A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EXPANSÃO MARÍTIMA. MONARQUIAS IBÉRICAS Invasão islâmica mouro invasor séc. VIII Reino das Astúrias 722 sobrevivência cristã

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EXPANSÃO MARÍTIMA. MONARQUIAS IBÉRICAS Invasão islâmica mouro invasor séc. VIII Reino das Astúrias 722 sobrevivência cristã"— Transcrição da apresentação:

1 EXPANSÃO MARÍTIMA

2 MONARQUIAS IBÉRICAS Invasão islâmica mouro invasor séc. VIII Reino das Astúrias 722 sobrevivência cristã

3 MONARQUIAS IBÉRICAS Reinos Leão Castela Navarra Aragão Guerra de Reconquista cruzada ibérica

4 Condado Portucalense Henrique de Borgonha (francês) Afonso Henriques Portugal Dinastia de Borgonha 1135 MONARQUIAS IBÉRICAS

5 Problemas Nobreza + Castela Expansão sobre os mouros Nobreza + Burguesia Expansão comercial Revolução de Avis 1º Estado Nacional 1383 d.C. MONARQUIAS IBÉRICAS

6 CRISE ECONÔMICA Crise econômica Solo pedregoso Pobreza extrema Crise do sistema feudal

7 NAVEGAR É PRECISO 1415 Início das navegações Pesca Ilhas próximas Treinamento com o açúcar

8 CONQUISTA DO ATLÂNTICO Imaginário Medos Mar Tenebroso Terra plana Abismo Paraíso Sereias Monstros marinhos Cidade de ouro

9 DINASTIA DE AVIS Burguesia mercantil Tecnologia marítima Escola de Sagres Infante D. Henrique Astronomia Caravelas Vela triangular Astrolábio Sextante Bússula Cartografia Geografia

10 COSTA AFRICANA Cabotagem Colônias Entrepostos comerciais Metais preciosos Escravos Produtos naturais

11 Descobrir novas rotas Índias Mediterrâneo Árabes e italianos Comércio Especiarias Queda Turco-Otomanos Bartolomeu Dias Cabo das Tormentas 1488 COSTA AFRICANA

12

13 ÍNDIA Vasco da Gama Índias 1498

14

15

16

17 1º Estado Moderno + Burguesia Localização Geográfica Sem Guerras Crise econômica + Conhecimentos técnicos + Sair é preciso Expansão marítima

18 COROA ESPANHOLA 1476 Casamento Isabel de Leão e Castela Fernando de Aragão Nasce a Espanha 1492 Expulsão final dos mouros Início da Expansão marítima

19 CRISTÓVÃO COLOMBO Genovês Preterido pelos portugueses Chegar às Índias Terra esférica baseado na Antiguidade cartógrafos relatos de Marco Polo 22 anos em viagem à china (famosíssimo)

20 Reis espanhóis Esse genovês é um louco! 3 caravelas apenas CRISTÓVÃO COLOMBO

21 2 meses de viagem viagem rápida Índias índios CRISTÓVÃO COLOMBO

22 Objetivos Coroa especiarias nova rota Colombo Cidade de ouro (lenda) Formar um exército conquistar a terra santa Expandir o cristianismo CRISTÓVÃO COLOMBO

23 TRATADOS Bula Inter Coetera 1493 Divisão das Índias Portugal e Espanha 100 léguas oeste de Cabo Verde Tratado de Tordesilhas léguas de Cabo Verde (suspeita portuguesa de terras) Guerra portuguesa

24 2ª viagem 17 caravelas Achar a cidade de ouro! Frustração + 2 viagens Notícias sobre outro oceano CRISTÓVÃO COLOMBO

25 Cristóvão Colombo morreu pouco depois, em 1506, na Espanha, aos 55 anos de idade. Morreu só, desacreditado, criticado por organizar um grande empreendimento que não rendeu à Espanha os lucros desejados. O reconhecimento e a glória por chegar a um continente vasto e desconhecido pelos europeus só viria muito tempo depois. CRISTÓVÃO COLOMBO

26 PEDRO ÁLVARES CABRAL Inexperiente 32 anos 13 navios 1500 homens 22/04/1500 Bahia Carta de Pero Vaz de Caminha

27 PEDRO ÁLVARES CABRAL 3 teses Pré-conhecimento Tomar posse Coincidência Marés Hipótese Abertura da rota

28

29

30

31

32

33

34

35 UNICAMP 2013 Alexandre von Humboldt ( ) foi um cientista que analisou o processo das descobertas marítimas do século XVI, classificando-o como um avanço científico ímpar. A descoberta do Novo Mundo foi marcante porque os trabalhos realizados para conhecer sua geografia tiveram incontestável influência no aperfeiçoamento dos mapas e nos métodos astronômicos para determinar a posição dos lugares. Humboldt constatou a importância das viagens imputando-lhes valor científico e histórico. (Adaptado de H. B. Domingues, Viagens científicas: descobrimento e colonização no Brasil no século XIX, em Alda Heizer e Antonio A. Passos Videira, Ciência, Civilização e Império nos trópicos. Rio de Janeiro: Acess Editora, 2001, p. 59.) Assinale a alternativa correta. a) O tema dos descobrimentos relaciona-se ao estudo da inferioridade da natureza americana, que justificava a exploração colonial e o trabalho compulsório. b) Humboldt retoma o marco histórico dos descobrimentos e das viagens marítimas e reconhece suas contribuições para a expansão do conhecimento científico. c) Os conhecimentos anteriores às proposições de Galileu foram preservados nos mapas, métodos astronômicos e conhecimentos geográficos do mundo resultantes dos descobrimentos. d) Os descobrimentos tiveram grande repercussão no mundo contemporâneo por estabelecer os parâmetros religiosos e sociais com os quais se explica o processo da independência nas Américas.

36

37 NAVEGANDO 1 – Para chegar às Índias, Para chegar às Índias, Eu necessito uma caravela lusa. Uma caravela lusa pra eu partir por mim e por ti. Refrão Navegando, navegando A crise econômica, O mar tenebroso, A geografia me ajudará, me ajudará. Refrão Navegando, navegando O Pedro Cabral Em abril 1500 Chegou lá em Terra Vera Cruz, Brasil. Refrão Navegando, navegando As 3 teses são, As 3 teses são, Pré-conhecimento, coincidência, Hipótese. Refrão Navegando, navegando....

38 OUTROS Vários famosos desconhecidos Irmãos Pinzón (1499) Rio Amazonas 4º rio do Éden? Ponce de León (1508) litoral Flórida Fonte da Juventude? Vasco Balboa (1513) Oceano Pacífico OBS: Expedições de reconhecimento Expedições de colonização

39 OUTROS Americo Vespucio florentino navega de norte-sul da América 1504 Mundus Novus novo continente

40 E se no mundo existe algum paraíso terrestre, sem dúvida não deve estar muito longe destes lugares. Américo Vespúcio Fonte: wikipedia

41 OUTROS Fernão Magalhães português navega pela Espanha embarcações parte sul do continente passagem para o Pacífico Estreito de Magalhães geleiras perigo

42 3 anos de viagem morre nas Filipinas Comprova a teoria de Colombo OUTROS


Carregar ppt "EXPANSÃO MARÍTIMA. MONARQUIAS IBÉRICAS Invasão islâmica mouro invasor séc. VIII Reino das Astúrias 722 sobrevivência cristã"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google