A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Miguel Nascimento 1 FITNESSGRAM Educação e Avaliação da Aptidão Física da Criança e do Adolescente.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Miguel Nascimento 1 FITNESSGRAM Educação e Avaliação da Aptidão Física da Criança e do Adolescente."— Transcrição da apresentação:

1 Miguel Nascimento 1 FITNESSGRAM Educação e Avaliação da Aptidão Física da Criança e do Adolescente

2 Miguel Nascimento2 FITNESSGRAM ProfessorAluno Avalia 3 áreas da aptidão física relacionadas com a saúde; Avalia o nível de actividade física; Operacionaliza a intervenção ao nível da aptidão / actividade física; Processo evolutivo de aptidão /actividade física;

3 Miguel Nascimento3 FITNESSGRAM Fitnessgram Avaliação da Aptidão Física Avaliação da Actividade Física Aconselhamento personalizado Gestão Escolar Activitygram Avaliação da Actividade Física Aconselhamento personalizado Software – Professor e Aluno

4 Miguel Nascimento4 Manual do Programa Concepção do FITNESSGRAM e ACTIVITYGRAM; Concepção do FITNESSGRAM e ACTIVITYGRAM; Bateria de testes de Aptidão Física; Bateria de testes de Aptidão Física; Questionário de Actividade Física; Questionário de Actividade Física; Interpretação dos resultados e dos relatórios; Interpretação dos resultados e dos relatórios; Fichas de registo e de planeamento; Fichas de registo e de planeamento; Instruções para utilização do software; Instruções para utilização do software; CD com cadências e músicas para aplicação de testes CD com software nas versões para o Professor e Aluno

5 Miguel Nascimento5 Metas Educativas Saber – Praticar de forma correcta e segura a Actividade Física relacionada com o bem estar; Saber – Praticar de forma correcta e segura a Actividade Física relacionada com o bem estar; Apreciar – Prática regular de Actividade Física relacionada com o bem estar; Apreciar – Prática regular de Actividade Física relacionada com o bem estar; Aprender – Enquadrar rotinas de Actividade Física regular no estilo de vida; Aprender – Enquadrar rotinas de Actividade Física regular no estilo de vida; Aprender – Empenhar-se em qualquer Actividade Física ao longo da vida. Aprender – Empenhar-se em qualquer Actividade Física ao longo da vida.

6 Miguel Nascimento6 FITNESSGRAM Objectivo de curto prazo Proporcionar aos alunos Oportunidades de aprendizagem de conceitos de aptidão física enquanto participam em actividades agradáveis que contribuam para o aumento da Aptidão Física

7 Miguel Nascimento7 FITNESSGRAM Objectivo de longo prazo Ensinar aos alunos: Conhecimentos / habilidades que lhes permitam ser fisicamente activos ao longo da vida Todos os alunos através da prática regular da Actividade Física se encontrem dentro ou acima da Zona Saudável de Aptidão Física

8 Miguel Nascimento8 FITNESSGRAM Conhecimentos / Habilidades O aluno deve ser capaz: Auto-avaliar o nível de aptidão física; Auto-avaliar o nível de aptidão física; Interpretar os resultados da avaliação; Interpretar os resultados da avaliação; Planear programa pessoal; Planear programa pessoal; Auto-motivar para a prática de AF Auto-motivar para a prática de AF

9 Miguel Nascimento9 FITNESSGRAM Programa de Educação Física Desenvolvido de forma progressiva o longo dos anos Pré-escolarBásicoSecundário Prioridade de experiências que promovam o interesse do aluno pela actividade física (vale a pena) e a percepção da competência (sou capaz).

10 Miguel Nascimento10 Processo de Aptidão Física 1ª Etapa – Esclarecimento sobre conceitos fundamentais da aptidão e actividade física; 1ª Etapa – Esclarecimento sobre conceitos fundamentais da aptidão e actividade física; 2ª Etapa – Preparação dos alunos para a avaliação: 2ª Etapa – Preparação dos alunos para a avaliação: –Preparação física; –Treino dos protocolos; 3ª Etapa – Avaliação da aptidão e actividade física; 3ª Etapa – Avaliação da aptidão e actividade física; 4ª Etapa – Planeamento do programa promoção da aptidão e actividade física: 4ª Etapa – Planeamento do programa promoção da aptidão e actividade física: –Estabelecimento de metas. 5ª Etapa – Reavaliação. 5ª Etapa – Reavaliação.

11 Miguel Nascimento11 1ª Etapa Conceitos básicos do desenvolvimento e da manutenção da aptidão física A importância do exercício físico regular na saúde e na prevenção de doenças degenerativas; A importância do exercício físico regular na saúde e na prevenção de doenças degenerativas; A descrição de cada área da aptidão física e sua contribuição para a saúde; A descrição de cada área da aptidão física e sua contribuição para a saúde; Os métodos de desenvolvimento de cada área da aptidão física. Os métodos de desenvolvimento de cada área da aptidão física.

12 Miguel Nascimento12 2ª Etapa No sentido de maximizar a segurança os alunos devem estar fisicamente preparados para serem submetidos à avaliação.

13 Miguel Nascimento13 2ª Etapa Ensino dos itens a serem avaliados e respectivos testes O que está a ser avaliado; O que está a ser avaliado; Protocolo de avaliação de cada teste; Protocolo de avaliação de cada teste; Sessões de treino; Sessões de treino;

14 Miguel Nascimento14 3ª Etapa Avaliação do nível de aptidão física Alunos emparelhados; Alunos emparelhados; Auto-avaliação. Auto-avaliação.

15 Miguel Nascimento15 4ª Etapa Definição de objectivos e planeamento do programa de desenvolvimento / manutenção da aptidão física Informar os alunos e pais dos resultados da avaliação através do relatório FITNESSGRAM; Informar os alunos e pais dos resultados da avaliação através do relatório FITNESSGRAM; Ensinar os alunos a interpretar os resultados; Ensinar os alunos a interpretar os resultados; Dar assistência aos alunos na programação; Dar assistência aos alunos na programação; Avaliar o desempenho de grupo. Avaliar o desempenho de grupo.

16 Miguel Nascimento16 4ª Etapa Promoção da actividade física: Ser fisicamente activo ao longo da vida Motivar os alunos para estabelecerem hábitos de actividade física regular; Motivar os alunos para estabelecerem hábitos de actividade física regular; Encorajar e reconhecer o empenhamento dos alunos. Encorajar e reconhecer o empenhamento dos alunos.

17 Miguel Nascimento17 5ª Etapa Avaliação do próprio programa de aptidão física ProfessorAluno Redefinição de objectivos

18 Miguel Nascimento18 FITNESSGRAM Diversas habilidades motoras devem ser ensinadas desde muito cedo: Diversas habilidades motoras devem ser ensinadas desde muito cedo: –Repertório – habilidades motoras; –Oportunidade de encontrar actividades em que sintam competências e em que se divirtam. Diversas competências comportamentais (auto- motivação; auto-esforço;e planeamento de programas) – competências essenciais à manutenção de padrões de actividade física ao longo da vida Diversas competências comportamentais (auto- motivação; auto-esforço;e planeamento de programas) – competências essenciais à manutenção de padrões de actividade física ao longo da vida

19 Miguel Nascimento19 FITNESSGRAM Avaliação da aptidão física referenciada a critérios de saúde Aptidão aeróbia; Aptidão aeróbia; Composição corporal; Composição corporal; Força e resistência muscular; Força e resistência muscular; Flexibilidade. Flexibilidade. CD com cadências e músicas para aplicação de testes

20 Miguel Nascimento20 FLEXIBILIDADE Senta e Alcança

21 Miguel Nascimento21 Flexibilidade e Força do Tronco

22 Miguel Nascimento22 Composição Corporal % Massa Gorda-Prega Geminal

23 Miguel Nascimento23 Composição Corporal % Massa Gorda-Prega Tricipital

24 Miguel Nascimento24 APTIDÃO AERÓBIA - VAIVÉM

25 Miguel Nascimento25 Força e Resistência Abdominal

26 Miguel Nascimento26 Força Superior

27 Miguel Nascimento27 Flexibilidade

28 Miguel Nascimento28 ACTIVITYGRAM Actividade Física e Saúde A Actividade Física melhora a saúde tanto em Adultos como em Crianças! Criança Activa Adulto Activo Criança Saudável Adulto Saudável

29 Miguel Nascimento29 ACTIVITYGRAM Actividade Física e Saúde O aumento da Actividade Física da Criança é a melhor forma de promover a Saúde do Adulto! Criança Activa Adulto Activo Criança Saudável Adulto Saudável

30 Miguel Nascimento30 FITNESSGRAM A Aptidão Física e a Saúde adquiridas em Criança não se mantêm na vida adulta se o indivíduo não for fisicamente activo. O aumento da Actividade Física da Criança é a melhor forma de promover a Saúde do Adulto!

31 Miguel Nascimento31 FITNESSGRAM Assim, o objectivo do FITNESSGRAM é aumentar a probabilidade das Crianças se transformarem em Adultos ACTIVOS!

32 Miguel Nascimento32 ACTIVITYGRAM Aconselhamento Individualizado O programa fornece aconselhamento personalizado acerca da forma como cada criança poderá melhorar a sua Aptidão Física. Não é necessário os Alunos partilharem essa informação com os colegas.

33 Miguel Nascimento33 Objectivo FITNESSGRAM O objectivo da promoção da Aptidão Física e da Actividade Física do Jovem é aumentar a probabilidade de que estes adquiram hábitos de Actividade Física regular que contribuam para a sua Saúde ao longo da vida. O objectivo da promoção da Aptidão Física e da Actividade Física do Jovem é aumentar a probabilidade de que estes adquiram hábitos de Actividade Física regular que contribuam para a sua Saúde ao longo da vida.

34 Miguel Nascimento34 Objectivo FITNESSGRAM Aplicando a filosofia do Fitnessgram à Educação Física, aumentamos as hipóteses de que as Crianças se tornem Adultos Activos! Aplicando a filosofia do Fitnessgram à Educação Física, aumentamos as hipóteses de que as Crianças se tornem Adultos Activos!

35 Miguel Nascimento35 ACTIVITYGRAM O QUE É UM CONSUMIDOR EDUCADO DE EXERCÍCIO? É fisicamente apto. É fisicamente apto. Realiza regularmente Actividade Física. Realiza regularmente Actividade Física. Conhece as implicações e os benefícios decorrentes da prática de Actividades Físicas. Conhece as implicações e os benefícios decorrentes da prática de Actividades Físicas. Valoriza a Actividade Física e o seu contributo para um estilo de vida saudável. Valoriza a Actividade Física e o seu contributo para um estilo de vida saudável. Aprendeu as habilidades motoras necessárias à realização de uma variedade de Actividades Físicas. Aprendeu as habilidades motoras necessárias à realização de uma variedade de Actividades Físicas.

36 Miguel Nascimento36 ACTIVITYGRAM A recolha de informação relativa ao nível de actividade física – 1 etapa para a intervenção a nível da aquisição de: A recolha de informação relativa ao nível de actividade física – 1 etapa para a intervenção a nível da aquisição de: Hábitos de Actividade Física Regular ao Longo da Vida

37 Miguel Nascimento37 ACTIVITYGRAM Requisitos cognitivos do diário AF predominantemente para crianças a partir do 5º ano de escolaridade. Nota: com treino e assistência do professor é possível a obtenção de resultados satisfatórios com crianças mais novas (3º e 4º ano)

38 Miguel Nascimento38 ACTIVITYGRAM Avaliação AF inexacta – questionários Avaliação AF inexacta – questionários 14 dias de monitorização para avaliar com precisão os hábitos de AF 14 dias de monitorização para avaliar com precisão os hábitos de AF

39 Miguel Nascimento39 ACTIVITYGRAM Zona Saudável de Actividade Física Quantidade: Crianças – 3 momentos (num total de 45)* Adolescentes – 2 momentos (num total de 30) * Mais tempo livre e mais actividade na aula de EF (comparativamente com alunos do secundário)

40 Miguel Nascimento40 Promoção da Actividade Física: Ser fisicamente activo ao longo da vida Motivar os alunos para estabelecerem hábitos de actividade física regular; Motivar os alunos para estabelecerem hábitos de actividade física regular; Encorajar e reconhecer o empenhamento dos alunos. Encorajar e reconhecer o empenhamento dos alunos.

41 Miguel Nascimento41 FITNESSGRAM E EF Reconhecidos os efeitos salutogénicos da AF e do exercício; Reconhecidos os efeitos salutogénicos da AF e do exercício; Ineficácia da influência deste reconhecimento; Ineficácia da influência deste reconhecimento; Escola como contexto prioritário de intervenção. Escola como contexto prioritário de intervenção.

42 Miguel Nascimento42 FITNESSGRAM E EF Educação Física deve veincular o prazer pelo exercício nos jovens; Educação Física pode ser compreendida também como um processo enquadrado no âmbito da saúde pública.

43 Miguel Nascimento43 FITNESSGRAM E EF Utilização do exercício e a sua compreensão pode ser um factor facilitador de promoção e educação da saúde e educação da saúde Redução dos hábitos morbidogénicos próprios deste período

44 Miguel Nascimento44 FITNESSGRAM E EF COMPORTAMENTOS SAUDÁVEIS Inibição do uso do tabaco Diminuição de comportamentos sexuais de risco Alimentação mais adequada

45 Miguel Nascimento45 FITNESSGRAM E EF Informação resultante dos testes: fonte de educação e motivação extrínseca; Informação resultante dos testes: fonte de educação e motivação extrínseca; Interpretação dos resultados conjuntamente com os alunos é um momento formativo fundamental. Interpretação dos resultados conjuntamente com os alunos é um momento formativo fundamental.

46 Miguel Nascimento46 FITNESSGRAM E EF Relatório importante para o reconhecimento da disciplina e do trabalho desenvolvido; Relatório importante para o reconhecimento da disciplina e do trabalho desenvolvido; Registo da actividade diária é também foco de aconselhamento individualizado. Registo da actividade diária é também foco de aconselhamento individualizado.

47 Miguel Nascimento47 FITNESSGRAM E EF Importância da Actividade Física por vezes camuflada pelos testes: Crianças activas com fracos resultados; Crianças activas com fracos resultados; Crianças inactivas com bons resultados; Crianças inactivas com bons resultados; Importante realçar comportamentos em vez de resultados Mensagens e Activitygram podem ajudar na promoção da Actividade Física para a vida

48 Miguel Nascimento48 FITNESSGRAM E EF Saúde é para todos, para toda a vida e para cada um; Objectivo: estabelecer hábitos de actividade física regular através de experiências agradáveis de aptidão física. Desenvolvimento ou Manutenção de um nível dentro da ZSAF

49 Miguel Nascimento49 PROFESSOR DE EF – Promoção de AF Necessidade de extensão para além da Escola e do dia de aulas: Extensão ao agregado familiar e à comunidade; Extensão ao agregado familiar e à comunidade; Prioridade a experiências que promovam o interesse pela AF (Vale a pena!) e percepção de competência (Sou capaz!)

50 Miguel Nascimento50 APTIDÃO vs ACTIVIDADE FÍSICA Promoção Processo da actividade física Comportamento Produto da actividade física Aptidão Física Educação Reforço Actividade Física ao longo da vida

51 Miguel Nascimento51 FITNESSGRAM E EF Enfatizar objectivos relevantes para a vida quotidiana (p.e. ter um ar saudável e sentir-se bem); Enfatizar objectivos relevantes para a vida quotidiana (p.e. ter um ar saudável e sentir-se bem); Dar a entender a importância da AF; Dar a entender a importância da AF; Saúde não implica grande quantidade de AF. Saúde não implica grande quantidade de AF.

52 Miguel Nascimento52 PROMOÇÃO DA AF E EF Explicar a importância da AF de acordo com o que se julga importante para a vida quotidiana; Explicar a importância da AF de acordo com o que se julga importante para a vida quotidiana; Informar acerca do desempenho: Informar acerca do desempenho: Manutenção do processo educativo; Manutenção do processo educativo; Selecção de áreas para melhorar e manter um bom desempenho; Selecção de áreas para melhorar e manter um bom desempenho; Ajudar o aluno a encontrar um tempo e local para enquadrar a AF no seu quotidiano. Ajudar o aluno a encontrar um tempo e local para enquadrar a AF no seu quotidiano.

53 Miguel Nascimento53 PROMOÇÃO DA AF E EF Incitar os alunos a assumir um compromisso, por escrito, de participar na actividade necessária para alcançar os objectivos definidos, sendo específicos; Encorajar o registo ou a utilização do ACTIVITYGRAM; Revelar interesse (questionando); Discutir os progressos. Ser activo não é fácil.

54 Miguel Nascimento54 PROMOÇÃO DA AF E EF Encorajar os alunos a definir metas a curto prazo: METAS A CURTO PRAZO Evidência para a Actividade Física e não Resultados mais 3 abdominais em vez de 3 a 4 vezes por semana META PRODUTO vs META PROCESSO

55 Miguel Nascimento55 PROMOÇÃO DA AF E EF Reforço positivo; Reforço positivo; Reconhecer o facto do aluno atingir objectivos; Reconhecer o facto do aluno atingir objectivos; Recomendar actividades de baixa a média intensidade; Recomendar actividades de baixa a média intensidade; Envolver os Pais e fomentar a sua importância; Envolver os Pais e fomentar a sua importância; Encorajar o apoio familiar; Encorajar o apoio familiar; Ser um exemplo. Ser um exemplo.

56 Miguel Nascimento56 RECONHECIMENTO E MOTIVAÇÃOPrograma Mantém-te Activo!

57 Miguel Nascimento57 Mantém-te Activo! Objectivo – alcançar ZSAF Objectivo – alcançar ZSAF Reconhecer os alunos pelo seu sucesso é um dos métodos de os motivar. Reconhecimento Prémio ZSAP Quem alcança desempenhos mais elevados ZSAP Quem alcança desempenhos mais elevados

58 Miguel Nascimento58 Mantém-te Activo! Prémios entendidos muitas vezes como algo dado e não merecido – apenas para os eleitos; Prémios entendidos muitas vezes como algo dado e não merecido – apenas para os eleitos; Reconhecimento de todas as crianças que alcancem a ZSAF e não premiar altos níveis de desempenho; Reconhecimento de todas as crianças que alcancem a ZSAF e não premiar altos níveis de desempenho;

59 Miguel Nascimento59 Mantém-te Activo! Crianças e adolescentes podem atingir um bom nível de Aptidão Física se forem normalmente activos (processo); Crianças e adolescentes podem atingir um bom nível de Aptidão Física se forem normalmente activos (processo); Processo de reconhecimento como base de motivação para os jovens; Processo de reconhecimento como base de motivação para os jovens;

60 Miguel Nascimento60 Mantém-te Activo! Reconhecimento do desempenho é aceitável mas nunca em detrimento do reconhecimento da Actividade Física; Reconhecimento do desempenho é aceitável mas nunca em detrimento do reconhecimento da Actividade Física; Elevados níveis perdem o valor se não forem mantidos para a vida; Elevados níveis perdem o valor se não forem mantidos para a vida;

61 Miguel Nascimento61 Mantém-te Activo! Taxa de participação em níveis adequados de AF regular nos Estados Unidos nos adultos é de 10 a 12% (U.S. Department of Health and Human Services, 1996); Taxa de participação em níveis adequados de AF regular nos Estados Unidos nos adultos é de 10 a 12% (U.S. Department of Health and Human Services, 1996); Valores similares em Portugal; Valores similares em Portugal; Portugal é um dos países europeus com maior taxa de sedentarismo; Portugal é um dos países europeus com maior taxa de sedentarismo;

62 Miguel Nascimento62 Mantém-te Activo! Programas de reconhecimento do desempenho da ApF mal sucedidos nos últimos 30 anos; Programas de reconhecimento do desempenho da ApF mal sucedidos nos últimos 30 anos; Não alcançaram o objectivo de actividade para a vida; Não alcançaram o objectivo de actividade para a vida;

63 Miguel Nascimento63 Mantém-te Activo! – tipo de eventos Programas de actividades diversas; Programas de actividades diversas; Actividades de avaliação; Actividades de avaliação; Actividades cognitivas; Actividades cognitivas; Eventos de Promoção de actividades; Eventos de Promoção de actividades; Reconhecimento de resultados face aos objectivos estabelecidos; Reconhecimento de resultados face aos objectivos estabelecidos;

64 Miguel Nascimento64 Mantém-te Activo! obtenção de apoios Associação de Pais ou Professores; Associação de Pais ou Professores; Associações de serviço comunitário; Associações de serviço comunitário; Empresas locais: Empresas locais: Normalmente interessadas; Normalmente interessadas; Quanto maior a abrangência maior o interesse; Quanto maior a abrangência maior o interesse;

65 Miguel Nascimento65 Mantém-te Activo! obtenção de apoios Utilização dos conceitos do FITNESSGRAM para solicitar apoios: Utilização dos conceitos do FITNESSGRAM para solicitar apoios: Abordagem relacionada com a saúde; Abordagem relacionada com a saúde; Comparação de alunos a critérios referenciados à saúde e não ao desempenho; Comparação de alunos a critérios referenciados à saúde e não ao desempenho; Possibilidade de motivar os alunos com objectivos e padrões razoáveis; Possibilidade de motivar os alunos com objectivos e padrões razoáveis;

66 Miguel Nascimento66 Mantém-te Activo! fundamentos Reconhecimento baseado na satisfação de objectivos desafiantes mas alcançáveis (Lock e Lathan, 1985); Reconhecimento baseado na satisfação de objectivos desafiantes mas alcançáveis (Lock e Lathan, 1985); Objectivos demasiado difíceis desmotivam (Harter, 1978), principalmente em alunos com baixa auto-estima; Objectivos demasiado difíceis desmotivam (Harter, 1978), principalmente em alunos com baixa auto-estima; Falta de retorno do esforço – não compensa tentar; Falta de retorno do esforço – não compensa tentar; Recompensa do processo sempre bem sucedida; Recompensa do processo sempre bem sucedida;

67 Miguel Nascimento67 Mantém-te Activo! fundamentos Informação contínua acerca do progresso deve ser a base da motivação intrínseca; Informação contínua acerca do progresso deve ser a base da motivação intrínseca; Intervenções sem informação não motivam; Intervenções sem informação não motivam; Motivação intrínseca demonstrada por (Whitehead e Corbin): Motivação intrínseca demonstrada por (Whitehead e Corbin): Sentimentos de competência; Sentimentos de competência; Esforço; Esforço; Falta de ansiedade e desfruto da Actividade Física; Falta de ansiedade e desfruto da Actividade Física;

68 Miguel Nascimento68 Mantém-te Activo! fundamentos Prémios atribuídos aos excepcionais desempenhos associados a factores maturacionais ou genéticos: Prémios atribuídos aos excepcionais desempenhos associados a factores maturacionais ou genéticos: –Sempre os mesmos premiados; –Ao alcance de muito poucos alunos resultando na desmotivação dos outros.

69 Miguel Nascimento69


Carregar ppt "Miguel Nascimento 1 FITNESSGRAM Educação e Avaliação da Aptidão Física da Criança e do Adolescente."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google