A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Uma perspectiva da logística reversa com foco na geração de valores socio-ambientais e econômicos Roni Oliveira.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Uma perspectiva da logística reversa com foco na geração de valores socio-ambientais e econômicos Roni Oliveira."— Transcrição da apresentação:

1

2 Uma perspectiva da logística reversa com foco na geração de valores socio-ambientais e econômicos Roni Oliveira

3 Conceitos Técnicos

4 Logística Reversa Planejamento, implantação e controle do fluxo eficiente desde o ponto de origem até o ponto de consumo Conceito de Logística:

5 Logística Reversa " Trata-se de todas as atividades de movimentação e armazenagem, que facilitam o fluxo de produtos desde o ponto de aquisição da matéria-prima até o ponto de consumo final, assim como dos fluxos de informação que colocam os produtos em movimento com o propósito de providenciar níveis de serviço adequados aos clientes a um custo razoável. Ballou Conceito sobre Logística Empresarial:

6 Logística Reversa Conceito sobre Supply Chain (Cadeia de suprimento): A gestão do supply chain é o conceito mais amplo e estrategicamente mais importante, que se inicia na saída de matéria-prima dos fornecedores, passa pela produção, montagem e termina na distribuição dos produtos acabados aos clientes finais. Ching, (1999).

7 Modelo de cadeia de suprimento Logística Reversa

8 Conceito sobre Logística Reversa A Logística Reversa é uma área da logística empresarial que planeja, opera e controla o fluxo, e as informações logísticas correspondentes, do retorno dos bens de pós- venda e de pós - consumo ao ciclo de negócios ou ao ciclo produtivo, através dos canais de distribuição reversos (CDR), agregando-lhes valor de diversas naturezas: econômico, ecológico, legal, logístico, de imagem corporativa, entre outros. Leite, (2002).

9 Logística Reversa

10 Produtos de Pós-Venda sem uso ou com pouco uso, que por diferentes motivos retornam aos diferentes elos da cadeia de Suprimentos. Esses produtos retornam por vários motivos, sejam eles comerciais, por erro no momento da emissão do pedido, garantia, defeitos de fabricação, de funcionamento ou até por danos causados no transporte. Logística Reversa

11 Produtos de Pós-Consumo referem-se àqueles que encerram sua vida útil e que podem ser enviados a destinos finais tradicionais como a incineração ou aterros sanitários, ou retornar ao ciclo produtivo por meio de canais de desmanche, reciclagem e reuso em uma extensão de sua vida útil. Logística Reversa

12

13 PORQUE CRESCE A LOGÍSTICA REVERSA? MAIORQUANTIDADE NO RETORNO EXAUSTÃO DOS MEIOS TRADICIONAIS DE DISPOSIÇÃO QUANTIDADE DE PRODUTOS AUMENTA PROFUSÃO DE NOVOSPRODUTOS ALTA VARIEDADE DE PRODUTOS PRODUTOSLEGISLAÇÕESAMBIENTAISCRESCEM CICLO DE VIDA REDUZ-SE ESTRATÉGIAS DE SUPPLY CHAIN Logística Reversa

14 Evidências de Mercado

15 Logística Reversa Taxa de retorno de alguns produtos no BrasilProduto Unidades Garrafas PETGarrafas PETInicio19Bilhões de unid.Bilhões de unid. Latas de alumínioLatas de alumínio Inicio Inicio14Bilhões de unid.Bilhões de unid. Embal. longa vidaEmbal. longa vidaND15Bilhões de unid.Bilhões de unid. Lixo eletrônicoLixo eletrônicoND11Milhões de ton.Milhões de ton. Telefone celularTelefone celular0,1280Milhões de unid.Milhões de unid. Lâmpadas de HgLâmpadas de HgND80Milhões de unidMilhões de unid Automóveis1,12,6Milhões de unid.Milhões de unid. Computadores0,610 Pneus2555 Lixo - São PauloLixo - São Paulo ton. / diaton. / dia

16 Logística Reversa Plano Nacional de Resíduos Sólidos Lei número /2010 Em linhas gerais, como o próprio nome diz, trata-se de uma política ou em outras palavras de diretrizes gerais sobre diversos aspectos do retorno resíduos sólidos de alguns produtos, a serem regulamentados posteriormente no sentido de garantir processos exeqüíveis por parte dos diversos agentes das cadeias diretas e reversas envolvidas com cada tipo ou categoria de produtos.

17 Logística Reversa A logística reversa é um dos pilares da Política Nacional dos Resíduos Sólidos. Sancionada no ano passado, a lei proíbe lixões, prevê que Estados e municípios façam planos específicos para a destinação do lixo, além de incentivar linhas de financiamento para cooperativas. "O objetivo da logística reversa é a minimização da geração de resíduos sólidos Obriga todas as companhias a montar um esquema para recolher e dar destino correto aos insumos gerados por sua atividade

18 Logística Reversa O Artigo 33 a seguir é de importância especial à área de Logística Reversa: Art. 33. São obrigados a estruturar e implementar sistemas de logística reversa, mediante retorno dos produtos após o uso pelo consumidor, de forma independente do serviço público de limpeza urbana e de manejo dos resíduos sólidos, os fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes de: (negrito do autor) I - agrotóxicos, seus resíduos e embalagens, assim como outros produtos cuja embalagem, após o uso, constitua resíduo perigoso, observadas as regras de gerenciamento de resíduos perigosos previstas em lei ou regulamento, em normas estabelecidas pelos órgãos do Sisnama, do SNVS e do Suasa, ou em normas técnicas; II - pilhas e baterias; III - pneus; IV - óleos lubrificantes, seus resíduos e embalagens; V - lâmpadas fluorescentes, de vapor de sódio e mercúrio e de luz mista; VI - produtos eletroeletrônicos e seus componentes.

19 Logística Reversa Medidas necessárias para assegurar a implementação: (segundo a citada lei) I - implantar procedimentos de compra de produtos ou embalagens usados; II - disponibilizar postos de entrega de resíduos reutilizáveis e recicláveis; III - atuar em parceria com cooperativas ou outras formas de associação de catadores de materiais reutilizáveis e recicláveis

20 Logística Reversa Fonte: IPEA.gov.br

21 Logística Reversa Fonte: IPEA.gov.br

22 COPEL – Reciclagem de Matéria Orgânica de Suínos Em um processo anaeróbio, o material orgânico é convertido em gás metano, utilizado para movimentar turbinas de geração de energia para uso próprio dos criadores de suínos da região Sul. A potência de energia disponível é de 524 KW, capaz de iluminar 100 moradias de padrão médio. 524kW equivalem a R$ /ano Fonte: revista ISTOÉ Dinheiro/COPEL Logística Reversa

23 AMBEV Não é só com a venda de cervejas que a Ambev, donas das marcas Brahma e Antártica, engorda seu caixa. No ano passado, 98,2% de todos os subprodutos gerados no processo de fabricação de bebidas foram reaproveitados. Resultado Alcançado: R$ 80,3 milhões/ano Fonte: revista ISTOÉ Dinheiro Logística Reversa

24 BOTICÁRIO Conscientizar vendedores, consultores e consumidores da marca sobre a importância da reciclagem das embalagens dos produtos, impedindo o descarte na natureza, é a missão do Programa Bioconsciência, colocado em prática pela empresa de cosméticos paranaense O Boticário. Os consumidores levam as embalagens vazias a um coletor, instalado no interior das lojas credenciadas. Esses resíduos são enviados a empresas especializadas, que fazem a reciclagem da embalagem e sua reinserção como matéria-prima em diversos ciclos produtivos. Além de reduzir o impacto ambiental, o programa também beneficia comunidades que trabalham com reciclagem nas regiões de atuação da marca. Fonte: revista ISTOÉ Dinheiro Logística Reversa

25 TETRA PAK Apesar de não reciclar diretamente, a fabricante de embalagens Tetra Pak fomenta cooperativas de catadores e desenvolve tecnologias, como a que permite que o material de suas embalagens seja reutilizado na produção de telhas. Atualmente, 17 fábricas brasileiras já se baseiam nessa tecnologia para produzir telhas, que são 25% mais baratas do que as de amianto e fibrocimento. Economia: Telha de amianto=> R$ 7,00/un. (5mm x 110mm x 213mm) Fonte: revista ISTOÉ Dinheiro Logística Reversa

26 Considerações finais: Do ponto de vista financeiro: redução dos custos relacionados à compra de matéria-prima, de produção, de armazenagem e estocagem, de reuso e descarte. Do ponto de vista ambiental: diminuição dos impactos ambientais causado pela descartabilidade em virtude do ecesso de produtos no mercado. Do ponto de vista social: responsabilidade social, novas atividades econômicas, novos postos de trabalho (mercado secundário de reciclagem), nova renda familiar, melhora na imagem institucional às empresas que dela fazem uso. Logística Reversa

27 Algumas questões sobre a logística reversa? Logística Reversa Professora Patrícia Guarnieri

28 O que vai mudar com a implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos? O alto custo é um entrave para adesão das indústrias? Além desta, há outras dificuldades? E quanto às vantagens: quais os benefícios para os consumidores e para as empresas? Como os consumidores atuam no processo da logística reversa? Qual o nosso papel na responsabilidade compartilhada? Logística Reversa

29 /


Carregar ppt "Uma perspectiva da logística reversa com foco na geração de valores socio-ambientais e econômicos Roni Oliveira."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google