A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO Queixas no primeiro trimestre.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO Queixas no primeiro trimestre."— Transcrição da apresentação:

1 UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO Queixas no primeiro trimestre

2 Orientações para o início da gestação A importância do pré-natal; Do aleitamento materno; Hidratação do corpo; Higiene corporal; Evitar trabalhos pesados; Importância de exercícios e repouso; Roupas e sapatos adequados Atividade sexual normal

3 Queixas mais freqüentes: Desmaios e fraquezas: podem ter origem psicológicas, esforço físico ou períodos de jejum. Orientações: ingesta alimentar fracionada, evitar movimentos bruscos, deitar em DLE (descompressão da veia cava). Náuseas e vômito: causado por modificações hormonais, dieta inadequada e fatores emocionais. Orientações: comer mais vezes, evitar gordura, café, condimentos, refrigerantes e líquidos com alimentos sólidos. Sialorréia (excesso de saliva)- modificações hormonais, as orientações são as mesmas utilizadas para náusea e vômito. Deve-se aumentar a ingesta hídrica para evitar desidratação.

4 Queixas no primeiro trimestre Pirose (azia) – é o refluxo do conteúdo gástrico no estômago, a gestante refere queimação na região do esterno ou na parte inferior do peito. Orientações:fracionar a dieta, evitar frituras, café condimentos, feijão com casca, couve-flor, pão e batata- doce. Procurar andar ou ficar sentada após as refeições. Constipação intestinal e flatulência – se deve a diminuição do peristaltismo intestinal, a presença do bolo fecal permitirá a ação de bactérias, fazendo que ocorra maior liberação de gases.

5 Queixas no primeiro trimestre Constipação intestinal: orientações: comer alimentos laxantes e com resíduos, aumentar ingesta hídrica e estimular deambulação. Sensibilidade nas mamas: modificações hormonais e rápido aumento de tamanho. Orientações: antes de tudo o exame das mamas deve ser feito por profissional capacitado, recomendar sutiã de algodão com sustentação e alças largas.

6 Queixas no primeiro trimestre Estrias – são as quebras das fibras elásticas da pele, quando distendidas pelo aumento abdominal e também pelo peso. São comuns em adolescentes ou em pessoas onde a musculatura não esteja fortificada para suportar a distensão, as estrias novas são vermelhas e as antigas são brancas. Orientação: hidratação, não coçar, evitar muito sol e usar roupa adequada.

7 Queixas do primeiro trimestre Poliaciúria – (aumento da freqüência urinária)- A pressão do útero em crescimento sobre a bexiga causa aumento da freqüência urinária. Como o hormônio progesterona relaxa a musculatura lisa do sistema urinário, a chance de infecção é maior. Orientações: aumento da ingesta hídrica, uso de sabão após evacuar e usar calcinha de algodão.

8 Tipos de anemia Qualquer condição passível de comprometer a produção ou de aumentar a taxa de destruição ou de perda dos glóbulos vermelhos pode resultar em anemia, se a medula óssea não conseguir compensar a perda dos glóbulos vermelhos, ou mesmo um aumento das necessidades de ferro, como ocorre em crianças durante períodos de crescimento acelerado ou em mulheres durante a gestação e amamentação.

9 Os principais tipos de anemias são: Anemia da carência de ferro (anemia ferropriva) Anemia das carências de vitamina B12 (anemia perniciosa) e de ácido fólico Anemia das doenças crônicas

10 Os principais tipos de anemia são: Anemias por defeitos genéticos: - anemia falciforme - talassemias - esferocitose - deficiência de glicose-6-fosfato- desidrogenase

11 Principais tipos de anemia Anemias por destruição periférica aos eritrócitos: - malária - anemias hemolíticas auto-imunes - anemia por fragmentação dos eritrócitos

12 Principais tipos de anemia Anemias decorrentes de doenças da medula óssea: - anemia aplástica - leucemias e tumores na medula

13 Sintomas Na anemia aguda, causada pela perda súbita de sangue ou pela destruição aguda dos glóbulos vermelhos, a falta de volume no sistema circulatório é mais importante que a falta de hemoglobina. Os sinais e sintomas mais proeminentes consistem em queda da pressão arterial devido à diminuição do volume sanguíneo total, com tonteira e desmaio subseqüentes, taquicardia e palpitação, sudorese, ansiedade, agitação, fraqueza generalizada e possivelmente uma diminuição da função mental.

14 Sintomas Na anemia crônica, o volume sanguíneo total está normal, mas ocorre uma diminuição dos glóbulos vermelhos e hemoglobina. A falta de hemoglobina causa descoramento do sangue, com palidez do paciente, e falta de oxigênio em todos os órgãos, com os sinais clínicos decorrentes desta alteração. Hipócrates no ano 400 a.C. já havia descrito os sinais da anemia: "palidez e fraqueza devem-se à corrupção do sangue".

15 Sintomas Portanto, os principais sinais e sintomas são: fadiga generalizada, anorexia (falta de apetite), palidez de pele e mucosas (parte interna do olho, gengivas), menor disposição para o trabalho, dificuldade de aprendizagem nas crianças, apatia (crianças muito "paradas").

16 Sintomas Os sintomas pioram com a atividade física e aumentam quanto menor o nível de hemoglobina. Com níveis de hemoglobina entre 9 e 11 g dL estão presentes os sintomas como irritabilidade, indisposição e dor de cabeça, entre 6 e 9 há aceleração dos batimentos cardíacos, falta de ar e cansaço aos mínimos esforços; e quando a concentração de hemoglobina chega a valores abaixo 6g dL ocorrem os sintomas acima mesmo em repouso.

17 Anemia Ferropriva Estima-se que 90% das anemias sejam causadas pela deficiência de ferro. O Ferro é um nutriente essencial para a vida e atua principalmente na síntese (fabricação) das células vermelhas do sangue e no transporte do oxigênio para todas as células do corpo.

18 Anemia Ferropriva A melhor arma para a prevenção da anemia ferropriva é, sem dúvida, uma alimentação bem variada, rica em alimentos que naturalmente possuem ferro e os enriquecidos ou fortificados com o nutriente.

19 Anemia Ferropriva As melhores fontes naturais de ferro são os alimentos de origem animal – fígado e carne de qualquer animal – por possuírem um tipo de ferro melhor aproveitado pelo nosso organismo. Entre os alimentos de origem vegetal, destacam-se as leguminosas (feijão, grão-de-bico, fava, lentilha, ervilha), os grãos integrais ou enriquecidos, nozes, castanhas, rapadura, açúcar mascavo e as hortaliças (couve, agrião, taioba, salsa). Existem também disponíveis no mercado alimentos enriquecidos com ferro como farinhas de trigo e milho, cereais matinais, entre outros. Para uma melhor absorção do ferro presente nesses alimentos é recomendado o consumo de alimentos com alto teor de vitamina C como a acerola, abacaxi, goiaba, kiwi, laranja, limão, pimentão, repolho e tomate, na mesma refeição.

20 Anemia Ferropriva Uma vez instalada a anemia ferropriva, deve-se corrigir o déficit e repor os estoques de ferro através do uso de ferro medicamentoso e, em caso de perda crônica de sangue, identificar e tratar a causa. O sulfato ferroso é o sal mais bem indicado por sua boa absorção e baixo custo.

21 Anemia Ferropriva As mulheres grávidas também devem fazer uso profilaxia da anemia ferropriva a partir da 16o semana de gravidez através da ingestão de 30 a 40 mg de ferro elementar, que corresponde a 200 mg de sulfato ferroso por dia. Alguns cuidados devem ser tomados para maximizar a absorção do ferro, como a sua ingestão 30 a 60 minutos antes das refeições, não diluir o medicamento em nenhum líquido e ingerir suco de frutas cítricas após o uso do medicamento.

22 Anemia Falciforme A Anemia Falciforme é uma doença genética e hereditária, causada por anormalidade da hemoglobina dos glóbulos vermelhos do sangue, responsáveis pela retirada do oxigênio dos pulmões, transportando-os para os tecidos. Esses glóbulos vermelhos perdem a forma discóide, enrijecem-se e deformam-se, tomando o formato de "foice ". Os glóbulos deformados, alongados, nem sempre conseguem passar através de pequenos vasos, bloqueando-os e impedindo a circulação do sangue nas áreas ao redor. Como resultado causa dano ao tecido circunvizinho e provoca dor. O curso da doença é variável.

23 Anemia Falciforme Há doentes que apresentam problemas sérios com mais freqüência e outros têm problemas esporádicos de saúde. Geralmente é durante a segunda metade do primeiro ano de vida de uma criança que aparecem os primeiros sintomas da doença. Exceção é feita nos casos onde o exame de sangue – para detecção da doença – foi realizado já no nascimento ou no berçário. Até atingir a idade escolar é comum a doença se manifestar; é raro isso não ocorrer.

24 Obrigada!


Carregar ppt "UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO Queixas no primeiro trimestre."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google