A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SISTEMA DE INFORMAÇÃO Rose Miranda da Silva Residente de Administração – Gestão Hospitalar no HU/UFJF.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SISTEMA DE INFORMAÇÃO Rose Miranda da Silva Residente de Administração – Gestão Hospitalar no HU/UFJF."— Transcrição da apresentação:

1 SISTEMA DE INFORMAÇÃO Rose Miranda da Silva Residente de Administração – Gestão Hospitalar no HU/UFJF

2 Informação A informação é necessária para qualquer decisão que tomemos em nossa vida cotidiana. A palavra informação em si traz a idéia de ordenação, de processo que organiza a ação, a idéia de dar a conhecer, tornar público. A informação pode contribuir para o avanço da cidadania e da representação dos sujeitos sociais e para os projetos políticos.

3 Características dos sistemas de informação Comumente os termos “informação” e “dado” são utilizados de forma indiscriminada e confundidos nos seus significados. Da mesma forma, sistema de informação costuma ser associado a idéia de informatização (informática) ou ainda, como equivalente a base de dados.

4 Sistemas de Informação e Banco de Dados Sistema de informação:  É o processo de produção de informação e sua comunicação a atores, possibilitando sua análise com vistas à geração de conhecimentos. Banco de dados:  É um dos principais componentes do sistema, sendo um agrupamento organizado de dados que pode ser utilizado por vários sistemas.

5 DADO X INFORMAÇÃO

6 Dado x Informação Dado É qualquer elemento quantitativo ou qualitativo, desvinculado de referencial explicativo, que por si só não conduz ao entendimento da situação. Informação É o produto da análise dos dados obtidos, devidamente registrados, classificados, organizados, relacionados e interpretados dentro de um contexto para gerar conhecimento conduzindo à melhor compreensão de fatos e situações. Fonte:(Oliveira, 1992).

7 A transformação de dado em informação Processos de armazenamento; Processamento; Análise; Realizados manual ou eletronicamente.

8 Fonte de Dados

9 Fonte de dados A informação em saúde não se refere somente à produzida pelo setor Saúde, dados relacionados à qualidade de vida, são importantes para a avaliação do nível de saúde, tais como:  Condições demográficas;  Alimentação;  Educação;  Condições de trabalho e emprego;  Transporte, condições de moradia;  Saneamento básico;  Lazer segurança;  Acesso aos serviços de saúde; São condições que relacionam às políticas de desenvolvimento social, econômico e às políticas de saúde

10 Tipos de Dados Dados primários (ou de fonte primária): são os dados que são levantados diretamente na população pesquisada.  Ex.: um pesquisador vai coletar sangue na população para verificar a prevalência de anemia ferropriva. Dados secundários (ou de fonte secundária): quando os dados já são existentes (arquivados, registrados, processados ou publicados).  Ex.: Ao estudar a incidência do sarampo com base nos casos registrados pelo serviço de saúde de um município

11 Levantamento de dados Contínuos: quando os dados vão sendo registrados à medida em que ocorrem. Exemplos: óbitos, nascimentos, casamentos, doenças de notificação obrigatória. Periódicos: são aqueles que acontecem periodicamente. Exemplo: recenseamento da população pelo IBGE, que é realizado, em geral, a cada 10 anos. Ocasionais: são realizados sem a preocupação de continuidade ou periodicidade certa. Exemplos: pesquisas que geram dissertações de mestrado, inquéritos domiciliares, Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD).

12 Sistema de Informação

13 Tecnologia Pessoas Organização SI

14 Componentes do SI Processos Recursos de Rede Recursos de Software Recursos de Hardware Recursos de Dados RH

15 Sistema de Informação  RH  PROCESSOS  RECURSOS DE REDE  RECURSOS DE SOFTWARE – programas  RECURSOS DE HARDWARE – máquinas  RECURSOS DE DADOS – relatórios, informações padronizadas; Como armazenar os dados O que se deve armazenar Quando se deve armazenar * Considerar os investimentos * Recursos compatíveis * Equipe preparada (para bom funcionamento) * Após implantação – necessidade de treinamento

16 Entrada Recursos de Dados Controle Desenvolvimento de Sistemas Armazenamento de Dados Processamento de Dados em Informação Saída do Produto Informação

17 Dimensões dos Sistemas de Informações

18 O planejamento estratégico da empresa e a tecnologia da informação devem estar sempre alinhados; Pilar – subitens que precisam ser evidenciados; Dimensões – conhecer bem as seis dimensões; Visão  estratégica – dia a dia;  tática – de que formas;  operacional – qual estratégia, planejamento. Governança – conhecer bem as seis dimensões.

19 Pilar Dimensão MetodologiaQualidadeSegurançaGestão Visão Hardware 1111 Estratégica Software 2222 Peopleware 3333 Tática Dados 4444 Redes 5555 Operacional Processos 6666 Governança

20 “Peopleware é um termo utilizado para se referir a um dos três aspectos fundamentais da tecnologia de computador, sendo os outros dois de hardware e software. Peopleware pode se referir a qualquer coisa que tenha a ver com o papel das pessoas no desenvolvimento e uso de software e sistemas de hardware, incluindo questões como a produtividade do desenvolvedor, trabalho em equipe, dinâmica de grupo, a psicologia da programação, gerenciamento de projetos, fatores organizacionais, humanos design de interface, e homem-máquina-interação.”

21 Planejamento em TI Investigar as oportunidades de ganhos, tempo e qualidade dos produtos; Estabelecer objetivos organizacionais; Determinar informação para desempenho das atividades (que informações preciso?); Criar modelos funcionais e de dados; Subdividir o modelo funcional (especialidades- quem vai cuidar de que?); Produzir continuação SI (atualizar sempre); Permitir visualização pela alta administração, do negócio, em termos de funções e informação; Determinar a prioridade de atendimento das unidades de trabalho.(qual área tem mais prioridade?).

22 Processo de decisão Decisão Conhecimento Informação Dados ação

23 Logística Princípios da Informação Logística (visando atender as necessidades de informação e apoiar adequadamente o planejamento e operações da empresa): 1)Disponibilidade: Informação na hora certa; 2)Precisão: Informações precisas para evitar erros e contratempos com as que não agregam valor; 3)Atualizações em tempo hábil: Informação deve ser sempre atualizada gerando um feedback rápido; 4)Sistema de Informações logísticas baseado em exceções: Ele deve mostrar problemas e soluções baseados em exceções que exigem atenção e/ou decisões gerenciais;

24 5)Flexibilidade: Informações devem ser flexíveis para atendimento específico a cada cliente, prestando um serviço de acordo com a sua necessidade; 6)Formato adequado: Informação certa que irá ser passada, no formato estruturado para a real necessidade.

25 Tecnologia da Informação Tecnologias destacadas na inserção na logística: Fonte: elaborado pelo autor Intercâmbio eletrônico de dados Possibilita troca de informações e documentos entre organizações Pc´s pessoaisImprescindíveis nas organizações Inteligência artificialBuscam tornar o computador mais parecido com o raciocínio humano ComunicaçãoHoje com as tecnologias, ela pode ser feita em segundos Código de barras e leitura ópticaPossibilitam a rápida troca de dados

26 ERP - ERP - Enterprise Resource Planning Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa, possibilitando a automação e armazenamento de todas as informações de negócios. Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa, possibilitando a automação e armazenamento de todas as informações de negócios.

27 ERP - ERP - Enterprise Resource Planning

28 Sistema de Informação em Saúde

29 A Organização Mundial de Saúde (OMS) define Sistema de Informação em Saúde (SIS): “ ….. um conjunto de componentes que atuam de forma integrada por meio de mecanismos de coleta, processamento, análise e transmissão da informação necessária e oportuna para implementar processos de decisões no Sistema de Saúde. Seu propósito é selecionar dados pertinentes e transformá-los em informações para aqueles que planejam, financiam, proveem e avaliam os serviços de saúde” (OMS, 1981:42).

30 Principais Sistemas SIH-SUS: Sistema de Informações Hospitalares do SUS. SIM: Sistema de Informação sobre Mortalidade. SINASC: Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos. SINAN: Sistema de Informação de Agravos de Notificação. SIAB: Sistema de Informação da Atenção Básica. SIA-SUS: Sistema de Informação Ambulatorial

31 Sistema de Informação em Saúde Vantagens:  Ampla cobertura;  Abrangência nacional;  Dados informatizados;  Grande n° de informações dos diversos setores e serviços;  Informações para cada município.

32 Sistemas de Informações de Gerenciamento HOSPUB “Sistema Integrado de Informatização de Ambiente Hospitalar que fornece soluções de Tecnologia da Informação para gerenciamento, gestão e controle social do SUS em unidades hospitalares.” Fonte: www. hospub.datasus.gov.br

33 SIGTAP Sistema de Gerenciamento da Tabela de Procedimentos, Medicamentos e OPM (órtese, prótese e materiais especiais do SUS); O SIGTAP é uma ferramenta de gestão que permite o acompanhamento sistemático, inclusive com série histórica, das alterações realizadas a cada competência detalhando os atributos de cada procedimento, compatibilidades e relacionamentos;

34 GEICOM “ O GEICOM (Gerenciador de Indicadores, Compromissos e Metas) é um software desenvolvido pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, que visa: Agilidade, segurança, monitoramento, transparência e controle dos recursos estaduais repassados aos beneficiários (Municípios e Entidades); Ser um facilitador na comunicação e gerência da prestação de contas.” Fonte: Manual do Usuário- GEICOM- SES/MG

35 DATASUS

36 DATASUS Departamento de Informática do SUS O Departamento de Informática do SUS é um órgão de informática de âmbito nacional que tem como objetivo “prover os órgãos do SUS de sistemas de informação e suporte de informática necessários ao processo de planejamento, operação e controle do Sistema Único de Saúde, através da manutenção de bases de dados nacionais, apoio e consultoria na implantação de sistemas e coordenação das atividades de informática inerentes ao funcionamento integrado dos mesmos”.

37 O DATASUS “A informação é fundamental para a democratização da Saúde e o aprimoramento de sua gestão. A informatização das atividades do Sistema Único de Saúde (SUS), dentro de diretrizes tecnológicas adequadas, é essencial para a descentralização das atividades de saúde e viabilização do Controle Social sobre a utilização dos recursos disponíveis.” Criado em 2011, pelo Decreto Nº de 21 de julho de 2011, Fonte:

38 Competências Manter base de dados; Apoio aos Estados, Municipios e Distrito Federal na informatização das atividades do SUS; Garantir acesso aos serviços de tecnologia

39 Informações Relacionadas a Saúde Índices demográficos (composição populacional, taxa de fecundidade, esperança de vida,...); Índices sócio-econômicos (alfabetização, renda, desemprego,...); Indicadores de saúde (mortalidade, mortalidade infantil, nascidos vivos, imunizações, DST-AIDS, saúde bucal,...) Prestação de serviços de saúde e gestão do sistema (atenção básica, produção ambulatorial, internações hospitalares, guia de autorização de pagamentos, orçamentos públicos em saúde, acesso à base de dados,...) Condições sanitárias (abastecimento de água, instalações sanitárias, coleta de lixo,...)

40


Carregar ppt "SISTEMA DE INFORMAÇÃO Rose Miranda da Silva Residente de Administração – Gestão Hospitalar no HU/UFJF."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google