A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

BÁRBARA ROLOFF, GABRIELA DE PAULA, JÚLIA PINTO, LUCAS TAVARES E MARINA XAVIER Universidade Federal de Pelotas Graduação em Biotecnologia Disciplina de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "BÁRBARA ROLOFF, GABRIELA DE PAULA, JÚLIA PINTO, LUCAS TAVARES E MARINA XAVIER Universidade Federal de Pelotas Graduação em Biotecnologia Disciplina de."— Transcrição da apresentação:

1 BÁRBARA ROLOFF, GABRIELA DE PAULA, JÚLIA PINTO, LUCAS TAVARES E MARINA XAVIER Universidade Federal de Pelotas Graduação em Biotecnologia Disciplina de Genômica II Professora Fabiana Seixas RAPD Random Amplified Polymorfic DNA

2 O que é o Técnica derivada de PCR. o Capaz de revelar diversos locos dispersos no genoma. o Amplificação dos locos através de primers de sequências curtas. o Detecção é feita por mutações ou rearranjos.

3 Vantagens o Sensível o Rápido o Simples o Não é necessário conhecimento prévio de sequências alvo.

4 Desvantagens o Incapaz de predizer precisamente se o genoma é homozigótico ou heterozigótico. o Mutações de ponto podem inibir completamente a amplificação. o O excesso ou baixa concentração de DNA levam à uma falha completa na reação. o A concentração de íons magnésio podem interferir na ação da Taq polimerase.

5 Utilização Usado principalmente em pesquisas que envolvem estudos sobre a variabilidade genética dentro de uma mesma espécie.


Carregar ppt "BÁRBARA ROLOFF, GABRIELA DE PAULA, JÚLIA PINTO, LUCAS TAVARES E MARINA XAVIER Universidade Federal de Pelotas Graduação em Biotecnologia Disciplina de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google