A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gestão da Frota – Modelo CPFL Departamento de Infraestrutura Administrativa 07/05/2013 © CPFL Energia 2009. Todos os direitos reservados.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gestão da Frota – Modelo CPFL Departamento de Infraestrutura Administrativa 07/05/2013 © CPFL Energia 2009. Todos os direitos reservados."— Transcrição da apresentação:

1 Gestão da Frota – Modelo CPFL Departamento de Infraestrutura Administrativa 07/05/2013 © CPFL Energia Todos os direitos reservados.

2 ESTRUTURA ORGANIZACIONAL CEO Diretoria de Estratégia e InovaçãoDiretoria de RH Estratégico Vice-Presidência de Operações Vice-Presidência Administrativa Vice-Presidência de Desenvolvimento de Negócios Vice-Presidência de Relações Institucionais Vice-Presidência Financeira e de Relações com Investidores Infraestrutura Administrativa Centro de Serviços - Infraestrutura Gestão de Frota Operacional Gestão de Frota Corporativa

3 © CPFL Energia Todos os direitos reservados. Prover soluções estratégicas em Infraestrutura Administrativa com foco em reduções de custos, eficiência nas operações e inovação, suportando as Unidades de Gestão do Grupo. SegurançaServiços Frota Imóveis Obras Civis PAPEL DA INFRAESTRUTURA ADMINISTRATIVA CORPORATIVA Gestão de custos, prazos e qualidade Gestão eficaz dos contratos Normatização Atuação Estratégica Atendimento às necessidades dos Clientes

4 © CPFL Energia Todos os direitos reservados. CASE – PLANO PLURIANUAL DE RENOVAÇÃO DE FROTA 1.Readequar e redimensionar a frota para atender novas necessidades e tendências de mercado; 2.Aumento de produtividade na operação através de tecnologias embarcadas nos veículos e equipamentos; 3.Reduzir Idade Média da frota; 4.Reduzir Custos operacionais (OPEX); 5.Reduzir Impactos Ambientais, através de veículo e equipamentos Energeticamente mais eficientes, reduzindo emissão de CO2. Responsável pelo planejamento da frota, a equipe de gestão Corporativa elaborou em 2009, um plano PLURIANUAL DE RENOVAÇÃO DE FROTA para o período de 2010 a 2014 que teve como direcionadores os objetivos a seguir:

5 © CPFL Energia Todos os direitos reservados. CASE – PLANO PLURIANUAL DE RENOVAÇÃO DE FROTA 1.Estudo do Ponto Ótimo de substituição para cada classe de veículos; 2.O que adquirir, quais os melhores modelos disponíveis no mercado; 3.Como adquirir (Compra, Locação, Leasing); 4.Recurso Próprio x Recurso de Terceiros. Para desenvolvimento do trabalho, foram realizados diversos estudos técnico-financeiros considerando:

6 © CPFL Energia Todos os direitos reservados. OPEX DE ACORDO COM NÍVEL DE INVESTIMENTO Comportamento dos custos de Opex, considerando nível de investimento em renovação de frota

7 © CPFL Energia Todos os direitos reservados. PONTO ÓTIMO DE REPOSIÇÃO PARA CADA CLASSE DE VEÍCULOS POR – Ponto Ótimo de Reposição POR (Idade) R$ / km (Idade) POR R$ / km POR

8 © CPFL Energia Todos os direitos reservados. PLANO PLURIANUAL - O QUE ADQUIRIR Adquirir modelos de veículos e equipamentos disponíveis no mercado nacional e internacional para assegurar eficiência operacional e segurança no trabalho: Veículos traçados, híbridos, com motores energeticamente mais eficientes; Equipamentos Over center, Articulados e telescópicos, controlados remotamente, para trabalho ao potencial; Ferramental (compactador de solo, brocas, saca postes); CESTA 10m ISOLADA OC ALTEC 25m – 500KV GUINDAUTO 12 T COM BROCA DIGGER DERICK

9 © CPFL Energia Todos os direitos reservados. PLANO PLURIANUAL - COMO ADQUIRIR Locação Leasing Operacional Leasing Financeiro Compra Direta Recursos Próprios (R$) Recursos Terceiros (R$), BNDES (FINAME) Qual a melhor forma de adquirir os veículos e equipamentos: Fator analisado – aproveitamento fiscal - ICMS

10 © CPFL Energia Todos os direitos reservados. PLANO PLURIANUAL Aumento do número de CESTAS AÉREAS ISOLADAS de 10m Over Center e substituição de Cestas aéreas com cesto duplo por Cesto Unitário; Estudos de campo, definiram a necessidade de nova configuração da frota para segurança e produtividade: Aumento do número de Pick-Ups leves para Projeto de STC (primarização) e pequenas emergências; Redução do número de CAMINHONETES com escadas, para atender emergências;

11 11 Substituído 64% da frota R$ 59 MM R$ 38 MM R$ 34 MM R$ 121 MM PLANO PLURIANUAL – STATUS ATUAL

12 © CPFL Energia Todos os direitos reservados. IMPACTOS DO PLANO – REDUÇÃO DE OPEX -37% - 33% Valor atualizado pelo IPCA (2010 – 2012)

13 © CPFL Energia Todos os direitos reservados. NECT – Serviços de Infraestrutura Gestão operacional dos serviços com atuação transacional Segurança Serviços Frota Imóveis Obras Civis Atendimento aos clientes através do Portal e CRM Pagamentos de Notas Fiscais e faturas Elaboração dos projetos arquitetônicos e escopo Administração de: Contratos – execução Manutenção dos veículos e equipamentos Pool de veículos e documentação Manutenção e limpeza das instalações Legal dos imóveis – cadastro e documentação Expedição, viagens, segurança, arquivo central PAPEL DA INFRAESTRUTURA ADMINISTRATIVA CENTRO DE SERVIÇOS

14 GESTÃO OPERACIONAL- FROTA Pagamentos das taxas – IPVA, Licenciamentos, Licenças especiais,...; Emissão mensal de relatórios de indicadores (R$/km – abastecimentos, manutenção, km rodado,....); Gestão de multas; Criação e manutenção de banco de preços de peças; Aquisição de peças e pneus de forma centralizada; Administração da manutenção preventiva e corretiva; Gestão e acompanhamento dos gastos por veículo; Administração do pool de veículos administrativos; RESPONSABILIDADES DA EQUIPE:

15 GESTÃO OPERACIONAL- NECT ECO FROTAS – Gestão operacional das manutenções e abastecimento Oficinas Postos de combustível Oficinas de Equipamentos Hidráulicos POINTER – Telemetria Melhoria na gestão operacional das equipes no campo Utilização eficiente dos veículos Dimensionamento e distribuição da frota nas bases operacionais Parceiros que auxiliam no processo operacional:

16 Comparação com outras empresas do Setor Elétrico (4º. TRI/12) Principais Indicadores

17 GESTÃO OPERACIONAL- NECT Cotação, análise e aprovação de orçamento, inclusive os orçamentos < R$ que não forem aprovados num prazo de 24h; Parametrização dos grupos de revisão e avisos automáticos de revisão preventiva; Acerto de inconsistências no sistema; Configuração de tempário padrão; Acompanhamento dos indicadores das bases que estão sob responsabilidade; Análise de Controle de perdas e laudos de avaria/acidente; Interface com os líderes das pontas; Análise e aprovação de orçamento < R$ 1.000; Vistoria presencial em oficinas; Parametrização dos grupos de revisão e avisos automáticos de revisão preventiva; Configuração de tempário padrão; Acompanhamento dos indicadores das bases que estão sob responsabilidade; Análise de Controle de perdas e laudos de avaria/acidente; Interface com os líderes e usuários das pontas; INSPETORES APROVADORES

18 ÁREA DE ATUAÇÃO – SÃO PAULO

19 ÁREA DE ATUAÇÃO – RIO GRANDE DO SUL

20 CONSIDERAÇÕES FINAIS Iniciativa de Valor de renovação da Frota, com a aprovação do orçamento plurianual 2010 – NECT – Implantação, viabilidade e melhoria contínua, com foco em custos. Implementação de novas tecnologias visando produtividade das equipes de campo. OBZ – Metodologia de gestão financeira do Opex baseado no Orçamento Base Zero através de Drives.

21 © Todos os direitos reservados ao Grupo CPFL.


Carregar ppt "Gestão da Frota – Modelo CPFL Departamento de Infraestrutura Administrativa 07/05/2013 © CPFL Energia 2009. Todos os direitos reservados."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google