A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Universidade Metodista de Piracicaba U N I M E P Profa. Dra. Cláudia Regina Cavaglieri Coordenadora de Pesquisa Gestora Institucional da Iniciação Científica.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Universidade Metodista de Piracicaba U N I M E P Profa. Dra. Cláudia Regina Cavaglieri Coordenadora de Pesquisa Gestora Institucional da Iniciação Científica."— Transcrição da apresentação:

1 Universidade Metodista de Piracicaba U N I M E P Profa. Dra. Cláudia Regina Cavaglieri Coordenadora de Pesquisa Gestora Institucional da Iniciação Científica Dirigente Institucional dos Grupos de Pesquisa Grupos de Pesquisa - UNIMEP

2 CENSO de março a 31 de maio de 2004 Grupos de Pesquisa UNIMEP

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12 Manual do Dirigente

13 Site de Coleta/atualização - Logística 5 atores dirigentes líderes pesquisadoresestudantes CNPq O site de Coleta/atualização do Diretório dos Grupos de Pesquisa é o sistema de captura de dados dos grupos e está baseado na responsabilidade compartilhada por 5 atores: os dirigentes institucionais de pesquisa, os líderes de grupos, os pesquisadores e os estudantes que participam dos grupos e, finalmente, o CNPq. Cada um desses atores tem acesso ao seu site específico, através da senha Lattes (para líderes, pesquisadores e estudantes) e da senha institucional (para dirigentes de pesquisa). Cada um desses sites proporciona funcionalidades específicas.

14 Manual do Dirigente DIRIGENTE dirigente O dirigente é o gerente superior da atividade de pesquisa na instituição. Cabe a ele a identificação dos líderes e todo o gerenciamento da coleta dos dados dos grupos de pesquisa da instituição. São tarefas exclusivas do Dirigente, realizadas através do seu site, o cadastro dos líderes no sistema e a certificação dos grupos da instituição junto ao CNPq.

15 Manual do Dirigente LIDER líder O líder de grupo, cadastrado como tal pelo Dirigente, é o responsável pelo preenchimento e envio das informações do grupo, a fim de serem examinadas pelo Dirigente. Através do seu site, o líder pode cadastrar um grupo novo, atualizar dados de grupos já enviados e também acompanhar a situação (status) em que se encontram os grupos por ele enviados: se já foi certificado, se está aguardando certificação, etc.

16 Manual do Dirigente PESQUISADOR E ESTUDANTE pesquisadorestudante O pesquisador e o estudante, com seus currículos Lattes já cadastrados, têm acesso, pelo site respectivo, aos dados dos grupos de que participam e também verificam a situação em que tais grupos se encontram.

17 Manual do Dirigente CNPq CNPq O CNPq, através da Assessoria de Estatísticas e Informação/AEI, que também possui um site específico, gerencia as bases de dados, viabiliza e orienta a participação dos demais atores no Diretório.

18 Manual do Dirigente A base de dados corrente, constituída com a participação dos diversos atores, está disponível para consultas ao público em geral, sem necessidade de senha, no site da Plataforma Lattes, em Buscas, Base corrente (http://lattes.cnpq.br/buscaoperacional). Essa base é formada exclusivamente pelos grupos certificados pelos respectivos dirigentes institucionais. Por isso, para acompanhar a situação em que se encontram os grupos enviados ou atualizados recentemente, o mais indicado é que cada ator acesse o seu site específico (ao invés da busca na base corrente), onde poderá ver, inclusive, informações não disponíveis ao público em geral.

19 Grupos de Pesquisa Certificados pela instituição São os grupos de pesquisa enviados pelos líderes e já certificados pelo dirigente institucional. A relação desses grupos poderá ser obtida segundo a Grande área e a Área do conhecimento, o Órgão ou a Unidade institucional. Para escolher uma dessas opções, basta selecioná-la no combo identificado como "Grupos por". Podem ser visualizados também apenas os grupos que foram atualizados nos últimos meses, bastando digitar o número de meses desejado no espaço correspondente da opção Mostrar grupos atualizados no(s) último(s) mês(es).

20 Grupos de Pesquisa Aguardando certificação pela instituição São os grupos de pesquisa que estão aguardando analise por parte do dirigente institucional de pesquisa, com vistas à certificação. A relação desses grupos poderá ser obtida segundo a Grande área e a Área do conhecimento, o Órgão ou a Unidade institucional. Para escolher uma dessas opções, basta selecioná-la no combo identificado como "Grupos por".

21 Grupos de Pesquisa Certificação negada pela instituição São os grupos de pesquisa que tiveram seus pedidos de certificação negados pelo dirigente institucional. A relação desses grupos poderá ser obtida segundo a Grande área do conhecimento, a Área do conhecimento, o Órgão ou a Unidade institucional. Para escolher uma dessas opções, basta selecioná-la no campo identificado como "Grupos por".

22 Grupos de Pesquisa Grupos não-atualizados São os grupos que perderam a certificação na data de início de um período censitário, por estarem, nessa data, há mais de 9 (nove) meses sem sofrer atualização. Esses grupos retornarão automaticamente para a situação de Grupos certificados, depois que suas informações forem atualizadas e enviadas ao CNPq.

23 Grupos de Pesquisa Grupos Excluídos ou Em Preenchimento Excluído Grupo Excluído é aquele que foi retirado da base de dados pelo Líder do grupo, através do site de Líderes de grupo. Observação Observação - Um grupo nessa situação não pode mais ter seus dados recuperados pelo Líder para atualizações e não fica acessível para alteração de status pelo Dirigente.

24 Grupos de Pesquisa Grupos Excluídos ou Em Preenchimento Em preenchimento Grupo Em preenchimento é aquele cujos dados estão sendo editados (sendo atualizados ou informados pela primeira vez) pelo líder, através do sistema WebGrupo. Observação Observação Um grupo só sai da situação em preenchimento depois que o seu líder envia os dados ao CNPq. Para isso, é necessário que o líder acesse o link Sistema WebGrupo em seu site, edite o formulário do grupo em preenchimento, e clique no botão Enviar ao CNPq.

25 Grupos de Pesquisa Alerta aos Casos Atípicos

26 Grupos de Pesquisa Alerta aos Casos Atípicos São considerados grupos atípicos aqueles que apresentam afastamentos estatísticos relevantes em relação ao perfil geral dos grupos (sem distinção de área ou instituição), observado ao longo da experiência do Diretório. São também considerados casos atípicos os grupos com um grau muito grande de semelhança entre si. Os casos atípicos não significam erros, a priori. São mostrados para auxiliar o Dirigente no momento da certificação, para que avalie o perfil do grupo e, caso julgue necessário, esclareça com o líder sobre as razões desse afastamento do perfil geral ou da semelhança entre grupos.

27 Grupos de Pesquisa Alerta aos Casos Atípicos Grupos unitários (formados por apenas 1 pesquisador); Grupos sem estudantes; Grupos sem técnicos; Grupos com mais de dez pesquisadores; Grupos com mais de 10 linhas de pesquisa; Grupos onde o líder não é doutor; Grupos sem doutores no conjunto de pesquisadores; Pesquisadores que participam de quatro ou mais grupos; Estudantes que participam de dois ou mais grupos; Pesquisadores ou Estudantes sem CV Lattes (1); Grupos semelhantes (2).

28 Grupos de Pesquisa Alerta aos Casos Atípicos Pesquisadores ou Estudantes sem CV Lattes (1) nomes ficam grafados em vermelho (1) De acordo com a nova sistemática adotada no Diretório, um grupo não fica mais em pendência por falta de CV Lattes de um ou mais de seus integrantes. Os pesquisadores e estudantes é que ficam em pendência no grupo, enquanto não cadastrarem um currículo Lattes no CNPq. Seus nomes ficam grafados em vermelho e, mesmo tendo seus grupos certificados pelo Dirigente, não são visualizados na busca textual da base corrente e não são incluídos nas bases censitárias. Essa regra vale também para aqueles que possuem outros currículos que não são Lattes, como o Bcurr, CNTC e CVO, ou seja, ficarão em pendência até converterem seus currículos para o modelo Lattes.

29 Grupos de Pesquisa Alerta aos Casos Atípicos Grupos semelhantes (2) (2) Grupos semelhantes: nesta opção, o dirigente pode visualizar, dentre os grupos da sua instituição, aqueles que possuem um grau muito grande de semelhança entre si e com alguma possibilidade de duplicidade. comparando 2 a 2, aqueles que possuem, no mínimo, 50% de seus pesquisadores em comum Foram considerados grupos semelhantes, comparando 2 a 2, aqueles que possuem, no mínimo, 50% de seus pesquisadores em comum. Havendo efetivamente duplicidade entre grupos certificados, deverá eleminá- la negando a certificação aos grupos duplicados, ou então solicitando aos líderes que reorganizem as configurações dos grupos semelhantes. Exemplo: Exemplo: dois grupos dos quais participam os mesmos (ou grande parte dos mesmos) pesquisadores e cujas linhas de pesquisa são afins, pelo conceito de grupo adotado no Diretório, deveriam ser unificados, fazendo-se o cadastro de todas as linhas de pesquisa em um único grupo.

30 Grupos de Pesquisa Perguntas mais freqüentes

31 Site de Coleta/atualização do Diretório dos Grupos de Pesquisa no Brasil Questões Gerais Dirigentes Institucionais Grupos de Pesquisa Líderes de Grupo Pesquisadores Estudantes Linhas de Pesquisa Produção Científica, Tecnológica e Artística Currículo Lattes x Diretório

32 Perguntas mais freqüentes Grupos de Pesquisa

33 1. O que é um grupo de pesquisa? Como saber se as atividades desenvolvidas por um conjunto de pesquisadores constituem um grupo de pesquisa? conjunto de indivíduos organizados hierarquicamente em torno de uma ou, eventualmente, duas lideranças O grupo de pesquisa é definido como um conjunto de indivíduos organizados hierarquicamente em torno de uma ou, eventualmente, duas lideranças. cujo fundamento organizador dessa hierarquia é a experiência, o destaque e a liderança no terreno científico ou tecnológico; no qual existe envolvimento profissional e permanente com a atividade de pesquisa; cujo trabalho se organiza em torno de linhas comuns de pesquisa; e que, em algum grau, compartilha instalações e equipamentos.

34 2. Como cadastrar um grupo de pesquisa no Diretório? Ter um currículo Lattes no CNPqestar cadastrado como líder de grupo pelo dirigente Ter um currículo Lattes no CNPq e estar cadastrado como líder de grupo pelo dirigente de pesquisa da sua instituição são condições necessárias para ter acesso à página do Líder, no site de Coleta/atualização do Diretório (http://oases.cnpq.br:8888/diretorioc/), onde estão disponíveis os formulários do Sistema (sistema WebGrupo e arquivos para download do formulário off-line). A senha de acesso solicitada pelo sistema é a senha Lattes do líder (caso não a possua ou a tenha esquecido, poderá obtê-la acessando o link "Sua senha no CNPq, em Serviços restritos: ou através da Central de Atendimento do CNPq: telefone ou formulário de atendimento -

35 2. Como cadastrar um grupo de pesquisa no Diretório? (continuação) procure o componente organizacional de pesquisa da sua instituição Se você é líder e ainda não está cadastrado como tal, procure o componente organizacional de pesquisa da sua instituição (pró- reitoria de pesquisa, coordenação de pesquisa), pois todo o procedimento de captura dos dados é feito em articulação com este setor. Cabe ao dirigente de pesquisa, além de cadastrar os líderes de grupos da sua instituição, a responsabilidade de certificar os grupos enviados ao CNPq Cabe ao dirigente de pesquisa, além de cadastrar os líderes de grupos da sua instituição, a responsabilidade de certificar os grupos enviados ao CNPq.

36 3. Como atualizar os dados de um grupo cadastrado na versão 5.0 do Diretório? Atualização off line - Atualização off line - Para atualizar os dados do grupo através do formulário off-line, o líder do mesmo deve ter instalado o Sistema Grupo em seu computador. Utilizar a opção Abrir grupo (se tiver o arquivo em sua máquina) ou a opção "Importar dados" e "CNPq - Internet", disponíveis no menu Arquivo do programa. Em seguida, proceder as alterações necessárias e enviar o grupo ao CNPq. Atualização on line - Atualização on line - Para atualizar dados do grupo pelo sistema Webgrupo, o líder do grupo deve acessar sua página no site de Coleta/atualização do Diretório (http://oases.cnpq.br:8888/diretorioc), utilizando a senha Lattes, escolher a opção Sistema WebGrupo do menu, editar o grupo, fazer as alterações e enviar os dados ao CNPq. A opção Enviar ao CNPq encontra-se na página inicial do formulário WebGrupo e, para que o grupo não fique na situação de Em preenchimento, deve, obrigatoriamente, ser acionada pelo líder após terminar as alterações.

37 4. O que acontece após o envio dos dados de um grupo ao CNPq? Aguardando Certificação pela instituição certificados pela instituição O grupo novo enviado ao CNPq é carregado na base de dados com o status de Grupo Aguardando Certificação pela instituição. O dirigente de pesquisa, através do seu site, deve certificar ou negar a certificação ao grupo. Apenas os grupos certificados pela instituição podem ser recuperados nos sites de resultados dos censos e da base corrente, que são sites de acesso irrestrito. Informações restritas aos dirigentes, líderes, pesquisadores e estudantes, inclusive de grupos com status diferentes de certificado (certificação negada, não-atualizado, etc), podem ser acessadas por meio de senha em seus respectivos sites, a partir da página de Coleta/atualização do Diretório (http://oases.cnpq.br:8888/diretorioc/).

38 5. Quais são as situações (ou status) em que os grupos podem ser classificados? Aguardando Certificação pela instituição certificados pela instituição O grupo novo enviado ao CNPq é carregado na base de dados com o status de Grupo Aguardando Certificação pela instituição. O dirigente de pesquisa, através do seu site, deve certificar ou negar a certificação ao grupo. Apenas os grupos certificados pela instituição podem ser recuperados nos sites de resultados dos censos e da base corrente, que são sites de acesso irrestrito. Informações restritas aos dirigentes, líderes, pesquisadores e estudantes, inclusive de grupos com status diferentes de certificado (certificação negada, não-atualizado, etc), podem ser acessadas por meio de senha em seus respectivos sites, a partir da página de Coleta/atualização do Diretório (http://oases.cnpq.br:8888/diretorioc/).

39 5. Quais são as situações (ou status) em que os grupos podem ser classificados? Aguardando certificação pela instituição; Certificados pela instituição; Certificação negada pela instituição; Grupo não-atualizado; Grupo excluído; Grupo Em preenchimento.

40 Aguardando certificação pela instituição grupo novo enviado ao CNPq pelo líder É o status atribuído a um grupo novo enviado ao CNPq pelo líder. O dirigente da instituição, através de seu site, poderá então certificar ou negar a certificação a esse grupo. Após a realização de um censo (previamente anunciado pelo CNPq), os grupos que estiverem há mais de 12 meses com status de Aguardando certificação pela instituição serão definitivamente apagados da base e não poderão mais ser recuperados nem visualizados no site.

41 Certificado pela instituição enviado pelo líder, que foi certificado pelo dirigente institucional de pesquisa da sua instituição É o grupo, enviado pelo líder, que foi certificado pelo dirigente institucional de pesquisa da sua instituição. Um grupo já certificado, após ter seus dados atualizados e reenviados pelo líder, permanece com o status de grupo certificado. Na data de início de um período censitário (previamente anunciado pelo CNPq), um grupo certificado pela instituição que esteja há mais de 09 meses sem sofrer atualização passa para o status de grupo não-atualizado. Somente são considerados nos censos e recuperados na busca da base corrente do Diretório os pesquisadores e estudantes integrantes de grupos certificados.

42 Certificação negada pela instituição enviado pelo líder, que teve a certificação negada pelo dirigente de pesquisa da sua instituição É o grupo, enviado pelo líder, que teve a certificação negada pelo dirigente de pesquisa da sua instituição. Após a realização de um censo (previamente anunciado pelo CNPq), os grupos que estiverem há mais de 12 meses com status de Certificação negada serão definitivamente apagados da base e não poderão mais ser recuperados nem visualizados no site. Os grupos com certificação negada pelo dirigente, se atualizados pelos líderes e reenviados ao CNPq, passam a ter o status de Aguardando certificação.

43 Grupo não-atualizado perdeu a certificação na data de início de um período censitário, por estar, nessa data, há mais de 9 (nove) meses sem sofrer atualização É o grupo que perdeu a certificação na data de início de um período censitário, por estar, nessa data, há mais de 9 (nove) meses sem sofrer atualização. Esse grupo retornará automaticamente para a situação de Certificado pela instituição, depois que suas informações forem atualizadas e enviadas ao CNPq. Após a realização de um censo (previamente anunciado pelo CNPq), o grupo que estiver há mais de 12 meses com status de Não-atualizado será definitivamente apagado da base e não poderá mais ser recuperado nem visualizado no site. Essa definição foi estabelecida para garantir que os censos do Diretório não contenham grupos com informações não atualizadas há mais de um ano da data referencial dos censos.

44 Grupo não-atualizado Importante - Importante - os grupos não-atualizados que sofrerem atualização após 01 de março de 2004 retornarão automaticamente para a situação de grupos certificados, podendo ainda participar do Censo 2004 caso a atualização seja efetuada durante o período censitário (01/03 a 31/05/2004). Censo 2004 Período censitário: de 01 de março a 31 de maio de 2004; Data referencial para o Censo 2004: 01 de junho de 2004; Perdem a certificação em 01 de março de 2004 os grupos cujas informações não foram atualizadas após 31 de maio de 2003.

45 Grupo Excluído ou Em preenchimento retirado da base de dados pelo Líder do grupo É o grupo que foi retirado da base de dados pelo Líder do grupo, através do site de Líderes de grupo. Um grupo nessa situação não pode mais ter seus dados visualizados nem recuperados pelo Líder para atualizações e não fica acessível para alteração de status pelo Dirigente. Grupo Em preenchimento dados estão sendo editadospelo líder É o grupo cujos dados estão sendo editados pelo líder (sendo atualizados ou informados pela primeira vez), através do sistema WebGrupo. Um grupo só sai da situação em preenchimento depois que o seu líder envia os dados ao CNPq. Para isso, é necessário que ele acesse o link Sistema WebGrupo em seu site, edite o formulário do grupo em preenchimento, e clique no botão Enviar ao CNPq, localizado na página inicial do formulário.

46 6. Quanto tempo demora para serem incluídos na base do Diretório os dados enviados ao CNPq? Depende do tráfego na internet será incluída na base no prazo máximo de 24 horas Depende do tráfego na internet, do horário, etc. A grande maioria dos grupos será incluída na base no prazo máximo de 24 horas. Se o envio for através do Sistema Webgrupo, a inclusão é imediata. Mas atenção: como o sistema grupo é atrelado ao sistema de currículo, se um participante de grupo envia seu currículo, pela primeira vez, num tempo muito próximo ao envio do grupo, a carga do grupo na base de dados pode demorar até 48 horas. 7. Um grupo pode ter mais de um líder? até no máximo 02 líderes Um grupo pode ter até no máximo 02 líderes. No entanto, o sistema aceita apenas a senha Lattes do primeiro líder para acessar o site de Líder, onde estão disponíveis os formulários do Sistema Grupo.

47 8. Um grupo pode ter a participação, ou mesmo ser liderado, por um pesquisador estrangeiro? Não há qualquer restrição currículo Lattes também é obrigatório Sim. Não há qualquer restrição quanto à participação de estrangeiros no grupo. No entanto, o currículo Lattes também é obrigatório para esses pesquisadores. 9. Um grupo pode ser composto por apenas um pesquisador? os grupos se compõem do pesquisador e dos estudantes que orienta Sim. Um grupo pode ser composto de um pesquisador. Na quase totalidade desses casos, os grupos se compõem do pesquisador e dos estudantes que orienta. Todavia, os grupos unitários são atípicos no Diretório. 10. Um grupo certificado perde a certificação depois de ser atualizado pelo líder? não perde a certificação Não. Um grupo certificado não perde a certificação depois de alterado pelo Líder.

48 11. Grupo certifivado pelo Dirigente desaparece da base de dados, Por que? grupo certificado não desaparece da base de dados Um grupo certificado não desaparece da base de dados. Se você consultou a base pelo site de Buscas na Base corrente (http://lattes.cnpq.br/buscaoperacional), pode estar ocorrendo uma das situações abaixo: em preenchimento e não enviados novamente ao CNPq a) o grupo, que estava certificado, ficou na situação em preenchimento depois de ter seus dados atualizados pelo líder, através do Sistema WebGrupo, e não enviados novamente ao CNPq; grupo não-atualizado b) O seu grupo passou a ter o status de grupo não-atualizado; alterou o status do seu grupo c) O Dirigente alterou o status do seu grupo, negando a certificação ao mesmo.

49 Perguntas mais freqüentes Líderes de Grupos

50 12. Quem é o líder do grupo? personagem que detém a liderança acadêmica e intelectual naquele ambiente de pesquisa O pesquisador líder de grupo é o personagem que detém a liderança acadêmica e intelectual naquele ambiente de pesquisa. Normalmente, tem a responsabilidade de coordenação e planejamento dos trabalhos de pesquisa do grupo. Sua função aglutina os esforços dos demais pesquisadores e aponta horizontes e novas áreas de atuação dos trabalhos. 13. Como são identificados os líderes de grupos de pesquisa? identificação de líderes de grupos é de total responsabilidade da instituição, através do dirigente institucional de pesquisa A identificação de líderes de grupos é de total responsabilidade da instituição, através do dirigente institucional de pesquisa. O CNPq auxilia nesse processo disponibilizando aos dirigentes, no site a eles destinado, ferramentas de consulta à base de currículos Lattes, de bolsistas de produtividade em pesquisa e de orientadores de bolsistas de mestrado e doutorado do CNPq. 14. É possível ser líder de mais de um grupo? Simconsiderado atípico no Diretório participar de mais de quatro grupos Sim. No entanto, é considerado atípico no Diretório participar de mais de quatro grupos, independentemente da condição de liderança.

51 15. Como cadastrar no Diretório um grupo atualmente sob minha liderança? Ter um currículo Lattes no CNPqestar cadastrado como líder de grupo pelo dirigente Ter um currículo Lattes no CNPq e estar cadastrado como líder de grupo pelo dirigente de pesquisa da sua instituição são condições necessárias para ter acesso à página do Líder, no site de Coleta/atualização do Diretório (http://oases.cnpq.br:8888/diretorioc/), onde estão disponíveis os formulários do Sistema (sistema WebGrupo e arquivos para download do formulário off-line). senha de acesso A senha de acesso solicitada pelo sistema é a senha Lattes do líder. Se você é líder e ainda não está cadastrado como tal, procure o componente organizacional de pesquisa da sua instituição (pró-reitoria de pesquisa, coordenação de pesquisa), pois todo o procedimento de captura dos dados é feito em articulação com este setor. Cabe ao dirigente de pesquisa, além de cadastrar os líderes de grupos da sua instituição, a responsabilidade de certificar os grupos enviados ao CNPq.

52 16. Quando há mudança do primeiro líder em um grupo, como fazer para importar do CNPq os dados desse grupo, visto que a senha de acesso é a senha Lattes do primeiro líder? uma solução é o antigo líder trocar a liderança do grupo e reenviar o formulário para o CNPq Quando há mudança do primeiro líder, uma solução é o antigo líder trocar a liderança do grupo e reenviar o formulário para o CNPq. Daí por diante, somente o novo líder, utilizando sua senha Lattes, terá acesso aos dados do grupo. novo líder deverá criar um novo grupo, redigitando todos os dados e preservando a data de criação do grupo para não perder a perspectiva histórica do mesmo Não sendo possível a solução acima, o novo líder deverá criar um novo grupo, redigitando todos os dados e preservando a data de criação do grupo para não perder a perspectiva histórica do mesmo. O dirigente de pesquisa da instituição deve ser avisado para providenciar que o líder do antigo grupo o exclua através do site de Líder ou então o próprio dirigente deverá alterar o status, negando a certificação ao grupo.

53 17. A quem o líder de grupo deve se dirigir, no CNPq, em caso de dúvidas sobre o Diretório? Central de Atendimento do CNPq: O líder de pesquisa deve contatar a Central de Atendimento do CNPq: telefone , das 08 às 20h00 formulário de atendimento -

54 Perguntas mais freqüentes Pesquisadores

55 18. Quem são os pesquisadores de um grupo? membros graduados ou pós-graduados da equipe de pesquisa, direta e criativamente envolvidos com a realização de projetos e com a produção científica, tecnológica e artística do grupo Pesquisadores são os membros graduados ou pós-graduados da equipe de pesquisa, direta e criativamente envolvidos com a realização de projetos e com a produção científica, tecnológica e artística do grupo. Estagiários pós-doutorais devem ser considerados como pesquisadores do grupo. 19. Como são identificados os pesquisadores e estudantes de um grupo? CNPq não interfereCabe aos líderes de grupos definir O CNPq não interfere nesse nível de definição. Cabe aos líderes de grupos definir quais são os pesquisadores, estudantes e técnicos de seus grupos. No caso dos estudantes, é necessário que estejam matriculados em curso de graduação ou pós-graduação. Por outro lado, cabe aos dirigentes de pesquisa a identificação dos líderes e a certificação dos grupos de sua instituição.

56 20. Em quantos grupos o pesquisador pode participar? A participação em um grupo define-se como um trabalho permanente e profissional de pesquisa naquele grupo. Ao lado da participação em um grupo, um pesquisador pode ter colaborações eventuais com outros, que não devem, no Diretório, ser consideradas como participação. Como o Diretório visa retratar o modo real de organização da pesquisa no Brasil, não faria sentido uma limitação, a priori, do número de grupos de pesquisa onde um pesquisador poderia participar. Este fato levou CNPq a considerar como sendo uma atipicidade o pesquisador participar de quatro grupos ou mais Desde o primeiro censo, em 1993, observou-se que a grande maioria de pesquisadores participa apenas de um grupo e apenas uma pequena minoria participa de mais de quatro. No entanto, no censo 2002, verificou-se um aumento significativo do número de pesquisadores cujo nome aparece mais de uma vez na base de dados. Este fato levou CNPq a considerar como sendo uma atipicidade o pesquisador participar de quatro grupos ou mais, independentemente da sua condição de liderança, com vistas a redirecionar a definição de grupo para aquela estabelecida originalmente no projeto (ver ).

57 21. Como atualizar os dados de um grupo? pesquisador deve procurar o líder do seu grupo O pesquisador deve procurar o líder do seu grupo, que é o responsável pelo preenchimento do formulário do Sistema Grupo e pelo envio dos dados ao CNPq. Já as informações curriculares são responsabilidade de cada pesquisador ou estudante do grupo, que deve atualizar o seu currículo Lattes. 22. Um pesquisador estrangeiro pode participar de um grupo? Não há qualquer restrição Sim. Não há qualquer restrição quanto à participação de estrangeiros no grupo. No entanto, o currículo Lattes também é obrigatório para esses pesquisadores.

58 23. Um pesquisador pode participar de mais de um grupo? Sim Sim. Muitas vezes, esse tipo de participação efetivamente ocorre, mas a experiência desde o início do projeto em 1993 mostra que, na maioria dos casos, a atuação do pesquisador, tal como é definido no Diretório, é uni-institucional. O importante é compreender o que é participar de um grupo, no âmbito do Diretório: trata-se de um trabalho permanente e profissional de pesquisa no grupo. Ao lado da participação em um grupo, um pesquisador pode ter colaborações eventuais com outros (em uma ou mais instituições), que não devem, no Diretório, ser consideradas como participação.

59 Perguntas mais freqüentes Estudantes

60 24. Quem são os estudantes de grupo? estudantes (bolsistas ou não) em iniciação científica e em cursos de pós-graduação sob a orientação de pesquisadores do grupo São estudantes (bolsistas ou não) em iniciação científica e em cursos de pós-graduação que participam ativamente das linhas de pesquisa desenvolvidas pelo grupo, como parte de suas atividades discentes, sob a orientação de pesquisadores do grupo. Os estagiários em nível de pós-doutoramento devem ser considerados como pesquisadores do grupo, e não como estudantes. 25. Um bolsista de Iniciação Científica deve participar de um grupo? devem ter atividade permanente de pesquisa Os estudantes bolsistas de IC devem ter atividade permanente de pesquisa. Devem, portanto, participar do grupo do qual seu orientador faz parte.

61 26. O que o estudante deve fazer para integrar um grupo de pesquisa? procurar o seu orientador e ele decidirá sobre sua participação Deve procurar o seu orientador e ele decidirá sobre sua participação. Apenas estudantes que participam efetivamente das linhas de pesquisa do grupo são participantes do mesmo. Bolsistas de Iniciação Científica devem fazer parte dos grupos de pesquisa. 27. Um estudante pode participar de mais de um grupo? é atípico um estudante participar de mais de dois grupos Sim. No entanto, com base na experiência do Diretório, é atípico um estudante participar de mais de dois grupos de pesquisa.

62 Perguntas mais freqüentes Linhas de Pesquisa

63 28. O que é uma linha de pesquisa? Qual a diferença entre linha e projeto de pesquisa? representa temas aglutinadores de estudos científicos que se fundamentam em tradição investigativa Linha de pesquisa representa temas aglutinadores de estudos científicos que se fundamentam em tradição investigativa, de onde se originam projetos cujos resultados guardam afinidades entre si. investigação com início e final definidos, fundamentada em objetivos específicos Projeto de pesquisa é a investigação com início e final definidos, fundamentada em objetivos específicos, visando a obtenção de resultados, de causa e efeito ou colocação de fatos novos em evidência.

64 Perguntas mais freqüentes Produção Científica, Tecnológica e Artística

65 29. A produção científica, tecnológica e artística de um grupo é colhida no formulário do Sistema Grupo ou extraída da Base de Currículo Lattes? extraída, na íntegra, dos currículos Lattes existentes no CNPq É extraída, na íntegra, dos currículos Lattes existentes no CNPq, dos pesquisadores e estudantes cadastrados nos grupos de pesquisa. 30. Qual é a produção científica, tecnológica e artística de um grupo? soma da produção existente nos currículos Lattes dos pesquisadores e estudantes que participam do grupo É a soma da produção existente nos currículos Lattes dos pesquisadores e estudantes que participam do grupo, admitida a dupla contagem (que ocorre devido às co-autorias entre participantes do grupo). 31. Para qual grupo será levada a produção científica, tecnológica e artística de um pesquisador ou estudante que participa de mais de um grupo? será computada igualmente em todos os grupos de que ele participa A totalidade da produção constante do currículo Lattes do pesquisador ou estudante será computada igualmente em todos os grupos de que ele participa.

66 Grupos de Pesquisa Certificados pela instituição

67

68 Fone: (19) / Contato na UNIMEP VICE-REITORIA ACADÊMICA Coordenadoria de Pesquisa - Renata


Carregar ppt "Universidade Metodista de Piracicaba U N I M E P Profa. Dra. Cláudia Regina Cavaglieri Coordenadora de Pesquisa Gestora Institucional da Iniciação Científica."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google