A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aulas Práticas no ensino de Ciências. Principais funções das aulas práticas (Krasilchik, 2004) - – despertar e manter o interesse dos alunos; – envolver.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aulas Práticas no ensino de Ciências. Principais funções das aulas práticas (Krasilchik, 2004) - – despertar e manter o interesse dos alunos; – envolver."— Transcrição da apresentação:

1 Aulas Práticas no ensino de Ciências

2 Principais funções das aulas práticas (Krasilchik, 2004) - – despertar e manter o interesse dos alunos; – envolver os estudantes em investigações científicas; – desenvolver a capacidade de resolver problemas; -compreender conceitos básicos; -Desenvolver habilidades. -

3 Classificação das atividades práticas (Campos & Nigro,1999) – Demonstrações práticas: Atividades realizadas pelo professor. – Experimentos ilustrativos: atividades que os alunos podem realizar e que cumprem as mesmas finalidades das demonstrações práticas. – Experimentos descritivos: atividades que o aluno realiza e que não são obrigatoriamente dirigidas o tempo todo pelo professor. Seguem um roteiro pré-determinado. - Experimentos investigativos: Atividades práticas que exigem grande atividade do aluno durante sua execução. Diferem das outras por envolverem obrigatoriamente discussão de idéias, elaboração de hipóteses investigativas e experimentos para testá-las.

4 Críticas as atividades de laboratório Experimento usado apenas como ilustração; Tratamento como receitas Visão deformada da atividade científica – crença no método científico que redescobre as leis da natureza; Geralmente não mantém relação com a cultura científica; Não há uma investigação; Ênfase nos resultados.

5 Desafios O simples contato com a prática de laboratório não garante uma compreensão adequada das práticas da Ciência; É preciso investigar de que forma as interações estabelecidas durante a atividade possibilitam torná-la significativa e manter relação com aspectos da cultura científica; Transformar atividades tradicionais em atividades de demonstração investigativa.

6 As etapas de uma aula sobre conhecimento físico - LAPEF 1- O Professor propõe o problema Os alunos são divididos em grupos com 4 ou 5 componentes. O professor distribui o material aos alunos e propõe uma questão-problema.

7 Uma pergunta que desencadeará a ação dos alunos sobre o material de experimentação a fim de resolver o problema físico apresentado. O professor apenas propõe o problema. Em momento algum deverá dizer a resposta do mesmo aos alunos. Problematização

8 2- Agindo sobre os objetos para ver como eles reagem: Neste momento os alunos, em grupo, entram em contato com o material apresentado para a experimentação. Manipulam este material a fim de conhecê-lo melhor, ver sua reação. Cabe ao professor, neste momento, passar pelos grupos verificando se os alunos entenderam o problema proposto.

9 3-Agindo sobre os objetos para obter o efeito desejado Após a familiarização com o material, os alunos manipulam o mesmo a fim de buscar a solução do problema. Neste momento da atividade, é o problema que motiva a ação dos alunos sobre o objeto. A ação dos alunos sobre o objeto possibilitará a resolução do problema.

10 4 – Tomando consciência de como foi produzido o efeito desejado Depois que os alunos chegaram à resolução do problema, o professor convida-os a organizarem a sala a fim de realizar uma discussão coletiva. Neste momento não há mais manipulação do material, o que importa é relatar para o professor e colegas como fizeram para conseguir resolver o problema.

11 5- Dando as explicações causais Nesta etapa o professor pergunta "por quê?" O objetivo é levar os alunos a refletirem sobre as relações de causa e efeito da sua manipulação sobre o objeto. Nem todos os alunos chegam às mesmas explicações e não há necessidade de uma resposta padronizada.

12 6- Relacionando atividade e cotidiano É o momento em que o professor pode aproveitar situações familiares dos alunos para contextualizar o problema. A atividade trabalhada adquire um contexto externo e ampliado em relação à manipulação realizada em sala de aula.

13 7- Escrevendo e Desenhando O professor solicita que os alunos desenhem e escrevam sobre a atividade. Não há necessidade de fazer um relatório padrão. O objetivo neste momento é o registro escrito do que foi vivenciado. Cada aluno vai registrar o que ficou mais significativo para si próprio.

14 Atividade: Montar uma problematização com experimentação (que leve o aluno a experimentar) para trabalhar os conceitos de propriedade dos materiais de alguns objetos de uso comum.


Carregar ppt "Aulas Práticas no ensino de Ciências. Principais funções das aulas práticas (Krasilchik, 2004) - – despertar e manter o interesse dos alunos; – envolver."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google