fundos de Investimento

284 Preciso aplicar minha indenização. Vou viver de renda Nois tem essa grana e qué aplicá Com R$ por mês eu quero me aposentar. Vou abrir um negócio com este dinheiro! Bolsa é cassino! Moderado Precisa de rentabilidade com baixo risco Conservador Tem baixo conhecimento. Super Conservador Precisa do dinheiro a curto prazo Agressivo Tem longo prazo e precisa de rentabilidade Conservador Não quer perder. Objetivo Conhecimento Rentabilidade PrazoRisco Aberto Fechado Aberto ou Fechado -Fundo fechado = resgate só numa data marcada. Ideal para quem sabe quando vai precisar do dinheiro.

285 Fundos de Investimento Se previdência fosse um fundo, seria um fundo fechado

286 Fundos de Investimento Preciso aplicar minha indenização. Vou viver de renda Nois tem essa grana e qué aplicá Com R$ por mês eu quero me aposentar. Vou abrir um negócio com este dinheiro! Bolsa é cassino! Moderado Precisa de rentabilidade com baixo risco Conservador Tem baixo conhecimento. Super Conservador Precisa do dinheiro a curto prazo Agressivo Tem longo prazo e precisa de rentabilidade Conservador Não quer perder. Objetivo Conhecimento Rentabilidade PrazoRisco Sem carência Com Carência Sem carência Com ou sem carência -Fundo com carência = resgate antecipado tem perda de rendimento. Ideal para quem tem prazo longo.

287 Fundos de Investimento Se poupança fosse um fundo, seria um fundo com carência.

288 Fundos de Investimento Se capitalização fosse um fundo, seria um fundo com carência e fechado. E com uma grande perda!

289 Fundos de Investimento Preciso aplicar minha indenização. Vou viver de renda Nois tem essa grana e qué aplicá Com R$ por mês eu quero me aposentar. Vou abrir um negócio com este dinheiro! Bolsa é cassino! Moderado Precisa de rentabilidade com baixo risco Conservador Tem baixo conhecimento. Super Conservador Precisa do dinheiro a curto prazo Agressivo Tem longo prazo e precisa de rentabilidade Conservador Não quer perder. Objetivo Conhecimento Rentabilidade PrazoRisco ExclusivoNão exclusivo Exclusivo ou não. Exclusivo ou não -Fundo Exclusivo = Apenas com muito dinheiro, é montando um fundo para um investidor. Tem só regulamento, não tem prospecto.

290 Fundos de Investimento Fundos de Curto Prazo -Prazo médio da carteira igual ou inferior a 365 dias. -Aplica em títulos públicos com prazos curtos. -Para receita é apenas inferior ou igual a 365 dias é considerado longo prazo.

291 Fundos de Investimento -Fundo Ativo = Busca superar o benchmark – (SELIC, CDI, IBOVESPA, PTAX). Correm mais risco que fundos passivos. FundoBenchmarkAplicaçõesRiscoFatores de Risco Ativo / Passivo ReferenciadoSELIC, DITítulos públicos pós fixados. BaixoMercadoPassivo Renda FixaSELIC, DITítulos públicos e privados pré fixados MédioMercado Crédito Ativo MultimercadoSELIC, DILimitado a 49% em ações MédioMercado Crédito Ativo CambialPTAXTítulos indexados ao dólar. AltoMercadoPassivo / Ativo AçõesIBOVESPAAçõesAltoMercado Liquidez Passivo / Ativo

292 Fundos de Investimento Seg, 10Ter, 11Qua, 12Qui, 13Sex, 14 Aplica, Gera valor da cota Aplicação em D0, cotização em D0

293 Fundos de Investimento Seg, 10Ter, 11Qua, 12Qui, 13Sex, 14 Aplica,Gera valor da cota Aplicação em D0, cotização em D1

294 Fundos de Investimento Seg, 10Ter, 11Qua, 12Qui, 13Sex, 14 Resgate Gera valor da cota Credita conta Resgate em D0, cotização em D0, liquidação D0

295 Fundos de Investimento Seg, 10Ter, 11Qua, 12Qui, 13Sex, 14 Gera valor da cota mais CDI de um dia. Resgate Credita conta Resgate em D0, cotização em D0, liquidação D0 pela cota de abertura Só vale para fundos de curto prazo, referenciado, renda fixa e exclusivos, ou seja, com fundos de baixo e médio risco, em que a cota do dia seguinte é previsível.

296 Fundos de Investimento Seg, 10Ter, 11Qua, 12Qui, 13Sex, 14 ResgateGera valor da cotaCredita conta Resgate em D0, cotização em D1, liquidação D3

297 Fundos de Investimento Seg, 10Ter, 11Qua, 12 Qui, 13 Sex, 14 Sab, 15 Dom, 16 Seg, 17 ResgateGera valor da cotaCredita conta Resgate em D0, cotização em D1, liquidação D4 Este é o maior prazo de resgate de um fundo aberto. Sábado e domingo não contam. O administrador tem que colocar carência no regulamento para trabalhar fora deste padrão.

298 Fundos de Investimento Fechamento para aplicações – não é problema Pode fazer a hora que quiser. Pode reabrir a hora que quiser. Vale para novos cotistas e antigos Fechamento para resgate – é problema. Acontece principalmente por falta de liquidez no mercado. Deve ser comunicado a CVM. Vale para todos.

299 Fundos de Investimento Taxas dos fundos O fundo deve arcar com todas as despesas, como corretagem, auditoria, salários, correspondência TaxaSalário Taxa de AdministraçãoSalário Fixo Taxa de PerformanceBônus / Comissão / PLR Taxa de Ingresso (rara)Luvas Taxa de SaídaMulta FGTS.

300 Fundos de Investimento - Tributação Prazo de permanênciaAlíquota Até 180 dias22,5% De 181 dias a 360 dias20,0% De 361 dias a 720 dias17,5% Acima de 720 dias15,0% Imposto para qualquer fundo (exceto ações) Só incide sobre o valor do rendimento no resgate. Fundos de curto prazo tem prazo máximo de 360 dias, ou seja, na tabela pagam ou 22,5% ou 20,0%. o

301 Fundos de Investimento - Tributação O come cotas serve para antecipar a cobrança para fundos de investimento (o governo tem pressa de receber) Só incide sobre o valor do rendimento. Menor alíquota possível (15% para LP e 20% para CP) Reduz a quantidade de cotas. o Cota

302 Fundos de Investimento - Tributação IOF é para evitar especulação em títulos públicos. Regressivo nos 30 primeiros dias. Em um dia cobra 96% do rendimento ou 1%, o que for menor. No dia 29 cobra 3% do rendimento ou 1% ao dia, o que for menor. o Compra hoje e vende amanhã

303 Fundos de Investimento - Tributação Prazo de permanênciaAlíquota De 0 a dias15,0% Para fundos de ação é sempre 15% Só incide sobre o valor do rendimento no resgate. Perdas podem ser compensadas por outro fundo de ação do mesmo administrador. Isento de IOF. o

304 Fundos de Investimentos 1.Um fundo de investimento com administração ativa tem como característica: a) seu objetivo é acompanhar o benchmark; b) seu objetivo é superar o benchmark; c) não perder para o CDI d) não permitir rentabilidade negativa.

305 Fundos de Investimentos 1.Um fundo de investimento com administração ativa tem como característica: a) seu objetivo é acompanhar o benchmark – isto é objetivo de fundo passivo b) seu objetivo é superar o benchmark; c) não perder para o CDI – CDI é para ser referência de fundo DI ou benchmark apenas para renda fixa, não para ações. Linguagem coloquial d) não permitir rentabilidade negativa – Nenhum fundo dá esta garantia. Nos fundos vem escrito que a rentabilidade deste fundo pode ser negativa. -Benchmark, comparação entre desempenho de um fundo e referencial. CDI, SELIC para Renda Fixa, IBOVESP para ações, Dólar para fundos cambiais. -Outros benchmarkings de bolsa de valores são, IBRx50, IBRx100, Smal, ISE, Índice de Energia Elétrica.

306 Fundos de Investimentos Um fundo que tem como benchmark a PTAX, rendeu no mês de março passado 0,43%. Estamos falando provavelmente de um fundo: a) cambial; b) DI; c) De ações; d) Multimercado.

307 Fundos de Investimentos Um fundo que tem como benchmark a PTAX, rendeu no mês de março passado 0,43%. Estamos falando provavelmente de um fundo: a) cambial; b) DI; benchmark DI c) De ações; benchmark Ibovespa d) Multimercado. benchmark DI PTAX é a taxa de câmbio, ou seja a variação do dólar frente ao real. Calculada com a variação do dólar do dia anterior. Se dizemos que o dólar caiu 2% hoje, a PTAX de amanhã é -2%.

308 Fundos de Investimentos A Sra. Andrade recebeu uma indenização de R$ ,00. Fez o depósito em conta-corrente e solicitou a aplicação dos recursos, da seguinte maneira: 25% em renda fixa, 15% em PGBL, 10% em fundo multimercado com alavancagem e 50% em fundo de ações. Como gerente da conta da Sra. Andrade, que medidas você deve tomar? a) Checar a origem dos recursos junto à cliente, guardar registro na própria instituição, sujeita à verificação posterior do Banco Central e, a seguir, assegurar-se junto a Sra. Andrade sobre seu horizonte de prazo, objetivos, idade e necessidade de liquidez. b) Atualizar o cadastro e verificar com a Sra. Andrade seu horizonte de prazo, objetivos idade e número de filhos. c) Informar imediatamente ao Banco Central sobre o depósito, checar a origem dos recursos junto à cliente, recusar o investimento em PGBL e atualizar o cadastro. d) Fazer uma visita pessoal a Sra. Andrade, informar ao Banco Central imediatamente sobre o depósito e recusar o investimento em fundo de ações.

309 Fundos de Investimentos A Sra. Andrade recebeu uma indenização de R$ ,00. Fez o depósito em conta-corrente e solicitou a aplicação dos recursos, da seguinte maneira: 25% em renda fixa, 15% em PGBL, 10% em fundo multimercado com alavancagem e 50% em fundo de ações. Como gerente da conta da Sra. Andrade, que medidas você deve tomar? a) Checar a origem dos recursos junto à cliente, guardar registro na própria instituição, sujeita à verificação posterior do Banco Central e, a seguir, assegurar-se junto a Sra. Andrade sobre seu horizonte de prazo, objetivos, idade e necessidade de liquidez. b) Atualizar o cadastro (atitude correta, mas incompleta) e verificar com a Sra. Andrade seu horizonte de prazo, objetivos idade e número de filhos. Não é só atualizar o cadastro, tem que verificar a origem do recurso. O resto está certo. Atualizar cadastro é parte da checagem de recursos. c) Informar imediatamente ao Banco Central sobre o depósito, checar a origem dos recursos junto à cliente, recusar o investimento em PGBL e atualizar o cadastro. Não tem que recusar o investimento, o resto está certo d) Fazer uma visita pessoal a Sra. Andrade, informar ao Banco Central imediatamente sobre o depósito e recusar o investimento em fundo de ações. Não tem que recusar o investimento, mas sim analisar se ele é correto para o cliente. O resto está correto

310 Fundos de Investimentos Ainda quanto ao caso da Sra. Andrade: após conversar com a cliente, você é informado que ela tem 55 anos, um filho cursando a Universidade e, dado o seu histórico, possui investimentos bastante conservadores. Você: a) aconselha a cliente a rever seus percentuais de portfólio, concentrando 40% dos recursos em fundo multimercado com alavancagem, 10% em fundo de ações e 50% em renda fixa; b) aconselha a cliente a rever seus percentuais de portfólio, concentrando 50% em PGBL e 40% em renda fixa e apenas 10% em renda variável, afinal o perfil da cliente é conservador e ela tem um filho que ainda estuda; c) nenhuma das anteriores. A cliente é conservadora, portanto não tolera riscos inerentes a fundo de ações e nem a fundo multimercado; d) nenhuma das anteriores. Você precisa de mais informações para fazer a adequação do investimento e/ou a readequação da carteira ao perfil da cliente.

311 Fundos de Investimentos Ainda quanto ao caso da Sra. Andrade: após conversar com a cliente, você é informado que ela tem 55 anos, um filho cursando a Universidade e, dado o seu histórico, possui investimentos bastante conservadores. Você: a) aconselha a cliente a rever seus percentuais de portfólio, concentrando 40% dos recursos em fundo multimercado com alavancagem, 10% em fundo de ações e 50% em renda fixa; b) aconselha a cliente a rever seus percentuais de portfólio, concentrando 50% em PGBL e 40% em renda fixa e apenas 10% em renda variável, afinal o perfil da cliente é conservador e ela tem um filho que ainda estuda; A aplicação é conservadora, mas o PGBL é para longo prazo e ela com 55 anos sem filho não pode ter aplicações de tão longo prazo (20 anos) c) nenhuma das anteriores. A cliente é conservadora, portanto não tolera riscos inerentes a fundo de ações e nem a fundo multimercado; Multimercado pode ser conservador. d) nenhuma das anteriores. Você precisa de mais informações para fazer a adequação do investimento e/ou a readequação da carteira ao perfil da cliente. Sempre é possível ter mais informações, mas as informações são suficientes Foi escolhido a alternativa que deixa a maior parte do capital de forma conservadora, sem longo prazo visto sua falta de necessidade de uma previdência PGBL. Previdência é para aposentadoria ou educação. Ela não precisa de nenhum dos dois.

312 Fundos de Investimentos Pode-se apontar como uma das vantagens de um fundo exclusivo: a) Não há regulamento. b) Não cobra taxa de administração. c) Não há incidência de tributos na fonte, ou seja, a tributação é feita apenas na declaração anual. d) Nenhuma das alternativas acima está correta.

313 Fundos de Investimentos Pode-se apontar como uma das vantagens de um fundo exclusivo: a) Não há regulamento. Há regulamento, gestor e administrador, como um fundo normal. b) Não cobra taxa de administração. Se tem gente trabalhando, estas pessoas serão pagas. c) Não há incidência de tributos na fonte, ou seja, a tributação é feita apenas na declaração anual. Não, existe tributos na fonte, mas, permite ao investidor trocar de posição sem pagar impostos d) Nenhuma das alternativas acima está correta. Existe uma vantagem que o fundo não precisa pagar imposto quando troca de posição, como faz o investidor se investir sem o apoio de um fundo exclusivo.

314 Fundos de Investimentos Com relação à tributação de fundos de investimento, assinale a afirmação INCORRETA: a) Fundos de curto prazo terão come-cotas semestral de 25% dos rendimentos. b) Fundos de longo prazo terão come-cotas semestral de 15% dos rendimentos. c) A alíquota de tributação para fundos de curto prazo é de 22,5% sobre rendimentos com até 6 meses e 20% sobre rendimentos acima de 6 meses. d) O acerto de alíquotas tanto para fundos de curto prazo como para fundos de longo prazo é sempre no momento do resgate.

315 Fundos de Investimentos Com relação à tributação de fundos de investimento, assinale a afirmação INCORRETA: a) Fundos de curto prazo terão come-cotas semestral de 25% dos rendimentos. b) Fundos de longo prazo terão come-cotas semestral de 15% dos rendimentos. Correto, esta é a menor alíquota para FLP c) A alíquota de tributação para fundos de curto prazo é de 22,5% sobre rendimentos com até 6 meses e 20% sobre rendimentos acima de 6 meses. Correto, até 6 meses é 22,5% depois baixa 2,5 P.P a cada 6 meses. O fundo de CP não pode passar de um ano, portanto, será de no mínimo 20% d) O acerto de alíquotas tanto para fundos de curto prazo como para fundos de longo prazo é sempre no momento do resgate. Correto, por isso o come cotas cobra o mínimo. Tributação de RF, não importa o prazo, começa com 22,5% para menos de 6 meses e cai 2,5% a cada 6 meses, chegando a 15% no final. Ações é de 15%. É um fundo de ações fundos com mais de 50% do capital investido em ações.

316 Fundos de Investimentos Os fundos de investimento: a) podem ser considerados um produto de ativo; b) usam o CNPJ do banco; c) são um condomínio de pessoa com objetivo comum de investimento; d) são fiscalizados pela ANBIMA.

317 Fundos de Investimentos Os fundos de investimento: a) podem ser considerados um produto de ativo; Não, são um produto de passivo, quando o banco empresta é que é ativo b) usam o CNPJ do banco;Não, tem CNPJ próprio. Podem funcionar independente do banco c) são um condomínio de pessoa com objetivo comum de investimento; d) são fiscalizados pela ANBIMA. Só das entidades membros da ANBIMA são fiscalizados pela ANBIMA, os outros não, são fiscalizados pela CVM. Se os cotistas quiserem, o fundo que foi aberto pelo Itaú pode ser administrado e gerido pelo Bradesco. Os fundos são independentes do banco. O administrador é remunerado pela taxa de administração.

318 Fundos de Investimentos Os fundos de investimentos são fiscalizados: a) pelo Banco Central e CVM, dependendo do tipo; b) pela CVM; c) pela CVM em conjunto com a ANBIMA; d) pela ANBIMA e o Banco Central.

319 Fundos de Investimentos Os fundos de investimentos são fiscalizados: a) pelo Banco Central e CVM, dependendo do tipo; b) pela CVM; c) pela CVM em conjunto com a ANBIMA; d) pela ANBIMA e o Banco Central. Fundo é um título e que não pertence a um banco comercial nem ao governo, portanto, pertence a fiscalização da CVM. O fundo compra títulos referentes a CVM.

320 Fundos de Investimentos Um gerente vem acompanhando a rentabilidade de um fundo de ações mensalmente e notou que esse fundo rende sempre entre 0,10 a 0,15 pontos percentuais a menos que o Ibovespa. Esse fundo: a) é provavelmente um fundo de ações ativo em Ibovespa; b) é provavelmente um fundo de ações passivo em Ibovespa; c) é provavelmente um fundo de ações neutro; d) é provavelmente um fundo que tem em sua carteira no mínimo 51% em ações da Petrobrás.

321 Fundos de Investimentos Um gerente vem acompanhando a rentabilidade de um fundo de ações mensalmente e notou que esse fundo rende sempre entre 0,10 a 0,15 pontos percentuais a menos que o Ibovespa. Esse fundo: a) é provavelmente um fundo de ações ativo em Ibovespa; b) é provavelmente um fundo de ações passivo em Ibovespa; c) é provavelmente um fundo de ações neutro; d) é provavelmente um fundo que tem em sua carteira no mínimo 51% em ações da Petrobrás. Fundos passivos normalmente rendem um pouco a menos que o benchmark

322 Fundos de Investimentos O termo Chinese Wall se refere à: a) separação entre fundos e clubes de investimento; b) separação de funções entre gestor e administrador; c) separação de funções entre administrador de recursos de terceiros; d) separação de funções entre gestor e custodiante.

323 Fundos de Investimentos O termo Chinese Wall se refere à: a) separação entre fundos e clubes de investimento; b) separação de funções entre gestor e administrador; c) separação de funções entre administrador de recursos de terceiros; d) separação de funções entre gestor e custodiante. Objetivo é que o banco não use os recursos do fundo a seu favor, por exemplo, o fundo compre ações que o banco quer vender.

324 Fundos de Investimentos Com relação ao texto a rentabilidade obtida no passado não é garantia de resultados futuros, pode-se afirmar que: a) o texto nem sempre é verdade, pois há fundos conservadores que constantemente replicam sua rentabilidade; b) ele deve vir em destaque no regulamento do fundo; c) trata-se de um excesso de zelo do administrador do fundo apenas; d) ele deve vir em todo material de divulgação de informação sobre o fundo para o investidor.

325 Fundos de Investimentos Com relação ao texto a rentabilidade obtida no passado não é garantia de resultados futuros, pode-se afirmar que: a) o texto nem sempre é verdade, pois há fundos conservadores que constantemente replicam sua rentabilidade; A ANBIMA não vai mandar divulgar uma frase que nem sempre é verdade b) ele deve vir em destaque no regulamento do fundo; Em todo material deve vir em destaque c) trata-se de um excesso de zelo do administrador do fundo apenas; É uma exigência d) ele deve vir em todo material de divulgação de informação sobre o fundo para o investidor. É comum o investidor aplicar pela rentabilidade passada e ele deve aplicar pela expectativa de rentabilidade futura. Um fundo pode estar com alta rentabilidade e mau posicionado e não manter os bônus resultados, principalmente os que trabalham com alavancagem e hedge

326 Fundos de Investimentos A precificação das ações num fundo de ações se dá: a) pelo seu preço de fechamento; b) pelo seu preço médio; c) pelo preço mais negociado no dia; d) pela mediana dos preços negociados no dia.

327 Fundos de Investimentos A precificação das ações num fundo de ações se dá: a) pelo seu preço de fechamento; b) pelo seu preço médio; c) pelo preço mais negociado no dia; d) pela mediana dos preços negociados no dia. Os resgates são feitos por dia, não por hora. Se fosse no final do dia e a ação subisse, o administrador teria perdas, pois teve que negociar a ação durante o dia, na medida em que as solicitações de resgate e aplicação são feitas. Visa proteger o fundo contra variações bruscas em determinadas horas do dia.

328 Fundos de Investimentos Para que um fundo de investimento não seja tributado pelo come-cotas, é necessário que sua carteira seja composta por: a) 100% dos títulos públicos prefixados; b) no mínimo 80% em títulos públicos federais e no máximo 20% em ações; c) no mínimo 67% em ações no mercado a vista; d) no mínimo 51% em ações.

329 Fundos de Investimentos Para que um fundo de investimento não seja tributado pelo come-cotas, é necessário que sua carteira seja composta por: a) 100% dos títulos públicos prefixados; b) no mínimo 80% em títulos públicos federais e no máximo 20% em ações; c) no mínimo 67% em ações no mercado a vista; d) no mínimo 51% em ações. Não é fundo de ações, pode ser multimercado. Fundos de ações tem que ter 67% em ações. Menos que isso pode ser multimercado

330 Fundos de Investimentos Segundo a classificação de fundos da ANBIMA, um fundo é considerado alavancado quando: a) a carteira do fundo é formada por títulos de renda fixa com elevado risco de crédito; b) existe a chance de que se perca mais que o patrimônio líquido do fundo; c) o fundo opera com derivativos; d) quando a própria instituição financeira administradora do fundo coloca recursos próprios nestes fundos.

331 Fundos de Investimentos Segundo a classificação de fundos da ANBIMA, um fundo é considerado alavancado quando: a) a carteira do fundo é formada por títulos de renda fixa com elevado risco de crédito; b) existe a chance de que se perca mais que o patrimônio líquido do fundo; c) o fundo opera com derivativos; Se opera com derivativos, mas sem alavancagem, por exemplo, compra de opções não é uma alavancagem. d) quando a própria instituição financeira administradora do fundo coloca recursos próprios nestes fundos. Um fundo alavancado aplica dinheiro que não tem, por isso, pode perder mais do que tudo que os cotistas aplicaram. São, por exemplo, operações a descoberto, swaps e mercado de futuros.

332 Fundos de Investimentos Durante muitos anos, o mercado entendia que um fundo de renda fixa deveria sempre ter variação positiva. Entretanto, devido à metodologia de marcação de um título a mercado, este entendimento finalmente ficou mais claro. Hoje, o mercado compreende que o rendimento de um título de renda fixa nem sempre é positivo. Isso é reflexo do seguinte fato: a) Quando a taxa de juros de mercado cai, o rendimento do título também cai. b) A correlação entre a taxa de juros e rendimento de um título é sempre negativa. c) Se a taxa de juros de mercado sobe, o preço de mercado de um ativo de renda fixa deve cair e vice-versa. d) Se a taxa de juros de mercado cai, o preço de mercado de um ativo de renda fixa deve cair e vice-versa.

333 Fundos de Investimentos Durante muitos anos, o mercado entendia que um fundo de renda fixa deveria sempre ter variação positiva. Entretanto, devido à metodologia de marcação de um título a mercado, este entendimento finalmente ficou mais claro. Hoje, o mercado compreende que o rendimento de um título de renda fixa nem sempre é positivo. Isso é reflexo do seguinte fato: a) Quando a taxa de juros de mercado cai, o rendimento do título também cai. b) A correlação entre a taxa de juros e rendimento de um título é sempre negativa. c) Se a taxa de juros de mercado sobe, o preço de mercado de um ativo de renda fixa deve cair e vice-versa. d) Se a taxa de juros de mercado cai, o preço de mercado de um ativo de renda fixa deve cair e vice-versa. Se a taxa de juros sobe de 10% para 11%, um título que paga 15% de juros vale menos, pois agora eu quero receber 11% e não mais 10% e para este título de renda fixa render 11%, ele tem que ser mais barato que para render 10%.

334 Fundos de Investimentos A diferença básica entre um fundo de ações fechado e um aberto é que: a) o primeiro pode alavancar e o segundo não; b) o primeiro permite a cobrança da taxa de performance e o segundo não; c) não há resgate de cotas no primeiro; d) no primeiro só é aceito investidores com maior informação técnica sobre o mercado acionário.

335 Fundos de Investimentos A diferença básica entre um fundo de ações fechado e um aberto é que: a) o primeiro pode alavancar e o segundo não; b) o primeiro permite a cobrança da taxa de performance e o segundo não; c) não há resgate de cotas no primeiro; d) no primeiro só é aceito investidores com maior informação técnica sobre o mercado acionário. Fundos fechados não tem liquidez como nos fundos abertos, normalmente comercializados

336 Fundos de Investimentos Se um investidor pedir resgate de um fundo que trabalha com cota de abertura, num determinado dia em que as taxas de juros no mercado subiram, acarretando na desvalorização de vários títulos da carteira deste fundo, pode-se dizer que este investidor: a) sairá beneficiado, às custas dos outros cotistas; b) sairá prejudicado, beneficiando os outros cotistas; c) não sairá prejudicado nem beneficiado; d) sairá beneficiado, às custas do administrador

337 Fundos de Investimentos Se um investidor pedir resgate de um fundo que trabalha com cota de abertura, num determinado dia em que as taxas de juros no mercado subiram, acarretando na desvalorização de vários títulos da carteira deste fundo, pode-se dizer que este investidor: a) sairá beneficiado, às custas dos outros cotistas; Não, os outros cotistas serão remunerados pelo preço médio. b) sairá prejudicado, beneficiando os outros cotistas; c) não sairá prejudicado nem beneficiado; d) sairá beneficiado, às custas do administrador Só lembrar que foram criadas leis para proteger o cotista

338 Fundos de Investimentos Um investidor procura um fundo de renda fixa que trabalhe com cota de abertura. Este investidor: a) somente encontrará fundos do tipo renda fixa com cota de abertura se o fundo for de longo prazo; b) não terá dificuldade, pois todos os fundos do tipo renda fica podem trabalhar com cota de abertura; c) somente encontrará fundos do tipo renda fixa com cota de abertura se o fundo não for de longo prazo; d) não conseguirá encontrar um fundo deste tipo, pois fundos do tipo renda fixa somente podem trabalhar com cota de fechamento.

339 Fundos de Investimentos Um investidor procura um fundo de renda fixa que trabalhe com cota de abertura. Este investidor: a) somente encontrará fundos do tipo renda fixa com cota de abertura se o fundo for de longo prazo; b) não terá dificuldade, pois todos os fundos do tipo renda fica podem trabalhar com cota de abertura; c) somente encontrará fundos do tipo renda fixa com cota de abertura se o fundo não for de longo prazo; d) não conseguirá encontrar um fundo deste tipo, pois fundos do tipo renda fixa somente podem trabalhar com cota de fechamento. Apenas fundos de curto prazo e referenciados DI podem trabalhar com cota de abertura. Outros fundos podem ter oscilações durante o dia, fazendo com que o administrador tenha que honrar perdas.

340 Fundos de Investimentos Ao receber o prospecto de um fundo no qual tencionava aplicar, o Sr. Agenor assustou-se com os dizeres que vinham logo na sua capa. O primeiro parágrafo tirava a responsabilidade da CVM, do Banco Central e a ANBIMA, com relação às informações do prospecto e sobre a qualidade do administrador. O segundo dizia que o fundo poderia perder tanto dinheiro, que o cotista poderia ser chamado a colocar recursos adicionais no fundo. Os três seguintes diziam que os sistemas de gerenciamento de riscos não garantiam nada, que o fundo não tinha garantia do Fundo Garantidor de Créditos e que a rentabilidade obtida no passado não era garantia de rentabilidade futura. Depois de tudo, ainda acrescentou, no último parágrafo, e sempre em letras maiúsculas, que a leitura do prospecto não era suficiente e que o investidor teria que ler o regulamento do fundo também. O gerente da conta do Sr. Agenor quase o perdeu como cliente por causa desses dizeres. Ao reclamar com a área de 17 Asset Management, onde todos os analistas, gerentes e diretores eram certificados pela ANBIMA, qual a resposta correta que o gerente obteve?

341 Fundos de Investimentos a) Realmente é um exagero colocar tudo isso, mas precisamos nos precaver contra prováveis perdas e ações judiciais. b) Para lhe dizer a verdade, nem colocamos tudo o que era obrigatório segundo o Código da ANBIMA, pois sabíamos que espantariam os clientes mais conservadores. c) Colocamos apenas o que é requerido segundo o Código da ANBIMA, não faltando nenhum esclarecimento extra. d) Trata-se de uma formalidade requerida pela nossa área de Compliance apenas, não sendo requerido pela ANBIMA.

342 Fundos de Investimentos a) Realmente é um exagero colocar tudo isso, mas precisamos nos precaver contra prováveis perdas e ações judiciais. b) Para lhe dizer a verdade, nem colocamos tudo o que era obrigatório segundo o Código da ANBIMA, pois sabíamos que espantariam os clientes mais conservadores. c) Colocamos apenas o que é requerido segundo o Código da ANBIMA, não faltando nenhum esclarecimento extra. d) Trata-se de uma formalidade requerida pela nossa área de Compliance apenas, não sendo requerido pela ANBIMA.

343 Fundos de Investimentos Qual das alternativas abaixo caracteriza um instrumento de renda fixa prefixada a) O conhecimento do valor de resgate do ativo em qualquer data. b) O preço de resgate fixo, qualquer que seja o prazo de vencimento do ativo. c) A taxa de juros de remuneração do ativo, recebida no vencimento da aplicação. d) O conhecimento do valor do cupom de juros em qualquer data.

344 Fundos de Investimentos Qual das alternativas abaixo caracteriza um instrumento de renda fixa prefixada a) O conhecimento do valor de resgate do ativo em qualquer data. Pode variar., só se sabe quanto será o resgate no vencimento b) O preço de resgate fixo, qualquer que seja o prazo de vencimento do ativo. Pode variar, depende se tem algum indexador, como IGPM c) A taxa de juros de remuneração do ativo, recebida no vencimento da aplicação. d) O conhecimento do valor do cupom de juros em qualquer data. Pode variar, depende do indexador. Cupom de juros é o valor que será recebido, por exemplo R$ 100,00 todo em dezembro 2010

345 Fundos de Investimentos Dentre os documentos abaixo, qual deles permite ao investidor tomar ciência dos riscos de um fundo? a) Regulamento. b) Termo de Adesão. c) Lâmina. d) Prospecto.

346 Fundos de Investimentos Dentre os documentos abaixo, qual deles permite ao investidor tomar ciência dos riscos de um fundo? a) Regulamento. Não fala de risco, fala das regras b) Termo de Adesão. Apenas diz que o cliente tem ciência e leu o prospecto c) Lâmina. É uma propaganda, não regulamentada pela ANBIMA d) Prospecto.

347 Fundos de Investimentos No material informativo sobre a rentabilidade dos fundos de investimentos, os bancos costumam divulgar alguns índices de referência, como, por exemplo, o CDI, que significa: a) a taxa DI-Over, extra-grupo, que é o resultado da média aritmética das operações no mercado de CDI, considerando apenas as transações entre instituições que pertencem a diferente grupos; b) a taxa DI-Over, que é o resultado da média ponderada das operações no mercado de CDI, considerando todas as transações realizadas neste mercado; c) a taxa DI-Over, extra-grupo, que é o resultado da média ponderada das operações no mercado de CDI, realizadas apenas entre instituições que pertencem a diferentes grupos financeiros; d) a taxa DI-Over, que é a média ponderada das transações realizadas entre as trinta maiores instituições financeiras.

348 Fundos de Investimentos No material informativo sobre a rentabilidade dos fundos de investimentos, os bancos costumam divulgar alguns índices de referência, como, por exemplo, o CDI, que significa: a) a taxa DI-Over, extra-grupo, que é o resultado da média aritmética das operações no mercado de CDI, considerando apenas as transações entre instituições que pertencem a diferente grupos; b) a taxa DI-Over, que é o resultado da média ponderada das operações no mercado de CDI, considerando todas as transações realizadas neste mercado; c) a taxa DI-Over, extra-grupo, que é o resultado da média ponderada das operações no mercado de CDI, realizadas apenas entre instituições que pertencem a diferentes grupos financeiros; d) a taxa DI-Over, que é a média ponderada das transações realizadas entre as trinta maiores instituições financeiras. Analisar a mais completa de preocupações

349 Fundos de Investimentos O Imposto de Renda sobre aplicações financeiras incide sobre o rendimento: a) sempre antes da incidência do IOF; b) sempre que houver lucro, mas antes da incidência de IOF; c) Sempre que houver lucro, mas após a incidência de IOF; d) Sempre que houver lucro, mas somente no vencimento, independente do tipo de aplicação.

350 Fundos de Investimentos O Imposto de Renda sobre aplicações financeiras incide sobre o rendimento: a) sempre antes da incidência do IOF; b) sempre que houver lucro, mas antes da incidência de IOF; Se acontecer, o investidor pode perder dinheiro, pois o IOF é regressivo e relativo ao prazo aplicado c) Sempre que houver lucro, mas após a incidência de IOF; d) Sempre que houver lucro, mas somente no vencimento, independente do tipo de aplicação. Não, tem o come cotas que tira as cotas

351

352 Qual dos fundos acima é um fundo de investimento em cotas de fundo de investimento? a) A b) B. c) C. d) E.

353 Qual dos fundos acima é um fundo de investimento em cotas de fundo de investimento? a) A b) B. c) C. d) E. Aplica em cotas de fundo de investimentos da própria instituição.

354 Com relação ao fundo C, pode-se afirmar que: a) ele deve ser um fundo Renda Fixa ativo; b) ele deve ser um fundo multimercado com renda variável e com alavancagem; c) ele deve ser um fundo de ações, uma vez que tem ações na carteira; d) ele deve ser um fundo que só aceita Investidores Qualificados, uma vez que faz operações de risco com derivativos.

355 Com relação ao fundo C, pode-se afirmar que: a) ele deve ser um fundo Renda Fixa; b) ele deve ser um fundo multimercado com renda variável e com alavancagem; Não tem derivativos nem renda variável c) ele deve ser um fundo de ações, uma vez que tem ações na carteira; Não tem renda variável d) ele deve ser um fundo que só aceita Investidores Qualificados, uma vez que faz operações de risco com derivativos. Não tem derivativos Um fundo que busca superar o CDI ó pode ser multimercado, renda fixa ativo ou DI ativo. Multimercado opera com vários títulos. Renda fixa tem títulos de renda fixa. Este fundo tem títulos pós fixados com referência ao DI. Compromissada é similar ao CDB com maior rentabilidade. Este fundo tenta superar o DI com compromissada e CDB do BB, porém correndo praticamente apenas risco de mercado.

356 Com relação ao fundo A, pode-se afirmar que: a) ele é um fundo agressivo; b) ele deve ser um fundo de ações ativo, sem alavancagem, com investimento mínimo de R$ 5.000,00; c) ele deve ser um fundo de ações ativo, sem alavancagem; d) ele deve ser um fundo balanceado.

357 Com relação ao fundo A, pode-se afirmar que: a) ele é um fundo agressivo; isso não existe. Fundo agressivo e conservador são argumentos de venda e nome e não classificação de fundo b) ele deve ser um fundo de ações ativo, sem alavancagem, com investimento mínimo de R$ 5.000,00; não dá para saber o investimento mínimo. c) ele deve ser um fundo de ações ativo, sem alavancagem; d) ele deve ser um fundo balanceado. Este é um fundo que tem liberdade de ação quase total, podendo alterar sua estratégia de aplicação livremente no curto prazo. Multimercado, tem um percentual máximo de exposição ao risco e pode ser comparado ao CDI Balanceado, não tem percentual máximo de exposição ao risco e não pode ser comprado. Não tem alavancagem, pois teria que ter algo em derivativos, futuro, opções, etc..

358 Qual dos fundos parece ser um fundo referenciado? a) A. b) B. c) C. d) D.

359 Qual dos fundos parece ser um fundo referenciado? a) A. ações sem alavancagem b) B. c) C. Renda Fixa ativo d) D. ações com alavancagem Referenciado busca acompanhar o DI, sem colocar em risco o investidor

360 Qual dos fundos é um fundo que só aceita Investidores Qualificados como cotistas? a) A. b) B. c) C. d) D.

361 Qual dos fundos é um fundo que só aceita Investidores Qualificados como cotistas? a) A. b) B. c) C. d) D. Fundos que operam com mercado futuro da BM&F com operações de dívida externa só podem receber aplicações de investidores qualificados. Mercado futuro, termo, swap só pode ter investimento de investidores qualificados (mais de R$ 300 mil aplicados no mercado)

362 O cálculo da TR tem por base: a) a rentabilidade dos CDB e RDB negociados pelos 30 maiores bancos e a TJLP; b) a TBF mais a aplicação de um redutor; c) a rentabilidade dos CDB e RDB pós-fixados negociados pelas 30 maiores instituições financeiras do país; d) a rentabilidade dos CDB e RDB com prazo de 30 dias, negociados pelo mercado.

363 O cálculo da TR tem por base: a) a rentabilidade dos CDB e RDB negociados pelos 30 maiores bancos e a TJLP; b) a TBF mais a aplicação de um redutor; c) a rentabilidade dos CDB e RDB pós-fixados negociados pelas 30 maiores instituições financeiras do país; d) a rentabilidade dos CDB e RDB com prazo de 30 dias, negociados pelo mercado.

364 O cálculo da TR tem por base: a) a rentabilidade dos CDB e RDB negociados pelos 30 maiores bancos e a TJLP; rentabilidade de CDBs e RDBs pré fixados é a TBF. A TJLP é divulgada pelo governo e não entra nesta conta. b) a TBF mais a aplicação de um redutor; c) a rentabilidade dos CDB e RDB pós-fixados negociados pelas 30 maiores instituições financeiras do país; são CDBs pré fixados, não pós fixados d) a rentabilidade dos CDB e RDB com prazo de 30 dias, negociados pelo mercado. Este é o calculo correto da TBF, a TR tem ainda um redutor. A TBF é calculada pelos CDBs e RDBs pré fixados de 30 a 35 dias corridos das 30 maiores instituições financeiras. A TR tem um redutor. A TJLP é definida pelo governo, baseada na meta de inflação. Serve para corrigir a inflação antecipadamente.

365 Fundos de Investimentos Rogério tem aplicação em um fundo de renda fixa no Banco Alameda, que acabou de anunciar que está em liquidação judicial. Ele fica muito nervoso, temendo que vá perder todo seu dinheiro aplicado no fundo. Seu gerente o acalma, dizendo que, uma vez que sua aplicação era de R$ ,00, que ele está garantido pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC). O gerente está: a) errado, pois o fundo de investimento não conta com a garantia do FGC; b) certo, pois qualquer aplicação no banco conta com a garantia do FGC; c) errado, pois o FGC só garante até R$ 6.000,00; d) certo, pois o FGC garante qualquer investimento até R$ ,00.

366 Fundos de Investimentos Rogério tem aplicação em um fundo de renda fixa no Banco Alameda, que acabou de anunciar que está em liquidação judicial. Ele fica muito nervoso, temendo que vá perder todo seu dinheiro aplicado no fundo. Seu gerente o acalma, dizendo que, uma vez que sua aplicação era de R$ ,00, que ele está garantido pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC). O gerente está: a) errado, pois o fundo de investimento não conta com a garantia do FGC; b) certo, pois qualquer aplicação no banco conta com a garantia do FGC; c) errado, pois o FGC só garante até R$ 6.000,00; d) certo, pois o FGC garante qualquer investimento até R$ ,00. Apenas depósitos a vista (CC) e a prazo (CDB) são garantidos pelo FGC

367 Fundos de Investimentos O valor da cota do dia de um fundo de investimento é calculado da seguinte forma: a) Tendo por base o ativo total do fundo. b) Dividindo-se o valor do patrimônio líquido do fundo pelo seu total de cotas. c) Com base no preço de abertura dos ativos da carteira do fundo. d) Dividindo-se a soma da rentabilidade do fundo no dia pela quantidade de cotas do fundo.

368 Fundos de Investimentos O valor da cota do dia de um fundo de investimento é calculado da seguinte forma: a) Tendo por base o ativo total do fundo. b) Dividindo-se o valor do patrimônio líquido do fundo pelo seu total de cotas. c) Com base no preço de abertura dos ativos da carteira do fundo. d) Dividindo-se a soma da rentabilidade do fundo no dia pela quantidade de cotas do fundo. O patrimônio do fundo já contempla a rentabilidade, seja positiva ou negativa

369 Fundos de Investimentos A taxa de administração de um fundo de investimento a) Não será cobrada quando o fundo apresentar variação negativa da cota. b) Será cobrada diariamente, independente da variação da cota ser positiva ou negativa c) Será cobrada apenas quando o fundo exceder o benchmark estabelecido. d) Não será cobrada quando o fundo for destinado a investidor qualificado

370 Fundos de Investimentos A taxa de administração de um fundo de investimento a) Não será cobrada quando o fundo apresentar variação negativa da cota. É sempre cobrada b) Será cobrada diariamente, independente da variação da cota ser positiva ou negativa c) Será cobrada apenas quando o fundo exceder o benchmark estabelecido. Isso é taxa de performance d) Não será cobrada quando o fundo for destinado a investidor qualificado. Será também cobrada. Este é o salário fixo do fundo.

371 Fundos de Investimentos Para cobrança de taxa de performance de um fundo de ações, o benchmark e o ciclo de cobrança deverão ser, respectivamente a) CDI, semestral b) Ibovespa, semestral c) IGP-M, mensal d) Ibovespa, semestral

372 Fundos de Investimentos Para cobrança de taxa de performance de um fundo de ações, o benchmark e o ciclo de cobrança deverão ser, respectivamente a) CDI, semestral b) Ibovespa, semestral c) IGP-M, mensal d) Ibovespa, semestral Deve superar um becnhmark apropriado e ter um ciclo pelo menos semestral, ou seja, tem que compensar as perdas num mês no outro mês pelo menos, zerando as perdas de 6 em 6 meses.

373 Fundos de Investimentos Os cotistas respondem por um eventual patrimônio negativo do fundo de investimento. Essa afirmativa é a) Falsa b) Depende do tipo de fundo c) Verdadeira d) Verdadeira se fundo exclusivo para investidor qualificado.

374 Fundos de Investimentos Os cotistas respondem por um eventual patrimônio negativo do fundo de investimento. Essa afirmativa é a) Falsa - É verdadeiro. O investidor é o dono. b) Depende do tipo de fundo - É raro, mas fundos mais conservadores podem ter rentabilidade negativa. c) Verdadeira d) Verdadeira se fundo exclusivo para investidor qualificado. – Vale para todos os clientes. Por isso o investidor assina termo de adesão.

375 Fundos de Investimentos Os principais fatores de risco de um fundo de investimento classificado como sendo renda fixa, de acordo com a CVM são: I – taxa de juros II – Índice de preços III – taxa de câmbio Está correto o que se afirma em: a) I e II b) II e III c) I e III d) I, II e III

376 Fundos de Investimentos Os principais fatores de risco de um fundo de investimento classificado como sendo renda fixa, de acordo com a CVM são: I – taxa de juros – se aumenta, reduz o valor do título. II – Índice de preços - se aumenta, aumenta os juros. III – taxa de câmbio - renda fixa não pode estar vinculado em dólar. Está correto o que se afirma em: a) I e II b) II e III c) I e III d) I, II e III Trata-se do risco de mercado da renda fixa, aumento na taxa de juros reduz o valor do título. Renda fixa ainda pode ter risco de crédito e liquidez.

377 Fundos de Investimentos O investidor resgata seus recursos em um fundo que adota a conversão D+1 e prazo de pagamento D+4, isso significa que a cota da conversão é a data a) anterior a solicitação do resgate e o crédito 4 dias úteis após a conversão. b) anterior a solicitação do resgate e o crédito 4 dias úteis após a solicitação. c) Seguinte a solicitação do resgate e o crédito 4 dias úteis após a conversão. d) Seguinte a solicitação do resgate e o crédito 4 dias úteis após a solicitação.

378 Fundos de Investimentos O investidor resgata seus recursos em um fundo que adota a conversão D+1 e prazo de pagamento D+4, isso significa que a cota da conversão é a data a) anterior a solicitação do resgate e o crédito 4 dias úteis após a conversão. b) anterior a solicitação do resgate e o crédito 4 dias úteis após a solicitação. c) Seguinte a solicitação do resgate e o crédito 4 dias úteis após a conversão. d) Seguinte a solicitação do resgate e o crédito 4 dias úteis após a solicitação. O prazo de pagamento começa a contar a partir da conversão.

379 Fundos de Investimentos Em uma situação de extrema iliquidez, o administrador do fundo de investimento aberto pode a) Transformar fundo em fechado, com resgate apenas na data do vencimento. b) Decidir quais investidores terão liquidez imediata. c) Suspender temporariamente os resgates de u fundo de investimento. d) Proporcionar liquidez ao fundo desde que o fundo compre títulos do próprio administrador.

380 Fundos de Investimentos Em uma situação de extrema iliquidez, o administrador do fundo de investimento aberto pode a) Transformar fundo em fechado, com resgate apenas na data do vencimento. Fundo aberto não tem data de vencimento b) Decidir quais investidores terão liquidez imediata. Direitos iguais c) Suspender temporariamente os resgates de u fundo de investimento. d) Proporcionar liquidez ao fundo desde que o fundo compre títulos do próprio administrador. O administrador não pode comprar títulos próprios, isso é contra a lei (chinese wall)

381 Fundos de Investimentos A entrega do prospecto do fundo de investimento ao investidor comum, cliente de agencia bancária, é obrigatória a) Somente nos casos de fundos fechados. b) Somente nos casos de fundos com carência c) Sempre que o investidor solicita. d) Sempre, qualquer que seja o tipo de fundo.

382 Fundos de Investimentos A entrega do prospecto do fundo de investimento ao investidor comum, cliente de agencia bancária, é obrigatória a) Somente nos casos de fundos fechados - todos os fundos tem prospecto b) Somente nos casos de fundos com carência - todos os fundos tem prospecto c) Sempre que o investidor solicita. – Nem sempre o cliente sabe que existe d) Sempre, qualquer que seja o tipo de fundo. A ANBIMA quer proteger o cliente, por isso deve-se entregar o prospecto mesmo que ele não queira. Só fundo exclusivo não precisa de prospecto, mas este também é para investidor qualificado, não de agencia.

383 Fundos de Investimentos A respeito do PIBB – Fundo Índice Brasil 50 I – É um fundo cujo o objetivo do investimento é acompanhar o IBrX-50 II – AS cotas são denominadas PIBBs e representam uma fração ideal do patrimônio do fundo. III – O fundo é constituído sob forma de condomínio aberto. É correto afirmar: a) I e III b) I e II c) II e III d) I, II e III

384 Fundos de Investimentos A respeito do PIBB – Fundo Índice Brasil 50 I – É um fundo cujo o objetivo do investimento é acompanhar o IBrX-50 – é um indicador similar ao IBOVESPA II – As cotas são denominadas PIBBs e representam uma fração ideal do patrimônio do fundo. – é um fundo, só que negociado na bolsa. III – O fundo é constituído sob forma de condomínio aberto. – correto, qualquer um pode participar. É correto afirmar: a) I e III b) I e II c) II e III d) I, II e III Uma cota é parecido com uma ação, negociada diretamente na bolsa. Somente acima de 200 mil cotas pode se converter o fundo em ações

385 Fundos de Investimentos O valor da cota é obtido mediante a) Patrimônio líquido do dia dividido pela quantidade de cotas do dia. b) patrimônio líquido dividido pela quantidade de cotistas do dia c) patrimônio líquido do dia anterior dividido pela quantidade de cotas do dia. d) Quantidade de cotas dividido pela quantidade de cotistas.

386 Fundos de Investimentos O valor da cota é obtido mediante a) Patrimônio líquido do dia dividido pela quantidade de cotas do dia. b) patrimônio líquido dividido pela quantidade de cotistas do dia c) patrimônio líquido do dia anterior dividido pela quantidade de cotas do dia. d) Quantidade de cotas dividido pela quantidade de cotistas. Por isso os fundos de ação cotizam em D+1, precisa esperar o fechamento.

387 Fundos de Investimentos A alíquota de imposto de renda retida periodicamente pelo administrador de um fundo de investimento, com carteira de prazo médio inferior a 365 dias, será de a) 20% b) 15% c) 22,5% d) 17,5%

388 Fundos de Investimentos A alíquota de imposto de renda retida periodicamente pelo administrador de um fundo de investimento, com carteira de prazo médio inferior a 365 dias, será de a) 20% b) 15% - Isto é para qualquer fundo (exceto ações e curto prazo) c) 22,5% - O come cotas é cobrado pela menor alíquota possível da tabela regressiva d) 17,5% - O come cotas é cobrado pela menor alíquota possível da tabela regressiva O imposto retido semestralmente é o come cotas. O come cotas retém o menor valor de alíquota de todos os fundos (exceto ações). Este valor é sempre 15%, exceto para curto prazo, que a menor alíquota possível é 20%.

389 Fundos de Investimentos Seu cliente aplicou em um fundo DI de longo prazo no mês de fevereiro e resgatou suas cotas 150 dias depois. No resgate, a incidência do imposto de renda será a) 20% sobre o rendimento gerado desde a data da aplicação b) 22,5% sobre o rendimento produzido desde a data da aplicação, compensado o IR retido em maio. c) 20% - sobre o rendimento produzido entre maio e a data do resgate. d) 22,5% - sobre o rendimento produzido após a data da última incidência.

390 Fundos de Investimentos Seu cliente aplicou em um fundo DI de longo prazo no mês de fevereiro e resgatou suas cotas 150 dias depois. No resgate, a incidência do imposto de renda será a) 20% sobre o rendimento gerado desde a data da aplicação. A alíquota para 150 dias é de 22,5% b) 22,5% sobre o rendimento produzido desde a data da aplicação, compensado o IR retido em maio. c) 20% - sobre o rendimento produzido entre maio e a data do resgate A alíquota para 150 dias é de 22,5%. O come cotas retém apenas 15% para fundos de longo prazo. d) 22,5% - sobre o rendimento produzido após a data da última incidência. O come cotas retém apenas 15%, o restante é compensado na data do resgate. O come cotas é calculado pela menor alíquota do fundo (15% para longo prazo) e é uma antecipação do pagamento de impostos, que será descontado no momento do resgate.

391 Fundos de Investimentos Prazo de permanênciaAlíquota Até 180 dias22,5% De 181 dias a 360 dias20,0% De 361 dias a 720 dias17,5% Acima de 720 dias15,0% A alíquota é cobrada sobre o rendimento produzido, menos o que foi pago antecipadamente pelo come cotas.

392 Fundos de Investimentos A tributação de um fundo de investimento em Fundo de Curto Prazo sem carência, resgatado 25 dias após a aplicação, será de a) Imposto de Renda, alíquota de 20%. b) IOF + Imposto de Renda, alíquota de 22,5%. c) Imposto de Renda, alíquota de 22,5%. d) IOF + Imposto de Renda, alíquota de 20%.

393 Fundos de Investimentos A tributação de um fundo de investimento em Fundo de Curto Prazo sem carência, resgatado 25 dias após a aplicação, será de a) Imposto de Renda, alíquota de 20% - até 180 dias a alíquota de imposto de renda é de 22,5% b) IOF + Imposto de Renda, alíquota de 22,5%. c) Imposto de Renda, alíquota de 22,5%. - Menos de 30 dias tem IOF (exceto ações). d) IOF + Imposto de Renda, alíquota de 20%. - até 180 dias a alíquota de imposto de renda é de 22,5% O IOF e cobrado pela tabela regressiva durante o prazo de 30 dias (exceto fundo de ações). Visa evitar especulações de curtíssimo prazo com títulos públicos.

394 Fundos de Investimentos A classe de Fundo de Investimento que pode utilizar derivativos somente como estratégia de proteção (ou hedge): a) Multimercado b) Ações c) Referenciado d) Renda Fixa

395 Fundos de Investimentos A classe de Fundo de Investimento que pode utilizar derivativos somente como estratégia de proteção (ou hedge): a) Multimercado - pode assumir risco, portanto, pode alavancar. b) Ações - pode assumir risco, portanto, pode alavancar. c) Referenciado d) Renda Fixa - pode assumir risco, portanto, pode alavancar. Referenciado é um dos fundos mais conservador do mercado e não pode assumir riscos além do risco soberano e de títulos de baixíssimo risco.

396 FIM

397 Fundos de Investimentos Um investidor adquiriu cotas de um fundo de renda fixa que adota a conversão pela cota de fechamento de aplicação e resgate. Ocorre uma elevação na taxa de juros de mercado e ele pede regate imediatamente para evitar perda provocada pela desvalorização da cota. Esse investidor a) conseguiu evitar a perda b) não conseguiu evitar a perda c) não pode pedir resgate d) depende do horário do pedido do resgate, conseguiu evitar a perda

398 Fundos de Investimentos Um investidor adquiriu cotas de um fundo de renda fixa que adota a conversão pela cota de fechamento de aplicação e resgate. Ocorre uma elevação na taxa de juros de mercado e ele pede regate imediatamente para evitar perda provocada pela desvalorização da cota. Esse investidor a) conseguiu evitar a perda – apenas se fosse cota de abertura ele conseguiria evitar a perda b) não conseguiu evitar a perda c) não pode pedir resgate - fundo aberto pode d) depende do horário do pedido do resgate, conseguiu evitar a perda – fundo deve ser cotizado por dia, não por hora. Os fundos podem usar a cota de abertura ou de fechamento. A cota de fechamento evita que um investidor se beneficie, prejudicando outros. Na cota de abertura pode existir perda. Por isso, apenas fundos de curto prazo e referenciado podem usar esta cota. Renda fixa não pode A ANBIMA VISA PROTEGER O INVESTIDOR!

399 Fundos de Investimentos Um fundo multimercado deverá ter sua carteira composta por a) mínimo 80% em títulos públicos federais e máximo de 20% em ações b) mínimo 50% em títulos públicos federais e máximo de 50% em renda fixa c) títulos de renda fixa, renda variável e derivativos, de acordo com seu regulamento. d) máximo 80% em títulos de renda fixa e mínimo de 20% em ações

400 Fundos de Investimentos Um fundo de investimento com mais de 50% da carteira em risco privado deve a) ser distribuído apenas a investidores qualificados b) acolher a assinatura eletrônica do cotista no próprio termo de adesão. c) exigir valor mínimo de aplicação de R$ 25 mil d) conter a expressão crédito privado na denominação do fundo.

401 Fundos de Investimentos Um fundo de investimento com mais de 50% da carteira em risco privado deve a) ser distribuído apenas a investidores qualificados – qualquer pessoa pode avaliar o risco do crédito privado. b) acolher a assinatura eletrônica do cotista no próprio termo de adesão. – não pode ser eletrônica e é no termo de ciência do risco. c) exigir valor mínimo de aplicação de R$ 25 mil – não protege o investidor d) conter a expressão crédito privado na denominação do fundo. A ANBIMA quer proteger o investidor. O fundo deve avisar do risco

402 Fundos de Investimentos A assembléia geral de cotistas deve deliberar sobre. a) propaganda a ser vinculada em jornais e revistas b) alteração da política de investimentos taxas a serem pagas pelos cotistas. c) nível de risco aceitável a ser assumido pelo fundo d) setores da economia potenciais para compor parcela das ações

403 Fundos de Investimentos A assembléia geral de cotistas deve deliberar sobre. a) propaganda a ser vinculada em jornais e revistas – função do distribuidor b) alteração da política de investimento e taxas a serem pagas pelos cotistas. c) nível de risco aceitável a ser assumido pelo fundo – previsto no regulamento d) setores da economia potenciais para compor parcela das ações – decisão do gestor Além destes dois itens, a assembléia pode decidir sobre a troca do gestor e do administrador do fundo.

404 Fundos de Investimentos A alavancagem é uma estratégia de investimento mediante a qual o gestor aumenta os riscos da carteira em busca de rentabilidade superior à de mercado. Para implantar essa estratégia ele deve comprar a) Títulos emitidos por empresas do setor privado sem classificação da agência de classificação de risco. b) Ações com elevado potencial de retorno, selecionadas entre as menos negociadas c) Alongar o prazo médio dos títulos de taxa prefixada, ficando mais exposto ao risco de elevação da taxa de juros d) Contrato de derivativos, assumindo uma posição de risco maior do que o patrimônio do fundo

405 Fundos de Investimentos A alavancagem é uma estratégia de investimento mediante a qual o gestor aumenta os riscos da carteira em busca de rentabilidade superior à de mercado. Para implantar essa estratégia ele deve comprar a) Títulos emitidos por empresas do setor privado sem classificação da agência de classificação de risco. b) Ações com elevado potencial de retorno, selecionadas entre as menos negociadas c) Alongar o prazo médio dos títulos de taxa prefixada, ficando mais exposto ao risco de elevação da taxa de juros d) Contrato de derivativos, assumindo uma posição de risco maior do que o patrimônio do fundo Todas as estratégias aumentam o potencial de retorno e conseqüentemente o risco, mas alavancagem são operações com derivativos. Alavancagem é a única estratégia em que o investidor pode perder mais do que aplicou.

406 Fundos de Investimentos Um fundo investimento com menos de 67% em ações está sujeito à incidência do imposto de renda a) a cada 30 dias, ou no resgate, o que ocorrer primeiro b) no último dia útil de cada mês, ou no resgate, o que ocorrer primeiro. c) no último dia útil dos meses de maior e novembro, ou no resgate, o que ocorrer primeiro. d) somente no resgate

407 Fundos de Investimentos Um fundo investimento com menos de 67% em ações está sujeito à incidência do imposto de renda a) a cada 30 dias, ou no resgate, o que ocorrer primeiro b) no último dia útil de cada mês, ou no resgate, o que ocorrer primeiro. c) no último dia útil dos meses de maio e novembro, ou no resgate, o que ocorrer primeiro. d) somente no resgate Regra de come cotas.

408 Fundos de Investimentos Investidor mantém seus recursos em dois fundos de investimento – renda fixa e ações. No mês de novembro, percebeu uma mudança na quantidade de cotas do fundo de renda fixa, sem ter realizado resgates, enquanto do fundo de ações não ocorreu alteração e deseja saber de você porque. Você explica a) cobrou taxa de performance e o fundo de ações não b) cobrou imposto de renda (via come cotas) e o fundo de ações não, pois neste fundo a tributação ocorre apenas no resgate c) teve cobrança de IR – come cotas, mas houve problemas no sistema e por isso não foi cobrado o IR do fundo de ações. d) Teve uma valorização maior devido a marcação a mercado enquanto a cota do fundo de ações caiu.

409 Fundos de Investimentos Investidor mantém seus recursos em dois fundos de investimento – renda fixa e ações. No mês de novembro, percebeu uma mudança na quantidade de cotas do fundo de renda fixa, sem ter realizado resgates, enquanto do fundo de ações não ocorreu alteração e deseja saber de você porque. Você explica a) cobrou taxa de performance e o fundo de ações não b) cobrou imposto de renda (via come cotas) e o fundo de ações não, pois neste fundo a tributação ocorre apenas no resgate c) teve cobrança de IR – come cotas, mas houve problemas no sistema e por isso não foi cobrado o IR do fundo de ações. d) Teve uma valorização maior devido a marcação a mercado enquanto a cota do fundo de ações caiu.


Carregar ppt "ANBIMA. Dicas da avaliação 1.Entender alguns conceitos 2.Decorar regras."