A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

VIVA A DIFERENÇA! Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDA/H)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "VIVA A DIFERENÇA! Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDA/H)"— Transcrição da apresentação:

1 VIVA A DIFERENÇA! Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDA/H)

2

3 O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) É um transtorno neurobiológico, de causas genéticas, que aparece na infância e frequentemente acompanha o indivíduo por toda a sua vida. Ele é chamado às vezes de DDA (Distúrbio do Déficit de Atenção). O QUE É TDA/H

4 ASPECTOS IMPORTANTES PARA DETECTAR O TDA/H ÁREA EXTREMAMENTE IMPORTANTE CORTEX PRÉ-FRONTAL COMPORTAMENTO INIBITÓRIO FREIO INIBITÓRIO

5 SINTOMAS DO TDA/H. MENINOS - SE DIVIDEM EM DOIS GRUPOS DESATENÇÃO IMPULSIVIDADE E HIPERHATIVIDADE INTELIGENTES

6 AS MENINAS HIPERATIVAS/IMPULSIVAS - LEVADAS GOSTAM DE BRINCADEIRAS DE MENINOS MISTA – FALADEIRAS DESATENTAS – SONHADORAS ANSIEDADE E DEPRESSÃO

7 SINTOMAS DO DÉFICT DE ATENÇÃO: SENTEM DIFICULDADE EM... Iniciar e terminar as tarefas; Manter atenção nas tarefas; Manter o foco nas conversas com o adulto; Seguir instruções; Fazer atividades que exijam persistência, esforço mental continuado (pesquisas); Perdem frequentemente o material; São esquecidas; Se distraem facilmente; São desorganizadas.

8 SINTOMAS DA HIPERATIVIDADE: Não param sentadas na sala de aula; São irrequietas com as mãos e os pés; Não param quietas na cadeira; São mais barulhentas que o normal para a idade; Estão sempre em movimento de uma atividade para a outra; Impulsividade (respondem antes que a professora termine a pergunta); Dificuldade em esperar na fila; Com frequência se intrometem nas atividades dos colegas; Falam muito.

9 COMORBIDADE O QUE SIGNIFICA O termo comorbidade é formado pelo prefixo latino "cum", que significa contiguidade, correlação, companhia, e pela palavra morbidade, originada de "morbus", que designa estado patológico ou doença. Companhia/doença QUAIS AS COMORBIDADES MAIS FREQUENTES Transtorno de Conduta (50%), Transtorno Opositor Desafiador (40 a 60 %), Abusador de Substancias ou Dependência Química (40 %), Transtorno da Ansiedade Generalizada (34%), Depressão (20%), Transtorno do Humor Bipolar (20%), Transtorno Obsessivo Compulsivo e Tiques Motores (11%) Síndrome de Tourrete (6.5%), Transtorno de Aprendizagem (dislexia, dislalia, disfonia, disartria, discalculia, disgrafia, 10% )

10 TDA/H E COMORBIDADE Quem tem TDAH sempre tem alguma comorbidade? As comorbidades em T.D.A.H. são regras e não exceções. 51 % dos pacientes infanto-juvenis apresentam mais de um diagnóstico psiquiátrico. Em adultos chegam a 77 % dos pacientes. Quem trata e qual é o tratamento da comorbidade? Um Médico conhecedor do T.D.A.H. e um Psicólogo que trabalhe com terapia cognitivo-comportamental como técnica psicoterápica. O modelo internacional para o tratamento de pacientes T.D.A.H. e Comórbido é... Atendimento Familiar, Orientação à Escola, Terapia Cognitiva-Comportamental e Farmacoterapia. Quando necessário, a equipe poderá ser ampliada e os profissionais de áreas afins poderão ser convidados para avaliar o paciente, emitindo laudos técnicos de seus pareceres.

11 COMO O PROFESSOR PODE IDENTIFICAR QUE UMA CRIANÇA É PORTADORA DO TDA/H? O diagnóstico é clínico com base nos sintomas, a partir de uma história bem colhida com a criança, com os pais e com a escola. Exames como o neuropsicológico são necessários caso haja suspeita que o TDA/H tenha problema de aprendizado (dislexia?). Ao professor cabe mudar o seu comportamento em relação à criança.

12 É IMPORTANTE QUE A FAMÍLIA SEJA ORIENTADA A PROCURAR AJUDA ESPECIALIZADA, POIS...

13 O TDA/H TENDE A PERSISTIR NA IDADE ADULTA NA ADOLESCÊNCIA Impulsividade; Desatenção com dificuldade acadêmica; Se envolve em comportamento de risco. NO ADULTO Se envolve em várias atividades ao mesmo tempo, embora não complete quase nenhuma; Inquietação com uma aparente finalidade; Não consegue tirar férias, está sempre se envolvendo em alguma atividade; Apresenta mais dificuldades cognitivas de atenção, organização e planejamento que a criança.

14 TRATAMENTO TRABALHO MULTIDISCIPLINAR INCLUINDO Pais; Professores; Terapeuta; Médico. TRATAMENTO Multidisciplinar; Tratamento psicoterápico; Medicação que permite o controle dos sintomas – metilfenidato; Estratégias especiais na escola;

15 QUAL É O PAPEL DA ESCOLA? A ESCOLA É UM PARCEIRO EDUCATIVO DA FAMÍLIA.

16 O QUE É UMA ESCOLA APROPRIADA? Que assume o compromisso com o educando; Disponibiliza recursos de auxílio aos alunos com dificuldade; Que é receptivo ao projeto de parceria com os pais e com os profissionais responsáveis pelo acompanhamento desse aluno; Que investe na formação do seu corpo docente; Que cria estratégias para receber esse aluno; Que trabalha com o conhecimento respeitando as diferenças individuais; Que é capaz de avaliar o aluno pelo progresso que alcança e não pela comparação com o coletivo.

17 ENTÃO, QUAL É O PAPEL DA ESCOLA? PRIMEIRO PASSO O coordenador vai conversar com todos os envolvidos com esse aluno dentro da escola sobre seu comportamento; Realizar encontro com os pais onde serão transmitidas as preocupações da escola com relação à criança; Mostrar aos pais as opções que darão um diagnóstico correto; Mostre informações claras e o risco de não ser tratada precocemente; O professor vai apenas descrever o comportamento e o rendimento do aluno, propondo um plano de ação. SEGUNDO PASSO – Planejamento, Estratégias e Ações Modificação do ambiente; Adaptação do currículo; Flexibilidade das tarefas; Adequação do tempo da atividade; Administração e acompanhamento das medicações; Capitalizar encima das habilidades desse aluno. QUEM VIU UM TDAH, VIU UM TDAH.

18 "Grandes realizações são possíveis quando se dá importância aos pequenos começos." Lao Tzu

19 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Instituto Nacional Para a Reabilitação. são francisco.com.br/alfa/daltonismo. Super.abril.com.br/saude/deslexia shtml. Revistaescola.abril.com.br/ciencias/fundamentos/sala – aula-preconceitos shtml.


Carregar ppt "VIVA A DIFERENÇA! Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDA/H)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google