A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Isolamento e Caracterização de Células-Tronco Tumorais como Critério Prognóstico de Osteossarcoma Maria Eugênia Duarte Leite, MD, PhD Suzana Assad Kahn,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Isolamento e Caracterização de Células-Tronco Tumorais como Critério Prognóstico de Osteossarcoma Maria Eugênia Duarte Leite, MD, PhD Suzana Assad Kahn,"— Transcrição da apresentação:

1 Isolamento e Caracterização de Células-Tronco Tumorais como Critério Prognóstico de Osteossarcoma Maria Eugênia Duarte Leite, MD, PhD Suzana Assad Kahn, PhD Walter Meohas, MD, MsC Amanda Cavalcanti, MsC Ema Torrado, MsC Ana Cristina Lopes, MD

2 Células-tronco tumorais Células tumorais Quimioterapia Morte das células tumorais e sobrevivência das células-tronco tumorais Recidiva (crescimento do tumor) Adaptado de: Gilbertson, R.J.; Graham, T.A. Cancer: Resolving the stem-cell debate. Nature, 488, 462–463, O osteossarcoma (OS) é o tumor ósseo maligno primário mais comum, representando 55% dos tumores ósseos malignos em crianças e adolescentes. O OS acomete principalmente ossos longos de pacientes nas duas primeiras décadas de vida (1). Os sintomas são dor e aumento de volume local ou articular. O tratamento do OS consiste em quimioterapia (QT) neoadjuvante, adjuvante e cirurgia e é frequente a não resolução após o tratamento clínico (2). Em países desenvolvidos, a taxa de sobrevida para pacientes com OS não metastático e metastático é de aproximadamente 75% e 25%, respectivamente (3). Estudos recentes identificaram subpopulações de células em tumores que levam ao seu crescimento e recorrência, denominadas células-tronco tumorais (CTT) (4). As CTT são resistentes aos tratamentos anti- câncer adotados atualmente, tais como quimioterapia (QT) e radioterapia. Isso sugere que, embora eliminem grande parte da massa tumoral, os tratamentos atuais são incapazes de eliminar o tumor por inteiro, visto que as CTT sobrevivem e regeneram a neoplasia. Portanto, a presença de CTT no OS pode apresentar importante valor prognóstico para esta neoplasia (5,6,7). Objetivo: Investigar o papel das células-tronco do osteossarcoma na evolução clínica e na resposta à quimioterapia.

3 O entendimento do papel das células-tronco tumorais na resposta do osteossarcoma à quimioterapia pode ajudar no desenvolvimento de novos medicamentos terapêuticos. Crianças e jovens com suspeita clínica de OS Realização de biópsia para diagnóstico histopatológico Fragmento encaminhado à pesquisa mediante autorização do paciente Quimioterapia Cirurgia para remoção do tumor

4 Referências 1.Mirabello, L., Troisi, R.J. e Savage, S.A. Osteosarcoma incidence and survival rates from 1973 to 2004: Data from the Surveillance, Epidemiology, and End Results Program. Cancer. 115, 2009, Vol. 7, Arndt, C.A.S., Rose, P.S. e Folpe, A.L. Common Musculoskeletal Tumors of Childhood and Adolescence. Mayo Clin Proceedings. 87, 2011, Vol. 5, Bielack, S. S. et al. Osteosarcoma: the COSS experience. Cancer Treatment Research. 152, 2009, Gilbertson, R.J.; Graham, T.A. Cancer: Resolving the stem-cell debate. Nature, 488, 462–463, Reya, T., Morrison, S.J., Clarke, M.F. & Weissman, I.L. Stem cells, cancer, and cancer stem cells. Nature 414, (2001). 6.Singh, S.K., et al. Identification of a cancer stem cell in human brain tumors. Cancer research 63, (2003). 7.Eyler, C.E. & Rich, J.N. Survival of the fittest: cancer stem cells in therapeutic resistance and angiogenesis. Journal of clinical oncology : official journal of the American Society of Clinical Oncology 26, (2008).


Carregar ppt "Isolamento e Caracterização de Células-Tronco Tumorais como Critério Prognóstico de Osteossarcoma Maria Eugênia Duarte Leite, MD, PhD Suzana Assad Kahn,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google