A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

História e Métodos Prof. Wilhelm Wachholz Acadêmico: Vanildo Luiz Zugno História das Mulheres Joan Scott Em: BURKE, Peter (Org). A Escrita da História:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "História e Métodos Prof. Wilhelm Wachholz Acadêmico: Vanildo Luiz Zugno História das Mulheres Joan Scott Em: BURKE, Peter (Org). A Escrita da História:"— Transcrição da apresentação:

1 História e Métodos Prof. Wilhelm Wachholz Acadêmico: Vanildo Luiz Zugno História das Mulheres Joan Scott Em: BURKE, Peter (Org). A Escrita da História: novas perspectivas. São Paulo: UNESP, P

2 Três tempos da história das mulheres enquanto movimento Anos 60 Feminismo Reivindicações políticas Anos 70 A vida das mulheres A história especializada Anos 80 Gênero Análise neutra 2

3 ...a atividade dirigida para/ou em governos ou outras autoridades poderosas, atividade essa que envolve um apelo à identidade coletiva, à mobilização de recursos, à avaliação estratégica e à manobra tática Segundo, a palavra política é também utilizada para se referir às relações de poder mais gerais e ás estratégias visadas para mantê-las ou contestá-las. Terceiro, a palavra política é aplicada ainda mais amplamente a práticas que reproduzem ou desafiam o que é às vezes rotulado de ideologia, aqueles sistemas de convicção e prática que estabelecem as identidades individuais e coletivas que formam as relações entre indivíduos e coletividades e seu mundo, e que são encaradas como naturais, normativas ou auto-evidentes ) O que se entende por política? 3

4 Evolução no âmbito acadêmico norte- americano 1) Profissionalismo versus política 2) História versus ideologia 3) Política versus teoria 4

5 1) Profissionalismo versus política As mulheres nunca serão admitidas no clube dos historiadores na mesma condição que os homens porque o domínio e a excelência [na tarefa do historiador] podem ambos explicitar julgamentos de capacidade e desculpas implícitas para tendências viciosas; na verdade, os julgamentos de capacidade estão com frequência entrelaçados com avaliações de uma identidade social do indivíduo que são irrelevantes à competência profissional. (71) 5

6 1) Profissionalismo versus política Objetivo das reivindicações: ter acesso ao espaço científico dominado pelos homens. Questão que subjaz e que começa a ser explicitada: quais são...as hierarquias, as bases e as hipóteses que governam o empreendimento histórico: que padrões, que definições de profissionalismo estão em voga? Que consenso representam? Como se chegou ao consenso? Que outros pontos de vista foram excluídos ou suprimidos? Que perspectiva determina o que se considera como sendo uma boa história ou, para aquela questão, como história? (74) A questão epistemológica... 6

7 2) História versus ideologia A necessidade de se escrever uma história das mulheres [como suplemento à história dos homens] traz à luz as questões de domínio e de objetividade sobre as quais as normas da disciplina são edificadas. A solicitação supostamente modesta de que a história seja suplementada com informações sobre as mulheres sugere, não apenas que a história como está é incompleta, mas também que o domínio que os historiadores têm do passado é necessariamente parcial. E, o que é mais perturbador, abre à sondagem da crítica a verdadeira natureza da história como uma epistemologia centralizada no sujeito.(79) reescrever a história a partir das mulheres... 7

8 2) A impossível neutralidade histórica 8 História dos homens história fálica História das mulheres história uterina

9 3) A impossível neutralidade histórica 9 raçaidade Condição econômi ca Grau de instrução raçaidade Condição econômi ca Grau de instrução

10 3) Política versus teoria Passar da impossível integração das mulheres à historiografia masculina à valorização da diferença. Gênero:...não se pode conceber mulheres, exceto se elas forem definidas em relação aos homens, nem homens, exceto quando eles forem diferenciados das mulheres. Além disso, uma vez que o gênero foi definido como relativo aos contextos social e cultural, foi possível pensar em termos de diferentes sistemas de gênero nas relações daqueles com outras categorias como raça, classe ou etnia, assim como em levar em conta a mudança. (87) 10

11 3) Política versus teoria 11

12 ...todos os significados são produzidos [1] diferencialmente, através de contrastes e de oposições, e [2] hierarquicamente, através da designação de primazia a um termo e de subordinação a outro. (90) No momento em que um termo da relação se redefine a si mesmo, muda 1) a relação com o outro e 2) exige uma redefinição do outro. 12

13 As diferenças dentro da diferença 13 HomemMulher ReligiãoGrau de instruçãoCondição econômicaraçaIdade


Carregar ppt "História e Métodos Prof. Wilhelm Wachholz Acadêmico: Vanildo Luiz Zugno História das Mulheres Joan Scott Em: BURKE, Peter (Org). A Escrita da História:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google