A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

NEOPLASIAS DE PULMÃO MAIS FREQÜENTES ENCONTRADAS NAS AUTÓPSIAS (20 a 30% DOS PACIENTES COM CÂNCER) 25% CONFINADAS APENAS NOS PULMÕES ATUALMENTE A RESSECÇÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "NEOPLASIAS DE PULMÃO MAIS FREQÜENTES ENCONTRADAS NAS AUTÓPSIAS (20 a 30% DOS PACIENTES COM CÂNCER) 25% CONFINADAS APENAS NOS PULMÕES ATUALMENTE A RESSECÇÃO."— Transcrição da apresentação:

1

2 NEOPLASIAS DE PULMÃO MAIS FREQÜENTES ENCONTRADAS NAS AUTÓPSIAS (20 a 30% DOS PACIENTES COM CÂNCER) 25% CONFINADAS APENAS NOS PULMÕES ATUALMENTE A RESSECÇÃO CIRÚRGICA É O PRINCIPAL TRATAMENTO POTENCIALMENTE CURATIVO

3 HISTÓRICO 1882 – WEINLECHNER – SARCOMA DE PAREDE TORÁCICA 1944 – BLALOCK – RESSECÇÃO DA PRIMEIRA METÁSTASE DE TUMOR DE COLON 1947 – ALEXANDER E HAIGH – PRIMEIRA SÉRIE DE CASOS (24) ATÉ 1970 – CASOS SELECIONADOS 1991 – THE INTERNATIONAL REGISTRY OF LUNG CANCER (EUROPA 18, EUA 4, CANADÁ 1)

4 LONG TERM RESULTS OF LUNG METASTASECTOMY. PROGNOSTIC ANALYSIS BASED ON 5206 CASES (J Thorac Cardiovasc Surg 1997; 113, 37-49) 4572 PAC (88%) – RESSECÇÃO COMPLETA 634 PAC (12%) - RESSECÇÃO INCOMPLETA TUMOR PRIMÁRIO: EPITELIAIS 2110 (43%) SARCOMAS 2173 (42%) CÉLULAS GERMINATIVAS 363 (7%) MELANOMAS 328 (6%) TEMPO MÉDIO DE SEGUIMENTO: 46 MESES

5 RESSECÇÃO COMPLETA SV 5a: 36% SV 10a: 26% SV 15a: 22% média 35 meses INTERVALO LIVRE DA DOENÇA 0 – 11 meses : SV 5a: 33% > 36 meses : SV 5a: 45% RESSECÇÃO INCOMPLETA SV 5a: 13% SV 10a: 7% média 15 meses

6 LONG TERM RESULTS OF LUNG METASTASECTOMY. PROGNOSTIC ANALYSIS BASED ON 5206 CASES (J Thorac Cardiovasc Surg 1997; 113, 37-49) METASTASECTOMIA É POTENCIALMENTE CURATIVA,SEGURA E DE BAIXA MORBIDADE OS MÉTODOS DE IMAGEM NÃO ERAM TOTALMENTE FIDEDÍGNOS RESSECÇÃO COMPLETA PROLONGA A S.V. MÚLTIPLAS RESSECÇÕES PODEM SER NECESSARIAS A IMPORTÂNCIA DO INTERVALO LIVRE DE DOENÇA

7 METÁSTASES MAIS FREQUENTES TUMORES COLON-RETAIS SARCOMAS OSTEOGÊNICOS E DE TECIDOS MOLES MELANOMAS TUMORES DE MAMA TUMORES DE CÉLULAS GERMINATIVAS CARCINOMA DE CÉLULAS RENAIS TUMORES DE CABEÇA E PESCOÇO

8 DIAGNÓSTICO OLIGOSSINTOMÁTICOS (DISPNÉIA, DOR TORÁCICA, HEMOPTISE) RADIOLÓGICO – CT HELICOIDAL DE ALTA RESOLUÇÃO PET CT (SEM VANTAGENS EM DETECTAR METÁSTASES. POSSIBILIDADE DE AVALIAR LINFONODOS HILARES E MEDIASTINAIS E LESÕES EXTRAPULMONARES)

9 CA DE COLON (ÚNICA)

10 CA DE RETO (CALCIFICAÇÃO)

11 METÁSTASES PULMONARES

12 CA DE TIREÓIDE (ENDOBRÔNQUICA)

13 CA DE RETO (ESCAVADAS)

14 LINFANGITE CARCINOMATOSA EM TUMOR RENAL

15 PET CT (CA DE COLON – RESSECÇÃO DE TRÊS METÁSTASES HEPÁTICAS – SEIS PULMONARES SINCRÔNICAS)

16 PET CT (CA DE TIREÓIDE– RESSECÇÃO DE 4 METÁSTASES PULMONARES SINCRÔNICAS E BILATERAIS )

17 CRITÉRIOS PRINCIPAIS DE SELEÇÃO NÓDULOS CONSISTENTES COM METÁSTASES TUMOR PRIMÁRIO CONTROLADO TODOS OS NÓDULOS POTENCIALMENTE RESSECÁVEIS RESERVA RESPIRATÓRIA ADEQUADA AUSÊNCIA DE METÁSTASES EXTRA-TORÁCICAS INTERVALO LIVRE DE DOENÇA LONGO CONFEREM UM PROGNÓSTICO +

18 MENOR INTERVALO LIVRE DE DOENÇA RECORRÊNCIA APÓS A CIRURGIA CEA ELEVADO EM CA DE CÓLON METÁSTASE SINCRÔNICA FÍGADO – PULMÃO LINFONODOS COMPROMETIDOS TIPO HISTOLÓGICO DO TUMOR NÚMERO E TAMANHO DAS METÁSTASES E RESSECÇÕES REPETIDAS NÃO PARECEM PIORAR O PROGNÓSTICO Pfannschmidt, J. Ann Thorac Surg 2007; 84:

19 RESSECÇÃO ECONÔMICA DOS NÓDULOS, RARAMENTE ANATÔMICA LINFADENECTOMIA MEDIASTINAL ? MELHOR ACESSO CIRÚRGICO ? PAPEL DA VATS ?

20 LINFADENECTOMIA MEDIASTINAL LINFONODOS POSITIVOS INDICAM MENOR SOBREVIDA LINFADENECTOMIA RADICAL PARECE NÃO ALTERAR A SOBREVIDA FATOR PROGNÓSTICO GUIA PARA TERAPIA ADJUVANTE

21 VIAS DE ABORDAGEM CIRÚRGICA DOENÇA UNILATERAL TORACOTOMIA LATERAL COM PRESERVAÇÃO DOENÇA BILATERAL TORACOTOMIA LATERAL COM PRESERVAÇÃO EM DOIS TEMPOS (3 A 6 SEMANAS) OU NO MESMO TEMPO ANESTÉSICO ESTERNOTOMIA MEDIANA CLAMSHELL

22 VATS VANTAGENS MENORES INCISÕES MINIMIZA DOR E TRAUMA ALTA PRECOCE MENOS ADERÊNCIAS QUANDO REOPERAÇÃO AUMENTA A TOLERÂNCIA A QUIMIOTERAPIA

23 Thoracoscopic or open surgery for pulmonary metastasectomy. Eckardt J. STS pacientes 112 imagens suspeitas VATS 99 detectados TORACOTOMIA 50 lesões não detectadas 20 metástases29 benignos 1 ca. primário

24 Lung palpation for pulmonary metastasectomy. Cerfolio R. et al. Ann Thorac Surg 2011; 91: pacientes 152 escolhidos Toracotomia 101 pacientes Apenas os nódulos diagnosticados pela CT Toracotomia 51 pacientes Nódulos palpáveis Não observados na CT 30 pacientes Nódulos malignos 21 pacientes Nódulos benignos

25 Acesso ideal permanece ainda não bem estabelecido Toracotomia com palpação bi manual identificará a mais, em média um nódulo metastático para cada cinco pacientes Há consenso no uso da VATS como método diagnóstico VATS não pode ainda substituir completamente a toracotomia Nódulo único, com um intervalo livre de doença maior parece ser boa indicação para VATS Necessidade de estudos multicêntricos e prospectivos melhor definição do tratamento ideal

26 Obrigado ! Paulo Boscardim


Carregar ppt "NEOPLASIAS DE PULMÃO MAIS FREQÜENTES ENCONTRADAS NAS AUTÓPSIAS (20 a 30% DOS PACIENTES COM CÂNCER) 25% CONFINADAS APENAS NOS PULMÕES ATUALMENTE A RESSECÇÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google