A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Movimento oscilatório Preliminar: Potenciais Movimento oscilatório Exemplo de uma mola em suspensão m.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Movimento oscilatório Preliminar: Potenciais Movimento oscilatório Exemplo de uma mola em suspensão m."— Transcrição da apresentação:

1

2 Movimento oscilatório Preliminar: Potenciais

3 Movimento oscilatório Exemplo de uma mola em suspensão m

4 Movimento oscilatório Exemplo de uma mola em suspensão m

5 Movimento oscilatório Exemplo de uma mola em suspensão m

6 Movimento oscilatório Exemplo de uma mola em suspensão m

7 Movimento oscilatório Oscilador amortecido m

8 Movimento oscilatório Oscilador amortecido m

9 Movimento oscilatório Oscilador amortecido m

10 Movimento oscilatório Oscilador amortecido m

11 Movimento oscilatório Oscilador amortecido m

12 Movimento oscilatório Oscilador amortecido m

13 Movimento oscilatório Oscilador forçado m

14 Movimento oscilatório Oscilador forçado m

15 Movimento oscilatório Oscilador forçado m

16 Movimento oscilatório Oscilador forçado m

17 Movimento oscilatório Oscilador forçado m

18 Movimento oscilatório Oscilador forçado m

19 Movimento oscilatório Oscilador forçado m

20 Iterlúdio matemático Derivadas parciais x y z z=f(const,y)=g(y) y Plano x=const

21 Osciladores acoplados x1x1 x 2 -x 1 x2x2 k2k2 k3k3 k1k1 2 graus de liberdade

22 Osciladores acoplados Sistema desacoplado! Coordenadas normais

23 Osciladores acoplados

24 O caso geral é complicado… massas iguais e ks iguais Osciladores acoplados (alt.)

25

26 Múltiplos osciladores acoplados

27 Solução da equação das ondas (x,t)=f(x-vt) x=vt (x,0)=f(x) (x,t)=f(x-vt)

28 Solução da equação das ondas Seja f(x) a solução da equação para t=0. Essa função f é o perfil da onda. Se a onda se propagar sem mudança de forma com velocidade v para x=vt então (x,t)=f(x-vt)= (x,0). (x,t)=f(x-vt) é a solução mais geral da equação das ondas

29 Ondas harmónicas (x,0)=a cos(mx); a é a amplitude (x,t)=a cos[m(v-vt)] 2π/m=λ é o comprimento de onda. O tempo necessário para que a onda volte ao mesmo valor é o período τ. Dada a periodicidade do coseno ou Introduzindo o número de onda k= 2π/λ e a frequência = 2π/τ temos (x,t)=a cos(kx- t+ )

30 Ondas planas

31 Ondas esféricas

32 Interferência O princípio de sobreposição das ondas diz que a onda resultante da sobreposição de duas ondas é a soma das duas ondas:

33 Interferência

34

35 Corpo negro


Carregar ppt "Movimento oscilatório Preliminar: Potenciais Movimento oscilatório Exemplo de uma mola em suspensão m."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google