A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sal ou NaCl Acadêmica: Cristiane Rosa da Silva. O cloreto de sódio ao longo da história!!!!!

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sal ou NaCl Acadêmica: Cristiane Rosa da Silva. O cloreto de sódio ao longo da história!!!!!"— Transcrição da apresentação:

1 Sal ou NaCl Acadêmica: Cristiane Rosa da Silva

2 O cloreto de sódio ao longo da história!!!!!

3 História: O sal até o final do século XX era apenas um bom conservante alimentar. Mas a sua importância foi crescendo ao ponto dele ser usado como moeda. Com tudo isso seu valor comercial somente aumentou, criando revoluções onde foi destinadas vilas para proteger as salinas das explorações. Durante muito tempo, o sal ficou conhecido como ouro branco, por ser muito precioso.

4 Os Gregos e Romanos, utilizavam o sal como moeda para suas compras e vendas e com este condimento os romanos eram pagos, por isso surgiu a palavra salário que deriva de sal. Foi também considerado um artigo de luxo e só os mais ricos tinham acesso. Sua principal utilidade era de conservante alimentar, pois os alimentos se mantiam consumíveis por mais tempo quando estavam cobertos por sal.

5 Existem enormes quantidades de cloreto de sódio em antigos mares ou lagos salgados que sofreram evaporação. Um exemplo disso é o Salar de Uyuni, na Bolívia, uma imensa planície branca devido ao sal cristalizado, e que foi um dia o fundo de um mar que secou. Historicamente a exploração de sal se realizava em salinas das zonas costeiras e dos mananciais de água salgada (que atravessam depósitos de sal no subsolo).

6 O que é o NaCl, o sal e o Cloreto de Sódio?

7 O Cloreto de Sódio popularmente é conhecido como sal de cozinha,tem sua fórmula química representada por NaCl, portanto todas estas são denominações para SAL. O sódio é um metal alcalino e está presente em abundância nos tecidos e na alimentação humana. O Sal de cozinha, de mesa ou refinado: é o mais comum e também mais usado para preparar os alimentos; neste sal pelas leis brasileiras deve-se ser adicionado iodo para se evitar o bócio. O sal é produzido em diversas formas, são elas:

8 Sal(NaCl): sólido cristalino e branco nas condições normais. Sal Iodado Sal não refinado, também conhecido como: Sal grosso Sal marinho Flor de sal Sal refinado, também conhecido como: Sal de cozinha

9 O cloreto de Sódio também conhecido como sal de cozinha, é classificado como um composto iônico e cristalino. Ele é obtido do cristal de halita ou sal de rocha( sal grosso), já o sal que usamos na cozinha é refinado. Cristal de Halita

10 Para um melhor estudo da estrutura cristalina formada por moléculas de NaCl, atente-se para a imagem:

11 Sais em geral são substâncias que em solução aquosa sofrem dissociação e apresentam ponto de fusão (P.F) e ponto de ebulição (P.E) elevados. A estrutura cristalina explica tudo: as moléculas estão tão fortemente ligadas que é preciso um intenso aquecimento para quebrar o arranjo do retículo cristalino, portanto, o ponto de ebulição se eleva.

12 Repare que os ânions Cl - se ligam aos cátions Na + para formar o arranjo cristalino de Cloreto de Sódio.

13 O sal e a saúde!!!!

14 O sal está envolvido na regulação da quantidade de água do organismo. O corpo humano precisa de muito pouco sal, entre 2,5 e 5,0 gramas por dia (menos do que uma colher de café cheia de sal diariamente), quantidade que geralmente existe nos próprios alimentos. Mas o sal em quantidades inapropriadas pode estar relacionado a graves problemas de saúde, seja por excesso ou até mesmo falta deste mineral.

15 Funções básicas do sal no organismo: Regulação osmótica do sangue Equilíbrio de água no corpo Equilíbrio ácido- base Contração muscular Impulsos nervosos Ritmo cardíaco

16 A deficiência de sódio no organismo traz conseqüências como: Letargia, fraqueza, convulsões. Por outro lado, o excesso de sódio causa: Cefaléia, distúrbios fisiológicos, delírio, parada respiratória, hipertensão, eritema da pele.

17 Por outro lado, o excesso de sódio causa: Cefaléia, distúrbios fisiológicos, delírio, parada respiratória, hipertensão, eritema da pele e retenção de líquido. Sendo assim, é preciso elaborar uma dieta equilibrada deste mineral para a nossa alimentação.

18 Muitos dos alimentos industrializados, mesmo que de forma camuflada, contêm sódio, inclusive os doces. Por essa razão, é importante verificar nas embalagens dos produtos sua composição.

19 Por que precisamos ingerir sal?

20 Nossas células necessitam de sal tempo todo, uma vez que o sódio é um importante controlador. No transporte ativo acontece a passagem de substâncias através das membranas celulares.

21 Este transporte se dá por um mecanismo denominado bomba de sódio, o qual ocorre quando íons como o sódio (Na + ) e o potássio (K + ) têm que atravessar a membrana contra um gradiente de concentração.

22 Bomba de sódio

23 Uma importante ação desempenhada pelo cloro é a sua participação na formação do ácido clorídrico do estômago, o qual tem como função a digestão dos alimentos.

24 Sem o íon cloreto, o corpo humano não poderia administrar as transmissões nervosas, o movimento de músculos ou manter os rins em funcionamento.

25 Obtenção do Sal

26 Atualmente a água do mar, lagos, rios e rochas podem conter sal. Seu processo de fabricação é físico e não químico, dando-se por dissolução de sal gema com água quente injetada nas jazidas para a produção de salmoura. Após, procede-se a concentração, etapa que também é realizada com a água do mar e de lagos salgados, a cristalização do cloreto de sódio e a colheita e sua lavagem, e se adequado, refino e adição de compostos contendo iodo para o consumo humano.

27 Cloreto de sódio para uso industrial, é obtido seguindo as seguintes etapas: Evaporação e concentração da salmoura Por evaporação da salmoura de NaCl em instalações de duplo e simples efeito. E incluem a produção conjunta de carbonato de sódio a fonte do vapor necessário. Decantação e centrifugação dos cristais. É obtidos de cloreto de sódio, quando a suspensão de cristais obtida é decantada e separa-se a fase líquida ("águas mães"). A fase mais densa é centrifugada, sendo separadas as restantes águas mães e obterem o cloreto de sódio úmido, com teor de água de 2 a 3%. Secagem e peneiração do sal. Quando a secagem em leito fluidizado e a obtenção de granulação adequada por peneiração A peneiração ajuda o processo de embalagem e o carregamento a granel do produto acabado.

28 Fontes: pagina=3 educacao.uol.com.br/.../bomba-de-sodio-potassio.jhtm consomem-sal-cozinha-alem-limite&id= pt.wikipedia.org/wiki/Cloreto_de_sódio pt.wikipedia.org/wiki/Sal_de_cozinha


Carregar ppt "Sal ou NaCl Acadêmica: Cristiane Rosa da Silva. O cloreto de sódio ao longo da história!!!!!"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google