A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Pensamentos, revoluções e unificações 1)A inquieta Europa do século XIX 2) Poderosos pensamentos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Pensamentos, revoluções e unificações 1)A inquieta Europa do século XIX 2) Poderosos pensamentos."— Transcrição da apresentação:

1

2 Pensamentos, revoluções e unificações 1)A inquieta Europa do século XIX 2) Poderosos pensamentos

3 A inquieta Europa no século XIX A abertura do século XIX europeu,marcada pela intensidade do período napoleonico e precedida pela força da revolução francesa. Novas ideias surgiram,foram difundidas e se desenvolveram significamente.Revolucionárias burguesas se espalharam pelo continente.Marcantes processos de unificação levaram ao surgimento dos estados nacionais alemão e italiano.

4 Logo após o fracasso da era das restaurações,em 1830,uma nova onda revolucionária de origem burguesa espalhou-se pela europa.No mesmo ano,foi publicado o manifesto comunista,de Karl Marx e friedrich engels,no qual esses dois teóricos sistematizaram o que veio a ser conhecido como socialismo científico

5 Outras ideias socialistas foram elaboradas e a busca pela justiça social se tornou bem mais intensa e organizada.Os defensores do liberalismo encontraram muito mais espaço para divulgação de suas ideias.Passaram a contar com um número muito maior de adeptos.Nas regiões das futuras alemanha e itália,o sonho de unificação se tornou cada vez mais presente.

6 Poderosos Pensamentos Liberalismo Nacionalismo Socialistas utópico Socialistas Científicos Manifesto do partido comunista Doutrina social católica Compendio da doutrina social Da igreja Anarquismo

7 Liberalismo O liberalismo tornou-se a grande força do pensamento revolucionário que se materializou com a Revolução Francesa e permaneceu durante todo o século XIX. Liberalismo era a liberdade econômica, onde o rei ou presidente não poderia interferir, em preços do mercado, que se auto regula. Liberalismo também foi político e religioso, Napoleão Bonaparte submeteu o poder religioso, abrindo espaço para a defesa da liberdade religiosa.

8 Nacionalismo O nacionalismo defendia as ideias, de que se poderia tudo para provar que o país do cidadão era o melhor, o cidadão teria que ter orgulho e colocar seu país acima de tudo. Também defendia a união de povos que tinham laços culturais e linguísticos em comum. Reunião em torno de um governo central, de estados que, embora tenham traços em comum, ficariam separados politicamente. Defesa do direito de cada povo estabelecer próprios critérios políticos e econômicos.

9 Socialismo utópico Justiça social. Foi uma forma de diminuir a distância entre aqueles que tinham muito e os que tinham pouco. Queriam tornar a forma da pirâmide social a mais larga e baixa possível. Só haveria uma classe, em condições econômicas e políticas muito parecidas. O socialismo utópico vem da palavra Utopia, de um livro de Thomas Morus, que defendia uma sociedade de iguais. Igual a Louis Blanc, Robert Owen e Charles Fourier, mas todos não propunham os meios para alcançar isso, por isso eram socialistas utópicos.

10 Socialismo Cientifico Socialistas científicos, foram os maiores críticos da utopia social, tendo um profundo estudo das condições históricas das injustiças sociais, propunham um caminho para sua superação. O único caminho para a sociedade mais justa era a luta de classes. Os trabalhadores deveriam se revoltar contra a exploração que a burguesia industrial (meios de produção) faziam. Os trabalhadores unidos em organizações trabalhistas, por greves e protestos, ou tomar os meios de produção, eliminando as diferenças entre as classes. O patrão antes ficava com mais lucros do que o trabalhador, sendo acusado de possuir uma coisa que não era sua.

11 Tirinha

12 Manifesto do partido comunista O Manifesto Comunista, originalmente denominado Manifesto do Partido Comunista, publicado pela primeira vez em 21 de fevereiro de 1848, é historicamente um dos tratados politicos de maior influência mundial. Comissionado pela Liga dos comunistas e escrito pelos teóricos fundadores do socialismo científico Karl Heinrich Marx e Friedrich Engels, expressa o programa e propósitos da Liga

13 Doutrina social católica a Doutrina Social Católica foi uma proposta que procurou se colocar com alternativa as demais e reconhecia a falta de praticidade do socialismo utópico e o objetivo era trabalhar em favor de uma sociedade mais justa que integra colaboração entre as classes,respeito ao próximo entre trabalhadores e patrões.

14 Compendio da doutrina social da igreja Doutrina Social da Igreja (DSI) é o conjunto dos ensinamentos contidos na doutrina da Igreja Católica e no Magistério da Igreja Católica, constante de numerosas encíclicas e pronunciamentos dos Papas inseridos na tradição multissecular, e que tem suas origens nos primórdios do Cristianismo. Tem por finalidade fixar princípios, critérios e diretrizes gerais a respeito da organização social e política dos povos e das nações.

15 Anarquismo Anarquia significa ausência de coerção e não a ausência de ordem. A noção equivocada de que anarquia é sinônimo de caos se popularizou entre o fim do século XIX e o início do século XX, através dos meios de comunicação e de propaganda patronais, mantidos por instituições políticas e religiosas. Nesse período, em razão do grau elevado de organização dos segmentos operários, de fundo libertário, surgiram inúmeras campanhas antianarquistas

16 FIM. Vinicius Fernando Higor 8°c


Carregar ppt "Pensamentos, revoluções e unificações 1)A inquieta Europa do século XIX 2) Poderosos pensamentos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google