A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SEXUALIDADE NA TERCEIRA IDADE Dra. Mariana Maldonado Médica Ginecologista e Obstetra, pós graduada em Homeopatia e Sexologia 2004.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SEXUALIDADE NA TERCEIRA IDADE Dra. Mariana Maldonado Médica Ginecologista e Obstetra, pós graduada em Homeopatia e Sexologia 2004."— Transcrição da apresentação:

1 SEXUALIDADE NA TERCEIRA IDADE Dra. Mariana Maldonado Médica Ginecologista e Obstetra, pós graduada em Homeopatia e Sexologia 2004

2 2004 Dra. Mariana Maldonado As modificações no corpo e na mente da mulher... Climatério e Menopausa Climatério e Menopausa O que é? O que é? Quando ocorre? Quando ocorre? Quais as principais mudanças no corpo e na mente da mulher? Quais as principais mudanças no corpo e na mente da mulher? Pode trazer algum perigo pra saúde? Pode trazer algum perigo pra saúde? O tratamento é sempre necessário? O tratamento é sempre necessário?

3 2004 Dra. Mariana Maldonado As modificações no corpo e na mente da mulher... Principais sintomas da menopausa: Principais sintomas da menopausa: ondas de calor ondas de calor menstruações irregulares menstruações irregulares irritabilidade / depressão irritabilidade / depressão secura vaginal secura vaginal dor na relação sexual dor na relação sexual

4 2004 Dra. Mariana Maldonado As modificações no corpo e na mente da mulher... Principais sintomas da menopausa: Principais sintomas da menopausa: Perda da urina aos esforços Perda da urina aos esforços Diminuição da elasticidade da pele Diminuição da elasticidade da pele maior tendência a infecções vaginais e urinárias maior tendência a infecções vaginais e urinárias possíveis alterações cardiovasculares e ósseas (na menopausa tardia) possíveis alterações cardiovasculares e ósseas (na menopausa tardia)

5 2004 Dra. Mariana Maldonado As modificações no corpo e na mente da mulher... Muitos destes sintomas podem exercer influências negativas sobre a sexualidade da mulher neste período, afetando sua qualidade de vida Muitos destes sintomas podem exercer influências negativas sobre a sexualidade da mulher neste período, afetando sua qualidade de vida

6 2004 Dra. Mariana Maldonado A RESPOSTA SEXUAL HUMANA São modificações no organismo originadas a partir de estímulos sexuais. São modificações no organismo originadas a partir de estímulos sexuais. Podem variar de acordo com fatores físicos, psicológicos e culturais Podem variar de acordo com fatores físicos, psicológicos e culturais

7 2004 Dra. Mariana Maldonado A RESPOSTA SEXUAL HUMANA Foi estudada por Master e Johnson e Helen Kaplan Foi estudada por Master e Johnson e Helen Kaplan Tem 4 fases: desejo, excitação, orgasmo e resolução Tem 4 fases: desejo, excitação, orgasmo e resolução

8 2004 Dra. Mariana Maldonado FASES DA RESPOSTA SEXUAL HUMANA Desejo: Sensações que levam a pessoa a buscar ou a se tornar receptiva à experiência sexual. Surge, tanto de estímulos externos como internos, por exemplo, as fantasias sexuais. É de origem cerebral. Excitação: observa-se uma série de modificações no corpo que preparam o homem e a mulher para o ato sexual. Na mulher, a característica mais significativa é a lubrificação da vagina.

9 2004 Dra. Mariana Maldonado FASES DA RESPOSTA SEXUAL HUMANA Orgasmo - Prazer mais intenso do ato sexual * influenciada por múltiplos fatores: psicológicos, sociais, culturais, etc. * no homem: ejaculação * na mulher: contração da musculatura em torno da vagina

10 2004 Dra. Mariana Maldonado FASES DA RESPOSTA SEXUAL HUMANA Resolução - Fase final do ciclo da resposta sexual começa logo após o orgasmo; um retorno involuntário e gradual do corpo à condição de repouso. - Período REFRATÁRIO: período em que o corpo não reage à estimulação, que pode durar minutos ou horas, em função da idade, do estado físico, dos estímulos e de vários outros fatores.

11 2004 Dra. Mariana Maldonado FASES DA RESPOSTA SEXUAL HUMANA Resolução - Fase final do ciclo da resposta sexual A Mulher não tem este período refratário – ela tem a capacidade de ter mais de um orgasmo durante o mesmo ato sexual.

12 2004 Dra. Mariana Maldonado MODIFICAÇÕES DA RESPOSTA SEXUAL DA MULHER A fase do climatério / menopausa, por si só, não diminui o interesse da mulher por sexo nem o seu potencial para reagir aos estímulos sexuais, se ela estiver bem de saúde. Podem ser observadas mudanças no tipo de resposta sexual, como por exemplo uma fase de excitação mais lenta pela diminuição do hormônio feminino (estrogênio)

13 2004 Dra. Mariana Maldonado MODIFICAÇÕES DA RESPOSTA SEXUAL DA MULHER O desejo e a capacidade de resposta sexual, incluindo o orgasmo, não são dependentes do estrogênio, podendo estar presentes por toda a vida da mulher. A atividade sexual regular retarda os efeitos do envelhecimento sobre os orgãos sexuais da mulher

14 2004 Dra. Mariana Maldonado SEXUALIDADE DA MULHER NA TERCEIRA IDADE Queixas mais comuns: falta ou diminuição do desejo sexual freqüência sexual baixa ou nula dor na relação sexual problemas com o parceiro

15 2004 Dra. Mariana Maldonado E O PARCEIRO?? A andropausa e as alterações na resposta sexual do homem: diminuição do desejo sexual – redução hormonal e fatores psicológicos, sociais e culturais diminuição dos pensamentos sexuais dificuldade de alcançar a ereção imediata

16 2004 Dra. Mariana Maldonado E O PARCEIRO?? A andropausa e as alterações na resposta sexual do homem: necessita de uma maior estimulação tátil direta ereções menos firmes durante a relação sexual maior facilidade de controlar a ejaculação diminuição da quantidade do sêmen e intensidade da ejaculação

17 2004 Dra. Mariana Maldonado SEXUALIDADE HUMANA SEXUALIDADE HUMANA É um dos componentes vitais da vida humana e não se restringe apenas a relação sexual com penetração. Ela está presente e pode ser expressa em pensamentos, fantasias, desejos, atitudes, comportamentos, práticas e nas diversas formas de relacionamento. É um dos componentes vitais da vida humana e não se restringe apenas a relação sexual com penetração. Ela está presente e pode ser expressa em pensamentos, fantasias, desejos, atitudes, comportamentos, práticas e nas diversas formas de relacionamento. É diretamente influenciada pela interação de fatores biológicos, psicológicos, culturais, sociais, econômicos, políticos, históricos, religiosos e espirituais. É diretamente influenciada pela interação de fatores biológicos, psicológicos, culturais, sociais, econômicos, políticos, históricos, religiosos e espirituais. Organização Mundial de Saúde, 2002

18 2004 Dra. Mariana Maldonado SEXUALIDADE NA TERCEIRA IDADE Fatores que podem influenciar negativamente: a crença de que a pessoa velha não transa constrangimento para falar sobre o assunto, inclusive com o/a parceiro/a sentimento de culpa e vergonha desconhecimento do exercício da sexualidade na idade avançada

19 2004 Dra. Mariana Maldonado SEXUALIDADE NA TERCEIRA IDADE Fatores que podem influenciar negativamente: saúde comprometida por doenças uso de medicamentos discriminação quando manifestam interesse sexual percepção de que a atividade sexual só serve para fins procriativos – sexo é sujo, pecado educação repressora

20 2004 Dra. Mariana Maldonado SEXUALIDADE NA TERCEIRA IDADE Fatores que podem influenciar de forma positiva: a sensação de estar livre do risco da gravidez com a menopausa boa saúde física e mental atitude positiva a respeito das relações sexuais história de vida sexual ativa na juventude

21 2004 Dra. Mariana Maldonado Alguns dados interessantes... Diversos estudos mostram como as pessoas de idade avançada são capazes de ter relações sexuais e sentir prazer: 95% dos homens entre anos e 28% entre 66 e 71 anos tem uma freqüência semanal de relações sexuais se casados/as: 53% com idade de 60 anos e 24% dos maiores de 76 anos eram sexualmente ativos

22 2004 Dra. Mariana Maldonado Alguns dados interessantes... Diversos estudos mostram como as pessoas de idade avançada são capazes de ter relações sexuais e sentir prazer: 63% dos homens e 30% das mulheres entre 80 e 102 anos eram sexualmente ativos e as atividades sexuais mais freqüêntes eram: as carícias, os toques e por último o coito 35% dos homens após os 80 anos se masturbam

23 2004 Dra. Mariana Maldonado DICAS DE COMO MANTER A SEXUALIDADE EM ALTA DEPOIS DOS Mudanças na maneira de fazer sexo Conversar com o/a parceiro/a sobre sexo – leve a discussão para a cama! Falar sobre o assunto pode esquentar ou gerar o clima, além de despertar o interesse! Paciência... O período de excitação assim como o período refratário podem ser mais prolongados. Nestes casos, a experiência adquirida pode ajudar!

24 2004 Dra. Mariana Maldonado DICAS DE COMO MANTER A SEXUALIDADE EM ALTA DEPOIS DOS Algumas mulheres pode ter dor ou sangrar com a penetração. Seu ginecologista pode orientar qual o melhor tratamento pra você! O surgimento de medicamentos que facilitam a ereção e da terapia de reposição hormonal também podem estar indicados! Cuidar de si mesmo/a, da aparência, da mente e da vida social também são ótimas dicas para quem quer manter a sua sexualidade em alta. E não é só depois dos 60!!!

25 2004 Dra. Mariana Maldonado SEXUALIDADE NA TERCEIRA IDADE O sexo e o pleno exercício da sexualidade podem proporcionar muito mais do que prazer: significa auto-estima, pois sentir-se desejado é importante para pessoas de qualquer idade!

26 2004 Dra. Mariana Maldonado DRA. MARIANA MALDONADO CONTATOS: TEL. CONSULTÓRIO: Site:


Carregar ppt "SEXUALIDADE NA TERCEIRA IDADE Dra. Mariana Maldonado Médica Ginecologista e Obstetra, pós graduada em Homeopatia e Sexologia 2004."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google