A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MOMENTO ESTRATÉGICO SEFAZ Carlos Martins Marques de Santana Secretário da Fazenda 15 DE AGOSTO DE 2008 Hotel Fiesta – Salvador - Bahia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MOMENTO ESTRATÉGICO SEFAZ Carlos Martins Marques de Santana Secretário da Fazenda 15 DE AGOSTO DE 2008 Hotel Fiesta – Salvador - Bahia."— Transcrição da apresentação:

1 MOMENTO ESTRATÉGICO SEFAZ Carlos Martins Marques de Santana Secretário da Fazenda 15 DE AGOSTO DE 2008 Hotel Fiesta – Salvador - Bahia

2 CONSIDERAÇÕES INICIAIS Agradecimentos: Dirigentes e a todos os presentes Equipe responsável pela condução do processo de planejamento

3 DIRETRIZES GERAIS DA GESTÃO FOCO NOS RESULTADOS EFICIÊNCIA EFICÁCIA EFETIVIDADE VALORIZAÇÃO GESTÃO PARTICIPATIVA E DO SER HUMANO DEMOCRÁTICA

4 BALANÇO DA GESTÃO JAN/2007 a AGO/ DIFICULDADES INICIAIS Legados recebidos das administrações anteriores Dificuldades financeiras, decorrentes sobretudo da existência de Despesas de Exercícios Anteriores (DEAs) e Restos a Pagar (RPs); Não pagamento de precatórios; Créditos fiscais acumulados da ordem de R$ 1 bilhão e 150 milhões.

5 BALANÇO DA GESTÃO JAN/2007 a AGO/ DIFICULDADES INICIAIS Legados recebidos das administrações anteriores Necessidade de ampla revisão nos contratos existentes; Deficiência estrutural e material na SEFAZ (instalações prediais, veículos, móveis e equipamentos, sobretudo de informática); Antecipação de receita em dezembro de 2006 da ordem de R$ 26 milhões; Encargos postergados de 2006 (férias).

6 BALANÇO DA GESTÃO JAN/2007 a AGO/ DIFICULDADES INICIAIS Legados recebidos das administrações anteriores Descontinuidade do Programa de Capacitação dos Servidores Fazendários; Históricas e complexas demandas dos Servidores da SEFAZ (gratificação, teto salarial, retorno do valor do ponto 3%, dentre outras); Clima organizacional muito ruim.

7 BALANÇO DA GESTÃO JAN/2007 a AGO/ DIFICULDADES INICIAIS Uma nova concepção na forma de governar o Estado da Bahia, com quebra de paradigmas estabelecidos; Necessidade de conhecer a Organização Fazendária para melhor gerir e controlar os mecanismos da administração da SEFAZ; Definição e estruturação da equipe de trabalho.

8 BALANÇO DA GESTÃO JAN/2007 a AGO/ ASPECTOS POSITIVOS ENCONTRADOS A qualificação do quadro funcional da SEFAZ (perfil técnico e altamente profissionalizado); Comprometimento da equipe dirigente com os resultados.

9 BALANÇO DA GESTÃO JAN/2007 a AGO/ DIRETRIZES DA ATUAL GESTÃO: Foco nos resultados, valorização do ser humano e gestão participativa Política de valorização de todos os segmentos fazendários; Adoção da gestão democrática e participativa, com ênfase no diálogo como o melhor caminho para a solução das demandas existentes; Objetivos estratégicos bem definidos (Planejamento).

10 BALANÇO DA GESTÃO JAN/2007 a AGO/ PRINCIPAIS REALIZAÇÕES NO PERÍODO: Crescimento real da arrecadação tributária (sem recorrer à anistia fiscal); Aumento nos índices de recuperação do crédito tributário.

11 BALANÇO DA GESTÃO JAN/2007 a AGO/ PRINCIPAIS REALIZAÇÕES NO PERÍODO: Criação de uma força tarefa visando o combate à sonegação fiscal, em conjunto com TJ, MPE, PGE e SSP. Exemplos: Operação Tesouro (restaurantes), R$ 11 milhões de créditos a reclamar; Operação Farma (medicamentos), R$ 3,5 milhões de créditos a reclamar; Operação IPVA (locadoras), R$ 1 milhão de créditos a reclamar, dentre outras.

12 BALANÇO DA GESTÃO JAN/2007 a AGO/ PRINCIPAIS REALIZAÇÕES NO PERÍODO: Intensificação dos trabalhos realizados pela AGE e encaminhamentos decorrentes dos resultados que se configurem lesivos ao erário público. Exemplos: Operação Jaleco Branco (empresas do G-8) – R$ 192 milhões; SESAB (Coopamed) – R$ 212 milhões; Publicidade e Propaganda – R$ 350 milhões; Secretaria da Educação (Convênios OAF e Liceu) – R$ 29 milhões; EBAL (CPI na Assembléia Legislativa).

13 BALANÇO DA GESTÃO JAN/2007 a AGO/ PRINCIPAIS REALIZAÇÕES NO PERÍODO: Á rea financeira Contratação do Banco do Brasil, com aporte direto de R$ 485 milhões de reais, aos cofres do Estado da Bahia; Lançamento do Portal Transparência Bahia, disponibilizando amplo acesso às contas públicas, por qualquer pessoa via WEB; Negociação efetivada para pagamentos de precatórios (TJ e TRT, com pagamentos já em curso); Reescalonamento do perfil da dívida pública estadual (PROCONFIS), ampliando a capacidade de investimento do Estado.

14 BALANÇO DA GESTÃO JAN/2007 a AGO/ Principais realizações no período: Melhoria da infra-estrutura fazendária Aquisição de 127 veículos, 820 computadores, 524 móveis, além da aquisição de 90 notebooks (licitação homologada) e mais 220 móveis sendo licitados; Recuperações e reformas emergenciais em Postos Fiscais, no prédio sede e na DAT METRO; Projeto já autorizado para construção do novo Posto Fiscal na divisa Bahia-Góias (já está na SUCAB).

15 BALANÇO DA GESTÃO JAN/2007 a AGO/ PRINCIPAIS REALIZAÇÕES NO PERÍODO: Gestão fazendária, com ênfase nas pessoas e foco no resultado Criação do Conselho Gestor, com reuniões semanais; Constituição de Grupo de Trabalho para discutir a reestruturação do sistema de carreira e remuneração dos Servidores Fazendários (fisco e administrativo); Criação do Grupo Técnico de Trabalho para análise dos incentivos fiscais.

16 BALANÇO DA GESTÃO JAN/2007 a AGO/ PRINCIPAIS REALIZAÇÕES NO PERÍODO : Gestão fazendária, com ênfase nas pessoas e foco nos resultados Recomposição do valor do ponto de Gratificação da Atividade Fiscal para 3% (reivindicação histórica); Concepção de um amplo e inovador modelo de capacitação de servidores, com aderência ao planejamento Estratégico da SEFAZ (exemplo: capacitação de Servidores do Trânsito de Mercadorias – 300 pessoas já capacitadas).

17 BALANÇO DA GESTÃO JAN/2007 a AGO/ PRINCIPAIS REALIZAÇÕES NO PERÍODO : Gestão fazendária, com ênfase nas pessoas e foco nos resultados Pesquisa do Clima Organizacional (em curso); Elaboração do Planejamento Estratégico da SEFAZ.

18 BALANÇO DA GESTÃO JAN/2007 a AGO/ PRINCIPAIS REALIZAÇÕES NO PERÍODO: Outras realizações da Área Tributária Programa Acelera Bahia, que incentiva o desenvolvimento industrial, principalmente no semi- árido, Pólo Petroquímico e microempresas através da concessão de incentivos fiscais, mas com o cuidado técnico no sentido de evitar a geração e a acumulação de créditos fiscais; Nota Fiscal Eletrônica: Coordenação nacional realizada pelo Estado da Bahia (710 mil notas já autorizadas no Estado e 26% dos contribuintes já utilizam este instrumento).

19 BALANÇO DA GESTÃO JAN/2007 a AGO/ PRINCIPAIS REALIZAÇÕES NO PERÍODO : Outras realizações da Área Tributária Realização de Operações especiais com a participação de setores fazendários atuando de forma integrada. Exemplos: Operação Na Trilha do Álcool (COPEC) e Operação Mimoso do Oeste (Trânsito de Mercadorias)

20 BALANÇO DA GESTÃO JAN/2007 a AGO/ PRINCIPAIS REALIZAÇÕES NO PERÍODO : Outras realizações da Área Tributária Nova relação com contribuintes e representantes da sociedade civil ( CRC, Sescap, etc.); Videoconferências (Simples Nacional, SPED); Acordo Fecomércio (Sintegra/Antecipação).

21 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Elaboração do Planejamento Estratégico Coordenação e elaboração de trabalhos de Planejamento Estratégico por equipe da própria Secretaria da Fazenda (aproveitamento de competências); Ampla e contínua participação dos Dirigentes e Servidores; Instrumento facilitador e portanto deve ter claras diretrizes, mas com necessária flexibilidade para uma adequada atualização; A importância da ferramenta Planejamento Estratégico como instrumento de gestão e não um fim nele mesmo.

22 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Elaboração do Planejamento Estratégico Relevância da nossa plena compreensão dos componentes da identidade organizacional: Missão, Visão de Futuro, Valores e Objetivos Globais Avaliação permanente e comprometimento como requisitos fundamentais para a realização dos objetivos e metas pactuados

23 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Missão –Prover e administrar os recursos financeiros para viabilizar as políticas públicas do Estado e orientar o cidadão quanto à importância do pagamento dos tributos e do controle da aplicação dos recursos públicos.

24 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Visão de Futuro –Atingir a excelência na administração fazendária, sendo reconhecida como uma organização democrática, participativa e inovadora, que valoriza o seu quadro de servidores, nos aspectos profissional e humano, norteando-se pelos princípios de transparência, ética e responsabilidade social.

25 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Valores A Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, no desempenho de sua missão, nas relações com os cidadãos e entre os seus servidores, observará os princípios éticos e da transparência.

26 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Objetivos Globais Incremento Real da Receita; Alcance do Equilíbrio Fiscal; Excelência na Gestão de Pessoas; Melhoria na Qualidade do Atendimento.

27 ESTE É O NOSSO DESAFIO FAÇAMOS ACONTECER Grato a Todos Carlos Martins Marques de Santana Secretário da Fazenda Telefone: /2530


Carregar ppt "MOMENTO ESTRATÉGICO SEFAZ Carlos Martins Marques de Santana Secretário da Fazenda 15 DE AGOSTO DE 2008 Hotel Fiesta – Salvador - Bahia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google