A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Vírus. A palavra vírus origina do latim e significa veneno ou fluido venenoso. Os vírus como partículas extracelulares, não têm atividades metabólicas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Vírus. A palavra vírus origina do latim e significa veneno ou fluido venenoso. Os vírus como partículas extracelulares, não têm atividades metabólicas."— Transcrição da apresentação:

1 Vírus

2

3

4 A palavra vírus origina do latim e significa veneno ou fluido venenoso. Os vírus como partículas extracelulares, não têm atividades metabólicas independentes e são incapazes de reprodução por cissiparidade, gemulação ou outros processos observados entre as bactérias e outros microrganismos, sendo portanto parasitas intracelulares.

5

6 PAPILOMA VÍRUS HUMANO (HPV)

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21 Viroses Humanas

22

23 FamíliaGêneroEspécie AdenoviridaeMastadenovirusAdenovírus Humano 2 (HAdV-2) Características do virion Tamanho: 60 a 90 nm Simetria: 252 capsômeros, sendo 240 hexons e 12 pentons Envelope: não envelopado Ácido nucléico Tipo: DNA de fita dupla (dsDNA linear) Tamanho (em nucleotídeos): pb Transmissão: Via respiratória (pessoa-pessoa, ar, água de recreação) Via fecal-oral (pessoa-pessoa, ingestão de água e alimentos contaminados)

24 Patogenicidade e características clínicas: Os adenovírus que causam infecções respiratórias são os sorotipos 3, 7, e 21 (subgênero B), sorotipos 1, 2, 5 e 6 (subgênero C) e sorotipo 4 (subgênero E). Sorotipos 1 e 2 são frequentemente associados com resfriados e infecções no trato respiratório superior. Os sorotipos 5 e 6, além de infectarem o trato respiratório superior, infectam também o trato respiratório inferior. Estes sorotipos persistem assintomaticamente por anos em adenóides e tonsilas das crianças, e o vírus é eliminado continuamente nas fezes por muito meses após o início da infecção. Sorotipos 3 e 7 causam doença respiratória aguda, onde a doença é caracterizada por febre, faringite, tosse, e pneumonia. A pneunomia ocorre principalmente em crianças menores de 2 anos, podendo ser fatal. Doença respiratória aguda e a pneumonia podem ser causadas pelos vírus do subgênero E (sorotipo 4), acometendo recrutas militares. As gastroenterites em crianças são causadas pelos adenovírus sorotipos 40 e 41 e também sorotipos 12 e 31. O sintoma mais frequente é a diarréia prolongada (mais de 8 dias). Estes sorotipos possuem características próprias, são endêmicos e não apresentam variação sazonal. São excretados nas fezes em grandes quantidade (1011 unidades infecciosas/g de fezes)

25 Prevenção: Vacinas foram desenvolvidas para os sorotipos 4 e 7, mas estão disponíveis somente para prevenção de doença respiratória aguda em recrutas militares nos Estados Unidos da América. Manter um nível adequado de cloro nas piscinas recreativas para prevenção de surtos de conjuntivites. Cloração de água de abastecimento.

26 Hepatites virais Agentes etiológicos

27 Vírus da Hepatite B

28 HAVHBVHCVHDVHEV GBV-C /HGV CaracterísticasFamíliaPicornaviridae Hepadnaviridae Flaviviridae-- Flavivir idae GêneroHepatovirus Orthohepadnaviru s -Deltavirus-- Tamanho 27 nm 42 nm nm 35 nm nm Envelopenãosimsimsimnãosim Ácido Nucléico RNADNARNARNARNARNA Transmissãofecal-oralparenteralsexualperinatalhorizontalparenteralparenteralfecal-oral parente ral sexualvertical Hepatite F - Hepatites French Origin (HFV) DNA dupla-hélice Ddemonstrado : Inglaterra, França, USA, Índia, Itália

29 Prevenção & Controle HEPATITE MEDIDAS DE PREVENÇÃO & CONTROLE HEPATITE A Saneamento Básico Vacinação (vacina inativada) HEPATITE B Controle de sangue e hemoderivados Vacina derivada de plasma Vacina recombinante Uso de preservativo na relação sexual HEPATITE C Controle de sangue e hemoderivados HEPATITE D Controle de sangue e hemoderivados Vacinação Hepatite B Uso de preservativo na relação sexual HEPATITE E Saneamento Básico HEPATITE G Controle de sangue e hemoderivados Uso de preservativo na relação sexual

30

31 Vírus da Herpes

32 GRIPE

33 Coronavírus Características do virion Tamanho: 120 a 160 nm Simetria: core interno possivelmente icosaédrico (65 nm) Nucleocápside helicoidal Envelope lipoprotéico com espículas de 20 nm de comprimento Ácido nucléico Tipo: RNA de fita simples, polaridade positiva (+ssRNA) É o maior genoma RNA viral conhecido Tamanho (em nucleotídeos): 27.6 a 31 quilobases (kb) O RNA viral é infeccioso

34 Patogenicidade e características clínicas: Os coronavirus infectam aves e mamíferos, incluindo o homem. Os órgãos alvo mais frequentes são o trato respiratório, órgãos do trato gastrointestinal e tecidos neurológicos. Outros órgãos, incluindo o fígado, rins, coração e olho podem também ser afetados. As células epiteliais são os alvos dos coronavírus. Macrófagos também podem ser infectados. Os coronavírus apresentam restrição de hospedeiros, infectando em geral, seu hospedeiro natural e espécies relacionadas. Ocasionalmente, pode ocorrer infecção inter-espécies, como a infecção experimental de cães com o vírus da gastroenterite transmissível (TGEV). Não são conhecidos vetores biológicos dos coronavírus. As formas de transmissão mais frequentes são a respiratória, a fecal-oral e a mecânica.

35


Carregar ppt "Vírus. A palavra vírus origina do latim e significa veneno ou fluido venenoso. Os vírus como partículas extracelulares, não têm atividades metabólicas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google