A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Coordenador Pedagógico desafios e práticas G I - 06/09/13 das 8:00 às 12:00h GII - 06/09/13 das 13:00 às 17:00h GIII- 27/09/13 das 8:00 às 12:00h.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Coordenador Pedagógico desafios e práticas G I - 06/09/13 das 8:00 às 12:00h GII - 06/09/13 das 13:00 às 17:00h GIII- 27/09/13 das 8:00 às 12:00h."— Transcrição da apresentação:

1 O Coordenador Pedagógico desafios e práticas G I - 06/09/13 das 8:00 às 12:00h GII - 06/09/13 das 13:00 às 17:00h GIII- 27/09/13 das 8:00 às 12:00h

2 CRONOGRAMA DA FORMAÇÃO GRUPO 1: 08h00 12h00 16/08 – 06/09 – 18/10 – 22/11 – 03/12 GRUPO 2: 13h00 17h00 16/08 – 06/09 – 18/10 – 22/11 – 03/12 GRUPO 3: 08h00 12h00 30/08 – 27/09 – 25/10 – 29/11 – 03/12

3 Pauta Leitura: Por uma ideia de criança Sínteses do encontro anterior. Apontamentos da Avaliação do encontro anterior. Contexto da Infância no Brasil – Mario Volpi Nossos Contextos Café Toda criança tem direito à convivência com a diversidade Para o próximo encontro... Avaliação

4 Leitura das sínteses... G I – Claudia e Elaine GII – Roselma e Maria Cristina GIII- Silvana e Meire

5 Apontamentos da Avaliação

6 Contexto da Infância no Brasil

7 Mario Volpi nos aponta quatro aspectos de transição de Infância nestes últimos 20 anos 1º A ideia de incapacidade da infância X Criança como pessoa em situação peculiar de desenvolvimento; 2º A criança como objeto de controle do adulto X Criança sujeito de direitos; 3º Desigualdade X Igualdade – superação da divisão da Infância: Crianças e Adolescentes X Menores (pobres) 4º Papel da Mídia: que trata a Criança como consumidor X que trata a Criança como cidadã (sujeito crítico)

8 Estes aspectos estão visíveis no contexto no qual estamos inseridos? Que intervenções fazemos frente a isso?

9 Para Mario Volpi, um grande desafio para a Educação Infantil é romper com as relações adultocêntricas, tratando a infância a partir da diversidade. Esse desafio está presente no dia a dia do CEI e da EMEI? Como ele se manifesta?

10 Nossos contextos

11 Toda Criança tem direito à convivência com a diversidade

12 Algumas reflexões: Que escola queremos: A escola dos diferentes ou a escola das diferenças?

13 Pensando nas crianças...

14 Como são elas? De que gostam? Como agem? Como podem brincar com outras crianças? Como podem aprender? No que nós podemos ajudar? Quais ganhos as crianças sem deficiência tem na troca com as crianças com deficiência?

15 Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil (2009) Art. 4º As propostas pedagógicas da Educação Infantil deverão considerar que a criança, centro do planejamento curricular, é sujeito histórico e de direitos que, nas interações, relações e práticas cotidianas que vivencia, constrói sua identidade pessoal e coletiva, brinca, imagina, fantasia, deseja, aprende, observa, experimenta, narra, questiona e constrói sentidos sobre a natureza e a sociedade, produzindo cultura.

16 TUDO O QUE É PROPOSTO NA EDUCAÇÃO INFANTIL É IMPORTANTE PARA TODAS AS CRIANÇAS... A importância do brincar; A importância das interações; A importância da rotina;

17 PARA PENSAR: As crianças com qualquer deficiência, independentemente de suas condições físicas, sensoriais, cognitivas ou emocionais são crianças que têm necessidade e possibilidade de conviver, interagir, trocar, aprender, brincar e serem felizes, embora, algumas vezes, por caminhos ou formas diferentes.

18 REDE DE APOIO: ÁREA SOCIAL E ÁREA DA SAÚDE. CRAS; CREAS; CAPS INFANTIL; APAE; AACD.

19 Para o próximo encontro: Leitura e destaques do texto: Infância e Educação no Brasil – um campo de estudos em construção. (p.19 até 29) Jucirema Quinteiro, in Por uma cultura da Infância. Ana Lucia Goulart de Faria e outras. Autores Associados

20 Avaliação No encontro de hoje refletimos sobre duas questões que se relacionam com o nosso campo de atuação: - Contextos da Infância no Brasil; - O direito da Criança à convivência com a diversidade Pensando nessas questões, que apontamentos você faria sobre a importância do que foi objeto de estudo hoje?

21 Desde pequenina aprendi a viver da terra e respeitar o tempo de cada estação. Brincava na beira dos rios, tomava banho de chuva e ser feliz era o maior compromisso de toda a criança. Esta saudade do que tive (...), hoje retrato em cada uma de minhas obras. Sandra Guinle


Carregar ppt "O Coordenador Pedagógico desafios e práticas G I - 06/09/13 das 8:00 às 12:00h GII - 06/09/13 das 13:00 às 17:00h GIII- 27/09/13 das 8:00 às 12:00h."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google