A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Coordenação do Curso de Física O QUE É PESQUISA? Tipos Natureza Abordagem Objetivos Coleta.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Coordenação do Curso de Física O QUE É PESQUISA? Tipos Natureza Abordagem Objetivos Coleta."— Transcrição da apresentação:

1 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Coordenação do Curso de Física O QUE É PESQUISA? Tipos Natureza Abordagem Objetivos Coleta de dados Fontes de informações Fluxograma da pesquisa. Prof: Robert Saraiva Matos

2 O que é pesquisa? pergunta muito comum na vida acadêmica dos universitários, neste sentido para (FERREIRA, p. 1078) pesquisar é: Buscar com diligência; inquirir; informar-se a respeito de; investigação e estudo, minudentes e sistemáticos, com o fim de descobrir ou estabelecer fatos ou princípios relativos a um campo qualquer do conhecimento

3 Tipos de Pesquisa QUANTO A NATUREZA OU NÍVEL DE INVESTIGAÇÃO Pesquisa básica: objetiva gerar conhecimento novos, uteis para o avanço da ciência sem aplicação pratica. Envolve verdades e interesses universais. Pesquisa aplicada: objetiva geração de conhecimento para aplicação pratica dirigidos à solução de problemas específicos. Envolve verdades e interesses locais.

4 Tipos de Pesquisa QUANTO A ABORDAGEM DO PROBLEMA Pesquisa quantitativa: considera que tudo pode ser quantificável, ou seja, deve-se traduzir em números as opiniões e informações coletadas para classificá-las e analisá-las; requer uso de recursos e técnicas estatísticas Pesquisa qualitativa: existe relação entre o mundo real e o sujeito, ou melhor vinculo indissociável entre o mundo objetivo e a subjetividade do sujeito que não pode ser traduzido em numeros. Ex. pesquisa em ambiente natural

5 Tipos de Pesquisa QUANTO AOS OBJETIVOS Pesquisa exploratória: objetiva proporcionar maior familiaridade em relação a um fato ou fenômeno de modo a torná-lo explicito ou a construir hipóteses. Pesquisa descritiva: busca descrever as características de determinada população o fato/fenômeno/problema, ou ainda o estabelecimento de relações entre variáveis. Pesquisa explicativa: procura identificar os fatores que determinam ou contribuem para a ocorrência dos fenômenos: busca criar uma teoria aceitável a respeito de um fato ou fenômeno.

6 Tipos de Pesquisa QUANTO AOS PROCEDIMENTOS DE COLETA Pesquisa documental: utiliza documentos como fonte de informação para a coleta de dados. Pesquisa experimental: quando se determina um objeto de estudo, selecionam-se as variáveis capazes de influencia-lo, definem-se as formas de controle e de observação dos efeitos que a variável produz no objeto. Pesquisa de levantamento: que envolve a interrogação direta de pessoas cujo comportamento se deseja conhecer.

7 Tipos de Pesquisa QUANTO AOS PROCEDIMENTOS DE COLETA Estudo de caso: envolve o estudo aprofundado e exaustivo de um objeto de pesquisa restrito de modo a possibilitar o seu amplo e detalhado conhecimento. Pesquisa ex-post-facto: ocorre quando o experimento é realizado depois do fato/fenômeno, ou seja os dados obtidos referem-se a fatos/fenômenos ocorridos no passado. Pesquisa ação: concebida e realizada em estreita associação com uma ação ou com a resolução de um problema coletivo.

8 Tipos de Pesquisa QUANTO AOS PROCEDIMENTOS DE COLETA Estudo participante: desenvolvida a partir da interação entre pesquisadores e membros das situações investigadas. O pesquisador é, ele mesmo, um dos dados pesquisados. Pesquisa etnográfica: compreende o estudo dos comportamentos, das relações e do desenvolvimento de/entre grupos de pessoas, associadas dentro de um contexto social especifico.

9 Tipos de Pesquisa QUANTO AS FONTES DE INFORMAÇÃO Estudo de campo: é aquela que obtém os dados in natura. Pesquisa de laboratório: produzida através d reprodução de fatos/fenômenos de forma artificial e controlada em função de dificuldades encontradas para sua observação natural. Pesquisa bibliográfica: deve ser, naturalmente, o tipo de pesquisa a ser utilizada no processo inicial de uma investigação científica.

10 Introdução Refere-se à parte do trabalho em que o pesquisador constrói seu problema de pesquisa onde: Identifica as razões de seu interesse, Mostra a relevância do tema escolhido O problema, dentro deste contexto, deve ser claro.

11 Introdução... Tem como função formatar o problema de pesquisa, as justificativas e fornecer uma visão geral da estrutura do trabalho, indicando resumidamente, o conteúdo de cada capítulo

12 Problema de Pesquisa É uma sentença em forma interrogativa ou um questão sobre a relação de duas ou mais variáveis ou fenômenos a serem pesquisados. Sua formulação deve ser clara, compreensível e operacional.

13 Problema de pesquisa... O conceito de problema de pesquisa pode ser entendido como uma questão que desperta interesse e curiosidade cujas informações parecem não ser suficientes para a solução. É preciso muita atenção e precisão na sua formulação.

14 Hipóteses Entende-se como uma declaração que antecipa a relação entre duas ou mais variáveis. Problema, pesquisa e hipóteses estão intimamente ligados. A hipótese é uma resposta antecipada do pesquisador, que a deduziu da revisão bibliográfica.

15 Hipóteses... Nos estudos quantitativos pode ser colocada à prova para determinar sua validade. A hipótese conduz a uma verificação empírica e tornar-se importante para que a pesquisa apresente resultados úteis. A formulação de hipóteses deriva necessariamente do problema de pesquisa.

16 Hipóteses... É enunciada sob a forma de uma afirmação, ainda provisória, que o autor do trabalho esta enunciando um conhecimento. Hipótese é uma aposta que o pesquisador faz sobre os resultados prováveis de pesquisa.

17 Hipóteses... A elaboração do problema de pesquisa e o enunciado de hipótese parecem próximos, mas a hipótese se caracteriza por apresentar uma força explicativa provisória, que será verificada no trabalho de campo.

18 Hipóteses... Quando se tratar de estudos quantitativos, o pesquisador deve formular hipóteses a serem comprovadas via de testes estatísticos. Nos estudos qualitativos, a explicação da hipótese, segundo a compreensão de alguns autores, não é obrigatória. Contudo, uma hipótese de pesquisa pode orientar a estruturar o trabalho.

19 Variáveis A variável refere-se ao fenômeno a ser pesquisado. Pode-se denominar de variável o campo de variação de cada tipo de dado a ser pesquisado. Variável Independente é aquela que influencia, determina ou afeta uma variável. Variável Dependente é aquela que será explicada, em função de ser influenciada, afetada pela variável independente.

20 Objetivos Constituem-se em declarações claras e explicitas do para que se deseja estudar o fenômeno ou assunto, ou seja, o que se pretende alcançar com a realização da pesquisa. Assim os objetivos devem ser iniciados com verbos que exprimam ação, tais como, verificar, analisar, descobrir e determinar, entre outros.

21 Referencial Teórico Envolve a montagem do quadro referencial teórico, de abordagem clássica ou atual, ligado diretamente ao problema de pesquisa, que o aluno utilizará para obter subsídios, visando definir, com mais clareza, os diversos aspectos a serem objeto de levantamento de campo.

22 Levant. Bibliográfico É também um trabalho de pesquisa diferenciando-se do levantamento de campo porque busca informações e dados disponíveis em publicações – livros, teses e artigos de origem nacional ou internacional, e na internet, realizados por outros pesquisadores.

23 Referencial Teórico É a construção de uma base conceptual organizada e sistematizada do conhecimento disponível pertinente a ser pesquisado. Buscam-se teorias, abordagens e estudos que permitam compreender o fenômeno de múltiplas perspectivas. O papel do pesquisador é de promover um diálogo entre diferentes autores.

24 Método de pesquisa A opção pelo método de pesquisa, quantitativo e/ou qualitativo, orienta-se pela formulação do problema de pesquisa, objetivos e hipóteses. Qualquer que seja a escolha, esta deve estar claramente definida e justificada no tópico referente à metodologia.

25 Método de Pesquisa... O método quantitativo, considerando a contribuição para a ampliação do conhecimento sobre (área escolhida), deve ser considerado como uma opção importante a ser adotada, constituindo-se numa base confiável para outros pesquisadores. Quando bem realizada a pesquisa quantitativa fornece um grau de generalidade útil ao pesquisador.

26 Método de Pesquisa... Abordagem qualitativa pode ser requerida em duas situações: Para uma pesquisa de levantamento preliminar- piloto, base para a elaboração de um questionário, ou ainda, como suporte necessário para explicar os porquês das relações identificadas na pesquisa quantitativa.

27 Método de Pesquisa... Pode ser utilizado como único método, dependendo da natureza do problema de pesquisa. A utilização das técnicas neste campo qualitativo devem ser adotadas, evitando sua utilização pelo folclórico mito de ser mais fácil, por ser subjetiva.

28 TRABALHO Capa Folha de rosto Resumo em língua vernácula Resumo em língua estrangeira Sumario Lista de ilustrações* Lista de abreviaturas e siglas* Lista de símbolos* Introdução Material e métodos Resultados Discussões Referencias

29 Thank you


Carregar ppt "Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Coordenação do Curso de Física O QUE É PESQUISA? Tipos Natureza Abordagem Objetivos Coleta."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google